Março de 2015
Gerência de Atenção à Saúde
Gerência Operacional da Atenção Básica
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB...
Regiões de Saúde
Macrorregião do Estado da Paraíba
Gerências Regionais de Saúde
Distribuição das Equipes da Atenção Básica
no Estado da Paraíba.
Fonte: MS/SAS/DAB
Janeiro de 2015.
CATEGORIA NUM/COBERTUR...
Para inicio de conversa
2013
-Apoio DAB/MS e equipe AB/SES;
-Debate interno com a equipe sobre mudança do SIAB para SISAB ...
Distribuição dos municípios, segundo situação de
implantação do e-SUS AB. Paraíba. Março, 2014.
FONTE: DAB/SAS/MS
Vigilância em Saúde, Alimentação e Nutrição, Saúde da Mulher, Saúde do
Adolescente, Regulação, Planejamento (Cartão SUS), ...
AS OFICINAS MACRORREGIONAIS
MAIO/2014
MANHÃ - Todos
• Boas Vindas
• Panorama de Implantação no Estado da Paraíba
• Visão e...
MANHÃ - Saúde AUDITÓRIO
• Apresentação Guiada do Prontuário Eletrônico (PEC)
• PSE e PMM na estratégia e-SUS AB
• Debate
T...
AS OFICINAS REGIONAIS
Julho à Setembro
Apoio ao processo de implantação nos municípios;
Monitoramento a partir dos dados...
AS OFICINAS
MUNICIPAIS
Oportunidade de dialogar com os
trabalhadores das ESF;
As gestões municipais assumindo o
compromi...
Distribuição de municípios, segundo status de implantação por Equipe.
Estratégia e-SUS-AB. Janeiro de 2015. Paraíba.
Impla...
Sobre o que vivenciamos...
 Integração limitada dos atores envolvidos;
 Baixo aproveitamento do Telessaúde;
 Equipe de ...
Continuando a (em)Caminhar...
 Levantamento das dificuldades para implantação da estratégia nos municípios
ainda não inic...
Continuando a (em)Caminhar...
 Ampliar parcerias – IES (supervisores, residentes, tutores, estagiários,
professores);
 F...
Obrigada !!!
Shenia Maria Felicio Felix
Gerência Operacional da Atenção Básica
GEAS/SES-PB
sheniamaria13@gmail. com
(83) 3...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba

654 visualizações

Publicada em

Shenia Maria Felicio Felix, da Gerência Operacional da Atenção Básica do estado da Paraíba, apresenta "Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba" na mesa redonda sobre o e-SUS, no V Fórum Nacional de Gestão da Atenção Básica
#VForumAB

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
654
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
79
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba

  1. 1. Março de 2015 Gerência de Atenção à Saúde Gerência Operacional da Atenção Básica Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba
  2. 2. Regiões de Saúde
  3. 3. Macrorregião do Estado da Paraíba
  4. 4. Gerências Regionais de Saúde
  5. 5. Distribuição das Equipes da Atenção Básica no Estado da Paraíba. Fonte: MS/SAS/DAB Janeiro de 2015. CATEGORIA NUM/COBERTURA POPULAÇÃO 3.815.171 MUNICÍPIOS 223 ACS 8.338 MUNICIPIOS COM ACS 222 COBERTURA ACS 98,57% ESF 1.331 MUNICÍPIOS COM ESF 223 COBERTURA ESF 94,41% ESB 1.520 MUNICÍPIOS COM ESB 221 NASF 1 142 NASF 2 50 NASF 3 69
  6. 6. Para inicio de conversa 2013 -Apoio DAB/MS e equipe AB/SES; -Debate interno com a equipe sobre mudança do SIAB para SISAB – reflexões e resistências; - As possibilidades de indução da pauta na gestão estadual: o Pacto Social e as Emendas Parlamentares; -A priorização da Atenção Básica na agenda e nas espaços colegiados de gestão – A AB na CIB; -Buscando parcerias – a composição do GT (DATASUS, COSEMS, SES, Apoio MS, Telessaúde); -Olhando para os prazos da transição – Construindo cronograma. 2014 - Ciclo de Oficinas: Sensibilizar, capilarizar, mobilizar e apresentar possibilidades; Preparação das equipes gestores da SES (gerências executivas e regionais); Macrorregionais: Coordenadores da AB, Secretários e digitadores/TI dos municípios; Municipais: João Pessoa e Serra Grande; Regionais: GRS, Coordenadores da AB e digitadores/TI dos municípios.
  7. 7. Distribuição dos municípios, segundo situação de implantação do e-SUS AB. Paraíba. Março, 2014. FONTE: DAB/SAS/MS
  8. 8. Vigilância em Saúde, Alimentação e Nutrição, Saúde da Mulher, Saúde do Adolescente, Regulação, Planejamento (Cartão SUS), Apoiadores, digitadores/TI e gerentes das GRS,*COSEMS.
  9. 9. AS OFICINAS MACRORREGIONAIS MAIO/2014 MANHÃ - Todos • Boas Vindas • Panorama de Implantação no Estado da Paraíba • Visão estratégica do e-SUS AB e Sistema de Controle de Uso • Debate TARDE - Todos • Apresentação Guiada do Sistema de Coleta de Dados Simplificada (CDS) • O uso do CDS e Preenchimento das fichas • Debate TARDE - Saúde • Exercitando o preenchimento das fichas (Saúde) TARDE - TI • O e-SUS na prática: CDS (Auditório 2)
  10. 10. MANHÃ - Saúde AUDITÓRIO • Apresentação Guiada do Prontuário Eletrônico (PEC) • PSE e PMM na estratégia e-SUS AB • Debate TARDE - Saúde AUDITÓRIO • Relato de Experiências Municipais • Debate • Avaliação / Encerramento MANHÃ E TARDE – TI Auditório 2 O e-SUS na prática: PEC (Centralizador e Prontuário Eletrônico) AS OFICINAS MACRORREGIONAIS MAIO/2014
  11. 11. AS OFICINAS REGIONAIS Julho à Setembro Apoio ao processo de implantação nos municípios; Monitoramento a partir dos dados do MS; Dialogar sobre possíveis dúvidas no processo; Estímulo aos ajustes necessários; Socialização entre os municípios; Planejamento e organização para os próximos passos.
  12. 12. AS OFICINAS MUNICIPAIS Oportunidade de dialogar com os trabalhadores das ESF; As gestões municipais assumindo o compromisso do apoio (acolhimento regional) Os apoiadores das GRS contribuindo com as gestões municipais;
  13. 13. Distribuição de municípios, segundo status de implantação por Equipe. Estratégia e-SUS-AB. Janeiro de 2015. Paraíba. Implantado: 60% das equipes ou mais estão em estágio II ou III de implantação: 185 Intermediário: entre 30 e 60% das equipes estão em estágio II ou III de implantação: 03 Incipiente: ao menos uma equipe iniciou a implantação do e-SUS AB: 09 Não Inciada: nenhuma equipe iniciou a implantação do e-SUS AB: 26 Fonte: DAB/SAS/MS * Dados 20.01.15 *Uso do PEC em 2 municípios
  14. 14. Sobre o que vivenciamos...  Integração limitada dos atores envolvidos;  Baixo aproveitamento do Telessaúde;  Equipe de TI insuficiente - *COSEMS;  A terceirização dos processos nas gestões municipais (alimentação e envio de dados ao MS);  Planejamento incipiente dos municípios para o processo e implantação(uso das fichas, uso do sistema, etc);  Conectividade incipiente nas SMS;  Apoio aos municípios através das GRS – diversidade de cenários;  Monitoramento e avaliação no processo de implantação;
  15. 15. Continuando a (em)Caminhar...  Levantamento das dificuldades para implantação da estratégia nos municípios ainda não iniciados;  Definir novas estratégias para apoio, de acordo com os cenários de implantação;  Reforço do apoio nos municípios que implantaram o PEC nas equipes;  Induzir o acompanhamento através do e-SUS: apoio institucional, CCE Mais Médicos/PROVAB, Equipe técnica da AB (grupos condutores das redes)  Implantação do e-SUS nas equipes de saúde do sistema prisional;  Avançar no monitoramento e na avaliação, em nível estadual, a partir dos relatórios disponibilizados pelos sistemas;
  16. 16. Continuando a (em)Caminhar...  Ampliar parcerias – IES (supervisores, residentes, tutores, estagiários, professores);  Fortalecimento do e-SUS e consolidação do SISAB – vigilância e atenção – mais um SIS?!;  Necessidade de “modernização tecnológica” na AB – o campo de disputa na política pública;  Integração de avaliação das equipes de AB (NASF, AD, Academia da Saúde);  Desafio da integração no SUS – entre os entes federados, na produção de informações em saúde, etc. – diálogo contínuo.
  17. 17. Obrigada !!! Shenia Maria Felicio Felix Gerência Operacional da Atenção Básica GEAS/SES-PB sheniamaria13@gmail. com (83) 3218-7409/ 3218-7424

×