Moral cristã e caridade

3.372 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.372
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
124
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Premissas: Ler Evangelho: Cap.XV Fora da caridade não há salvação, pg 150 a 154; e Moral, (na “introdução”) e pgs: 28, ,132 a 139, 162 ver caridade pg. 162
  • Deixei ... “umas ás outras AS CRIATURAS”, pois inclui todo meio ambiente ...
  • Moral cristã e caridade

    1. 1. “MORAL CRISTÔ FUNDAMENTAÇÃO nos estudos: “O Evangelho segundo o Espiritismo” Introdução, Cap. I, XIII, XV, XVI” e “O Livro dos Espíritos q.629”.
    2. 2. “MORAL CRISTÔ Objetivo Divulgar o que é a verdadeira Moral cristã, como obtê-la e quais seus benefícios.
    3. 3. Sumário  Introdução  Conceito de Moral  Moral Cristã  Caridade  Caridade Material e Moral  Utilidade do ...  Como aproveitar
    4. 4. Introdução  Allan Kardec inicia o livro “O Evangelho segundo o Espiritismo” propondo uma divisão em 5 partes, as matérias contidas nos Evangelhos:   Os atos comuns da vida do Cristo, os milagres; as predições; as palavras que foram tomadas pela igreja para fundamento de seus dogmas; e o ensino “moral.”  Continua ele: Se as quatro primeiras têm sido objeto de controvérsias; a ultima porém, conservou-se constantemente inatacável.
    5. 5. Introdução  E podemos com certeza afirmar que, se a preocupação com a parte moral tivesse sido prioritária quando da análise dos textos evangélicos, a Humanidade já teria progredido muito mais, e o mundo que habitamos já faria parte dos planos mais evoluídos da criação.  Mas na realidade, qual é o conceito desta tão discutida “moral”?
    6. 6. O que significa “Moral”?  Segundo os dicionários, Moral é o conjunto de regras adquiridas através da cultura, da educação, da tradição e do cotidiano, e que orientam o comportamento humano dentro de uma sociedade. O termo tem origem no Latim “morales” cujo significado é “relativo aos costumes”.  As regras definidas pela moral regulam o modo de agir das pessoas. Está associada aos valores e convenções estabelecidos coletivamente por cada cultura ou por cada sociedade a partir da consciência individual, que distingue o bem do mal, ou a violência dos atos de paz e harmonia.
    7. 7. O que significa “Moral”?  Baseado neste pequeno conceito, vemos que o entendimento do que é moral evolui com o evoluir dos homens, porque o que é um bom costume hoje, pode não ser assim considerado amanhã. Desta forma, moral pode ser entendido como sinônimo de ética, o que para nós, não é verdade. O verdadeiro conceito de moral para nós pode ser dado pelos Espíritos na questão 629 de “O Livro dos Espíritos”:
    8. 8. O que significa “Moral Cristã”?  L.E. no item “Das Leis Morais”:  Questão 629: Que definição se pode dar da moral?  R: “A moral é a regra de bem proceder, isto é, de distinguir o bem do mal. Funda-se na observância da lei de Deus . O homem procede bem quando tudo faz pelo bem de todos, porque então cumpre a lei de Deus .”  Portanto a Moral Cristã está toda baseada no entendimento do que seja Deus, Sua Lei, e na fraternidade decorrida do entendimento real
    9. 9. Cap. XV – Fora da caridade não há salvação O MAIOR MANDAMENTO  4. ... O maior mandamento segundo o próprio Mestre é:  “Amareis o Senhor vosso Deus de todo vosso coração, de toda alma e de todo vosso espírito, acima de todas as coisas”.  E o segundo, que é semelhante a este: “Amareis vosso próximo como a vós mesmos.”  Toda a lei e os profetas estão contidos nesses dois mandamentos. (São Mateus, cap. XXII v.34 a 40) 
