SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Março de 2015
Gerência de Atenção à Saúde
Gerência Operacional da Atenção Básica
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB
na Paraíba
Regiões de Saúde
Macrorregião do Estado da Paraíba
Gerências Regionais de Saúde
Distribuição das Equipes da Atenção Básica
no Estado da Paraíba.
Fonte: MS/SAS/DAB
Janeiro de 2015.
CATEGORIA NUM/COBERTURA
POPULAÇÃO 3.815.171
MUNICÍPIOS 223
ACS 8.338
MUNICIPIOS COM ACS 222
COBERTURA ACS 98,57%
ESF 1.331
MUNICÍPIOS COM ESF 223
COBERTURA ESF 94,41%
ESB 1.520
MUNICÍPIOS COM ESB 221
NASF 1 142
NASF 2 50
NASF 3 69
Para inicio de conversa
2013
-Apoio DAB/MS e equipe AB/SES;
-Debate interno com a equipe sobre mudança do SIAB para SISAB – reflexões e
resistências;
- As possibilidades de indução da pauta na gestão estadual: o Pacto Social e as
Emendas Parlamentares;
-A priorização da Atenção Básica na agenda e nas espaços colegiados de gestão – A AB
na CIB;
-Buscando parcerias – a composição do GT (DATASUS, COSEMS, SES, Apoio MS,
Telessaúde);
-Olhando para os prazos da transição – Construindo cronograma.
2014
- Ciclo de Oficinas:
Sensibilizar, capilarizar, mobilizar e apresentar possibilidades;
Preparação das equipes gestores da SES (gerências executivas e regionais);
Macrorregionais: Coordenadores da AB, Secretários e digitadores/TI dos municípios;
Municipais: João Pessoa e Serra Grande;
Regionais: GRS, Coordenadores da AB e digitadores/TI dos municípios.
Distribuição dos municípios, segundo situação de
implantação do e-SUS AB. Paraíba. Março, 2014.
FONTE: DAB/SAS/MS
Vigilância em Saúde, Alimentação e Nutrição, Saúde da Mulher, Saúde do
Adolescente, Regulação, Planejamento (Cartão SUS), Apoiadores, digitadores/TI e
gerentes das GRS,*COSEMS.
AS OFICINAS MACRORREGIONAIS
MAIO/2014
MANHÃ - Todos
• Boas Vindas
• Panorama de Implantação no Estado da Paraíba
• Visão estratégica do e-SUS AB e Sistema de Controle de Uso
• Debate
TARDE - Todos
• Apresentação Guiada do Sistema de Coleta de Dados Simplificada (CDS)
• O uso do CDS e Preenchimento das fichas
• Debate
TARDE - Saúde
• Exercitando o preenchimento das fichas (Saúde)
TARDE - TI
• O e-SUS na prática: CDS (Auditório 2)
MANHÃ - Saúde AUDITÓRIO
• Apresentação Guiada do Prontuário Eletrônico (PEC)
• PSE e PMM na estratégia e-SUS AB
• Debate
TARDE - Saúde AUDITÓRIO
• Relato de Experiências Municipais
• Debate
• Avaliação / Encerramento
MANHÃ E TARDE – TI Auditório 2
O e-SUS na prática: PEC (Centralizador e Prontuário Eletrônico)
AS OFICINAS MACRORREGIONAIS
MAIO/2014
AS OFICINAS REGIONAIS
Julho à Setembro
Apoio ao processo de implantação nos municípios;
Monitoramento a partir dos dados do MS;
Dialogar sobre possíveis dúvidas no processo;
Estímulo aos ajustes necessários;
Socialização entre os municípios;
Planejamento e organização para os próximos passos.
AS OFICINAS
MUNICIPAIS
Oportunidade de dialogar com os
trabalhadores das ESF;
As gestões municipais assumindo o
compromisso do apoio (acolhimento
regional)
Os apoiadores das GRS contribuindo com
as gestões municipais;
Distribuição de municípios, segundo status de implantação por Equipe.
Estratégia e-SUS-AB. Janeiro de 2015. Paraíba.
Implantado: 60% das equipes ou mais estão em estágio II ou III de implantação: 185
Intermediário: entre 30 e 60% das equipes estão em estágio II ou III de implantação: 03
Incipiente: ao menos uma equipe iniciou a implantação do e-SUS AB: 09
Não Inciada: nenhuma equipe iniciou a implantação do e-SUS AB: 26 Fonte: DAB/SAS/MS
* Dados 20.01.15
*Uso do PEC em 2 municípios
Sobre o que vivenciamos...
 Integração limitada dos atores envolvidos;
 Baixo aproveitamento do Telessaúde;
 Equipe de TI insuficiente - *COSEMS;
 A terceirização dos processos nas gestões municipais (alimentação e envio
de dados ao MS);
 Planejamento incipiente dos municípios para o processo e implantação(uso
das fichas, uso do sistema, etc);
 Conectividade incipiente nas SMS;
 Apoio aos municípios através das GRS – diversidade de cenários;
 Monitoramento e avaliação no processo de implantação;
Continuando a (em)Caminhar...
 Levantamento das dificuldades para implantação da estratégia nos municípios
ainda não iniciados;
 Definir novas estratégias para apoio, de acordo com os cenários de
implantação;
 Reforço do apoio nos municípios que implantaram o PEC nas equipes;
 Induzir o acompanhamento através do e-SUS: apoio institucional, CCE Mais
Médicos/PROVAB, Equipe técnica da AB (grupos condutores das redes)
 Implantação do e-SUS nas equipes de saúde do sistema prisional;
 Avançar no monitoramento e na avaliação, em nível estadual, a partir dos
relatórios disponibilizados pelos sistemas;
Continuando a (em)Caminhar...
 Ampliar parcerias – IES (supervisores, residentes, tutores, estagiários,
professores);
 Fortalecimento do e-SUS e consolidação do SISAB – vigilância e atenção –
mais um SIS?!;
 Necessidade de “modernização tecnológica” na AB – o campo de disputa na
política pública;
 Integração de avaliação das equipes de AB (NASF, AD, Academia da Saúde);
 Desafio da integração no SUS – entre os entes federados, na produção de
informações em saúde, etc. – diálogo contínuo.
Obrigada !!!
Shenia Maria Felicio Felix
Gerência Operacional da Atenção Básica
GEAS/SES-PB
sheniamaria13@gmail. com
(83) 3218-7409/ 3218-7424

