Regnciaverbal 090704150622-phpapp01

1.250 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.250
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regnciaverbal 090704150622-phpapp01

  1. 1. REGÊNCIA VERBAL
  2. 2. Regência Verbal  <ul><li>É a relação de um verbo sobre seus complementos (OD, OI) e adjuntos adverbiais. </li></ul><ul><li>  Em alguns casos, a variação de regência provoca uma alteração de sentido do verbo.  </li></ul><ul><li>A seguir, você verá alguns verbos cuja regência exige maior atenção. </li></ul>
  3. 3. Verbo Classificação Significado Exemplo Aspirar VTD sorver, respirar Os atletas aspiravam com prazer o ar das montanhas. VTI pretender, desejar O vereador recém-eleito aspirava a um alto cargo.
  4. 4. Verbo Classificação Significado Exemplo Assistir VTI estar presente, presenciar Ontem assisti a um filme iraniano. VTD ou VTI acompanhar, prestar assistência O médico assiste o doente (ou a o doente). VI morar, residir (rege adjunto adverbial com a preposição &quot; em &quot;) Minha comadre assiste em Santos.
  5. 5. Verbo Classificação Significado Exemplo Chamar VTD Convocar, fazer vir Chamem a polícia! VTI Invocar (exige a preposição &quot; por &quot;) O pai chamava desesperadamente pela filha. VTD ou VTI Cognominar, qualificar, denominar + predicativo do objeto <ul><li>Chamava-o irresponsável. </li></ul><ul><li>Chamava-o de irresponsável. </li></ul>
  6. 6. Verbo Classificação Significado Exemplo Chegar e ir VI (exige a preposição &quot; a &quot; quando indica lugar) <ul><li>Cheguei a o cinema 20 minutos atrasado. </li></ul><ul><li>Vou a o cinema duas vezes por semana. </li></ul>
  7. 7. Proceder VTI Realizar; dar início a algo. (exige a preposição &quot; a &quot;) Os apuradores procederam à contagem dos votos. VTI Ter origem ; originar-se. (exige a preposição “ de &quot;) A Língua Portuguesa procede do Latim. VI Ter fundamento Suas acusações não procedem.
  8. 8. Verbo Classificação Significado Exemplo Esquecer e lembrar VTD (quando não pronominais) Que chateação! Esqueci o nome dele. VTI (quando pronominais exigem a preposição &quot; de &quot;) Esqueci-me d o livro. VTI cair no esquecimento / vir à lembrança Esqueceram-me as chaves em casa.
  9. 9. Verbo Classificação Significado Exemplo Informar VTD dar notícias, esclarecer Os jornais informaram o público consumidor. VTDI (mesmo sentido) A secretária informou a nota a o aluno.
  10. 10. Verbo Classificação Significado Exemplo Morar e Residir VI (exigem adjuntos adverbiais com a preposição em ) Moro em São Paulo. Resido em Jundiaí. Obedecer e Desobedecer VTI (exigem a preposição &quot; a &quot;) O bom motorista obedece às leis do trânsito.
  11. 11. Verbo Classificação Significado Exemplo Pagar e Perdoar VTD (quando o objeto é coisa ) Paguei a conta. VTI (quando o objeto é pessoa ) Perdoei a os inimigos. VTDI   Paguei a conta a o feirante.
  12. 12. Ex.: Prefiro mais ler do que escrever : (Errado!) Prefiro ler a escrever. (CERTO) Segundo a Norma Culta da língua: Verbo Classificação Significado Exemplo Preferir VTDI querer antes, escolher Prefiro o amor à guerra. VTD dar primazia a, determinar-se por Preferimos a alegria, não aceitamos a dor.
  13. 13. Verbo Classificação Significado Exemplo Querer VTD desejar Ela queria o disco da Gal, mas não o quer mais. VTI estimar, querer bem (exige a preposição &quot; a &quot;). Eu quero a meus amigos e sempre lhes quis.
