Ap. final

2.327 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ap. final

  1. 1. Faculdade de Tecnologia e Ciências A Prática da Enfermagem na Gerência da Unidade Básica de Saúde (UBS)   Docentes: Ayana Barbosa
  2. 2. Faculdade de Tecnologia e Ciências Discentes: Ana Carolina Coelho Josefa Pinheiro Carolina Morais Maria Conceição Francisco Junior Raidalva Takuari Ferlaine Carvalho Rebeca Brito Tatiane Suzarte
  3. 3. INTRODUÇÃO <ul><li>Nos últimos anos, tem se observado que um número significativo de enfermeiros vem assumindo a função de gerente de Unidade Básica de Saúde. </li></ul><ul><li>O que lhes permite ocupar posições estratégicas no processo de tomada de decisão, formulação e implementação das políticas a nível local. </li></ul><ul><li>(PSSOS,2006) </li></ul>
  4. 4. OBJETIVO <ul><li>Identificar a participação do profissional de enfermagem no processo de gerenciamento de uma Unidade Básica de Saúde. </li></ul><ul><li>Exemplificando suas incumbências e empecilhos para realizar o processo de gerenciamento destas unidades. </li></ul>
  5. 5. ATO DE GERENCIAR <ul><li>Definição </li></ul><ul><li>É o processo de tomar decisões que afetam a estrutura, os processos de produção e o produto de um sistema. </li></ul>(PASSOS,2006)
  6. 6. ATO DE GERENCIAR <ul><li>Implica em: </li></ul>
  7. 7. ATIVIDADES DE GERÊNCIAS <ul><li>( WEIRICHI, 2009) </li></ul>
  8. 8. ATIVIDADES DE GERÊNCIAS UBS <ul><li>( RAMIRES, 2004) </li></ul>
  9. 9. COMPETÊNCIA GERENCIAL NAS UBS <ul><li>( RAMIRES, 2004) </li></ul>
  10. 10. NÍVEL DO SABER ( RAMIRES, ,2004)
  11. 11. NÍVEL DO SABER-FAZER <ul><li>( RAMIRES, ,2004) </li></ul>
  12. 12. NÍVEL DO SABER-SER <ul><li>( RAMIRES, ,2004) </li></ul>
  13. 13. CARACTERÍSTICAS DOS GESTORES ( RAMIRES, ,2004)
  14. 14. COMPETÊNCIAS GERENCIAIS <ul><li>São conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para uma pessoa desempenhar atividades. </li></ul><ul><li>Desenvolvem-se por meio de experiência profissional, educação formal e informal e convivência familiar e social. </li></ul>( KURCGONT ,2005)
  15. 15. COMPETÊNCIAS GERENCIAIS ( KURCGONT ,2005)
  16. 16. COMPETÊNCIAS INTELECTUAIS ( KURCGONT ,2005)
  17. 17. COMPETÊNCIAS INTERPESSOAIS ( KURCGONT ,2005)
  18. 18. COMPETÊNCIAS TÉCNICA ( KURCGONT ,2005)
  19. 19. PAPÉIS INTERPESSOAIS <ul><li>( CHIAVENATO,1999 ) </li></ul>
  20. 20. PAPÉIS INTERPESSOAIS <ul><li>Imagem do Chefe </li></ul>( CHIAVENATO,1999 )
  21. 21. PAPÉIS INTERPESSOAIS <ul><li>Papel de Líder </li></ul>( CHIAVENATO,1999 )
  22. 22. PAPÉIS INTERPESSOAIS <ul><li>Papel de Ligação </li></ul>( CHIAVENATO,1999 )
  23. 23. PAPEL DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES ( CHIAVENATO,1999
  24. 24. PAPEL DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES <ul><li>Disseminador responsável pela circulação interna das informações. </li></ul>
  25. 25. PAPEL DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES <ul><li>Porta-voz </li></ul>( CHIAVENATO,1999)
  26. 26. PAPEL DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES <ul><li>Monitor </li></ul>( CHIAVENATO,1999)
  27. 27. PAPEL DE DECISÃO ( C LIMA, 2005)
  28. 28. PAPEL DE DECISÃO <ul><li>Empreendedor </li></ul>( CHIAVENATO,1999)
  29. 29. PAPEL DE DECISÃO <ul><li>O Controlador de distúrbios </li></ul>( CHIAVENATO,1999)
  30. 30. PAPEL DE DECISÃO <ul><li>Administrador de Recursos </li></ul>( CHIAVENATO,1999)
  31. 31. PAPEL DE DECISÃO <ul><li>Negociador </li></ul>( CHIAVENATO,1999)
  32. 32. TRABALHO GERENCIAL DO ENFERMEIRO UBS ( WEIRICHI, 2009)
  33. 33. PROMOVER A INTEGRAÇÃO E BOM RELACIONAMENTO ( WEIRICHI, 2009)
  34. 34. <ul><li>No contesto da administração UBS, qual a importância de promover a integração e um bom relacionamento entre os componentes da equipe ? </li></ul>
  35. 36. PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DAS UBS ( WEIRICHI, 2009)