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do susSistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do susEvilene Bolos
 
[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015
[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015
[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015Francine Viana
 
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01Amanda Amate
 
E sus sistema de informação da atenção básica
E sus sistema de informação da atenção básicaE sus sistema de informação da atenção básica
E sus sistema de informação da atenção básicakatiletiele
 
Aula 01 pnve e sinan - guilherme reckziegel
Aula 01   pnve e sinan - guilherme reckziegelAula 01   pnve e sinan - guilherme reckziegel
Aula 01 pnve e sinan - guilherme reckziegelfilipe
 

Mais procurados (19)

Siab epidemiologia
Siab  epidemiologiaSiab  epidemiologia
Siab epidemiologia
 
O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...
O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...
O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...
 
Apresentação siab
Apresentação siabApresentação siab
Apresentação siab
 
7. CONASS Debate - PPT A governança regional das redes de atenção à saúde
7. CONASS Debate - PPT A governança regional das redes de atenção à saúde7. CONASS Debate - PPT A governança regional das redes de atenção à saúde
7. CONASS Debate - PPT A governança regional das redes de atenção à saúde
 
Manual do Sinan
Manual do SinanManual do Sinan
Manual do Sinan
 
Plataforma de Modernização da Saúde
Plataforma de Modernização da SaúdePlataforma de Modernização da Saúde
Plataforma de Modernização da Saúde
 
Sistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do susSistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do sus
 
[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015
[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015
[39170 189959]sistemas de-informacao_em_saude2015
 
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
 
Ficha siab
Ficha siabFicha siab
Ficha siab
 
Manual siab
Manual siabManual siab
Manual siab
 
O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...
O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...
O papel da Gestão Estadual no processo de expansão da Planificação da Atenção...
 
O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...
O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...
O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...
 
O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...
O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...
O papel do estado na organização da Redes de Atenção à Saúde nas regiões de s...
 
Rede Cuidar: A gestão da condição em saúde da população com hipertensão e dia...
Rede Cuidar: A gestão da condição em saúde da população com hipertensão e dia...Rede Cuidar: A gestão da condição em saúde da população com hipertensão e dia...
Rede Cuidar: A gestão da condição em saúde da população com hipertensão e dia...
 
