SlideShare uma empresa Scribd logo
PANORAMA DO PENTATEUCO
ORIGEM
BÚSSOLA
LEI
POVO
MOISES
PRINCÍPIOS
 DERIVADA DE DUAS PALAVRAS GREGAS, PENTE, CINCO;
E TEUCHOS, VOLUMES OU LIVROS,
 É APLICADA AOS PRIMEIROS CINCO LIVROS DA BÍBLIA SAGRADA.
 OS JUDEUS DESIGNARAM ESTES LIVROS COMO “OS CINCO
QUINTOS DA LEI”.
 HÁ EVIDÊNCIAS DE QUE ESTA DIVISÃO SEJA TÃO ANTIGA
QUANTO FILO E JOSEFO.
 ESTA É UMA DIVISÃO NATURAL E DERIVA DO SEU AUTOR MOISÉS.
 NO AT HEBRAICO, O PENTATEUCO É DESIGNADO COMO TORÁ (LEI),
 ELEMENTO FUNDAMENTAL PARA A FORMAÇÃO DE UM POVO E
DE TRÊS RELIGIÕES
 O PENTATEUCO É A TOTALIDADE DA LEI DIVINA
ETIMOLOGIA/DESIGNAÇÃO
COSMOVISÃO FILOSÓFICA DA OBRA
Segundo o Dicionário das Obras Políticas (CHATELET,
DUHANEL, PISIER,1993, P. 827) à Moisés se atribui,
nas tradições judaica, cristã e mulçumana, a autoria do
Pentateuco – que seria, portanto, a maior e a mais
essencial referência a três universos espirituais – o
judaísmo, o cristianismo e o islamismo.
As leis enunciadas por Moisés, no conjunto de sua obra,
servem de referência à denúncia profética do poder dos
reis, dos príncipes e dos religiosos corrompidos.
FORMAÇAO SOCIAL DO POVO DE ISRAEL!
GREGOS = Pentateuco
HEBREUS = Torá
TORÁ = “A LEI” o termo foi
tomado da matéria central, com
significado associado ao
“ensinamento, instrução”.
•Também é “usado quando se
deseja salientar a importância
do conceito judaico de
conteúdo legal” (ALMEIDA,
1987 p.149).
• Tantos gregos, como
hebreus dividiram o
Pentateuco em cinco
livros, todos
localizados no
Antigo Testamento:
Gênesis
Êxodo
Levítico
Números
 Deuteronômio.
Recontar a graça de Deus ao transformar Israel em uma
nação, e ao dar a ela sua lei. Assim, a obra começa com a
criação do mundo, e traça a história da humanidade
enfatizando a formação da nação teocrática, e relatando
sua história até o ponto em que esteve pronta a entrar na
Terra Prometida. Contém os Dez Mandamentos e a
legislação relacionada ao Tabernáculo, sacrifícios, sacer
dócio. O Pentateuco é uma unidade,
todos os livros se entrelaçam.
O PROPÓSITO DO PENTATEUCO:
A ENFASE DE DEUS:
 Gênesis – Preparação do regulamento da nação de
Israel.
 Êxodo – Inauguração e legislação da nação de Israel.
 Levítico – Organização espiritual da nação de Israel.
 Números – Organização política da nação de Israel.
 Deuteronômio – Reorganização da nação de Israel para a
vida em Canaã.
A ENFASE DE DEUS:
 Gênesis – Preparação do regulamento da nação de
Israel.
 Êxodo – Inauguração e legislação da nação de
Israel.
 Levítico – Organização espiritual da nação de
Israel.
 Números – Organização política da nação de
Israel.
 Deuteronômio – Reorganização da nação de Israel
para a vida em Canaã.
O PENTATEUCO
(Torá para os judeus)
GÊNESES Narra as origens do universo e do gênero humano até à
formação paulatina do povo de Israel na sua estada no Egito.
ÊXODO
Narra a saída dos israelitas do Egito, conduzidos por Moisés aos
pés do Sinai, para aí receberem de Deus a sua lei religiosa e civil e
se constituírem, por meio de um pacto sagrado, em peculiar "povo
de Deus (YAHWÉ ou Jeová).".
LEVÍTICO Regula o culto religioso à maneira de ritual,
dirigido especialmente aos levitas, que formavam
o clero consagrado ao serviço do santuário.
NÚMEROS
Trata do recenseamento do povo contido na primeira parte, estendendo-se,
depois, em referir fatos e providências legislativas correspondentes aos
cerca de 40 anos de vida nômade no deserto da península do Monte Sinai.
DEUTERONÔMIO
A “segunda lei”, emanada pelo fim da jornada no deserto, foi escrito
quando Moisés retoma a legislação precedente para adaptá-la às novas
condições de vida sedentária, em que o povo viria a se encontrar com a
conquista iminente da Palestina (Terra de Canaã = A Terra Prometida).
DIVISÃO:
A autoria dos livros do
Pentateuco é atribuída,
pela cultura judaico-
cristã, e pela
tradicição, ao patriarca
hebreu. (Através da
inspriração e da
história oral.Moisés
(em hebraico Moshê
ben Amram).
“Tendo o menino crescido, ela o levou à filha do faraó, que o
adotou e lhe deu o nome de Moisés, dizendo: "Porque eu o tirei
das águas”. (EX 2:10).
AUTOR:
 Relata a criação do mundo e do homem, a queda do
