DESAFIOS EM ALINHARDESAFIOS EM ALINHAR
O ENSINO DEO ENSINO DE
ADMINISTRAÇÃO ÀSADMINISTRAÇÃO ÀS
MACROTENDÊNCIAS EMACROTENDÊ...
UMA REFLEXÃO SOBRE
OS DESAFIOS DA
GESTÃO EM LIDAR COM
AS MACROTENDÊNCIAS
DA EDUCAÇÃO
SUPERIOR.
IES
Até 1000
Alunos
De 1001 a 2000
Alunos
De 2001 a 5000
Alunos
+ De 5000
Alunos
67,8% 13,6% 9,2% 9,6%
DIVERSIDADE DAS IES...
QUE CENÁRIOS
RESERVAM DESAFIOS
AO GESTOR DE CURSO?
MATRÍCULAS E VAGAS NO
ENSINO PRESENCIAL E EaD
0
1.000.000
2.000.000
3.000.000
4.000.000
5.000.000
6.000.000
7.000.000
NúmerodeMatrículas
Total 3.520.627 3.936.933 4.223...
0
1.000.000
2.000.000
3.000.000
4.000.000
5.000.000
6.000.000
NúmerodeMatrículas
Total 3.479.913 3.887.022 4.163.733 4.453...
0
100.000
200.000
300.000
400.000
500.000
600.000
700.000
800.000
NúmerodeMatrículas
Total 40.714 49.911 59.611 114.642 20...
Relação Ingressante/Vaga nas IESRelação Ingressante/Vaga nas IES
0
500.000
1.000.000
1.500.000
2.000.000
2.500.000
1997 19...
UM NOVO PERFIL
DA CONCORRÊNCIA
Fonte: Revista EXAME n.17, Edição 976, Ano 44, 22/09/2010
INDICADORES/
INSTITUIÇÕES
ANHANGUERA ESTÁCIO KROTON
FATURAMENTO ...
Desempenh
odos
Estudantes
COMPONENTE ESPECÍFICOCOMPONENTE ESPECÍFICO : Desempenho médio: Desempenho médioCOMPONENTE ESPECÍFICOCOMPONENTE ESPECÍFICO ...
Nova Regulação;
Supervisão e Avaliação
vos Instrumentos
AIE e ACG
SEQUENCIAS x
CST’s x
BACHARELADOS x
INTERNACIONALIZAÇÃO x
BOLOGNA
Mestrados Profissionais
integrados com a
Graduação
Doutorados
Profissionais
Orçamento
e Resultados
INDICADORESINDICADORES
QUEQUE
DESAFIAM ODESAFIAM O
GESTOR DAGESTOR DA
INDICADORES DEINDICADORES DE
PRODUTIVIDADEPRODUTIVIDADE
Indicadores de
PRODUTIVIDADE
 FUNCIONÁRIO/PROFESSOR;
 ORIENTANDOS/DOCENTE;
 PRODUTIVIDADE DOCENTE
(Qualis); FUNCIONÁRI...
INDICADORES DEINDICADORES DE
COMPETITIVIDADECOMPETITIVIDADE
Indicadores de
COMPETITIVIDADE
 CANDIDATOS/VAGA;
 VAGAS DISPONÍVEIS OU NÃO
PREENCHIDAS;
 CAPTAÇÃO;
 DESEMPENHO NAS
AVA...
INDICADORES DEINDICADORES DE
LUCRATIVIDADELUCRATIVIDADE
Indicadores de
LUCRATIVIDADE
 EVA/EBTDA;
 ANÁLISE HORIZONTAL E VERTIC
 LIQUIDEZ CORRENTE;
 LIQUIDEZ IMEDIATA;
 ENDIVI...
INDICADORES DEINDICADORES DE
QUALIDADEQUALIDADE
Indicadores de
QUALIDADE
 ATOS REGULATÓRIOS;