E sus sistema de informação da atenção básica
E sus sistema de informação da atenção básicaE sus sistema de informação da atenção básica
E sus sistema de informação da atenção básica
 
7. CONASS Debate - PPT Governança da Rede Mãe Paranaense
7. CONASS Debate - PPT Governança da Rede Mãe Paranaense7. CONASS Debate - PPT Governança da Rede Mãe Paranaense
7. CONASS Debate - PPT Governança da Rede Mãe Paranaense
 
Aula 01 pnve e sinan - guilherme reckziegel
Aula 01   pnve e sinan - guilherme reckziegelAula 01   pnve e sinan - guilherme reckziegel
Aula 01 pnve e sinan - guilherme reckziegel
 
O matriciamento como ferramenta para a integração entre a APS e a AAE na Regi...
O matriciamento como ferramenta para a integração entre a APS e a AAE na Regi...O matriciamento como ferramenta para a integração entre a APS e a AAE na Regi...
O matriciamento como ferramenta para a integração entre a APS e a AAE na Regi...
 

Destaque

Aula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUS
Aula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUSAula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUS
Aula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUSGhiordanno Bruno
 
@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba
@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba
@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da ParaíbaXhico Raimerson
 
Plano de Governo José Melo
Plano de Governo José MeloPlano de Governo José Melo
Plano de Governo José MeloJosé Melo
 
ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...
ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...
ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...Pedro Ponto Ponto
 
Rio: Capital das Bicicletas
Rio: Capital das BicicletasRio: Capital das Bicicletas
Rio: Capital das Bicicletasongciclourbano
 
Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...
Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...
Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...Patrícia Cruz Rodrigues Marion
 
Projeto saúde escolar
Projeto saúde escolarProjeto saúde escolar
Projeto saúde escolarthemis dovera
 
Apresentação conselho-transportes-1-20151
Apresentação conselho-transportes-1-20151Apresentação conselho-transportes-1-20151
Apresentação conselho-transportes-1-20151Fabricio Fontes
 
A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros.
A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros. A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros.
A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros. ongciclourbano
 
O IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBA
O IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBAO IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBA
O IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBAGeovania Pabulla
 
Ap. final
Ap.  finalAp.  final
Ap. finalMatheus
 
3 atencao primaria e promocao da saude
3   atencao primaria e promocao da saude3   atencao primaria e promocao da saude
3 atencao primaria e promocao da saudeparaiba1974
 

Destaque (20)

Apresentação atenção básica esf
Apresentação atenção básica   esfApresentação atenção básica   esf
Apresentação atenção básica esf
 
Aula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUS
Aula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUSAula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUS
Aula 01 - Sistemas de informação em saúde para gestão do SUS
 
A familia de j esus
A familia de j esusA familia de j esus
A familia de j esus
 
@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba
@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba
@GovParai - Ação de Governo Eletrônico e Mídias Sociais do Estado da Paraíba
 
Plano de Governo José Melo
Plano de Governo José MeloPlano de Governo José Melo
Plano de Governo José Melo
 
Ações de Governo
Ações de GovernoAções de Governo
Ações de Governo
 
ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...
ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...
ATUALIZADO: RELATÓRIO DA PREFEITURA DE CRATEÚS DAS AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À S...
 
Rio: Capital das Bicicletas
Rio: Capital das BicicletasRio: Capital das Bicicletas
Rio: Capital das Bicicletas
 
Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...
Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...
Caracterização dos Gerentes de unidades de saúde da família, zona leste do mu...
 
Painel 6 (XI ENEE) - Ações do Governo Federal para o desenvolvimento da Indús...
Painel 6 (XI ENEE) - Ações do Governo Federal para o desenvolvimento da Indús...Painel 6 (XI ENEE) - Ações do Governo Federal para o desenvolvimento da Indús...
Painel 6 (XI ENEE) - Ações do Governo Federal para o desenvolvimento da Indús...
 
