SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
Baixar para ler offline
1INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO
2
Engenharia Mecânica
(Univ. Mackenzie)
Pós em Administração
(FGV)
MBA
(Stanford University)
QUEM SOU EU?
3
Empreendedor não
é só quem tem uma
...mas quem desafia
o status quo!
4
VIDEO ESTÁCIO
5
Receita Líquida
EBITDA
% margem
Market cap
1.127
235
20.9%
8.772
1H14(R$ mn)
52 polos de ensino a distância (+ 111 polos da Uniseb)
78 carreiras de graduação
+ 400.000 alunos
6 Regionais
 +8.000 professores + 4.500 administrativos
 + 100.000 alunos a distância (graduação e pós-graduação)
7 áreas do conhecimento
+80 campi em mais de 40 cidades (21 estados + DF)
Universidade Faculdade Centro Universitário
Em processo de transformação em Centro Universitário
DL
 + 300.000 alunos de graduação (presencial e a distância)
Data-base: 1º semestre de 2014
ESTÁCIO EM NÚMEROS
6
A ESTÁCIO
TAMBÉM JÁ FOI
UMA STARTUP
7
UNIVERSIDADE ESTÁCIO QUASE 45 ANOS DE IDADE
Durante esse tempo todo, vivemos várias situações diferentes. Muitos altos e baixos.
Crescimento
Orgânico
Consolidação da
Liderança Nacional
IPO Turnaround Turning Point | Crescimento Sustentável
1970... 80s-90s ...2002.. ...2007 2008 2009 2010 2011 2012
23
35
141
178
218 206 210
240
272
1.5%
41.7%
4.8%
22.5%
-5.5% 2.1%
14.2%
2005 – 2007:
transformaçã
o para fins
lucrativos
EAD
Centro de Serviços
Compartilhados (CSC)
GP Investments
Follow-On
Novo Modelo
Acadêmico
Número de alunos
Crescimento
Migração para
Novo Mercado
(Mais alto nível de
Governança)
13.1%
2013
16.3%
Aquisição
UniSEB
316
Planejamento
Estratégico
2020
Follow-On
2014
+400
8
980 1.009 1.016
1.148
1.383
1.731
UMA EMPRESA DE DESTACADA EVOLUÇÃO
FINANCEIRA NOS ÚLTIMOS ANOS…
64,8 94,9 92,4 123,0
209,9
320,3
218
206
210
240
272
316
6,6%
9,4% 9,1%
10,7%
15,2%
18,5%
Lucro Operacional (EBITDA) e Base
de Alunos (R$ Milhões)
0.15
0.27
0.33 0.28
0.44
0.83
435%
9
RESULTADOS NO CLIMA
A evolução pelos colaboradores:
Modelo Aprovado
APROVAÇÃO PELOS COLABORADORES
Evolução do Clima Organizacional
2008
56% 56% 62% 65% 68%
2009 2010 2011 2012 2013
65%
Melhoria consistente na satisfação do colaborador
“Consciência de que não é possível satisfazer o aluno sem
satisfazer o professor.”
10
RESULTADOS DE SATISFAÇÃO
APROVAÇÃO PELOS ALUNOS
PESA – Pesquisa Estácio de Satisfação dos Alunos
Melhoria consistente na satisfação do aluno
“Alunos com acesso pleno à Universidade, com possibilidade
de diálogo aberto.”
2008
58% 60% 64% 67% 68%
2009 2010 2011 2012 2013
64%
11
RESULTADOS ACADÊMICOS
A evolução no SINAES:
Modelo Aprovado
CPC(Conceito
PreliminardeCurso)
1%
0%
49%
13%
48%
78%
2%
8%
0%
0%
0%
0%
6%
0%
83%
48%
11%
52%
0%
0%
2012•2009•
IGC(ÍndiceGeral
deCursos)
APROVAÇÃO PELO MEC
Indicadores positivos das instituições
e cursos
Integração do modelo de gestão
com o acadêmico
Melhoria substancial no nível de Ensino
para mais de 300 mil alunos em 3 anos
12
100
100
167
212
245
124
126
130
Aumento de Renda Taxa de Emprego
NOSSO RETORNO PARA
A SOCIEDADE VAI ALÉM…
Calouro
Egresso
Egresso +1 Ano
Egresso +5 Anos
R$ 862 milhões
em salários e encargos sociais pagos em 2013
Aumento de Renda do Aluno Estácio
+ 155 mil formados
entre 2009 e 2013
+ 150 mil vagas
oferecidas no Portal de Estágios e
Empregos
13
DIFERENCIAIS
14
UNIVERSIDADE DO FUTURO
Pesquisa
Inovação
Branding
Novos
negócios
Relacionamento
com os alunosLifetime
students
Modelo
acadêmico
2020
Universidade
como
mediadora
Relacionamento
com employers
Universidade
Corporativa
EDUCARE
E3Responsabilidade
Social
15
PESQUISA INOVAÇÃO
Uso de recursos para
gerar conhecimento
Uso de conhecimento
para gerar recursos
16
PESQUISA & INICIAÇÃO
CIENTÍFICA
STRICTO SENSU
PESQUISA APLICADA
17
INDICADOR ESTÁCIO DE PRODUTIVIDADE EM PESQUISA
2010.1 2010.2 2011.1 2011.2 2012.1 2012.2 2013.1 2013.2
168,5 161,7
206,8 209,8
252,7 251,1
269,3 267,0