homem no pecado e sua expulsão do paraíso, além da
rápida expansão do pecado (Babilônia –
Nirrode/Marduque) que exigiu a destruição do homem
pelo dilúvio. Em Noé, a raça manteve-se viva, e houve
um novo começo. Mais uma vez, entretanto, a
corrupção e a fraqueza tornaram-se poderosas, de
forma que era necessário que Deus chamasse seu
povo para ficar separado do mundo pecador. Isto foi
feito na chamada de Abraão para deixar Ur dos
Caldeus e ser o pai da fé. Génesis relata sua
obediência e suas peregrinações, mostrando que até
com os fracos Deus permanece fiel à sua promessa de
salvação. (Etimologia = Origem)
GÉNESIS: O LIVRO DAS ORIGENS
 O livro começa com os descendentes de Jacó no Egito,
e como foram libertados poderosamente, sob a
liderança de MOISÉS. Relata como Deus os constituiu
uma nação no monte Sinai, dando os Dez
Mandamentos ( Êxodo 20) e ratificando a aliança.
Foram ordenados os detalhes para o levantamento do
Tabernáculo, para que Deus pudesse, então, habitar no
meio do seu povo.
ÊXODO: DE ESCRAVISADOS A LIVRES
 Mostra as várias leis que requisitavam adoração. Os
sacrifícios foram exigidos, porque a corrupção que
separa o homem de Deus deve ser removida, e a
comunhão entre Deus e o homem deve ser restaurada.
Números relata as disposições do acampamento, os
preparativos para a partida e as peregrinações do povo
do Sinai às planícies de Moabe. Lívro teocrático e de
caráter legislativo
LEVÍTICO: SERVINDO JUNTO AO ALTAR
Apresenta:
o ritual dos sacrifícios;
as normas que diferenciam o puro do impuro;
a lei da santidade; e
o calendário religioso judaico entre outras normas e
legislações que regulariam a religião.
NÚMEROS: OS CENSOS
 Explica que Moisés se dedicou a registrar cada
sitio onde os hebreus acampavam (tanto os
oásis quanto os acampamentos).
 As palavras finais do livro indicam ser ele o
escritor do relato, conforme verso 13 do seu
último capítulo. (Números 36:13, ALMEIDA,
1987, p. 184).
 Estas descrições tão antigas chegaram até os
dias atuais, intactas.
• Do hebraico “Bamidba” ou “No Ermo”, em latim “Numeri”, é o quarto
livro da Bíblia.
• Possui 36 capítulos e recebe esse nome por causa dos censos
relatados. A época da escrita, por volta de 1470 a.c.
FONTE: (http://pt.wikipedia.org/wiki/Pentateuco).
 Possui os últimos discursos de Moisés à
nação e prepara o povo para a entrada
em Canaã, O livro é distribuído na forma
de um documento da aliança. Em
Deuteronômio Moisés ensina a lei e seus
príncipios mais uma vez e, desta vez,
para a nova geração que nasceu no
deserto. Chamada de 2ª lei.
DEUTERONÔMIO: DE VOLTA A LEI
DEUTERONÔMIO:
"AMARÁS AO SENHOR TEU DEUS DE TODO O TEU
CORAÇÃO, DE TODA A TUA ALMA, E COM TODO O TEU
ENTENDIMENTO" (DT 6:5, ALMEIDA, 1987 P. 192).
• Traz importantes leis e regulamentos sanitárias e
nutricionais.
Ex.: Circuncisão, banhar-se antes de entrar no templo.
Levítico capítulos 11 a 15 e 18 (ALMEIDA, 1987, p. 113-
124).
OS LIVROS DO PENTATEUCO:
Os nomes dos livros foram
dados pela chamada
Septuaginta (palavra latina que
significa setenta) – que é o nome
de uma tradução da Torá para o
idioma grego feita no século
IIIa.c., encomendada por
Ptolomeu II, rei do Egito, para
ilustrar a recém-inaugurada
Biblioteca de Alexandria.
Septuaginta é o nome da versão da Bíblia hebraica para o grego koiné onde 70 judeus
trabalharam nela, é a mais antiga tradução da bíblia hebraica para o grego
VULGATA é a tradução para o latim da Bíblia, escrita entre fins do século IV início do
século V, por São Jerónimo, a pedido do bispo Dâmaso I,
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pentateuco
BIBLIOGRAFIA
• CHATELÊT, François.; DUHANEL, Olivier.; PISIER, Evelyne. Dicionário das
Obras Políticas . 2ª ED. São Paulo: Civilização Brasileira, 1993.
• ALMEIDA, João Ferreira. A BIBLIA SAGRADA, ed.65, revista e corrigida. Rio
de Janeiro: Imprensa Bíblica Brasileira, 1987.
• William G. Dever, Who were the early israelites?, William B. Eerdmans
Publishing Co., Grand Rapids, MI (2003).
• Neil A. Silberman et al., A Bíblia Desenterrada, Simon e Schuster, New York
(2001).
• Pfeiffer, C. F et al, Dicionário Wycliffe: 2 ed, CPAD: Rio de Janeiro,
2007
Panorama do pentateuco