Projeto saúde escolar
Projeto saúde escolarProjeto saúde escolar
Projeto saúde escolar
 
AcoesPrioritarias-A4
AcoesPrioritarias-A4AcoesPrioritarias-A4
AcoesPrioritarias-A4
 
Apresentação conselho-transportes-1-20151
Apresentação conselho-transportes-1-20151Apresentação conselho-transportes-1-20151
Apresentação conselho-transportes-1-20151
 
A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros.
A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros. A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros.
A bicicleta e a Prefeitura de Aracaju: Ações e Planos Futuros.
 
O IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBA
O IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBAO IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBA
O IMPACTO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO O CASO DA PARAÍBA
 
Gerenciamento de Cuidados para a Atenção Integral à Saúde da …
Gerenciamento de Cuidados para a Atenção Integral à Saúde da …Gerenciamento de Cuidados para a Atenção Integral à Saúde da …
Gerenciamento de Cuidados para a Atenção Integral à Saúde da …
 
Ap. final
Ap.  finalAp.  final
Ap. final
 
Portaria 648
Portaria 648Portaria 648
Portaria 648
 
3 atencao primaria e promocao da saude
3   atencao primaria e promocao da saude3   atencao primaria e promocao da saude
3 atencao primaria e promocao da saude
 
Cadastramento e-SUS
Cadastramento e-SUSCadastramento e-SUS
Cadastramento e-SUS
 

Semelhante a Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba

Apresentação novos secretários
Apresentação novos secretáriosApresentação novos secretários
Apresentação novos secretáriosAdélia Correia
 
Apresentação evento ab
Apresentação evento abApresentação evento ab
Apresentação evento abAdélia Correia
 
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do msOrientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do mscomunidadedepraticas
 
Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014
Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014
Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014Adélia Correia
 
Consua nob 2010 27.10.2010
Consua nob 2010 27.10.2010  Consua nob 2010 27.10.2010
Consua nob 2010 27.10.2010 Edson De Souza
 
13º Conitec em evidencia-2017 REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...
13º Conitec em evidencia-2017  REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...13º Conitec em evidencia-2017  REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...
13º Conitec em evidencia-2017 REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...CONITEC
 
Projeto linhas de cuidado
Projeto linhas de cuidadoProjeto linhas de cuidado
Projeto linhas de cuidadoLucas Matos
 
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)RSE-SIGA
 
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge ZepedaProduzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepedacomunidadedepraticas
 
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)RSE-SIGA
 
Desenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à Saúde
Desenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à SaúdeDesenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à Saúde
Desenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à SaúdeGesaworld do Brasil
 

Semelhante a Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba (20)

Apresentação novos secretários
Apresentação novos secretáriosApresentação novos secretários
Apresentação novos secretários
 
Apresentação evento ab
Apresentação evento abApresentação evento ab
Apresentação evento ab
 
Aula residencia hrms
Aula residencia hrmsAula residencia hrms
Aula residencia hrms
 
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do msOrientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
 
Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014
Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014
Aula residência enfermagem obstétrica telessaúde maio 2014
 
Consua nob 2010 27.10.2010
Consua nob 2010 27.10.2010  Consua nob 2010 27.10.2010
Consua nob 2010 27.10.2010
 
13º Conitec em evidencia-2017 REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...
13º Conitec em evidencia-2017  REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...13º Conitec em evidencia-2017  REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...
13º Conitec em evidencia-2017 REBRATS: atuação e oportunidades para a comuni...
 
Projeto linhas de cuidado
Projeto linhas de cuidadoProjeto linhas de cuidado
Projeto linhas de cuidado
 
Sistema de Registro Eletrônico em Goiás
Sistema de Registro Eletrônico em GoiásSistema de Registro Eletrônico em Goiás
Sistema de Registro Eletrônico em Goiás
 
Saúde Mais Perto de Você
Saúde Mais Perto de Você Saúde Mais Perto de Você
Saúde Mais Perto de Você
 
APRESENTAÇÃO RITA COSTA_LIS CNS.pptx
APRESENTAÇÃO RITA COSTA_LIS CNS.pptxAPRESENTAÇÃO RITA COSTA_LIS CNS.pptx
APRESENTAÇÃO RITA COSTA_LIS CNS.pptx
 
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 2 (CSP>CH)
 
O Programa Saúde em Casa e a Diretoria de Estrutura de Atenção Primária à Saúde
O Programa Saúde em Casa e a Diretoria de Estrutura de Atenção Primária à SaúdeO Programa Saúde em Casa e a Diretoria de Estrutura de Atenção Primária à Saúde
O Programa Saúde em Casa e a Diretoria de Estrutura de Atenção Primária à Saúde
 
