SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
CONTRATOS NA ÁREA MÉDICA E HOSPITALAR
Rosália Toledo Veiga Ometto
EPD – Escola Paulista de Direito
Curso de Pós-Graduação em Direito Médico
Sócia fundadora e administradora da Ometto Advogados Associados
Advogada atuante em Direito Médico e Responsabilidade Civil há dezenove anos
Bacharel (1992) e Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco – USP (2004).
Especialista em Direito Empresarial pela PUC – SP (2010).
Autora da obra “Responsabilidade Civil do Médico Cirurgião” (Ed. Unimed, 2ª ed., 2007)
e coautora do “Código Civil Interpretado Artigo por Artigo” (Ed. Manole, 6ª ed., 2013)
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 1) APRESENTAÇÃO DO TEMA
– CONTRATOS MÉDICOS E HOSPITALARES.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 2) PARTES CONTRATANTES
– CONTRATOS ENTRE OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE.
• Medicinas de Grupo
• Autogestão
• Cooperativas
– PRESTADORES DE SERVIÇOS HOSPITALARES.
– CLÍNICAS AMBULATORIAIS.
– CONSULTÓRIOS.
– MÉDICOS.
– PACIENTES.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 2) PARTES CONTRATANTES – LEGISLAÇÃO APLICÁVEL
• Resolução Normativa ANS nº 42, de 4/07/2003 – Hospitais (RN 49, 60, 286).
• RN ANS nº 241, de 03/12/2010 – Prestadores com medicação de uso restrito.
• RN ANS nº 54, de 28/11/2003 – Clínicas (IN/DIDES 49).
• RN ANS nº 71, de 28/11/2003 – Consultórios (RN 79, 91, 108; IN/DIDES 49).
• Lei 9656/98 (planos de saúde).
• Lei 8078/90 (código de defesa do consumidor).
• Lei 10.406/02 (código civil).
• Resoluções CFM.
• Resoluções Anvisa (RDC 306/2004), Vigilância Sanitária, Conselho Nacional do Meio
Ambiente – CONAMA (Res. 358/05)
1. Contratos entre operadoras de planos de saúde
2. Prestadores de serviços hospitalares
3. Clínicas ambulatoriais
4. Consultórios
5. Médicos
6. Pacientes
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 3) DIÁLOGO DAS FONTES
• “Aplicação simultânea, coerente e coordenada de várias fontes legislativas,
leis especiais e gerais, em campos convergentes”.
(Claudia Lima Marques, a partir do conceito de Erik Jayme)
– CC.
– CDC.
– Lei Planos de Saúde (Lei 9.656/98).
– Resoluções ANS, ANVISA, Vigilância Sanitária.
– Resoluções do CFM.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 4) NATUREZA JURÍDICA:
– Prestação de serviços de natureza civil (art. 593 do CC).
Não existe relação de consumo entre operadora e hospital/clínica.
– Relação de consumo entre paciente, hospital e operadora.
– Relação de consumo entre paciente e médico.
– Relação empresarial entre médico e clínica/hospital.
– Relação trabalhista médico entre hospital/clinica.
– Relação cooperativista entre médico e cooperativa.
– Prestação de serviços de natureza civil entre médico credenciado e operadora.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 5) OBRIGATORIEDADE E DIRIGISMO CONTRATUAL
– Observância das regras das resoluções mediante adoção de instrumentos
formais.
– Observação da prática cotidiana.
– Trabalho de prevenção.
– Valorização do trabalho do advogado.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 6) DIREITOS, OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DAS
PARTES ESTABELECIDAS
– com clareza.
– mediante aplicação da teoria geral dos contratos.
– Boa-fé objetiva: art. 422 do CC.
– Normas do CFM.
– Responsabilidade subsidiária.
– Responsabilidade solidária.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 7) CLÁUSULAS OBRIGATÓRIAS
– Qualificação das partes.
• Documentação das partes.
• Certidões.
– Registro da Operadora na ANS.
• Provisório e Definitivo.
• Registro de produtos.
– Registro do Hospital no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.
– Registro nos Conselhos Regionais de Medicina.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 8) OBJETO, NATUREZA DO AJUSTE E DESCRIÇÃO DOS
SERVIÇOS CONTRATADOS (RN 42 ANS, Art. 2º, II)
– Definição detalhada do Objeto
– Perfil assistencial e especialidade contratada
– Serviços contratados (inclusive apoio ao Diagnóstico e Terapia)
– Procedimentos
– Regime de atendimento: hospitalar, ambulatorial, médico-hospitalar e urgência
24 h.
– Padrão de acomodação
• Inexistência de vaga contratada – acomodação superior
• Obrigação do prestador de informar a operadora, nos casos de falta de vagas da acomodação
contratada
• Poderá haver remoção do consumidor para outro serviço.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• EXEMPLO:
– 1.1 O objeto do presente contrato consiste na prestação, pela
CONTRATADA, à CONTRATANTE, de serviços médicos na especialidade de
anestesiologia, consubstanciados em:
• 1.1.1 consultas pré-anestésicas;
• 1.1.2 cuidados anestésicos intraoperatórios ;
• 1.1.3 acompanhamento pós-operatório.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 9) CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO
9.1. - RN ANS Art. 2º, III, a
– Prazos e condições de faturamento e pagamento
– Data de fechamento mensal, encaminhamento de documentos (nota fiscal,
comprovantes de recolhimento de obrigações).
– Penalidades por atraso no pagamento: multa moratória e juros.
– Suspensão dos serviços? Art. 476 do CC x art. 13 da Lei 9656/98
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• EXEMPLO:
– “O atraso na entrega da nota fiscal de serviços e demais documentos previstos
neste contrato acarretará a prorrogação da data de pagamento, na mesma
proporção, sem que seja devido quaisquer acréscimos; a CONTRATANTE
também poderá suspender os pagamentos devidos caso verificadas
irregularidades nos serviços prestados.”
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 9.2 - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO
(RN ANS, Art. 2º, III, b)
– Definição dos valores dos serviços e insumos
– Composição do preço: tabela de procedimentos, atos e itens que abrangem os
serviços.
– Locação pode integrar o custo?
– Critérios para reajuste: escolha de índices
– Preservação do equilíbrio contratual
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• EXEMPLO
• “2.7 Caso a aplicação do índice estipulado no item 2.6 desta cláusula revele-se excessivamente onerosa ou
insuficiente para qualquer dos contraentes, poderá a parte prejudicada solicitar a aplicação de outro índice ou
percentual com o objetivo de preservar o equilíbrio financeiro do contrato, observando-se as seguintes
condições:
• 2.7.1 a parte solicitante deverá apresentar seu pedido de forma fundamentada, devidamente acompanhada de
elementos fáticos que sustentem sua argumentação;
• 2.7.2 as partes deverão discutir a solicitação, buscando um índice em comum, com o intuito de preservar o
contrato;
• 2.7.3 caso não seja obtido um consenso no prazo máximo de 30 (trinta) dias, a contar do recebimento da
solicitação mencionada no item 2.7, o contrato vigorará por mais 90 (noventa) meses, quando então será
considerado resilido de pleno direito sem ônus, e sem que caiba a qualquer das partes exigir o pagamento da
multa prevista no item 3.4 da cláusula 3;
• 2.7.4 durante o período de 03 (três) meses de vigência estabelecido no item 2.9.3 o valor ajustado no item 2.1
do contrato será corrigido mediante aplicação do índice INPC/IBGE médio apurado no período.”
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 9.3. - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO
(Art. 2º, III, c)
– Rotinas para auditoria técnica e administrativa
– Encaminhamento de relatórios e documentos
(relevância de gestão administrativa)
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 9.4 - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO
(Art. 2º, III, d)
– Rotina para habilitação do beneficiário junto ao Hospital
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 9.5 - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO
(RN 42 ANS Art. 2º, III, e)
– Atos ou eventos médico-odontológicos, clínicos ou cirúrgicos que exijam
autorização administrativa da operadora
– Restrições à atuação do Hospital, dependente de liberação prévia.
– Descumprimento: penalidades contratuais, como recusa do pagamento, multa.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 10) VIGÊNCIA DOS CONTRATOS
(RN 42 ANS, Art. 2º, IV)
– Prazo de início e de duração: determinado ou indeterminado.
– Posição intermediária: prazo inicial determinado, vigorando posteriormente por
prazo indeterminado.
– Função da cláusula de vigência: projeção de retorno de custos e investimentos
para atendimento do objeto.
– Regras para prorrogação ou renovação.
– Prorrogação automática: pelo mesmo período ou não, salvo denúncia com
determinada vigência.
– Inconveniente: necessidade de monitoração precisa.
– Renovação: direito de preferência?
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 11) PROCEDIMENTO PARA RESCISÃO OU NÃO RENOVAÇÃO
(RN 42 ANS, Art. 2º, V)
– Observância ao art. 17 da lei 9656/98:
– Prazo mínimo para a notificação da rescisão do contrato ou do encerramento da
prestação de serviço;
– Identificação pelo hospital dos pacientes em tratamento continuado, pré-natal,
pré-operatório ou que demandem atenção especial.
– Regras para profissionais de saúde ou pessoas jurídicas que atuam em
consultórios: (RN 71)
– Notificação com 60 dias para os contratos com vigência indeterminada.
– Notificação para rescisão em contrato por prazo determinado, informação de
desinteresse na renovação ou descumprimento contratual: mínimo 30 dias.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 12) INFORMAÇÃO DA PRESTAÇÃO ASSISTENCIAL
(Art. 2º, VI)
– Fornecimento de dados sobre pacientes atendidos, em atendimento à Lei
9961/2000 (ANS), observado sigilo e normas éticas pertinentes.
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 13) NORMATIVAS DA ANS, CFM, ANVISA
DIREITOS E OBRIGAÇÕES RELATIVOS
À LEI 9656/98 E NORMAS ANS
(RN 42 ANS, Art. 2º, VII)
– Fixação de rotinas para atendimento do art. 18 da Lei de Planos de Saúde:
– Prioridade no atendimento para os casos de urgência ou emergência, pessoas
com mais de 65 anos, gestantes, lactantes, lactentes e crianças até 5 anos de
idade;
– Critérios para reajuste, contendo forma e periodicidade;
Contratos na área médica e hospitalar.
Noções gerais da teoria da perda de uma chance
EPD Pós Direito Médico -06.07.13
• 14) CONCLUSÕES.
Obrigada a todos.
Rosália Toledo Veiga Ometto
rosalia@omettoadvogados.adv.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl
117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl
117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl
Ricardo Souza
 
Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS.
Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS. Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS.
Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS.
Ministério da Saúde
 

Mais procurados (6)

2º Fórum da Saúde Suplementar - Edmond Barras
2º Fórum da Saúde Suplementar - Edmond Barras    2º Fórum da Saúde Suplementar - Edmond Barras
2º Fórum da Saúde Suplementar - Edmond Barras
 
Resolução cnsp 164 estabelece disposições transitórias para operações de re...
Resolução cnsp 164   estabelece disposições transitórias para operações de re...Resolução cnsp 164   estabelece disposições transitórias para operações de re...
Resolução cnsp 164 estabelece disposições transitórias para operações de re...
 
URGENTE - STF derruba decisão do Presidente do TJSP que havia suspendido o fo...
URGENTE - STF derruba decisão do Presidente do TJSP que havia suspendido o fo...URGENTE - STF derruba decisão do Presidente do TJSP que havia suspendido o fo...
URGENTE - STF derruba decisão do Presidente do TJSP que havia suspendido o fo...
 
117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl
117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl
117561591 aula-01-auditoria-em-odontologia-prof-claudio-bittencourt-6sl
 
Decreto 8126 13.novo.maismédicos
Decreto 8126 13.novo.maismédicosDecreto 8126 13.novo.maismédicos
Decreto 8126 13.novo.maismédicos
 
Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS.
Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS. Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS.
Ministério da Saúde lança medida para facilitar reembolso ao SUS.
 

Semelhante a Aula contratos médicos EPD 060713

A Judicialização da Saúde na área da saúde suplementar
A Judicialização da Saúde na área da saúde suplementarA Judicialização da Saúde na área da saúde suplementar
A Judicialização da Saúde na área da saúde suplementar
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Modelo de contrato com operadoras de planos de saúde
Modelo de contrato com operadoras de planos de saúdeModelo de contrato com operadoras de planos de saúde
Modelo de contrato com operadoras de planos de saúde
Capacite1
 
Contrato gestão n 01 hopital mulher em mossoró
Contrato gestão n 01 hopital mulher em mossoróContrato gestão n 01 hopital mulher em mossoró
Contrato gestão n 01 hopital mulher em mossoró
Carlos França
 