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do AT - Números
Panorama do AT - NúmerosPanorama do AT - Números
Panorama do AT - Números
Respirando Deus
 
Profetas menores lição 1
Profetas menores   lição 1 Profetas menores   lição 1
Profetas menores lição 1
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Deuteronomio 1
Deuteronomio 1Deuteronomio 1
Deuteronomio 1
Elisa Schenk
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
Sergio Silva
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01
Pastor W. Costa
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
Respirando Deus
 
Os Quatro Evangelhos
Os Quatro EvangelhosOs Quatro Evangelhos
Os Quatro Evangelhos
Michele L D Pain
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Erivelton Rodrigues Nunes
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
GEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTO
GEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTOGEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTO
GEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTO
RODRIGO FERREIRA
 
Bibliologia
BibliologiaBibliologia
Bibliologia
CursosTeologicos
 
4 aula profetas menores
4 aula profetas menores4 aula profetas menores
4 aula profetas menores
RODRIGO FERREIRA
 
7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Cronologia Bíblica do Antigo Testamento
Cronologia Bíblica do Antigo TestamentoCronologia Bíblica do Antigo Testamento
Cronologia Bíblica do Antigo Testamento
Amor pela EBD
 
Profetas maiores e menores
Profetas maiores e menoresProfetas maiores e menores
Profetas maiores e menores
Paulo Ferreira
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Livros Históricos
Livros  HistóricosLivros  Históricos
Livros Históricos
Moisés Sampaio
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
Moisés Sampaio
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Mais procurados (20)

Panorama do AT - Números
Panorama do AT - NúmerosPanorama do AT - Números
Panorama do AT - Números
 
Profetas menores lição 1
Profetas menores   lição 1 Profetas menores   lição 1
Profetas menores lição 1
 
Deuteronomio 1
Deuteronomio 1Deuteronomio 1
Deuteronomio 1
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
 
Os Quatro Evangelhos
Os Quatro EvangelhosOs Quatro Evangelhos
Os Quatro Evangelhos
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
 
GEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTO
GEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTOGEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTO
GEOGRAFIA BÍBLICA - ANTIGO TESTAMENTO
 
