SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Cidadania
Para uma Educação
Transformadora
I – Planeamento do diagnóstico:
• Análise das Práticas educativas na “nossa” escola à
luz da cidadania (Identificar o que já existe – Boas
Práticas);
• Identificar áreas/projetos/disciplinas não
associados às práticas transformadoras;
• Identificar o que já existe – Precisa de alterações.
I – Planeamento do diagnóstico
Análise das Práticas educativas na “nossa” escola à luz da cidadania (Identificar o que já
existe – Boas Práticas)
• A abordagem curricular da Educação para a Cidadania faz-se ao nível global da Escola;
• A escola defende que a Educação para a Cidadania é um projeto transversal e que “toca a todos”;
• Devem ser privilegiadas as atividades de caráter prático onde os alunos possam observar, discutir,
refletir, mas também experienciar, isto é, sentir;
• A Educação para a Cidadania é construída através do desenvolvimento de temas e projetos, no âmbito
das diferentes componentes de formação.
Análise das Práticas educativas na “nossa” escola à luz da cidadania (Identificar o
que já existe – Boas Práticas)
• A escola mantém as suas práticas quotidianas assentes em valores e princípios de cidadania,
preserva um clima aberto e livre, de discussão ativa e reflexão sobre as questões que afetam os
membros da comunidade escolar em particular e a sociedade em geral.
De acordo com estas práticas os alunos participam ativamente:
• Eleição do delegado e subdelegado de turma;
• Assembleias de turma;
• Reuniões da Diretora com os representantes das turmas (uma por trimestre);
• Projeto Educação para a Saúde – PES;
De acordo com estas práticas os alunos participam ativamente:
• Operações de limpeza dos espaços escolares (estufas e exploração agrícola)
• Limpeza de praias e florestas;
• Conselho Eco-Escolas;
• Projeto de recuperação de antigas alfaias agrícolas e tratores para embelezamento do espaço
escolar e para juntar ao acervo do museu agrícola da Escola;
• Construção dos Ecopontos distribuídos pela Escola;
• Construção de floreiras reutilizando objetos obsoletos ou “monos” (pneus, caixotes, carrinhos de
mão, entre outros)
• Plantação de árvores autóctones com o objetivo de reflorestar;
De acordo com estas práticas os alunos
participam ativamente:
• Colocação de ninhos na Escola;
• Recolha de eletrodomésticos obsoletos para a
reciclagem;
• Elaboração de decorações alusivas a épocas
festivas com materiais reciclados e com plantas
cultivadas na Escola;
• Ações de sensibilização sobre vários os domínios
da Estratégia de Educação para a Cidadania na
Escola, desenvolvidas em parceria com técnicos
convidados;
Identificar áreas/projetos/disciplinas não associados às
práticas transformadoras
• Não existem na escola
áreas/projetos/disciplinas não
associados às práticas
transformadoras.
• Existem alguns atores no contexto
escolar menos empenhados em
relação a este tipo de práticas.
• Falta a estes atores literacia para a
cidadania
Identificar o que já existe – Precisa de alterações
• Existe a necessidade de trabalho
colaborativo com entidades
externas à Escola
Ou seja
• Continuar a trabalhar os diferentes
domínios da cidadania na escola,
mas em colaboração com atores
externos
Como se Chegou ao Diagnóstico
Projeto
de
Cidadania
•- Escolhe os temas
•-Divide pelas turmas
(9º/10º/11º/12º)
Vários
Departamentos
Identificam os temas
em que podem
trabalhar nas diferentes
disciplinas
Alunos
-Diretores de turma
apresentam os vários
temas às turmas;
-Escolhem o tema;
-Definem atividades;
• O diagnóstico normalmente é efetuado no início do ano letivo
Diagnóstico
• Chegou-se ao diagnóstico através de conversa/brainstorming informal com
os alunos, professores da escola e com alguns funcionários;
• Todos foram ouvidos e após a recolha das várias ideias e opiniões a ideia
final que prevaleceu foi a de realizar uma atividade que articulasse todos
os elementos da escola e preferencialmente que a mesma se
desenvolvesse em colaboração com entidades externas à escola.
Diagnóstico (continuação)
• A ideia que prevaleceu para o plano de ação foi o da construção de
uma mini horta pedagógica;
• Contará com a colaboração de todos os intervenientes no
diagnóstico;
• Cada um dos intervenientes terá um papel definido e crucial para o
sucesso da atividade.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Cidadania.pptx