Angela Belem Apresentacao Ressarcimento
Angela Belem Apresentacao RessarcimentoAngela Belem Apresentacao Ressarcimento
Angela Belem Apresentacao Ressarcimento
Luis Nassif
 
Defesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúde
Defesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúdeDefesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúde
Defesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúde
Ministério da Saúde
 
Contrato De AssistêNcia MéDica à Empresa
Contrato De AssistêNcia MéDica à EmpresaContrato De AssistêNcia MéDica à Empresa
Contrato De AssistêNcia MéDica à Empresa
Rodolfo Rodrigo Acosta
 

Semelhante a Aula contratos médicos EPD 060713 (20)

Aula responsabilidade civil planos de saúde visão operadora EPD 010716
Aula responsabilidade civil planos de saúde visão operadora EPD 010716Aula responsabilidade civil planos de saúde visão operadora EPD 010716
Aula responsabilidade civil planos de saúde visão operadora EPD 010716
 
A Judicialização da Saúde na área da saúde suplementar
A Judicialização da Saúde na área da saúde suplementarA Judicialização da Saúde na área da saúde suplementar
A Judicialização da Saúde na área da saúde suplementar
 
Contrato - Segurança do trabalho
Contrato - Segurança do trabalhoContrato - Segurança do trabalho
Contrato - Segurança do trabalho
 
Rol da ANS
Rol da ANSRol da ANS
Rol da ANS
 
Idec aberto Planos de saúde 26 de julho de 2011
Idec aberto Planos de saúde 26 de julho de 2011Idec aberto Planos de saúde 26 de julho de 2011
Idec aberto Planos de saúde 26 de julho de 2011
 
Idec Aberto - Planos de Saúde
Idec Aberto - Planos de SaúdeIdec Aberto - Planos de Saúde
Idec Aberto - Planos de Saúde
 
Modelo de contrato com operadoras de planos de saúde
Modelo de contrato com operadoras de planos de saúdeModelo de contrato com operadoras de planos de saúde
Modelo de contrato com operadoras de planos de saúde
 
Ans aula 1
Ans   aula 1Ans   aula 1
Ans aula 1
 
Mandado de segurança. concurso público. servidores municipais. prefeitura de ...
Mandado de segurança. concurso público. servidores municipais. prefeitura de ...Mandado de segurança. concurso público. servidores municipais. prefeitura de ...
Mandado de segurança. concurso público. servidores municipais. prefeitura de ...
 
Aula Saúde Suplementar Pós-Graduação Auditoria INDEP
Aula Saúde Suplementar Pós-Graduação Auditoria INDEPAula Saúde Suplementar Pós-Graduação Auditoria INDEP
Aula Saúde Suplementar Pós-Graduação Auditoria INDEP
 
Decisão Unimed
Decisão UnimedDecisão Unimed
Decisão Unimed
 
Contrato gestão n 01 hopital mulher em mossoró
Contrato gestão n 01 hopital mulher em mossoróContrato gestão n 01 hopital mulher em mossoró
Contrato gestão n 01 hopital mulher em mossoró
 
O Potencial do Resseguro na Área de Saúde (Helton Freitas)
O Potencial do Resseguro na Área de Saúde (Helton Freitas)O Potencial do Resseguro na Área de Saúde (Helton Freitas)
O Potencial do Resseguro na Área de Saúde (Helton Freitas)
 
201105312219040.EPD-dialogo.ppt
201105312219040.EPD-dialogo.ppt201105312219040.EPD-dialogo.ppt
201105312219040.EPD-dialogo.ppt
 
ANS - Aula 2
ANS - Aula 2ANS - Aula 2
ANS - Aula 2
 
Angela Belem Apresentacao Ressarcimento
Angela Belem Apresentacao RessarcimentoAngela Belem Apresentacao Ressarcimento
Angela Belem Apresentacao Ressarcimento
 
Planos de saúde devem justificar por escrito negativa de autorização de proce...
Planos de saúde devem justificar por escrito negativa de autorização de proce...Planos de saúde devem justificar por escrito negativa de autorização de proce...
Planos de saúde devem justificar por escrito negativa de autorização de proce...
 