Bibliologia
BibliologiaBibliologia
Bibliologia
 
4 aula profetas menores
4 aula profetas menores4 aula profetas menores
4 aula profetas menores
 
7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico7. O Livro de Levítico
7. O Livro de Levítico
 
Cronologia Bíblica do Antigo Testamento
Cronologia Bíblica do Antigo TestamentoCronologia Bíblica do Antigo Testamento
Cronologia Bíblica do Antigo Testamento
 
Profetas maiores e menores
Profetas maiores e menoresProfetas maiores e menores
Profetas maiores e menores
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
 
Livros Históricos
Livros  HistóricosLivros  Históricos
Livros Históricos
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 

Destaque

Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Tsushya marco
 
O pentateuco
O pentateucoO pentateuco
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Rebeca Reynaud
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Rogério Nunes
 
05 el pentateuco
05 el pentateuco05 el pentateuco
05 el pentateuco
keomiguel
 
Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3
Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3
Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3
ibmpa
 
El Pentateuco
El PentateucoEl Pentateuco
El Pentateuco
antso
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
Ricardo Gondim
 
Introdução pentateuco
Introdução pentateucoIntrodução pentateuco
Introdução pentateuco
Dilean Melo
 
LIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINALIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
2º Aula do Pentateuco
2º Aula do Pentateuco2º Aula do Pentateuco
2º Aula do Pentateuco
Jefferson Evangelista
 
Lição 1 - gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015
Lição 1 -  gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015Lição 1 -  gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015
Lição 1 - gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015
Andrew Guimarães
 
Pentateuco 1 introducción
Pentateuco 1 introducciónPentateuco 1 introducción
Pentateuco 1 introducción
Sor Blanquita HMSS
 
Aula 1 - Gênesis
Aula 1 - GênesisAula 1 - Gênesis
Aula 1 - Gênesis
ibrdoamor
 
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
Robson Tavares Fernandes
 
3º Aula do Pentateuco
3º Aula do Pentateuco3º Aula do Pentateuco
3º Aula do Pentateuco
Jefferson Evangelista
 
Aula de introdução a pentateuco II
Aula de introdução a pentateuco IIAula de introdução a pentateuco II
Aula de introdução a pentateuco II
Dyogo E Cris
 
5º Aula do Pentateuco
5º Aula do Pentateuco5º Aula do Pentateuco
5º Aula do Pentateuco
Jefferson Evangelista
 
4º Aula do Pentateuco
4º Aula do Pentateuco4º Aula do Pentateuco
4º Aula do Pentateuco
Jefferson Evangelista
 
CONOCIENDO LA BIBLIA: EL PENTATEUCO
CONOCIENDO  LA BIBLIA: EL  PENTATEUCO CONOCIENDO  LA BIBLIA: EL  PENTATEUCO
CONOCIENDO LA BIBLIA: EL PENTATEUCO
SANDRO UBALDE VILCA
 

Destaque (20)

Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
O pentateuco
O pentateucoO pentateuco
O pentateuco
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
05 el pentateuco
05 el pentateuco05 el pentateuco
05 el pentateuco
 
Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3
Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3
Síntesis del antiguo testamento - Pentateuco 3
 
El Pentateuco
El PentateucoEl Pentateuco
El Pentateuco
 
Aula 2 - Pentateuco
Aula 2 - PentateucoAula 2 - Pentateuco
Aula 2 - Pentateuco
 
Introdução pentateuco
Introdução pentateucoIntrodução pentateuco
Introdução pentateuco
 
LIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINALIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 01 - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
 
2º Aula do Pentateuco
2º Aula do Pentateuco2º Aula do Pentateuco
2º Aula do Pentateuco
 
Lição 1 - gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015
Lição 1 -  gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015Lição 1 -  gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015
Lição 1 - gênesis, o livro da criação - 4ª Trimestre de 2015
 
Pentateuco 1 introducción
Pentateuco 1 introducciónPentateuco 1 introducción
Pentateuco 1 introducción
 
Aula 1 - Gênesis
Aula 1 - GênesisAula 1 - Gênesis
Aula 1 - Gênesis
 
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
 
3º Aula do Pentateuco
3º Aula do Pentateuco3º Aula do Pentateuco
3º Aula do Pentateuco
 
Aula de introdução a pentateuco II
Aula de introdução a pentateuco IIAula de introdução a pentateuco II
Aula de introdução a pentateuco II
 