Slides conselho escolar
Slides conselho escolarSlides conselho escolar
Slides conselho escolarcezarjeri
 
O uso sustentável das energias
O uso sustentável das energiasO uso sustentável das energias
O uso sustentável das energiasDanielle Souza
 
Proposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão finalProposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão finalAna Paula Motta
 
06 andre lopes_comunidade_aprendizagem
06 andre lopes_comunidade_aprendizagem06 andre lopes_comunidade_aprendizagem
06 andre lopes_comunidade_aprendizagemLuciana
 
Relatório da ação daniela
Relatório da ação danielaRelatório da ação daniela
Relatório da ação danielaDaniela Menezes
 
Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796
Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796
Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796Hildete Monte Verde
 
Apresentação pibid entrevistas
Apresentação pibid entrevistasApresentação pibid entrevistas
Apresentação pibid entrevistaspibidbio
 
PPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdf
PPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdfPPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdf
PPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdfBruno Pontes Costa
 
Planejamento na escola
Planejamento na escolaPlanejamento na escola
Planejamento na escolagindri
 
PROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINA
PROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINAPROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINA
PROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINAJardelAbreu
 
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdfufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdfevapinto19
 
1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadoresRosemary Batista
 
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomandoPed 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomandoSimone Mendes Dos Santos
 
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)Simone Mendes Dos Santos
 
Formação conselheiros escolares
Formação conselheiros  escolaresFormação conselheiros  escolares
Formação conselheiros escolaresHumberto Ferreira
 
Formação conselheiros escolares
Formação conselheiros  escolaresFormação conselheiros  escolares
Formação conselheiros escolaresHumberto Ferreira
 
ativ_3_3_mapa_pitec_alexsandra
ativ_3_3_mapa_pitec_alexsandraativ_3_3_mapa_pitec_alexsandra
ativ_3_3_mapa_pitec_alexsandraalexeaalinda
 

Semelhante a Cidadania.pptx (20)

Slides conselho escolar
Slides conselho escolarSlides conselho escolar
Slides conselho escolar
 
O uso sustentável das energias
O uso sustentável das energiasO uso sustentável das energias
O uso sustentável das energias
 
Mapa Estratégico
Mapa EstratégicoMapa Estratégico
Mapa Estratégico
 
Proposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão finalProposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão final
 
06 andre lopes_comunidade_aprendizagem
06 andre lopes_comunidade_aprendizagem06 andre lopes_comunidade_aprendizagem
06 andre lopes_comunidade_aprendizagem
 
Relatório da ação daniela
Relatório da ação danielaRelatório da ação daniela
Relatório da ação daniela
 
Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796
Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796
Documents.tips metodologia do-ensino-de-ciencias-biologicas-559c16638e796
 
Apresentação pibid entrevistas
Apresentação pibid entrevistasApresentação pibid entrevistas
Apresentação pibid entrevistas
 
PPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdf
PPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdfPPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdf
PPT-PROJETO-DE-VIDA_hotsite.pdf
 
Planejamento na escola
Planejamento na escolaPlanejamento na escola
Planejamento na escola
 
PROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINA
PROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINAPROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINA
PROJETO QUEM APRENDE TAMBÉM ENSINA
 
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdfufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
 
Daniele Cn400 Ppp
Daniele Cn400 PppDaniele Cn400 Ppp
Daniele Cn400 Ppp
 
1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores
 
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomandoPed 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando
 
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)
Ped 8 1-coordenação pedagógica-aula 8-un 8-rev3_retomando (1)
 
Formação conselheiros escolares
Formação conselheiros  escolaresFormação conselheiros  escolares
Formação conselheiros escolares
 
Formação conselheiros escolares
Formação conselheiros  escolaresFormação conselheiros  escolares
Formação conselheiros escolares
 
Seminário.pptx
Seminário.pptxSeminário.pptx
Seminário.pptx
 
ativ_3_3_mapa_pitec_alexsandra
ativ_3_3_mapa_pitec_alexsandraativ_3_3_mapa_pitec_alexsandra
ativ_3_3_mapa_pitec_alexsandra
 

Último

Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 

Último (20)

Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 

Cidadania.pptx

  • 1. Cidadania Para uma Educação Transformadora I – Planeamento do diagnóstico: • Análise das Práticas educativas na “nossa” escola à luz da cidadania (Identificar o que já existe – Boas Práticas); • Identificar áreas/projetos/disciplinas não associados às práticas transformadoras; • Identificar o que já existe – Precisa de alterações.
  • 2. I – Planeamento do diagnóstico Análise das Práticas educativas na “nossa” escola à luz da cidadania (Identificar o que já existe – Boas Práticas) • A abordagem curricular da Educação para a Cidadania faz-se ao nível global da Escola; • A escola defende que a Educação para a Cidadania é um projeto transversal e que “toca a todos”; • Devem ser privilegiadas as atividades de caráter prático onde os alunos possam observar, discutir, refletir, mas também experienciar, isto é, sentir; • A Educação para a Cidadania é construída através do desenvolvimento de temas e projetos, no âmbito das diferentes componentes de formação.
  • 3. Análise das Práticas educativas na “nossa” escola à luz da cidadania (Identificar o que já existe – Boas Práticas) • A escola mantém as suas práticas quotidianas assentes em valores e princípios de cidadania, preserva um clima aberto e livre, de discussão ativa e reflexão sobre as questões que afetam os membros da comunidade escolar em particular e a sociedade em geral. De acordo com estas práticas os alunos participam ativamente: • Eleição do delegado e subdelegado de turma; • Assembleias de turma; • Reuniões da Diretora com os representantes das turmas (uma por trimestre); • Projeto Educação para a Saúde – PES;
  • 4. De acordo com estas práticas os alunos participam ativamente: • Operações de limpeza dos espaços escolares (estufas e exploração agrícola) • Limpeza de praias e florestas; • Conselho Eco-Escolas; • Projeto de recuperação de antigas alfaias agrícolas e tratores para embelezamento do espaço escolar e para juntar ao acervo do museu agrícola da Escola; • Construção dos Ecopontos distribuídos pela Escola; • Construção de floreiras reutilizando objetos obsoletos ou “monos” (pneus, caixotes, carrinhos de mão, entre outros) • Plantação de árvores autóctones com o objetivo de reflorestar;
  • 5. De acordo com estas práticas os alunos participam ativamente: • Colocação de ninhos na Escola; • Recolha de eletrodomésticos obsoletos para a reciclagem; • Elaboração de decorações alusivas a épocas festivas com materiais reciclados e com plantas cultivadas na Escola; • Ações de sensibilização sobre vários os domínios da Estratégia de Educação para a Cidadania na Escola, desenvolvidas em parceria com técnicos convidados;
  • 6. Identificar áreas/projetos/disciplinas não associados às práticas transformadoras • Não existem na escola áreas/projetos/disciplinas não associados às práticas transformadoras. • Existem alguns atores no contexto escolar menos empenhados em relação a este tipo de práticas. • Falta a estes atores literacia para a cidadania
  • 7. Identificar o que já existe – Precisa de alterações • Existe a necessidade de trabalho colaborativo com entidades externas à Escola Ou seja • Continuar a trabalhar os diferentes domínios da cidadania na escola, mas em colaboração com atores externos
  • 8. Como se Chegou ao Diagnóstico Projeto de Cidadania •- Escolhe os temas •-Divide pelas turmas (9º/10º/11º/12º) Vários Departamentos Identificam os temas em que podem trabalhar nas diferentes disciplinas Alunos -Diretores de turma apresentam os vários temas às turmas; -Escolhem o tema; -Definem atividades; • O diagnóstico normalmente é efetuado no início do ano letivo
  • 9. Diagnóstico • Chegou-se ao diagnóstico através de conversa/brainstorming informal com os alunos, professores da escola e com alguns funcionários; • Todos foram ouvidos e após a recolha das várias ideias e opiniões a ideia final que prevaleceu foi a de realizar uma atividade que articulasse todos os elementos da escola e preferencialmente que a mesma se desenvolvesse em colaboração com entidades externas à escola.
  • 10. Diagnóstico (continuação) • A ideia que prevaleceu para o plano de ação foi o da construção de uma mini horta pedagógica; • Contará com a colaboração de todos os intervenientes no diagnóstico; • Cada um dos intervenientes terá um papel definido e crucial para o sucesso da atividade.