Aula 23.08
Aula 23.08Aula 23.08
Aula 23.08
 
Defesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúde
Defesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúdeDefesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúde
Defesa dos usuários e da qualidade dos planos de saúde
 
Contrato De AssistêNcia MéDica à Empresa
Contrato De AssistêNcia MéDica à EmpresaContrato De AssistêNcia MéDica à Empresa
Contrato De AssistêNcia MéDica à Empresa
 

Mais de Rosalia Ometto

LGPD Implementando no seu Escritorio
LGPD Implementando no seu EscritorioLGPD Implementando no seu Escritorio
LGPD Implementando no seu Escritorio
Rosalia Ometto
 
Documentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB Guarulhos
Documentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB GuarulhosDocumentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB Guarulhos
Documentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB Guarulhos
Rosalia Ometto
 
LGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Paraíba
LGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/ParaíbaLGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Paraíba
LGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Paraíba
Rosalia Ometto
 

Mais de Rosalia Ometto (20)

Desafios e Oportunidades LGPD | OAB Cantanduva
Desafios e Oportunidades LGPD | OAB CantanduvaDesafios e Oportunidades LGPD | OAB Cantanduva
Desafios e Oportunidades LGPD | OAB Cantanduva
 
Dicas básicas LGPD sem juridiquês
Dicas básicas LGPD sem juridiquês Dicas básicas LGPD sem juridiquês
Dicas básicas LGPD sem juridiquês
 
LGPD Implementando no seu Escritorio
LGPD Implementando no seu EscritorioLGPD Implementando no seu Escritorio
LGPD Implementando no seu Escritorio
 
Documentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB Guarulhos
Documentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB GuarulhosDocumentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB Guarulhos
Documentos Essenciais para Profissionais da Saúde OAB Guarulhos
 
Dicas básicas sobre LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
Dicas básicas sobre LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados PessoaisDicas básicas sobre LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
Dicas básicas sobre LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
 
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
 
LGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Paraíba
LGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/ParaíbaLGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Paraíba
LGPD na Saúde | Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Paraíba
 
Dicas LGPD Ometto Advocacia Setembro 2020
Dicas LGPD Ometto Advocacia Setembro 2020Dicas LGPD Ometto Advocacia Setembro 2020
Dicas LGPD Ometto Advocacia Setembro 2020
 
Lei Geral de Proteção de Dados - Dicas básicas para compreender a LGPD
Lei Geral de Proteção de Dados - Dicas básicas para compreender a LGPDLei Geral de Proteção de Dados - Dicas básicas para compreender a LGPD
Lei Geral de Proteção de Dados - Dicas básicas para compreender a LGPD
 
Adolescente: Direito de Escolha
Adolescente: Direito de EscolhaAdolescente: Direito de Escolha
Adolescente: Direito de Escolha
 
Assédio no ambiente de trabalho
Assédio no ambiente de trabalhoAssédio no ambiente de trabalho
Assédio no ambiente de trabalho
 
Ser Mulher: direitos e escolhas
Ser Mulher: direitos e escolhasSer Mulher: direitos e escolhas
Ser Mulher: direitos e escolhas
 
Paciênte com câncer: direitos e escolhas.
Paciênte com câncer: direitos e escolhas. Paciênte com câncer: direitos e escolhas.
Paciênte com câncer: direitos e escolhas.
 
Palestra Ser Mulher: Direitos e Escolhas
Palestra Ser Mulher: Direitos e EscolhasPalestra Ser Mulher: Direitos e Escolhas
Palestra Ser Mulher: Direitos e Escolhas
 
Paciênte com câncer: direitos e escolhas
Paciênte com câncer: direitos e escolhasPaciênte com câncer: direitos e escolhas
Paciênte com câncer: direitos e escolhas
 
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
 
Assédio Moral e Direito de Escolha
Assédio Moral e Direito de EscolhaAssédio Moral e Direito de Escolha
Assédio Moral e Direito de Escolha
 
Responsabilidade civil do médico: aspectos jurídicos e práticos. OAB Salto 02...
Responsabilidade civil do médico: aspectos jurídicos e práticos. OAB Salto 02...Responsabilidade civil do médico: aspectos jurídicos e práticos. OAB Salto 02...
Responsabilidade civil do médico: aspectos jurídicos e práticos. OAB Salto 02...
 