 ESTUDANTES/PROFESSOR;
 ESTUDANTES/TÉCNICOS;
 MATRÍCULA: FORMA (on line...
RELAÇÕES  
IES
Conceito
Enade
Administraç
ão
Total
de
Cursos
de
Gradua
ção
Professo
res
Alunos
Funcioná
rios
Aluno:
Profes...
INDICADORES DEINDICADORES DE
ADMINISTRAÇÃOADMINISTRAÇÃO
Indicadores de
ADMINISTRAÇÃO
 PLANEJAMENTO – PPI, PDI,
Orçamento;
 PERFIL DOS GESTORES;
 AVALIAÇÃO E CONTROLE DO
DESEMP...
NOVOS/VELHOSNOVOS/VELHOS
DESAFIOSDESAFIOS
 Conhecimento dos indicadores
de desempenho organizacional.
 Compreensão das funções
inerentes à administração e sua
art...
 Conhecimento e compreensão
dos indicadores de desempenho
institucional.
 Compreensão das funções do
MEC e sua articulaç...
 Qualidade e inovação do PPC.
 Integração e coerência das
Atividades Complementares
com o PPC.
 Estrutura e coordenação...
 Construção do conhecimento
interdisciplinar.
 Integração e distribuição de
conteúdos de forma Qualitativa
e Quantitativ...
CONSIDERAÇÕ
ES
FINAIS
Como sou enquanto
GESTOR?

REATIVO?

ATIVO?

PROATIVO?

CONTEMPLATIVO?
Ditado Coreano:
“SE VOCÊ NÃO É PARTE
DA SOLUÇÃO, ENTÃO
CERTAMENTE VOCÊ É
PARTE DO PROBLEMA”.
Muito Obrigado!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias

662 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias

  1. 1. DESAFIOS EM ALINHARDESAFIOS EM ALINHAR O ENSINO DEO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO ÀSADMINISTRAÇÃO ÀS MACROTENDÊNCIAS EMACROTENDÊNCIAS E DIVERSIDADE DAS IESDIVERSIDADE DAS IES Prof. Mário Cesar Barreto Moraes, Dr. 2010
  2. 2. UMA REFLEXÃO SOBRE OS DESAFIOS DA GESTÃO EM LIDAR COM AS MACROTENDÊNCIAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR.
  3. 3. IES Até 1000 Alunos De 1001 a 2000 Alunos De 2001 a 5000 Alunos + De 5000 Alunos 67,8% 13,6% 9,2% 9,6% DIVERSIDADE DAS IES segundo o tamanho (matrículas)
  4. 4. QUE CENÁRIOS RESERVAM DESAFIOS AO GESTOR DE CURSO?
  5. 5. MATRÍCULAS E VAGAS NO ENSINO PRESENCIAL E EaD
  6. 6. 0 1.000.000 2.000.000 3.000.000 4.000.000 5.000.000 6.000.000 7.000.000 NúmerodeMatrículas Total 3.520.627 3.936.933 4.223.344 4.567.798 4.883.852 5.250.147 5.808.017 Federal 543.598 583.633 592.705 595.327 607.180 641.094 698.319 Estadual 437.927 465.978 489.529 514.726 502.826 550.089 710.175 Municipal 104.452 126.563 132.083 136.651 141.359 143.994 144.459 Privada 2.434.650 2.760.759 3.009.027 3.321.094 3.632.487 3.914.970 4.255.064 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 EVOLUÇÃO DAS MATRICULAS NO ENSINO SUPERIOR - 2002 a 2008
  7. 7. 0 1.000.000 2.000.000 3.000.000 4.000.000 5.000.000 6.000.000 NúmerodeMatrículas Total 3.479.913 3.887.022 4.163.733 4.453.156 4.676.646 4.880.381 5.080.056 Universidades 2.150.659 2.276.281 2.369.717 2.469.778 2.510.396 2.644.187 2.685.628 C. Universit‡rios 430.315 501.108 614.913 674.927 727.909 680.938 720.605 Faculdades 898.939 1.109.633 1.179.103 1.308.451 1.438.341 1.555.256 1.673.823 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 EVOLUÇÃO DAS MATRICULAS NO ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL - 2002 a 2008
  8. 8. 0 100.000 200.000 300.000 400.000 500.000 600.000 700.000 800.000 NúmerodeMatrículas Total 40.714 49.911 59.611 114.642 207.206 369.766 727.961 Federal 11.964 16.532 18.121 15.740 17.359 25.552 55.218 Estadual 22.358 23.272 17.868 37.377 21.070 67.275 219.940 Municipal 0 0 0 1.398 3.632 1.382 3.830 Privada 6.392 10.107 23.622 60.127 165.145 275.557 448.973 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 EVOLUÇÃO DAS MATRICULAS NO ENSINO SUPERIOR EM EaD - 2002 a 2008
  9. 9. Relação Ingressante/Vaga nas IESRelação Ingressante/Vaga nas IES 0 500.000 1.000.000 1.500.000 2.000.000 2.500.000 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 Número de Vagas Número de Ingressantes Ensino Superior – Cenário Atual Fonte:Hoper Consultoria
  10. 10. UM NOVO PERFIL DA CONCORRÊNCIA
  11. 11. Fonte: Revista EXAME n.17, Edição 976, Ano 44, 22/09/2010 INDICADORES/ INSTITUIÇÕES ANHANGUERA ESTÁCIO KROTON FATURAMENTO R$ 1,3 bilhão R$ 1,5 bilhão R$ 395 milhões LUCRO R$ 380 milhões R$ 389 milhões R$ 111,6 milhões DISPONIBILIDADE EM CAIXA R$ 268 milhões R$ 172 milhões R$ 56 milhões AQUISIÇÕES 30 8 13
  12. 12. Desempenh odos Estudantes
  13. 13. COMPONENTE ESPECÍFICOCOMPONENTE ESPECÍFICO : Desempenho médio: Desempenho médioCOMPONENTE ESPECÍFICOCOMPONENTE ESPECÍFICO : Desempenho médio: Desempenho médio Área Ingressantes Concluintes TOTAL 32,9 41,8 Administração 33,2 41,3 Arquivologia 37,9 47,1 Biblioteconomia 34,7 44,0 Biomedicina 30,7 43,8 Ciências Contábeis 22,8 30,0 Ciências Econômicas 27,4 34,5 Comunicação Social 34,0 40,3 Design 42,1 52,8 Direito 31,2 42,8 Formação de Professores 39,6 43,7 Música 36,5 45,0 Psicologia 41,1 52,7 Secretariado Executivo 35,5 42,4 Teatro 41,3 48,0 Turismo 41,5 48,5
  14. 14. Nova Regulação; Supervisão e Avaliação
  15. 15. vos Instrumentos AIE e ACG
