Joao, desporto adaptado

3.110 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
189
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Joao, desporto adaptado

  1. 1. Escola Secundária Martinho Árias 2011/2012
  2. 2. Na possibilidade de escolha do tema, obteipor estudar os atletas com deficiência. No desporto existem várias vertentes como aeducativa, a recreativa, a terapêutica e acompetitiva, sendo todas elas aplicáveis àspessoas com deficiências.
  3. 3. Os portadores de deficiência tiramproveito da prática de desporto: A nível psicomotor, ou seja, namelhoria do controlo e coordenaçãopostural motora: o conhecimento docorpo e das suas restantes capacidadese ainda a nível do desenvolvimento dacondição física, assim como o aumentoda força, da resistência, da velocidade eda flexibilidade.
  4. 4. Ao nível do atleta poderá contribuir para: A estimulação de centros nervosos e de estruturas anatómicas lesadas, que poderá acelerar o processo terapêutico; Potenciar o desenvolvimento cognitivo; Redução dos estados de irritabilidade e agressividade; Produção de uma sensação de bem-estar e equilíbrio; Ajudar no desenvolvimento intelectual; Potenciar a integração social e a qualidade de vida.
  5. 5. Algumas das modalidades do desporto Adaptado:  Atletismo  Natação  Esgrima em cadeira de rodas  Remo  Râguebi em cadeira de rodas  Ténis de Mesa  Basquetebol em cadeira de rodas  Tiro  Futebol de 5  Tiro com arco  Futebol 7  Vela  Goalball  Voleibol  Halterofilismo  Equitação  Judo  Boccia  Ciclismo
  6. 6. Esta modalidade destina-se a atletas com diversos tipos de deficiência tais como, deficiências motoras, visuais e com paralisia cerebral, em ambos os sexos. As provas podem decorrer em pista ou no campo, consoantesejam as corridas de velocidade, de meio-fundo e de fundo, emdistâncias de 100, 200, 400, 800, 1500, 5000 e 10000 metros e aindanas provas de dardo, disco, peso e saltos:em altura, em comprimento e triplo salto)
  7. 7. A modalidade pode ser praticadapor atletas do sexo feminino emasculino com deficiências a nível demembros amputados, paraplégicos oucom paralisia cerebral e podem estarem equipas ou individualmente. As armas utilizadas são a espada, oflorete e o sabre.
  8. 8. O râguebi em cadeira de rodas éum desporto coletivo muito exigente.Está destinado a atletas tetraplégicosdo sexo masculino e feminino. Implica grande contacto físico, àmedida que os atletas tentam passar abola para lá da linha de baliza daequipa adversária.
  9. 9. Nesta modalidade mantêm-se o recinto, as tabelas e abola, tornando-a muitosemelhante à versão jogada pornão deficientes. Difere apenas nomeio de locomoção dosjogadores, que podem serportadores de deficiênciamental, física e motora.
  10. 10. Nesta modalidade um jogo tem aduração de 50 minutos, com duaspartes de 25 minutos e um intervalode 10 minutos. O guarda-redes é umatleta nomo visual ou amblíope.Cada equipa tem cinco jogadores. Abola tem um dispositivo sonoro paraque os atletas a consigam localizar.Existe ainda um guia que orienta osjogadores no modo como seposicionam em campo e para ondedevem lançar a bola.
  11. 11. Sendo um dos desportos maispopulares, é específico para atletascom paralisia cerebral. Segue asregras que são habitualmenteusadas pela FIFA, mas com algumasalterações como por exemplo, ainexistência de "foras de jogo". Ocampo também é adaptado e é demenores dimensões, assim como asbalizas. Cada jogo tem a duração de 60minutos dividida em duas partes de30 minutos cada, com um intervalode 15 minutos.
  12. 12. Específico para cegos eamblíopes, praticado por equipasfemininas e masculinas de trêselementos. A modalidade tem comoobjetivo marcar golo na baliza daequipa adversária arremessandocom a mão uma bola, que contémno seu interior um dispositivosonoro, através do qual os jogadoresconseguem saber a localização dabola. O jogo decorre com doisperíodos de 7 e com um intervalo de4 minutos.
  13. 13. O halterofilismo estádividido em 10 categoriasdiferentes divididas pelopeso corporal. A competição estáaberta a atletas comparalisia cerebral, lesões damedula espinal, amputados(somente amputados dosmembros inferiores).
  14. 14. As competições podem serpraticadas tanto por atletas do sexofeminino como do sexomasculino, portadores de deficiênciamotora e visual. As regras internacionais sãoseguidas, mas com algumasexceções, uma das quais o facto de osatletas, nalgumas provas, poderemescolher se partem da plataforma ou daágua. Para os atletas com deficiência visual utiliza-se uma bastão revestido de esponja para tocar no nadador quando este se aproxima da parede no momento da chegada ou da viragem.