5º Aula do Pentateuco
5º Aula do Pentateuco5º Aula do Pentateuco
5º Aula do Pentateuco
 
4º Aula do Pentateuco
4º Aula do Pentateuco4º Aula do Pentateuco
4º Aula do Pentateuco
 
CONOCIENDO LA BIBLIA: EL PENTATEUCO
CONOCIENDO  LA BIBLIA: EL  PENTATEUCO CONOCIENDO  LA BIBLIA: EL  PENTATEUCO
CONOCIENDO LA BIBLIA: EL PENTATEUCO
 

Semelhante a Panorama do pentateuco

5 deuteronomio
5 deuteronomio5 deuteronomio
5 deuteronomio
PIB Penha
 
Panorama do at 1 Ensinai
Panorama do at 1 EnsinaiPanorama do at 1 Ensinai
Panorama do at 1 Ensinai
Lisanro Cronje
 
14 ise - levítico - números - deuteronômio
14   ise - levítico - números - deuteronômio14   ise - levítico - números - deuteronômio
14 ise - levítico - números - deuteronômio
Léo Mendonça
 
5 deuteronomio
5 deuteronomio5 deuteronomio
5 deuteronomio
Pib Penha
 
1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx
1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx
1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx
Tiago Silva
 
B ibliologia
B ibliologiaB ibliologia
B ibliologia
Jose Rodrigues
 
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptxO LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
Pr Joilson Rocha
 
As três mensagens angélicas
As três mensagens angélicasAs três mensagens angélicas
As três mensagens angélicas
Bruno Da Montanha
 
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptxAula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
RobertoAndrade392043
 
PANORAMA_DO_AT_1.ppt
PANORAMA_DO_AT_1.pptPANORAMA_DO_AT_1.ppt
PANORAMA_DO_AT_1.ppt
Lisanro Cronje
 
Dispensação da lei.pptx
Dispensação da lei.pptxDispensação da lei.pptx
Dispensação da lei.pptx
SamyraAlves3
 
Lição 1 deus dá sua lei ao povo de israel
Lição 1   deus dá sua lei ao povo de israelLição 1   deus dá sua lei ao povo de israel
Lição 1 deus dá sua lei ao povo de israel
Adriano Pascoa
 
EEPOAD - Pentateuco
EEPOAD - PentateucoEEPOAD - Pentateuco
EEPOAD - Pentateuco
Jamerson Maia
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
LIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
LIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELLIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
LIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
Lourinaldo Serafim
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Alex Gotardi
 
(01) introdução bibliográfica
(01) introdução bibliográfica(01) introdução bibliográfica
(01) introdução bibliográfica
UNIÃO CRISTÃ
 
Apostila de bibliologia
Apostila de bibliologiaApostila de bibliologia
Apostila de bibliologia
Antonio Rodrigues
 
panorama velho testamento o inico de tudo.pptx
panorama velho testamento o inico de tudo.pptxpanorama velho testamento o inico de tudo.pptx
panorama velho testamento o inico de tudo.pptx
Márcio Azevedo
 
panoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdf
panoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdfpanoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdf
panoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdf
bpclaudio11
 

Semelhante a Panorama do pentateuco (20)

5 deuteronomio
5 deuteronomio5 deuteronomio
5 deuteronomio
 
Panorama do at 1 Ensinai
Panorama do at 1 EnsinaiPanorama do at 1 Ensinai
Panorama do at 1 Ensinai
 
14 ise - levítico - números - deuteronômio
14   ise - levítico - números - deuteronômio14   ise - levítico - números - deuteronômio
14 ise - levítico - números - deuteronômio
 
5 deuteronomio
5 deuteronomio5 deuteronomio
5 deuteronomio
 
1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx
1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx
1-pentateucolies1e2-151027193716-lva1-app6892.pptx
 
B ibliologia
B ibliologiaB ibliologia
B ibliologia
 
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptxO LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
 
As três mensagens angélicas
As três mensagens angélicasAs três mensagens angélicas
As três mensagens angélicas
 
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptxAula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
Aula 01_INTRODUÇÃO AO LIVRO DE PENTATEUCO E GÊNESIS.pptx
 