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge ZepedaProduzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
 
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)
Apresentação RSE SIGA - Ação de Formação - Fase 1 (CH>CSP)
 
Pnh junho 13
Pnh junho 13Pnh junho 13
Pnh junho 13
 
Edital 56
Edital 56Edital 56
Edital 56
 
8ª Assembleia do CONASS – ESTRATÉGIA DE e-SAÚDE PARA O BRASIL E CONJUNTO MÍN...
8ª Assembleia do CONASS –  ESTRATÉGIA DE e-SAÚDE PARA O BRASIL E CONJUNTO MÍN...8ª Assembleia do CONASS –  ESTRATÉGIA DE e-SAÚDE PARA O BRASIL E CONJUNTO MÍN...
8ª Assembleia do CONASS – ESTRATÉGIA DE e-SAÚDE PARA O BRASIL E CONJUNTO MÍN...
 
Desenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à Saúde
Desenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à SaúdeDesenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à Saúde
Desenho Técnico e Funcional PCE para Atenção Primária à Saúde
 
Diagnóstico da situação da implantação do Plano de Ações Estratégicas para En...
Diagnóstico da situação da implantação do Plano de Ações Estratégicas para En...Diagnóstico da situação da implantação do Plano de Ações Estratégicas para En...
Diagnóstico da situação da implantação do Plano de Ações Estratégicas para En...
 

Mais de comunidadedepraticas

Programa Academia da Saúde - Informações Básicas
Programa Academia da Saúde - Informações BásicasPrograma Academia da Saúde - Informações Básicas
Programa Academia da Saúde - Informações Básicascomunidadedepraticas
 
Descrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTC
Descrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTCDescrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTC
Descrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTCcomunidadedepraticas
 
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e MentaisConceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentaiscomunidadedepraticas
 
Histórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa
Histórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional ChinesaHistórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa
Histórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesacomunidadedepraticas
 
Apresentacao aprendizagem colaborativa
Apresentacao aprendizagem colaborativaApresentacao aprendizagem colaborativa
Apresentacao aprendizagem colaborativacomunidadedepraticas
 
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdPInteração: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdPcomunidadedepraticas
 
Plantas medicinais usadas em infecções respiratórias
Plantas medicinais usadas em infecções respiratóriasPlantas medicinais usadas em infecções respiratórias
Plantas medicinais usadas em infecções respiratóriascomunidadedepraticas
 
Remédio caseiros com plantas medicinais
Remédio caseiros com plantas medicinaisRemédio caseiros com plantas medicinais
Remédio caseiros com plantas medicinaiscomunidadedepraticas
 
Plantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhos
Plantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhosPlantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhos
Plantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhoscomunidadedepraticas
 
Plantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pele
Plantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pelePlantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pele
Plantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pelecomunidadedepraticas
 
Plantas medicinais antidiarréicas
Plantas medicinais antidiarréicasPlantas medicinais antidiarréicas
Plantas medicinais antidiarréicascomunidadedepraticas
 
Introdução a fitoterapia - informações básicas
Introdução a fitoterapia - informações básicasIntrodução a fitoterapia - informações básicas
Introdução a fitoterapia - informações básicascomunidadedepraticas
 
Marco Histórico Internacional da MTC
Marco Histórico Internacional da MTCMarco Histórico Internacional da MTC
Marco Histórico Internacional da MTCcomunidadedepraticas
 
Medicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
Medicina Tradicional Chinesa e a BiomedicinaMedicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
Medicina Tradicional Chinesa e a Biomedicinacomunidadedepraticas
 

Mais de comunidadedepraticas (20)

Tutorial InovaSUS
Tutorial  InovaSUSTutorial  InovaSUS
Tutorial InovaSUS
 
Programa Academia da Saúde - Informações Básicas
Programa Academia da Saúde - Informações BásicasPrograma Academia da Saúde - Informações Básicas
Programa Academia da Saúde - Informações Básicas
 
Descrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTC
Descrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTCDescrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTC
Descrição e Características das Práticas Corporais e Mentais da MTC
 
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e MentaisConceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
Conceitos da MTC Aplicados às Práticas Corporais e Mentais
 
Histórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa
Histórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional ChinesaHistórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa
Histórico das Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa
 
Diagnóstico em MTC
Diagnóstico em MTCDiagnóstico em MTC
Diagnóstico em MTC
 
Apresentacao aprendizagem colaborativa
Apresentacao aprendizagem colaborativaApresentacao aprendizagem colaborativa
Apresentacao aprendizagem colaborativa
 
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdPInteração: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
 
Plantas medicinais usadas em infecções respiratórias
Plantas medicinais usadas em infecções respiratóriasPlantas medicinais usadas em infecções respiratórias
Plantas medicinais usadas em infecções respiratórias
 
Plantas tóxicas
Plantas tóxicasPlantas tóxicas
Plantas tóxicas
 
Plantas e gravidez
Plantas e gravidezPlantas e gravidez
Plantas e gravidez
 
Remédio caseiros com plantas medicinais
Remédio caseiros com plantas medicinaisRemédio caseiros com plantas medicinais
Remédio caseiros com plantas medicinais
 
Plantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhos
Plantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhosPlantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhos
Plantas medicinais usadas para o tratamento contra infestação de piolhos
 
Plantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pele
Plantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pelePlantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pele
Plantas medicinais antissépticas e cicatrizantes usadas em doenças de pele
 
Plantas medicinais antidiarréicas
Plantas medicinais antidiarréicasPlantas medicinais antidiarréicas
Plantas medicinais antidiarréicas
 
Introdução a fitoterapia - informações básicas
Introdução a fitoterapia - informações básicasIntrodução a fitoterapia - informações básicas
Introdução a fitoterapia - informações básicas
 
Passos para Implantação de PICs
Passos para Implantação de PICsPassos para Implantação de PICs
Passos para Implantação de PICs
 
Marco Histórico Internacional da MTC
Marco Histórico Internacional da MTCMarco Histórico Internacional da MTC
Marco Histórico Internacional da MTC
 
Marco Histórico Nacional da MTC
Marco Histórico Nacional da MTCMarco Histórico Nacional da MTC
Marco Histórico Nacional da MTC
 
Medicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
Medicina Tradicional Chinesa e a BiomedicinaMedicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
Medicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
 

Último

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptAlberto205764
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfNelmo Pinto
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 

Último (9)