Evolução do IPPGR3 Nacional
Definição IPPGR3: Índice de produtividade em pesquisa se trata de um parâmetro institucional que agrega a produção
cientifica de cada docente no triênio, atribuindo ponderação para os diferentes tipos como artigo em periódico nacional e
internacional, apresentação em congresso e orientação de alunos de graduação e pós-graduação.
18
SEMINÁRIO DE PESQUISA
Trabalhos Submetidos
2009 / 29
2010 / 464
2011 / 512
2012 / 626
2013 / 1427
SUBMETIDOS
SUBMETIDOS OUTRAS IES (
EXCETO ESTÁCIO)
APROVADOS ANAIS
APROVADOS ANAIS
E APRESENTAÇÃO
AVALIADORES
1427
73
550
327
238
CATEGORIA | Nº
2013
19
CONQUISTA EM 2014 /PESQUISA
Estácio é primeiro lugar no ranking
“CWTS 2014 BRAZIL” quanto ao impacto
médio de suas melhores publicações.
DIREITO
ADMINISTR
AÇÃO
EDUCAÇÃO
ODONTOLO
GIA
SAÚDE DA
FAMÍLIA
MESTRADO
ACADÊMICO
E DOUTORADO
MESTRADO
PROFISSIONAL
MESTRADO
ACADÊMICO
E DOUTORADO
MESTRADO
PROFISSIONAL
MESTRADO
PROFISSIONAL
E DOUTORADO
NOTA CAPES /
5
NOTA CAPES /
4
NOTA CAPES /
4
NOTA CAPES /
4
NOTA CAPES /
4
PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU
20
DIRETORIA
DE ENSINO
PESQUISA
APLICADA
CONSELHO
EMPRESARIAL
INICIAÇÃO
CIENTÍFICA
PESQUISA
FOCAIS
(C. Univ.)
Monitoramento de
pesquisas, projetos,
resultados, fomento
Inputs e
Relacionamento
tendências, diagnóstico,
consultoria
CONSELHO
CIENTÍFICO
PESQUISA
APLICADA
Docentes, pesquisadores
no mercado profissional
EMPRESAS
INTERMEDIAÇÃO
CLIENTES
INTERNOS
Estudo de viabilidade,
banco de parcerias,
análise de soluções
REDETEC
ADITEC /AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
21
INOVAÇÃO Inovação na
educação
(P&D)
Cultura de
Inovação
Interna
Educação
empreendedora
22
ESPAÇO NAVE
23
CO-WORKING
24
SALA DE AULA
25
MEDIA LAB
26
ESPAÇO EUREKA
27
GALERIA
28
PARCERIAS ECOSSISTEMA STARTUP
29
INOVAÇÃO Inovação na
educação
(P&D)
Cultura de
Inovação
Interna
Educação
empreendedora
30
INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO
MOBILIDADE
TV TOUCH
LEITOR ESTÁCIO
REALIDADE
AUMENTADA
31
PARCERIAS
32
INOVAÇÃO Inovação na
educação
(P&D)
Cultura de
Inovação
Interna
Educação
empreendedora
33
593
curtidas
totais
65
ideias
recebidas
40
posts
universo
inovação
335
usuários
PILOTOSP
PORTAL
DE INOVAÇÃO
34
INOVAÇÃO Inovação na
educação
(P&D)
Cultura de
Inovação
Interna
Educação
empreendedora
35
STARTUP
/EMPREENDEDORISMO
Aberto à alunos
e egressos
Espaço de
trabalho
compartilhado
com rede de
alta velocidade
no RJ
Mentores com ampla experiência
nos mais variados segmentos
Capacitação durante todo o ciclo
Utilização de plataforma online de desenvolvimento de
startups, com suporte em tempo integral
1ª instituição de ensino superior
do Brasil a possuir um programa
de pré-aceleração de Startups
totalmente gratuito
36
PROGRAMA STARTUP NAVE 2014 – TURMA 1
70
projetos
24
apresentações
11
selecionados
• Capacitação
• Mentoria
• Infra-estrutura
• Demoday em dez6workshops realizados | 8encontros com mentores
37
TURMA 1
38
DEPOIMENTOS
DESAFIO BRASIL EMPREENDEDORISMO
31
unidades
VÍDEOS:
40
PARCERIA ESTÁCIO + UP GLOBAL
Realização de 7 Startup Weekends em 2014
41
PROGRAMA STARTUP NAVE 2015
42
PROGRAMA STARTUP NAVE 2015
5 meses | 3 etapas
FORMAÇÃO
Capacitação em
Modelo de
Negócios
LANÇAMENTO
Criação do
Mínimo Produto
Viável (MVP)
ÓRBITA
Preparação para
atuação no
mercado
43
TRANSVERSALIDADE
Pesquisa
e inovaçãoPlanejamento
de carreira
Cidadania,
ética e
história
do Brasil
Sustentabilidade
Empreendedorismo
como disciplina
44
MISSÃO
Educar para transformar - Integramos
a academia e gestão para oferecer uma
educação transformadora ao maior
número de pessoas, criando impacto
positivo para a sociedade.
45
PRA FINALIZAR
EMPREENDEDORISMO
LIDERANÇA
ESTÁCIO QUEBRANDO
Liderar é servir
PARADIGMAS
A melhor maneira de prever o futuro, é criá-lo
(Tom Peters)
46
OBRIGADO! Rogério Melzi
Presidente da Estácio
Nós devemos ser a mudança que
queremos ver no mundo
Gandhi