  15. 15. A competição de Remoadaptado está disponível paravários tipos de embarcaçõesonde podem participar atletascom deficiênciavisual, paralisia cerebral edeficiências motoras. As competições sãodisputadas em provas de 1000metros para todas asembarcações.
  16. 16. O ténis de mesa é umamodalidade que pode serjogada por atletas de todos osgrupos de deficiência, à exceçãoda deficiência visual. As competições destamodalidade estão agrupadasem provas de pé ou em cadeirade rodas, e para indivíduos comdeficiência intelectual. Pode serdisputada por atletas de ambosos sexos em pares, equipas ouindividualmente.
  17. 17. Tendo tido origem nosEUA, este jogo rege-se pelasregras tradicionais do ténis. Aúnica diferença entre o ténisem cadeira de rodas e o ténispraticado por não deficientesé que a bola pode tocar duasvezes no campo adversáriosem produzir ponto.
  18. 18. Este desporto põe à prova ascapacidades de precisão, força econcentração. Estando disponível paraatletas com deficiênciasmotoras, comoamputados, lesões da medulaespinal, paralisia cerebral eoutras, pode ainda ser disputadapor equipas ou individualmenteem pé ou em cadeira de rodas. O alvo tem 122 centímetrosde diâmetro e está situado a 70metros de distância do atirador.
  19. 19. Disponível para atletasamputados, com paralisiacerebral, deficiênciavisual, deficiências motorase em cadeira derodas, nesta modalidade osistema de classificaçãobaseia-se em quatrofatores -estabilidade, funçãomanual, mobilidade evisão.
  20. 20. Destinado a pessoas comincapacidade física emobilidade reduzida, estedesporto divide-se em duasmodalidades: de pé e sentado. No voleibol sentado, ocampo tem menordimensão, com 10 metros decomprimento por 6 de largura.
  21. 21. A equitação é um desporto queestá disponível para tos os tipos dedeficiência. As provas são mistas eagrupadas de acordo com os perfisdas capacidades funcionais. Os atletas competem em duasprovas de "dressage", uma provade campeonato de movimentospredefinidos e uma prova livreacompanhada de música. Existeainda uma prova em equipa paratrês ou quatro atletas.
  22. 22. É uma modalidade exclusivapara portadores de paralisiacerebral e deficiênciasmotoras, sendo praticada emcadeira de rodas, em recintosfechados. Este jogo é compostopor dois conjuntos de seis bolascada, um conjunto de corvermelha, outro de cor azul euma bola branca - a bola alvo. Neste jogo o objetivo é aequipa colocar todas as bolas omais perto possível da bola alvo.As bolas podem ser lançadascom a mão ou com o pé.
  23. 23. Dependendo dadeficiência, os atletas utilizamuma bicicleta de dois lugaresadaptadas para propulsãomanual. O programa de competiçõesinclui provas de pista e deestrada para atletas individuais.Para as equipas existem provasde velocidade, perseguiçãoindividual, contrarrelógio dos1000 metros, corridas emestrada e corridas em estradaem contrarrelógio. As provaspodem ser praticadas por atletasdo sexo feminino e masculino.
  24. 24. Em 1948, Ludwing Guttmann organizou uma competiçãodesportiva para combatentes da 2ª Guerra Mundial que tinhamsofrido lesões na coluna vertebral. Quatros anos após esteevento, juntaram-se a estes jogos participantes da Holanda enasceu assim o movimento internacional denominadoParalímpico. Os Jogos Olímpicos para atletas com deficiência foram pelaprimeira vez organizados em 1960, na capital italiana, Roma.
  25. 25. A primeira participação portuguesa foi no ano de 1972 emHeidelberg, com apenas 9 atletas somente para a modalidade debasquetebol em cadeira de rodas. Não conseguiram medalhas. Na XII edição dos Jogos Paraolímpicos, que decorreram emAtenas, decorria o ano de 2004, Portugal conseguiu 12 medalhas, duas deouro, cinco de prata e cinco de bronze. Na ultima edição dos jogos paralímpicos Portugal arrecadou setemedalhas, uma de ouro, quatro de prata e duas de bronze.
  26. 26. As seguintes associações estão destinadas a apoiar os atletas portadores de deficiências. ANDDVIS - Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais; ANDDEMOT - Associação Nacional de Desporto para Deficientes Motores; LPDS - Liga Portuguesa de Desportos para Surdos; ANDDEM - Associação Nacional de Desporto para Deficientes Mentais; PCAND - Paralisia Cerebral - Associação Nacional de Desporto
  27. 27. João Brito11ºB nº172011/2012

×