PANORAMA_DO_AT_1.ppt
PANORAMA_DO_AT_1.pptPANORAMA_DO_AT_1.ppt
PANORAMA_DO_AT_1.ppt
 
Dispensação da lei.pptx
Dispensação da lei.pptxDispensação da lei.pptx
Dispensação da lei.pptx
 
Lição 1 deus dá sua lei ao povo de israel
Lição 1   deus dá sua lei ao povo de israelLição 1   deus dá sua lei ao povo de israel
Lição 1 deus dá sua lei ao povo de israel
 
EEPOAD - Pentateuco
EEPOAD - PentateucoEEPOAD - Pentateuco
EEPOAD - Pentateuco
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
LIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
LIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELLIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
LIÇÃO 01 – DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
(01) introdução bibliográfica
(01) introdução bibliográfica(01) introdução bibliográfica
(01) introdução bibliográfica
 
Apostila de bibliologia
Apostila de bibliologiaApostila de bibliologia
Apostila de bibliologia
 
panorama velho testamento o inico de tudo.pptx
panorama velho testamento o inico de tudo.pptxpanorama velho testamento o inico de tudo.pptx
panorama velho testamento o inico de tudo.pptx
 
panoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdf
panoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdfpanoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdf
panoramavelhotestamentooinicodetudo-221023024210-914436a2.pdf
 

Mais de Paulo Ferreira

Homilética arte de pregar
Homilética   arte de pregar Homilética   arte de pregar
Homilética arte de pregar
Paulo Ferreira
 
Sexo agora
Sexo agoraSexo agora
Sexo agora
Paulo Ferreira
 
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotasIdentidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Paulo Ferreira
 
Liderança cristã - Conversa com a Igreja
Liderança cristã - Conversa com a IgrejaLiderança cristã - Conversa com a Igreja
Liderança cristã - Conversa com a Igreja
Paulo Ferreira
 
Adorar
AdorarAdorar
Políticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISAPolíticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISA
Paulo Ferreira
 
Políticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISAPolíticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISA
Paulo Ferreira
 

Mais de Paulo Ferreira (7)

Homilética arte de pregar
Homilética   arte de pregar Homilética   arte de pregar
Homilética arte de pregar
 
Sexo agora
Sexo agoraSexo agora
Sexo agora
 
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotasIdentidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
 
Liderança cristã - Conversa com a Igreja
Liderança cristã - Conversa com a IgrejaLiderança cristã - Conversa com a Igreja
Liderança cristã - Conversa com a Igreja
 
Adorar
AdorarAdorar
Adorar
 
Políticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISAPolíticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISA
 
Políticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISAPolíticas Educacionais Globais - PISA
Políticas Educacionais Globais - PISA
 

Último

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (18)