Palestra Responsabilidade civil do cardiologista intervencionista 20.06.07
Palestra Responsabilidade civil do cardiologista intervencionista 20.06.07Palestra Responsabilidade civil do cardiologista intervencionista 20.06.07
Palestra Responsabilidade civil do cardiologista intervencionista 20.06.07
 
Aula Estrutura da Saúde no Brasil EPD 250513
Aula Estrutura da Saúde no Brasil EPD 250513Aula Estrutura da Saúde no Brasil EPD 250513
Aula Estrutura da Saúde no Brasil EPD 250513
 

Último (7)

Modelo de Avaliação da Deficiência no Brasil
Modelo de Avaliação da Deficiência no BrasilModelo de Avaliação da Deficiência no Brasil
Modelo de Avaliação da Deficiência no Brasil
 
Efeito doença nas férias na Administração Pública
Efeito doença nas férias na Administração PúblicaEfeito doença nas férias na Administração Pública
Efeito doença nas férias na Administração Pública
 
[Modelo] Igreja Evangélica - Ata de fundação, aprovação de estatuto e eleição...
[Modelo] Igreja Evangélica - Ata de fundação, aprovação de estatuto e eleição...[Modelo] Igreja Evangélica - Ata de fundação, aprovação de estatuto e eleição...
[Modelo] Igreja Evangélica - Ata de fundação, aprovação de estatuto e eleição...
 
MAPA MENTAL Oab 40 DIREITO FILOSOFIA DO DIREITO
MAPA MENTAL Oab 40 DIREITO FILOSOFIA DO DIREITOMAPA MENTAL Oab 40 DIREITO FILOSOFIA DO DIREITO
MAPA MENTAL Oab 40 DIREITO FILOSOFIA DO DIREITO
 
PARTE 1 2024 Artigo Exploração sexual de crianças e adolescentes no mundo vir...
PARTE 1 2024 Artigo Exploração sexual de crianças e adolescentes no mundo vir...PARTE 1 2024 Artigo Exploração sexual de crianças e adolescentes no mundo vir...
PARTE 1 2024 Artigo Exploração sexual de crianças e adolescentes no mundo vir...
 
[Modelo] Regimento Interno de Igreja - Fábio Peres da Silva
[Modelo] Regimento Interno de Igreja - Fábio Peres da Silva[Modelo] Regimento Interno de Igreja - Fábio Peres da Silva
[Modelo] Regimento Interno de Igreja - Fábio Peres da Silva
 
Direito tributário.pdf para alunos do curso de Direito
Direito tributário.pdf para alunos do curso de DireitoDireito tributário.pdf para alunos do curso de Direito
Direito tributário.pdf para alunos do curso de Direito
 