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 

Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba

  • 1. Março de 2015 Gerência de Atenção à Saúde Gerência Operacional da Atenção Básica Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba
  • 2.
  • 6. Distribuição das Equipes da Atenção Básica no Estado da Paraíba. Fonte: MS/SAS/DAB Janeiro de 2015. CATEGORIA NUM/COBERTURA POPULAÇÃO 3.815.171 MUNICÍPIOS 223 ACS 8.338 MUNICIPIOS COM ACS 222 COBERTURA ACS 98,57% ESF 1.331 MUNICÍPIOS COM ESF 223 COBERTURA ESF 94,41% ESB 1.520 MUNICÍPIOS COM ESB 221 NASF 1 142 NASF 2 50 NASF 3 69
  • 7. Para inicio de conversa 2013 -Apoio DAB/MS e equipe AB/SES; -Debate interno com a equipe sobre mudança do SIAB para SISAB – reflexões e resistências; - As possibilidades de indução da pauta na gestão estadual: o Pacto Social e as Emendas Parlamentares; -A priorização da Atenção Básica na agenda e nas espaços colegiados de gestão – A AB na CIB; -Buscando parcerias – a composição do GT (DATASUS, COSEMS, SES, Apoio MS, Telessaúde); -Olhando para os prazos da transição – Construindo cronograma. 2014 - Ciclo de Oficinas: Sensibilizar, capilarizar, mobilizar e apresentar possibilidades; Preparação das equipes gestores da SES (gerências executivas e regionais); Macrorregionais: Coordenadores da AB, Secretários e digitadores/TI dos municípios; Municipais: João Pessoa e Serra Grande; Regionais: GRS, Coordenadores da AB e digitadores/TI dos municípios.
  • 8. Distribuição dos municípios, segundo situação de implantação do e-SUS AB. Paraíba. Março, 2014. FONTE: DAB/SAS/MS
  • 9. Vigilância em Saúde, Alimentação e Nutrição, Saúde da Mulher, Saúde do Adolescente, Regulação, Planejamento (Cartão SUS), Apoiadores, digitadores/TI e gerentes das GRS,*COSEMS.
  • 10.
  • 11. AS OFICINAS MACRORREGIONAIS MAIO/2014 MANHÃ - Todos • Boas Vindas • Panorama de Implantação no Estado da Paraíba • Visão estratégica do e-SUS AB e Sistema de Controle de Uso • Debate TARDE - Todos • Apresentação Guiada do Sistema de Coleta de Dados Simplificada (CDS) • O uso do CDS e Preenchimento das fichas • Debate TARDE - Saúde • Exercitando o preenchimento das fichas (Saúde) TARDE - TI • O e-SUS na prática: CDS (Auditório 2)
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. MANHÃ - Saúde AUDITÓRIO • Apresentação Guiada do Prontuário Eletrônico (PEC) • PSE e PMM na estratégia e-SUS AB • Debate TARDE - Saúde AUDITÓRIO • Relato de Experiências Municipais • Debate • Avaliação / Encerramento MANHÃ E TARDE – TI Auditório 2 O e-SUS na prática: PEC (Centralizador e Prontuário Eletrônico) AS OFICINAS MACRORREGIONAIS MAIO/2014
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. AS OFICINAS REGIONAIS Julho à Setembro Apoio ao processo de implantação nos municípios; Monitoramento a partir dos dados do MS; Dialogar sobre possíveis dúvidas no processo; Estímulo aos ajustes necessários; Socialização entre os municípios; Planejamento e organização para os próximos passos.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25. AS OFICINAS MUNICIPAIS Oportunidade de dialogar com os trabalhadores das ESF; As gestões municipais assumindo o compromisso do apoio (acolhimento regional) Os apoiadores das GRS contribuindo com as gestões municipais;
  • 26. Distribuição de municípios, segundo status de implantação por Equipe. Estratégia e-SUS-AB. Janeiro de 2015. Paraíba. Implantado: 60% das equipes ou mais estão em estágio II ou III de implantação: 185 Intermediário: entre 30 e 60% das equipes estão em estágio II ou III de implantação: 03 Incipiente: ao menos uma equipe iniciou a implantação do e-SUS AB: 09 Não Inciada: nenhuma equipe iniciou a implantação do e-SUS AB: 26 Fonte: DAB/SAS/MS * Dados 20.01.15 *Uso do PEC em 2 municípios
  • 27. Sobre o que vivenciamos...  Integração limitada dos atores envolvidos;  Baixo aproveitamento do Telessaúde;  Equipe de TI insuficiente - *COSEMS;  A terceirização dos processos nas gestões municipais (alimentação e envio de dados ao MS);  Planejamento incipiente dos municípios para o processo e implantação(uso das fichas, uso do sistema, etc);  Conectividade incipiente nas SMS;  Apoio aos municípios através das GRS – diversidade de cenários;  Monitoramento e avaliação no processo de implantação;
  • 28. Continuando a (em)Caminhar...  Levantamento das dificuldades para implantação da estratégia nos municípios ainda não iniciados;  Definir novas estratégias para apoio, de acordo com os cenários de implantação;  Reforço do apoio nos municípios que implantaram o PEC nas equipes;  Induzir o acompanhamento através do e-SUS: apoio institucional, CCE Mais Médicos/PROVAB, Equipe técnica da AB (grupos condutores das redes)  Implantação do e-SUS nas equipes de saúde do sistema prisional;  Avançar no monitoramento e na avaliação, em nível estadual, a partir dos relatórios disponibilizados pelos sistemas;
  • 29. Continuando a (em)Caminhar...  Ampliar parcerias – IES (supervisores, residentes, tutores, estagiários, professores);  Fortalecimento do e-SUS e consolidação do SISAB – vigilância e atenção – mais um SIS?!;  Necessidade de “modernização tecnológica” na AB – o campo de disputa na política pública;  Integração de avaliação das equipes de AB (NASF, AD, Academia da Saúde);  Desafio da integração no SUS – entre os entes federados, na produção de informações em saúde, etc. – diálogo contínuo.
  • 30. Obrigada !!! Shenia Maria Felicio Felix Gerência Operacional da Atenção Básica GEAS/SES-PB sheniamaria13@gmail. com (83) 3218-7409/ 3218-7424