  16. 16. SEQUENCIAS x CST’s x BACHARELADOS x INTERNACIONALIZAÇÃO x BOLOGNA
  17. 17. Mestrados Profissionais integrados com a Graduação
  18. 18. Doutorados Profissionais
  19. 19. Orçamento e Resultados
  20. 20. INDICADORESINDICADORES QUEQUE DESAFIAM ODESAFIAM O GESTOR DAGESTOR DA
  21. 21. INDICADORES DEINDICADORES DE PRODUTIVIDADEPRODUTIVIDADE
  22. 22. Indicadores de PRODUTIVIDADE  FUNCIONÁRIO/PROFESSOR;  ORIENTANDOS/DOCENTE;  PRODUTIVIDADE DOCENTE (Qualis); FUNCIONÁRIO/PROFESSOR;  GRAU DE PARTICIPAÇÃO ESTUDANTIL; GRAU DE ENVOLVIMENTO COM A PÓS; TAXA DE SUCESSO DA GRADUAÇÃO; CUSTO CORRENTE/ALUNO
  23. 23. INDICADORES DEINDICADORES DE COMPETITIVIDADECOMPETITIVIDADE
  24. 24. Indicadores de COMPETITIVIDADE  CANDIDATOS/VAGA;  VAGAS DISPONÍVEIS OU NÃO PREENCHIDAS;  CAPTAÇÃO;  DESEMPENHO NAS AVALIAÇÕES (CPC, IGC, CAPES, GUIAS ESTUDANTIS,etc.); MARCA.
  25. 25. INDICADORES DEINDICADORES DE LUCRATIVIDADELUCRATIVIDADE
  26. 26. Indicadores de LUCRATIVIDADE  EVA/EBTDA;  ANÁLISE HORIZONTAL E VERTIC  LIQUIDEZ CORRENTE;  LIQUIDEZ IMEDIATA;  ENDIVIDAMENTO;  MARGEM OPERACIONAL;  PRAZO DE PAGTO. E RECEBIMENTO; RENTABILIDADE DO PL.
  27. 27. INDICADORES DEINDICADORES DE QUALIDADEQUALIDADE
  28. 28. Indicadores de QUALIDADE  ATOS REGULATÓRIOS;   ESTUDANTES/PROFESSOR;  ESTUDANTES/TÉCNICOS;  MATRÍCULA: FORMA (on line e presencial) TEMPO DE ESPERA, et IQCD; ENADE; CPC; IGC;  PPC, PPI, etc. (BENCHMARKING) COMUNICAÇÃO (mídias sociais);
  29. 29. RELAÇÕES   IES Conceito Enade Administraç ão Total de Cursos de Gradua ção Professo res Alunos Funcioná rios Aluno: Professor Aluno: Funcionário Funcionário: Professor FEESC "3:3" 14 148 4450 103 30,06756757 43,2038835 0,695945946 FGV-SP "5:5" 3 210 1600 400 7,619047619 4 1,904761905 IBMEC-RJ "5:5" 2 170 1700 300 10 5,666666667 1,764705882 UDESC "5:5" 20 1180 5890 1730 4,991525424 3,404624277 1,466101695 UFSC "5:4" 30 2500 14000 3000 5,6 4,666666667 1,2 UNIVEM "3:3" 25 148 3800 176 25,67567568 21,59090909 1,189189189 UNICA "3:2" 2 40 478 21 11,95 22,76190476 0,525
  30. 30. INDICADORES DEINDICADORES DE ADMINISTRAÇÃOADMINISTRAÇÃO
  31. 31. Indicadores de ADMINISTRAÇÃO  PLANEJAMENTO – PPI, PDI, Orçamento;  PERFIL DOS GESTORES;  AVALIAÇÃO E CONTROLE DO DESEMPENHO (ADMINISTRATIVO E ACADÊMICO);  ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA;  RESULTADOS DAS AVALIAÇÕES.
  32. 32. NOVOS/VELHOSNOVOS/VELHOS DESAFIOSDESAFIOS
  33. 33.  Conhecimento dos indicadores de desempenho organizacional.  Compreensão das funções inerentes à administração e sua articulação com o dia-a-dia da gestão.  Compreensão sobre o funcionamento do sistema nacional de educação superior.
  34. 34.  Conhecimento e compreensão dos indicadores de desempenho institucional.  Compreensão das funções do MEC e sua articulação com o dia-a-dia da coordenação.  Conhecimento da legislação da educação superior brasileira para a melhor gestão do curso.
  35. 35.  Qualidade e inovação do PPC.  Integração e coerência das Atividades Complementares com o PPC.  Estrutura e coordenação do Estágio Supervisionado.  Inserção de Projeto Integrador.  Investimento no Ensino Continuado.
  36. 36.  Construção do conhecimento interdisciplinar.  Integração e distribuição de conteúdos de forma Qualitativa e Quantitativa.  Integração Inter e Transdisciplinar da Matriz Curricular.  Avaliação Sistêmica ou Cumulativa.  Estudante efetivamente exigido.
  37. 37. CONSIDERAÇÕ ES FINAIS
  38. 38. Como sou enquanto GESTOR?  REATIVO?  ATIVO?  PROATIVO?  CONTEMPLATIVO?
  39. 39. Ditado Coreano: “SE VOCÊ NÃO É PARTE DA SOLUÇÃO, ENTÃO CERTAMENTE VOCÊ É PARTE DO PROBLEMA”.
  40. 40. Muito Obrigado!

×