  14. 14. Verbo Classificação Significado Exemplo Simpatizar e Antipatizar VTI (exigem a preposição &quot; com &quot;; não são pronominais) Simpatizava com a idéia. Simpatizei com ele. Visar VTD mirar, pôr visto Visou o alvo e atirou. VTI ter em vista, pretender (exige a preposição &quot; a &quot;) Homem sem escrúpulos que era, só visava a uma posição de destaque. Namorar   VTD   Namorar alguém.
  15. 15. FIQUE LIGADO!!! <ul><li>1.       Os verbos transitivos indiretos , com raras exceções, não admitem voz passiva. </li></ul><ul><li>Ex: Nós assistimos a o filme. </li></ul><ul><li>(Errado: O filme foi assistido por nós.) </li></ul><ul><li>2.       Não se deve usar um único complemento a verbos de regências diferentes. </li></ul><ul><li>Ex: Assisti a o filme e gostei d ele. </li></ul><ul><li>(Errado: assisti e gostei do filme.) </li></ul><ul><li>3.       Havendo pronome relativo, a preposição, quando exigida pelo verbo, deve deslocar-se para antes do pronome relativo. </li></ul><ul><li>Ex: Estes são os filmes a que assisti. Este é o autor de cuja obra gosto. </li></ul>
  16. 16. 4.      Os pronomes &quot;eu&quot; e &quot;tu&quot; não podem vir regidos de preposição . <ul><li>Ex: Sandra sentou-se entre mim e minha prima . ( coloquialismo ...entre eu e.....) </li></ul><ul><li>Atenção! Toda vez que eu e tu forem sujeito podem vir acompanhados de preposição. Mim e ti não são usados porque pronomes oblíquos não podem ser sujeito. Ex: Você entregou os textos para eu corrigir . </li></ul>
  17. 17. Agora, alguns verbos da língua portuguesa em cuja regência encontramos problemas freqüentes: <ul><li>CONSTRUÇÃO INADEQUADA CONSTRUÇÃO ADEQUADA </li></ul><ul><li>estar de (greve) estar em (greve) </li></ul><ul><li>namorar com namorar </li></ul><ul><li>arrasar com arrasar </li></ul><ul><li>repetir de (ano) repetir o (ano ) </li></ul>
  18. 18. EXERCÍCIOS Segundo a Norma Culta. <ul><li>O filme já foi assistido por milhões de pessoas no mundo todo. </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Não adianta, Everaldo! </li></ul><ul><li>Jamais o perdoarei! </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  20. 20. <ul><li>O advogado foi pago pelo contador da empresa. </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Quando assisti àquele filme, fiquei impressionado. </li></ul><ul><li>( x ) Certa </li></ul><ul><li>( ) Errada </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Eu custei para conseguir o que tenho. </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  23. 23. <ul><li>A mãe quer ao garoto como a seu próprio filho. </li></ul><ul><li>( x ) Certa </li></ul><ul><li>( ) Errada </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Pediram para eu fazer o trabalho. </li></ul><ul><li>( x ) Certa </li></ul><ul><li>( ) Errada </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Sempre o obedeci. Agora vejo que não merece. </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  26. 26. <ul><li>Gostaria de agradecer vocês por tudo o que fizeram por mim. </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  27. 27. <ul><li>O médico procedeu o exame vagarosamente. </li></ul><ul><li>( ) Certa </li></ul><ul><li>( x ) Errada </li></ul>
  28. 28. Bibliografia <ul><li>ALMEIDA, Napoleão Mendes de. Gramática Metódica da Língua Portuguesa . 44ª edição. Editora Saraiva. São Paulo. 2001 </li></ul><ul><li>CUNHA, Celso & CINTRA, Luís F. Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo . 3ª edição. Editora Nova Fronteira. Rio de Janeiro. 2001 </li></ul>

×