    10. 10. O que significa “Moral Cristã”?  Entendido Deus, e sua relação conosco , temos a chave da compreensão de toda a moral cristã. Por isso, a insistência do Mestre para que nos amássemos uns aos outros, resumo de todos os seus ensinamentos. Moral, segundo o Cristo, é ver em primeiro lugar o interesse do próximo, entendendo como tal, todo aquele que precisa de nós, como nos mostra na Parábola do Samaritano, é dizermos não ao personalismo, é trabalhar não pensando no nosso bem estar, mas em
    11. 11. Cap. XV – Fora da caridade não há salvação  “ 3.Toda a moral de Jesus se resume na caridade e na humildade, quer dizer, nas duas virtudes contrárias ao egoísmo e ao orgulho. ... Jesus faz mais do que recomendar a caridade, coloca-a claramente, e em termos explícitos, como a condição absoluta da felicidade eterna.”  Se Ele coloca a caridade no primeiro plano das virtudes, é porque ela encerra, implicitamente, todas as outras: a humildade, a doçura, a benevolência, a indulgencia, a justiça, etc., e porque é a negação absoluta do orgulho e do 
    12. 12. Cap. XV – Fora da caridade não há salvação  A caridade é paciente; é branda e benfazeja; a caridade não é invejosa; não é temerária, nem precipitada; não se enche de orgulho; não é desdenhosa; não cuida de seus interesses; não se melindra, nem se irrita com nada; não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo suporta, tudo crê, tudo espera, tudo sofre.  Agora, estas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade permanecem; mas, dentre elas, a mais excelente é a caridade. (Paulo, 1a Epístola aos
    13. 13. Caridade ... Como praticar ???
    14. 14. Caridade ... Como praticar ???  Lembre-se: o mendigo pode ter sido algum muito próximo seu !!! de hoje parente
    15. 15. Caridade Material e Caridade Moral (Cap.XIII) a material é conhecida, mas cuidado na maneira como doar, para não perder seu valor!!!  Já a caridade moral, que todos podem praticar, que nada custa, materialmente falando, porém, que é a mais difícil de exercer-se.  A caridade moral consiste em se suportarem umas às outras as criaturas* e é o que menos fazeis nesse mundo inferior, onde vos achais, por agora, encarnados:  Grande mérito há, crede-me, em um homem saber calar-se , deixando que fale outro mais tolo do que ele. É um gênero de caridade isso. 
    16. 16. Caridade Material e Caridade Moral (Cap.XIII)  Saber ser surdo quando uma palavra zombeteira se escapa de uma boca habituada a escarnecer, também e caridade moral ;  Não ver o sorriso de desdém com que vos recebem pessoas que, muitas vezes erradamente, se supõem acima de vós, quando na vida espírita, a única real* , estão, não raro, muito abaixo, constitui merecimento, não do ponto de vista da humildade, mas do da caridade, porquanto não dar atenção ao mau proceder de outrem é caridade moral
    17. 17. Caridade Material e Caridade Moral (Cap.XIII) Há mil maneiras se faz a caridade, mesmo quem nada tem pode a praticar.  Podeis fazê-la por pensamentos, por palavras ou por ações:  Por pensamentos, orando pelos pobres abandonados; pelos que morreram sem se acharem sequer em condições de ver a luz. Uma prece feita de coração os alivia !!!  Por palavras, dando aos vossos companheiros alguns bons conselhos, ... aos desesperados mostrar que após a tempestade sempre, sempre vem a bonança!!! 
    18. 18. Caridade Material e Caridade Moral (Cap.XIII) Aos velhos que vos disserem: “É inútil; estou no fim da minha jornada; morrerei como vivi”, dizei:“Deus usa de justiça igual para com todos nós; lembrai-vos dos obreiros da última hora.”  Às crianças já viciadas pelas companhias de que se cercaram e que vão pelo mundo, prestes a sucumbir às más tentações, dizei: “Deus vos vê, meus caros pequenos”, e não vos canseis de lhes repetir essas brandas palavras. Elas acabarão por lhes germinar nas inteligências infantis e, em vez de vagabundos, fareis deles homens. Também isso é caridade. 