  36. 37. <ul><li>Como você entende o planejamento e avaliação do funcionamento das UBS segundo o processo de hierarquização? </li></ul>
  37. 39. CAPACITAÇÃO E CONTROLEDE RECURSOS HUMANOS ( WEIRICHI, 2009)
  38. 40. <ul><li>Como você realiza o controle dos seus recursos humanos? </li></ul>
  39. 41. CONTROLE DE RECURSOS MATERIAIS <ul><li>Passa pelo processo de: </li></ul>( WEIRICHI, 2009)
  40. 42. CONTROLE DE RECURSOS MATERIAIS ( WEIRICHI, 2009)
  41. 43. <ul><li>Dentro do processo de gerenciamento de uma UBS qual a importância do gerenciamento de materiais? </li></ul>
  42. 45. CAPTAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS ( PASSOS, 2006)
  43. 46. <ul><li>Diante dos recursos financeiros você considera que possui autonomia neste processo? </li></ul>
  44. 48. FATORES DIFICULTA-DORES NO PROCESSO DE TRABALHO GERENCIAL ( WEIRICHI, 2009)
  45. 49. FATORES DIFICULTADORES NO PROCESSO DE TRABALHO GERENCIAL ( WEIRICHI, 2009)
  46. 50. DEFICIÊNCIA DE RECURSOS MATERIAIS ( PASSOS, 2006)
  47. 51. FALTA DE UM PLANO DE CARGOS CARREIRAS E SALÁRIOS ( WEIRICHI, 2009)
  48. 52. <ul><li>Na sua UBS existe planos de cargos carreiras e salários ? Você conhece As Diretrizes Nacionais para a instituição de PCCS no âmbito do SUS foi aprovado em novembro de 2006? </li></ul>
  49. 54. CONSIDERAÇÕES FINAIS <ul><li>A contribuição dos enfermeiros dos serviços de UBS, com experiência em gerenciamento, é de grande significado para a gestão pública e serviços de saúde, pois estes profissionais apresentam a capacidade de avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, com base em evidências científicas. </li></ul><ul><li>Podem ainda desenvolver o espírito de liderança no trabalho em equipe, comunicação para interagir com a equipe e público em geral e gerenciamento da força de trabalho dos recursos físicos, materiais e informação, entre outras ferramentas capazes de instrumentalizar o trabalho gerência. </li></ul>
  50. 55. Obrigado !
  51. 56. REFERÊNCIAS <ul><li>RAMIRES, E.P.; LOURENÇÃO, L.G; SANTOS, M.R . Gerenciamento em Unidades Básicas de Saúde: conhecendo experiências. Revista Ciência Saúde .v,11. n, 4. p, 205-209.2004. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>WEIRICHI, C.F.; MUNARI, D.B.; MISHIMA, S.M.; BEZERRA, A.L.Q. O Trabalho Gerencial do Enfermeiro na Rede Básica de Saúde. Revista Contexto de Enfermagem .v, 18. n, 2. p, 249-257. 2009. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>SCHRAIBER, L.B. et al. Planejamento, gestão e avaliação em saúde: identificando problemas. Revista Ciência e Saúde Coletiva . v, 4. n, 2. p. 221-242. 1999. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>PSSOS, J. P.; CIOSAK, S. I. A concepção dos enfermeiros no processo gerencial em Unidade Básica de Saúde. Revista Escola Enfermagem USP . v, 40. n, 4. p, 464-468.2006. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>THOFEHRN, M. B.;LEOPARDI, M. T . Teoria dos vínculos profissionais: um novo modo de gestão em enfermagem. Revista Contexto de Enfermagem . v, 15. n, 3. p, 409-17. 2006. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>OLIVEIRA, T.F. Administração de Recursos Humanos, Revista de Enfermagem , São Paulo, v, 4. n, 6. p, 5. 2003. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>LIMA, G.P. et al. Administração de Recursos Humanos Funções Básicas. Relações Interpessoais . Rio de Janeiro. v, 6. n, 8. p. 23. 2004. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>KURCGONT, P.; et al. Administração em Enfermagem. 7ed: Pedagógica e universitária, 2005. p. 237. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>CHIAVENATO, I . Administração nos Novos Tempos . 2 ed. Rio de Janeiro: Campos, 1999. 710p. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>ANDRÉ, A. M.; CIAMPONE, M. H. T. Competências para a gestão de Unidades Básicas de Saúde: percepção do gestor. Revista Escola de Enfermagem USP . v, 41. n, 1. p, 835-840. 2006. </li></ul>

×