Mais conteúdo relacionado

Destaque

DoençAs Neuromusculares
DoençAs NeuromuscularesDoençAs Neuromusculares
DoençAs Neuromusculares
Rodrigo Biondi
 
Miastenia Gravis
Miastenia   GravisMiastenia   Gravis
Miastenia Gravis
vicmanu
 

Destaque (15)

A importância do BDQ
A importância do BDQA importância do BDQ
A importância do BDQ
 
Miastenia grave e deficiência não aparente: visão do paciente
Miastenia grave e deficiência não aparente: visão do pacienteMiastenia grave e deficiência não aparente: visão do paciente
Miastenia grave e deficiência não aparente: visão do paciente
 
Miastenia Gravis
Miastenia GravisMiastenia Gravis
Miastenia Gravis
 
Apresentação Miastenia
Apresentação MiasteniaApresentação Miastenia
Apresentação Miastenia
 
Miastenia
MiasteniaMiastenia
Miastenia
 
Miastenia Gravis
Miastenia GravisMiastenia Gravis
Miastenia Gravis
 
Miastenia Gravis
Miastenia GravisMiastenia Gravis
Miastenia Gravis
 
Miastenia Grave
Miastenia GraveMiastenia Grave
Miastenia Grave
 
DoençAs Neuromusculares
DoençAs NeuromuscularesDoençAs Neuromusculares
DoençAs Neuromusculares
 