Aula contratos médicos EPD 060713

  • 1. CONTRATOS NA ÁREA MÉDICA E HOSPITALAR Rosália Toledo Veiga Ometto EPD – Escola Paulista de Direito Curso de Pós-Graduação em Direito Médico Sócia fundadora e administradora da Ometto Advogados Associados Advogada atuante em Direito Médico e Responsabilidade Civil há dezenove anos Bacharel (1992) e Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco – USP (2004). Especialista em Direito Empresarial pela PUC – SP (2010). Autora da obra “Responsabilidade Civil do Médico Cirurgião” (Ed. Unimed, 2ª ed., 2007) e coautora do “Código Civil Interpretado Artigo por Artigo” (Ed. Manole, 6ª ed., 2013)
  • 2. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 1) APRESENTAÇÃO DO TEMA – CONTRATOS MÉDICOS E HOSPITALARES.
  • 3. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 2) PARTES CONTRATANTES – CONTRATOS ENTRE OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE. • Medicinas de Grupo • Autogestão • Cooperativas – PRESTADORES DE SERVIÇOS HOSPITALARES. – CLÍNICAS AMBULATORIAIS. – CONSULTÓRIOS. – MÉDICOS. – PACIENTES.
  • 4. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 2) PARTES CONTRATANTES – LEGISLAÇÃO APLICÁVEL • Resolução Normativa ANS nº 42, de 4/07/2003 – Hospitais (RN 49, 60, 286). • RN ANS nº 241, de 03/12/2010 – Prestadores com medicação de uso restrito. • RN ANS nº 54, de 28/11/2003 – Clínicas (IN/DIDES 49). • RN ANS nº 71, de 28/11/2003 – Consultórios (RN 79, 91, 108; IN/DIDES 49). • Lei 9656/98 (planos de saúde). • Lei 8078/90 (código de defesa do consumidor). • Lei 10.406/02 (código civil). • Resoluções CFM. • Resoluções Anvisa (RDC 306/2004), Vigilância Sanitária, Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA (Res. 358/05) 1. Contratos entre operadoras de planos de saúde 2. Prestadores de serviços hospitalares 3. Clínicas ambulatoriais 4. Consultórios 5. Médicos 6. Pacientes
  • 5. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 3) DIÁLOGO DAS FONTES • “Aplicação simultânea, coerente e coordenada de várias fontes legislativas, leis especiais e gerais, em campos convergentes”. (Claudia Lima Marques, a partir do conceito de Erik Jayme) – CC. – CDC. – Lei Planos de Saúde (Lei 9.656/98). – Resoluções ANS, ANVISA, Vigilância Sanitária. – Resoluções do CFM.
  • 6. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 4) NATUREZA JURÍDICA: – Prestação de serviços de natureza civil (art. 593 do CC). Não existe relação de consumo entre operadora e hospital/clínica. – Relação de consumo entre paciente, hospital e operadora. – Relação de consumo entre paciente e médico. – Relação empresarial entre médico e clínica/hospital. – Relação trabalhista médico entre hospital/clinica. – Relação cooperativista entre médico e cooperativa. – Prestação de serviços de natureza civil entre médico credenciado e operadora.
  • 7. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 5) OBRIGATORIEDADE E DIRIGISMO CONTRATUAL – Observância das regras das resoluções mediante adoção de instrumentos formais. – Observação da prática cotidiana. – Trabalho de prevenção. – Valorização do trabalho do advogado.
  • 8. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 6) DIREITOS, OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DAS PARTES ESTABELECIDAS – com clareza. – mediante aplicação da teoria geral dos contratos. – Boa-fé objetiva: art. 422 do CC. – Normas do CFM. – Responsabilidade subsidiária. – Responsabilidade solidária.
  • 9. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 7) CLÁUSULAS OBRIGATÓRIAS – Qualificação das partes. • Documentação das partes. • Certidões. – Registro da Operadora na ANS. • Provisório e Definitivo. • Registro de produtos. – Registro do Hospital no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. – Registro nos Conselhos Regionais de Medicina.
  • 10. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 8) OBJETO, NATUREZA DO AJUSTE E DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS CONTRATADOS (RN 42 ANS, Art. 2º, II) – Definição detalhada do Objeto – Perfil assistencial e especialidade contratada – Serviços contratados (inclusive apoio ao Diagnóstico e Terapia) – Procedimentos – Regime de atendimento: hospitalar, ambulatorial, médico-hospitalar e urgência 24 h. – Padrão de acomodação • Inexistência de vaga contratada – acomodação superior • Obrigação do prestador de informar a operadora, nos casos de falta de vagas da acomodação contratada • Poderá haver remoção do consumidor para outro serviço.
  • 11. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • EXEMPLO: – 1.1 O objeto do presente contrato consiste na prestação, pela CONTRATADA, à CONTRATANTE, de serviços médicos na especialidade de anestesiologia, consubstanciados em: • 1.1.1 consultas pré-anestésicas; • 1.1.2 cuidados anestésicos intraoperatórios ; • 1.1.3 acompanhamento pós-operatório.
  • 12. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 9) CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO 9.1. - RN ANS Art. 2º, III, a – Prazos e condições de faturamento e pagamento – Data de fechamento mensal, encaminhamento de documentos (nota fiscal, comprovantes de recolhimento de obrigações). – Penalidades por atraso no pagamento: multa moratória e juros. – Suspensão dos serviços? Art. 476 do CC x art. 13 da Lei 9656/98