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 

Panorama do pentateuco

  • 2.  DERIVADA DE DUAS PALAVRAS GREGAS, PENTE, CINCO; E TEUCHOS, VOLUMES OU LIVROS,  É APLICADA AOS PRIMEIROS CINCO LIVROS DA BÍBLIA SAGRADA.  OS JUDEUS DESIGNARAM ESTES LIVROS COMO “OS CINCO QUINTOS DA LEI”.  HÁ EVIDÊNCIAS DE QUE ESTA DIVISÃO SEJA TÃO ANTIGA QUANTO FILO E JOSEFO.  ESTA É UMA DIVISÃO NATURAL E DERIVA DO SEU AUTOR MOISÉS.  NO AT HEBRAICO, O PENTATEUCO É DESIGNADO COMO TORÁ (LEI),  ELEMENTO FUNDAMENTAL PARA A FORMAÇÃO DE UM POVO E DE TRÊS RELIGIÕES  O PENTATEUCO É A TOTALIDADE DA LEI DIVINA ETIMOLOGIA/DESIGNAÇÃO
  • 3. COSMOVISÃO FILOSÓFICA DA OBRA Segundo o Dicionário das Obras Políticas (CHATELET, DUHANEL, PISIER,1993, P. 827) à Moisés se atribui, nas tradições judaica, cristã e mulçumana, a autoria do Pentateuco – que seria, portanto, a maior e a mais essencial referência a três universos espirituais – o judaísmo, o cristianismo e o islamismo. As leis enunciadas por Moisés, no conjunto de sua obra, servem de referência à denúncia profética do poder dos reis, dos príncipes e dos religiosos corrompidos. FORMAÇAO SOCIAL DO POVO DE ISRAEL!
  • 4. GREGOS = Pentateuco HEBREUS = Torá TORÁ = “A LEI” o termo foi tomado da matéria central, com significado associado ao “ensinamento, instrução”. •Também é “usado quando se deseja salientar a importância do conceito judaico de conteúdo legal” (ALMEIDA, 1987 p.149). • Tantos gregos, como hebreus dividiram o Pentateuco em cinco livros, todos localizados no Antigo Testamento: Gênesis Êxodo Levítico Números  Deuteronômio.
  • 5. Recontar a graça de Deus ao transformar Israel em uma nação, e ao dar a ela sua lei. Assim, a obra começa com a criação do mundo, e traça a história da humanidade enfatizando a formação da nação teocrática, e relatando sua história até o ponto em que esteve pronta a entrar na Terra Prometida. Contém os Dez Mandamentos e a legislação relacionada ao Tabernáculo, sacrifícios, sacer dócio. O Pentateuco é uma unidade, todos os livros se entrelaçam. O PROPÓSITO DO PENTATEUCO:
  • 6. A ENFASE DE DEUS:  Gênesis – Preparação do regulamento da nação de Israel.  Êxodo – Inauguração e legislação da nação de Israel.  Levítico – Organização espiritual da nação de Israel.  Números – Organização política da nação de Israel.  Deuteronômio – Reorganização da nação de Israel para a vida em Canaã.
  • 7. A ENFASE DE DEUS:  Gênesis – Preparação do regulamento da nação de Israel.  Êxodo – Inauguração e legislação da nação de Israel.  Levítico – Organização espiritual da nação de Israel.  Números – Organização política da nação de Israel.  Deuteronômio – Reorganização da nação de Israel para a vida em Canaã.
  • 8. O PENTATEUCO (Torá para os judeus) GÊNESES Narra as origens do universo e do gênero humano até à formação paulatina do povo de Israel na sua estada no Egito. ÊXODO Narra a saída dos israelitas do Egito, conduzidos por Moisés aos pés do Sinai, para aí receberem de Deus a sua lei religiosa e civil e se constituírem, por meio de um pacto sagrado, em peculiar "povo de Deus (YAHWÉ ou Jeová).". LEVÍTICO Regula o culto religioso à maneira de ritual, dirigido especialmente aos levitas, que formavam o clero consagrado ao serviço do santuário. NÚMEROS Trata do recenseamento do povo contido na primeira parte, estendendo-se, depois, em referir fatos e providências legislativas correspondentes aos cerca de 40 anos de vida nômade no deserto da península do Monte Sinai. DEUTERONÔMIO A “segunda lei”, emanada pelo fim da jornada no deserto, foi escrito quando Moisés retoma a legislação precedente para adaptá-la às novas condições de vida sedentária, em que o povo viria a se encontrar com a conquista iminente da Palestina (Terra de Canaã = A Terra Prometida). DIVISÃO:
  • 9. A autoria dos livros do Pentateuco é atribuída, pela cultura judaico- cristã, e pela tradicição, ao patriarca hebreu. (Através da inspriração e da história oral.Moisés (em hebraico Moshê ben Amram). “Tendo o menino crescido, ela o levou à filha do faraó, que o adotou e lhe deu o nome de Moisés, dizendo: "Porque eu o tirei das águas”. (EX 2:10). AUTOR:
  • 10.  Relata a criação do mundo e do homem, a queda do homem no pecado e sua expulsão do paraíso, além da rápida expansão do pecado (Babilônia – Nirrode/Marduque) que exigiu a destruição do homem pelo dilúvio. Em Noé, a raça manteve-se viva, e houve um novo começo. Mais uma vez, entretanto, a corrupção e a fraqueza tornaram-se poderosas, de forma que era necessário que Deus chamasse seu povo para ficar separado do mundo pecador. Isto foi feito na chamada de Abraão para deixar Ur dos Caldeus e ser o pai da fé. Génesis relata sua obediência e suas peregrinações, mostrando que até com os fracos Deus permanece fiel à sua promessa de salvação. (Etimologia = Origem) GÉNESIS: O LIVRO DAS ORIGENS
  • 11.  O livro começa com os descendentes de Jacó no Egito, e como foram libertados poderosamente, sob a liderança de MOISÉS. Relata como Deus os constituiu uma nação no monte Sinai, dando os Dez Mandamentos ( Êxodo 20) e ratificando a aliança. Foram ordenados os detalhes para o levantamento do Tabernáculo, para que Deus pudesse, então, habitar no meio do seu povo. ÊXODO: DE ESCRAVISADOS A LIVRES
  • 12.  Mostra as várias leis que requisitavam adoração. Os sacrifícios foram exigidos, porque a corrupção que separa o homem de Deus deve ser removida, e a comunhão entre Deus e o homem deve ser restaurada. Números relata as disposições do acampamento, os preparativos para a partida e as peregrinações do povo do Sinai às planícies de Moabe. Lívro teocrático e de caráter legislativo LEVÍTICO: SERVINDO JUNTO AO ALTAR Apresenta: o ritual dos sacrifícios; as normas que diferenciam o puro do impuro; a lei da santidade; e o calendário religioso judaico entre outras normas e legislações que regulariam a religião.
  • 13. NÚMEROS: OS CENSOS  Explica que Moisés se dedicou a registrar cada sitio onde os hebreus acampavam (tanto os oásis quanto os acampamentos).  As palavras finais do livro indicam ser ele o escritor do relato, conforme verso 13 do seu último capítulo. (Números 36:13, ALMEIDA, 1987, p. 184).  Estas descrições tão antigas chegaram até os dias atuais, intactas. • Do hebraico “Bamidba” ou “No Ermo”, em latim “Numeri”, é o quarto livro da Bíblia. • Possui 36 capítulos e recebe esse nome por causa dos censos relatados. A época da escrita, por volta de 1470 a.c. FONTE: (http://pt.wikipedia.org/wiki/Pentateuco).
  • 14.  Possui os últimos discursos de Moisés à nação e prepara o povo para a entrada em Canaã, O livro é distribuído na forma de um documento da aliança. Em Deuteronômio Moisés ensina a lei e seus príncipios mais uma vez e, desta vez, para a nova geração que nasceu no deserto. Chamada de 2ª lei. DEUTERONÔMIO: DE VOLTA A LEI
  • 15. DEUTERONÔMIO: "AMARÁS AO SENHOR TEU DEUS DE TODO O TEU CORAÇÃO, DE TODA A TUA ALMA, E COM TODO O TEU ENTENDIMENTO" (DT 6:5, ALMEIDA, 1987 P. 192). • Traz importantes leis e regulamentos sanitárias e nutricionais. Ex.: Circuncisão, banhar-se antes de entrar no templo. Levítico capítulos 11 a 15 e 18 (ALMEIDA, 1987, p. 113- 124).
  • 16. OS LIVROS DO PENTATEUCO: Os nomes dos livros foram dados pela chamada Septuaginta (palavra latina que significa setenta) – que é o nome de uma tradução da Torá para o idioma grego feita no século IIIa.c., encomendada por Ptolomeu II, rei do Egito, para ilustrar a recém-inaugurada Biblioteca de Alexandria. Septuaginta é o nome da versão da Bíblia hebraica para o grego koiné onde 70 judeus trabalharam nela, é a mais antiga tradução da bíblia hebraica para o grego VULGATA é a tradução para o latim da Bíblia, escrita entre fins do século IV início do século V, por São Jerónimo, a pedido do bispo Dâmaso I, Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pentateuco
  • 17. BIBLIOGRAFIA • CHATELÊT, François.; DUHANEL, Olivier.; PISIER, Evelyne. Dicionário das Obras Políticas . 2ª ED. São Paulo: Civilização Brasileira, 1993. • ALMEIDA, João Ferreira. A BIBLIA SAGRADA, ed.65, revista e corrigida. Rio de Janeiro: Imprensa Bíblica Brasileira, 1987. • William G. Dever, Who were the early israelites?, William B. Eerdmans Publishing Co., Grand Rapids, MI (2003). • Neil A. Silberman et al., A Bíblia Desenterrada, Simon e Schuster, New York (2001). • Pfeiffer, C. F et al, Dicionário Wycliffe: 2 ed, CPAD: Rio de Janeiro, 2007