Miastenia gravis
Miastenia gravisMiastenia gravis
Miastenia gravis
 
Miastenia grave
Miastenia graveMiastenia grave
Miastenia grave
 
Miastenia Gravis 2014
Miastenia Gravis 2014Miastenia Gravis 2014
Miastenia Gravis 2014
 
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de SáModelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
 
Doenças Auto Imunes - Imunologia
Doenças Auto Imunes - ImunologiaDoenças Auto Imunes - Imunologia
Doenças Auto Imunes - Imunologia
 
Miastenia Gravis
Miastenia   GravisMiastenia   Gravis
Miastenia Gravis
 

Semelhante a Dia2 04 keynote_rogerio melzi_estacio_educar para inovar

Apresentação sp
Apresentação spApresentação sp
Apresentação sp
telasnorte1
 
Apresentação sp
Apresentação spApresentação sp
Apresentação sp
telasnorte1
 
Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias
Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendenciasApres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias
Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias
ANGRAD
 
(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...
(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...
(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...
ANGRAD
 
Portfólio 2015 | Pós-Graduação
Portfólio 2015 | Pós-GraduaçãoPortfólio 2015 | Pós-Graduação
Portfólio 2015 | Pós-Graduação
Neto Jacinto
 

Semelhante a Dia2 04 keynote_rogerio melzi_estacio_educar para inovar (20)

Os Desafios do Ensino Superior de Administração Frente ao Mundo Exponencial
Os Desafios do Ensino Superior de Administração Frente ao Mundo ExponencialOs Desafios do Ensino Superior de Administração Frente ao Mundo Exponencial
Os Desafios do Ensino Superior de Administração Frente ao Mundo Exponencial
 
Apresentação EPEC 2011
Apresentação EPEC 2011Apresentação EPEC 2011
Apresentação EPEC 2011
 
Lançamento da Transferência do Projeto Jovem de Futuro - Ceará
Lançamento da Transferência do Projeto Jovem de Futuro - CearáLançamento da Transferência do Projeto Jovem de Futuro - Ceará
Lançamento da Transferência do Projeto Jovem de Futuro - Ceará
 
IT4DBiz - Tecnologia digital para melhorar a empregabilidade dos alunos Kroton
IT4DBiz - Tecnologia digital para melhorar a empregabilidade dos alunos KrotonIT4DBiz - Tecnologia digital para melhorar a empregabilidade dos alunos Kroton
IT4DBiz - Tecnologia digital para melhorar a empregabilidade dos alunos Kroton
 
Estácio: Apresentação Education Day - Janeiro/2014
Estácio: Apresentação Education Day - Janeiro/2014Estácio: Apresentação Education Day - Janeiro/2014
Estácio: Apresentação Education Day - Janeiro/2014
 
Escola de Negocios UP
Escola de Negocios UPEscola de Negocios UP
Escola de Negocios UP
 
Escola de Negocios
Escola de NegociosEscola de Negocios
Escola de Negocios
 
Apresentação sp
Apresentação spApresentação sp
Apresentação sp
 
Apresentação sp
Apresentação spApresentação sp
Apresentação sp
 
PRÉ-IF CIÊNCIAS EXATAS.pptx
PRÉ-IF CIÊNCIAS EXATAS.pptxPRÉ-IF CIÊNCIAS EXATAS.pptx
PRÉ-IF CIÊNCIAS EXATAS.pptx
 
Estácio: Apresentação Estácio Day 2014
Estácio: Apresentação Estácio Day 2014Estácio: Apresentação Estácio Day 2014
Estácio: Apresentação Estácio Day 2014
 
Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias
Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendenciasApres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias
Apres 2 desafios alinhar cursos adm as macrotendencias
 
(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...
(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...
(30/10/2012) As percepções da mantenedora sobre os impactos da avaliação na g...
 