    19. 19. Caridade Material e Caridade Moral (Cap.XIII)    “É na caridade que deveis procurar a paz do coração, o contentamento da alma, o remédio para as aflições da vida.” A caridade é a virtude fundamental que deve sustentar todo o edifício das virtudes terrenas. Sem ela não existem as outras. Sem a caridade não há esperança em futuro melhor, não há interesse moral que nos guie; sem a caridade não há fé, pois a fé não é mais do que pura luminosidade que torna brilhante uma alma caridosa. A caridade é, em todos os mundos, a eterna âncora de salvação; é a mais pura emanação do próprio Criador; é a sua própria virtude, dada por Ele à criatura.
    20. 20. Conclusão: Fora da caridade não há salvação Nada exprime com mais exatidão o pensamento de Jesus, nada resume tão bem os deveres do homem, como essa máxima de ordem divina: Caridade.  Não poderia o Espiritismo provar melhor a sua origem, do que apresentando-a como regra, ... Levando-a por guia, nunca o homem se transviará.  Dedicai-vos, assim, meus amigos, a investigar o sentido profundo e as consequências, a descobrir-lhe, por vós mesmos, todas as aplicações. 
    21. 21. Conclusão: Fora da caridade não há salvação Submetei todas as vossas ações ao governo da caridade e a consciência vos responderá.  Escutai-a, que somente bons conselhos ela vos dará. Às vezes, conseguis entorpecê-la, opondo-lhe o espírito do mal. Ela, então, se cala. Ficai certos, porém, de que a pobre escorraçada se fará ouvir, logo que lhe deixardes aperceber-se da sombra do remorso. Ouvi-a, interrogai-a e com frequência vos achareis consolados com o conselho que dela houverdes recebido. 
    22. 22. Conclusão: Fora da caridade não há salvação  Não só ela evitará que pratiqueis o mal, como também fará que pratiqueis o bem, porquanto uma virtude negativa não basta: é necessária uma virtude ativa. Para fazer-se o bem, mister sempre se torna a ação da vontade; para se não praticar o mal, basta as mais das vezes a inércia e a despreocupação.
    23. 23. Conclusão ? Fora da caridade não há salvação  Meus amigos, agradecei a Deus o haver permitido que pudésseis gozar a luz do Espiritismo. Não é que somente os que a possuem hajam de ser salvos; é que, ajudando-vos a compreender os ensinos do Cristo, ela vos faz melhores cristãos. Esforçaivos, pois, para que os vossos irmãos, observando-vos, sejam induzidos a reconhecer que verdadeiro espírita e verdadeiro cristão são uma só e a mesma coisa, dado que todos quantos praticam a caridade são discípulos de Jesus, sem embargo da seita a que pertençam. – Paulo, o
    24. 24. Conclusão: Fora da caridade não há salvação Quando alguém lhe pedir o vestido, dê-lhe também a capa.  Se alguém te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.  Ame o vosso inimigo.  Ore pelo que vos persegue.  Se amardes somente os que vos amam, que galardão havereis?  Faze ao próximo o que desejar que este lhe faça.  Faze isso, e viverás, porque aquele que permanecer na minha palavra será meu discípulo, e conhecereis a verdade, e a verdade vos 
    25. 25. Obrigado !!! Fiquem com Deus
    26. 26. Próximo encontro =  Obsessão (base no L.E. Capitulo IX – Intervenção dos Espíritos no Mundo Corpóreo). Objetivo: explicar a relação entre obsessor e obsidiado, e a necessidade da reforma intima para mudar e melhorar a vibração, repelindo-se destas más interferências.
    27. 27. ..

    ×