  • 13. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • EXEMPLO: – “O atraso na entrega da nota fiscal de serviços e demais documentos previstos neste contrato acarretará a prorrogação da data de pagamento, na mesma proporção, sem que seja devido quaisquer acréscimos; a CONTRATANTE também poderá suspender os pagamentos devidos caso verificadas irregularidades nos serviços prestados.”
  • 14. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 9.2 - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO (RN ANS, Art. 2º, III, b) – Definição dos valores dos serviços e insumos – Composição do preço: tabela de procedimentos, atos e itens que abrangem os serviços. – Locação pode integrar o custo? – Critérios para reajuste: escolha de índices – Preservação do equilíbrio contratual
  • 15. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • EXEMPLO • “2.7 Caso a aplicação do índice estipulado no item 2.6 desta cláusula revele-se excessivamente onerosa ou insuficiente para qualquer dos contraentes, poderá a parte prejudicada solicitar a aplicação de outro índice ou percentual com o objetivo de preservar o equilíbrio financeiro do contrato, observando-se as seguintes condições: • 2.7.1 a parte solicitante deverá apresentar seu pedido de forma fundamentada, devidamente acompanhada de elementos fáticos que sustentem sua argumentação; • 2.7.2 as partes deverão discutir a solicitação, buscando um índice em comum, com o intuito de preservar o contrato; • 2.7.3 caso não seja obtido um consenso no prazo máximo de 30 (trinta) dias, a contar do recebimento da solicitação mencionada no item 2.7, o contrato vigorará por mais 90 (noventa) meses, quando então será considerado resilido de pleno direito sem ônus, e sem que caiba a qualquer das partes exigir o pagamento da multa prevista no item 3.4 da cláusula 3; • 2.7.4 durante o período de 03 (três) meses de vigência estabelecido no item 2.9.3 o valor ajustado no item 2.1 do contrato será corrigido mediante aplicação do índice INPC/IBGE médio apurado no período.”
  • 16. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 9.3. - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO (Art. 2º, III, c) – Rotinas para auditoria técnica e administrativa – Encaminhamento de relatórios e documentos (relevância de gestão administrativa)
  • 17. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 9.4 - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO (Art. 2º, III, d) – Rotina para habilitação do beneficiário junto ao Hospital
  • 18. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 9.5 - CONDIÇÕES DE FATURAMENTO E PAGAMENTO (RN 42 ANS Art. 2º, III, e) – Atos ou eventos médico-odontológicos, clínicos ou cirúrgicos que exijam autorização administrativa da operadora – Restrições à atuação do Hospital, dependente de liberação prévia. – Descumprimento: penalidades contratuais, como recusa do pagamento, multa.
  • 19. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 10) VIGÊNCIA DOS CONTRATOS (RN 42 ANS, Art. 2º, IV) – Prazo de início e de duração: determinado ou indeterminado. – Posição intermediária: prazo inicial determinado, vigorando posteriormente por prazo indeterminado. – Função da cláusula de vigência: projeção de retorno de custos e investimentos para atendimento do objeto. – Regras para prorrogação ou renovação. – Prorrogação automática: pelo mesmo período ou não, salvo denúncia com determinada vigência. – Inconveniente: necessidade de monitoração precisa. – Renovação: direito de preferência?
  • 20. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 11) PROCEDIMENTO PARA RESCISÃO OU NÃO RENOVAÇÃO (RN 42 ANS, Art. 2º, V) – Observância ao art. 17 da lei 9656/98: – Prazo mínimo para a notificação da rescisão do contrato ou do encerramento da prestação de serviço; – Identificação pelo hospital dos pacientes em tratamento continuado, pré-natal, pré-operatório ou que demandem atenção especial. – Regras para profissionais de saúde ou pessoas jurídicas que atuam em consultórios: (RN 71) – Notificação com 60 dias para os contratos com vigência indeterminada. – Notificação para rescisão em contrato por prazo determinado, informação de desinteresse na renovação ou descumprimento contratual: mínimo 30 dias.
  • 21. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 12) INFORMAÇÃO DA PRESTAÇÃO ASSISTENCIAL (Art. 2º, VI) – Fornecimento de dados sobre pacientes atendidos, em atendimento à Lei 9961/2000 (ANS), observado sigilo e normas éticas pertinentes.
  • 22. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 13) NORMATIVAS DA ANS, CFM, ANVISA DIREITOS E OBRIGAÇÕES RELATIVOS À LEI 9656/98 E NORMAS ANS (RN 42 ANS, Art. 2º, VII) – Fixação de rotinas para atendimento do art. 18 da Lei de Planos de Saúde: – Prioridade no atendimento para os casos de urgência ou emergência, pessoas com mais de 65 anos, gestantes, lactantes, lactentes e crianças até 5 anos de idade; – Critérios para reajuste, contendo forma e periodicidade;
  • 23. Contratos na área médica e hospitalar. Noções gerais da teoria da perda de uma chance EPD Pós Direito Médico -06.07.13 • 14) CONCLUSÕES. Obrigada a todos. Rosália Toledo Veiga Ometto rosalia@omettoadvogados.adv.br