Nova Cultura
Nova CulturaNova Cultura
Nova Cultura
 
Portfólio 2015 | Pós-Graduação
Portfólio 2015 | Pós-GraduaçãoPortfólio 2015 | Pós-Graduação
Portfólio 2015 | Pós-Graduação
 
X encontro de professores ciências contábeis desempenho dos estudantes
X encontro de professores ciências contábeis   desempenho dos estudantesX encontro de professores ciências contábeis   desempenho dos estudantes
X encontro de professores ciências contábeis desempenho dos estudantes
 
Estácio: Apresentação - Aquisição da UniSEB
Estácio: Apresentação - Aquisição da UniSEBEstácio: Apresentação - Aquisição da UniSEB
Estácio: Apresentação - Aquisição da UniSEB
 
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVAJornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
 
Egp e Egressos
Egp e EgressosEgp e Egressos
Egp e Egressos
 
Aula 01 pc
Aula 01 pcAula 01 pc
Aula 01 pc
 

Mais de Associação Brasileira de Startups

Mais de Associação Brasileira de Startups (10)

ABStartups - Apresentação do Estatuto
ABStartups - Apresentação do Estatuto ABStartups - Apresentação do Estatuto
ABStartups - Apresentação do Estatuto
 
Dia2 11 keynote_brian hutchings_gunder_preparando sua startup para investimen...
Dia2 11 keynote_brian hutchings_gunder_preparando sua startup para investimen...Dia2 11 keynote_brian hutchings_gunder_preparando sua startup para investimen...
Dia2 11 keynote_brian hutchings_gunder_preparando sua startup para investimen...
 
Dia02 05 fireside_chat_gabekarpmattwise_5secretsgettingacquired
Dia02 05 fireside_chat_gabekarpmattwise_5secretsgettingacquiredDia02 05 fireside_chat_gabekarpmattwise_5secretsgettingacquired
Dia02 05 fireside_chat_gabekarpmattwise_5secretsgettingacquired
 
Dia1 11 keynote_ragnar_sass_pipedrive_criando um crm com escala global
Dia1 11 keynote_ragnar_sass_pipedrive_criando um crm com escala globalDia1 11 keynote_ragnar_sass_pipedrive_criando um crm com escala global
Dia1 11 keynote_ragnar_sass_pipedrive_criando um crm com escala global
 
Dia01 08 keynote_alvaro_mello_gartner
Dia01 08 keynote_alvaro_mello_gartnerDia01 08 keynote_alvaro_mello_gartner
Dia01 08 keynote_alvaro_mello_gartner
 
Dia01 04 keynote_samir_patel_dorevolution_actionable_growth hacks
Dia01 04 keynote_samir_patel_dorevolution_actionable_growth hacksDia01 04 keynote_samir_patel_dorevolution_actionable_growth hacks
Dia01 04 keynote_samir_patel_dorevolution_actionable_growth hacks
 
Dia01 03 show_case_viniciusroveda_contaazul_competindocomgigantes
Dia01 03 show_case_viniciusroveda_contaazul_competindocomgigantesDia01 03 show_case_viniciusroveda_contaazul_competindocomgigantes
Dia01 03 show_case_viniciusroveda_contaazul_competindocomgigantes
 
Dia01 01 abertura_gustavo_caetano_ab_startups_a nova era das startups
Dia01 01 abertura_gustavo_caetano_ab_startups_a nova era das startupsDia01 01 abertura_gustavo_caetano_ab_startups_a nova era das startups
Dia01 01 abertura_gustavo_caetano_ab_startups_a nova era das startups
 
Dia01 02 keynote_Joshua_Slayton_angellist_The Angelist Way
Dia01 02 keynote_Joshua_Slayton_angellist_The Angelist WayDia01 02 keynote_Joshua_Slayton_angellist_The Angelist Way
Dia01 02 keynote_Joshua_Slayton_angellist_The Angelist Way
 
Startups ganham cada vez mais espaço no BRasil
Startups ganham cada vez mais espaço no BRasilStartups ganham cada vez mais espaço no BRasil
Startups ganham cada vez mais espaço no BRasil
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 

Dia2 04 keynote_rogerio melzi_estacio_educar para inovar