Bibliologia Parte 1

370 visualizações

Publicada em

Bibliologia Parte 1

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bibliologia Parte 1

  1. 1. ESCOLA DAS TRIBOS BIBLIOLOGIA
  2. 2. O QUE É ?  “É a disciplina que estuda a Bíblia minuciosamente especialmente quanto à sua origem, inspiração, autoridade e influência.” Bispo Sebastião Elias  “Estuda a estrutura considerando sua divisão, classificação dos livros, capítulos, versículos, particularidades e tema central.” Antônio Gilberto
  3. 3. A NECESSIDADE DAS ESCRITURAS  POR CAUSA DA QUEDA DO HOMEM;  POR CAUSA DO AMOR DE DEUS;  POR CAUSA DA IGREJA;  POR CAUSA DO CRISTÃO INDIVIDUALMENTE.
  4. 4. A ORIGEM DAS ESCRITURAS  A Bíblia fez o seu percurso do oriente para o ocidente e chegou até nós brasileiros. Houve época em que não havia nada escrito, na terra não existia livro escrito. Porém a Bíblia já existia prontinha, completa nos céus. “Para sempre, ó senhor, a tua palavra preexiste no céu”(Sl 119.89).
  5. 5. A BÍBLIA COMO LIVRO  Vem do grego, a língua original do novo Testamento. É derivado do nome que os gregos davam a folha, de papiro preparada para a escrita – “biblos”. Um rolo de papiro de tamanho pequeno era chamado “biblion” e vários destes eram uma “bíblia”. Portanto, literalmente, a palavra bíblia quer dizer, “coleção de livros pequenos”;  É consenso geral entre os doutos no assunto que o nome bíblia foi primeiramente aplicado as Sagradas Escrituras por João Crisóstomo, patriarca de Constantinopla, no século IV.
  6. 6. NOMES COMUNS DA BÍBLIA  O Livros dos Livros;  O Livro por Excelência;  A Revelação de Deus a Humanidade (Cânon);  Escrituras – AT (Mt 21:42);  Sagradas Escrituras – AT (Rm 1:2);  Livro do Senhor (Is 34:16);  A Palavra de Deus (Mc 7:13/ Hb 4:12);  Os Oráculos de Deus (Rm 3:2)
  7. 7. ESTRUTURA DA BÍBLIA  A Bíblia Sagrada tem 66 livros, sendo 39 no Velho Testamento e 27 no Novo Testamento. Ela foi escrita por aproximadamente 40 pessoas num período de aproximadamente 1600 anos;  Ela foi escrita originalmente em três línguas:  Hebraico;  Aramaico;  Grego.
  8. 8. ESTRUTURA DA BÍBLIA A Bíblia Sagrada esta subdividida em 5 pequenas partes:  História;  Poesia;  Profecia;  Evangelhos;  Cartas.
  9. 9. Livros Históricos:  Os livros históricos da Bíblia começam em Gênesis e vai até o livro de Ester, incluindo o livro de Atos que se encontra no Novo Testamento;  A parte histórica da Bíblia aproximadamente 90% se entende como se lê e apenas 10% foi escrito em uma forma simbólica profética;  A parte histórica da Bíblia são os livros que registram a história da criação, a história de Adão e Eva, a história da queda do homem, a história de sansão e Dalila, Davi e Golias , do povo de Israel...
  10. 10. Livros Poéticos: A poesia são livros que foram escritos em uma linguagem poética como:  Jó;  Salmos;  Provérbios;  Cantares ou Cântico dos cânticos;  Eclesiastes.  Desses aproximadamente 85% se entendem como se lê e aproximadamente 15% é uma linguagem simbólica figurativa.
  11. 11. Livros Proféticos:  Envolve o livro de Apocalipse e de Daniel. A parte profética começa em Isaías até Malaquias;  Esse livro profético apresenta-se de uma forma simbólica são carregados de simbolismos;  O livro do apocalipse e de Daniel é o livro, mas difícil de entender e 95% da profecia não se entende como se lê. Os livros históricos e de Poesia se você lê água é água mesmo, se você lê mulher é mulher mesmo, ou seja, entendesse como se lê, mas na profecia não se entende como se lê.
  12. 12. Evangelhos: Os evangelhos são quatros:  Mateus;  Marcos;  Lucas;  João. Esses livros narram a vida de Jesus desde o seu nascimento, seu sacrifício, sua morte, sua ressureição e falam ainda da volta de Jesus. No caso desses livros 85% entendesse como se lê e 15% é o que a Bíblia apresenta como parábolas.
  13. 13. Cartas e Epístolas:  Começa em Romanos e vai até o livro de Judas;  No caso desses livros 90% entendesse como se lê e 10% não.
  14. 14. A INSPIRAÇÃO DAS ESCRITURAS  O uso do termo inspiração tem a finalidade de designar a influência controladora que Deus exerceu sobre os escritores da Bíblia. Tem a ver com a habilidade comunicada pelo Espírito Santo, de receber a mensagem divina e de registrá-la com absoluta exatidão.  O que diferencia a Bíblia dos demais livros do mundo é a sua inspiração divina. É devido à sua inspiração que a Bíblia é chamada A Palavra de Deus.
  15. 15. A Natureza da Inspiração das Escrituras  Ao considerar a natureza da inspiração das Escrituras, atente-se primeiramente para dois conceitos errôneos, porém comuns, conhecidos como: "inspiração mecânica" e "inspiração dinâmica".
  16. 16. Inspiração Mecânica  Segundo este conceito, Deus simplesmente ditava o que os autores humanos dos livros da Bíblia deviam escrever. Estes escritores seriam qual amanuenses do Espírito Santo, registrando seus pensamentos em palavras que Ele escolhia.  As faculdades mentais dos escritores se encontravam em repouso e não contribuíam de forma alguma no conteúdo ou forma dós seus escritos.
  17. 17. A Inspiração Dinâmica  Esta teoria rejeita a ideia duma operação direta do Espírito Santo sobre a produção dos livros da Bíblia, isto é, uma operação que teria como propósito específico a produção desses livros, e põe em seu lugar a ideia duma inspiração geral dos escritores.  Essa inspiração teria sido uma característica permanente dos escritores. Ela não difere em essência, mas somente em grau, da iluminação espiritual do crente em geral.
  18. 18. A Inspiração Orgânica  O termo "orgânico" põe em relevo o fato de que Deus não usou os escritores da Bíblia, no sentido mecânico, como se eles fossem robôs, mas que atuou sobre eles de forma orgânica, em harmonia com as leis do ser interior desses escritores.  Isto é, Deus os usou tal qual eram, com seu caráter e temperamento, seus dons e talentos, sua educação e cultura, seu vocabulário e estilo; iluminou as suas mentes, os impulsionou a escrever, excluindo a influência do pecado sobre suas atividades literárias.
  19. 19. Referências:  OLIVEIRA. Raimundo. As Grandes Doutrinas da Bíblia. Editora vida.  SILVA, Antônio Gilberto. A Bíblia através dos séculos: uma introdução. CDD 1929.  http://www.palavrapreexistente.com.br/interatividade/estudosbiblicos/bibliologia/est udo.asp?sid=1

×