Dons Espirituais 3

185 visualizações

Publicada em

Dons espirituais 3ª aula

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dons Espirituais 3

  1. 1. DONS ESPIRITUAIS Escola das Tribos. 04.10.2015 Aula 09– Dons Espirituais Parte III
  2. 2. DONS DO ESPÍRITO  Qual o propósito principal dos dons do Espírito Santo ? São capacidades espirituais concedidas com o propósito de edificar a Igreja de Deus, por meio da instrução dos crentes e para ganhar novos convertidos. (Ef 4:7-13). Quais são ? Em I Co 12:8-10, Paulo enumera nove desses dons, que podem ser classificados da seguinte maneira :  Saber: Palavra de sabedoria, palavra de conhecimento, palavra de discernimentos; Agir: Fé, operação de milagres e curas; Falar: Profecia, línguas e interpretação. Escola das Tribos. 04.10.2015 Aula 03 – Dons Espirituais.
  3. 3. 6. PROFECIA É a habilidade para transmitir, imediatamente, as instruções de Deus para exortar, edificar e consolar o corpo. É o dom de interpretar a Vontade Divina e o Propósito de Deus. (I Co 14;3) Três finalidades específicas: a) Edificação; b) Exortação; c) Consolação. Escola das Tribos. 04.10.2015 Aula 03 – Dons Espirituais.
  4. 4. 6. PROFECIA Todo e qualquer crente (basta querer e buscar) pode ter em si a operação do dom de profecia, mas nem todos podem compõe o Ministério de Profeta. A Bíblia diz, em At 21:8-11, que Filipe, o Evangelista de Samária, tinha 4 filhas que profetizavam. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  5. 5. 6. PROFECIA A Inspiração manifestada no dom da profecia não está no mesmo patamar da inspiração das Escrituras. Isso está implícito pelo fato de que os crentes são instruídos a provar ou julgar as mensagens proféticas (I Co 14:29). Porque julgá-las ou testá-las ? Uma razão é a possibilidade de o espírito humano confundir suas mensagem com a divina. (Jr 23:16 / Ez 13:2,3). A operação do dom de profecia é tratada em I Ts 5:19,20. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  6. 6. 7. DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS (gr. diakriseis pneumaton) É o poder de distinguir entre as operações do Espírito Santo e as operações de espíritos malignos e enganadores, espírito do homem (I Tm 4:1 ; I Jo 4:1). O dom do discernimento de espíritos serve de ajuda à igreja, para que esta possa distinguir o falso do verdadeiro, para que perceba quando Deus opera por intermédio de um homem, ou quando atua algum “espirito”, um poder estranho, mais do que humano, mas mesmo assim estranho. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  7. 7. 7. DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS Esse dom capacita a “enxergar” e conhecer a verdadeira natureza de uma inspiração. A operação do dom de discernimento pode ser examinada por duas outras provas: a doutrinária (I Jo 4:1-6) e a prática (Mt 7:15-23). A própria ausência desse discernimento de espíritos serve de indicação da natureza estranha de muitos dos “espíritos” que operam entre as igrejas, atualmente. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  8. 8. 7. DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS Observemos pois alguns exemplos da manifestação desse dom: Em I Jo 4:1, Deus nos ordena provar o espírito para saber se veio de Deus; Em I Tm 4:1, a Bíblia nos leciona que se conhece o Espírito que está operando pelos frutos que ele produz; Em II Rs 6:16, vemos o profeta Eliseu discernindo os anjos, que são seres espirituais, em formação de combate por trás dos exércitos da Síria; Em Mt 16:23, vemos Jesus discernindo o espírito do maligno em operação. (Lc 13:16 / Mt 9:24,25); Em At 13:10-11, vemos Paulo discernindo o espírito maligno em operação. (At 16:16- 18). Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  9. 9. 8. VARIEDADE DE LÍNGUAS ( gr. etero gene glosson) O dom de línguas é o poder de falar sobrenaturalmente em uma língua nunca aprendida. Não é a mera capacidade de ser poliglota ou lingüista, mas a capacitação sobrenatural para falar tanto em idiomas que nunca estudou ou conheceu, quanto em línguas estranhas. Tipos de Variedade de Línguas:  Idiomas estrangeiros (At 2:8);  Línguas celestiais, dos anjos (I Co 13:1);  Constituído apenas de “sons” (I Co 14:10-12). Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  10. 10. 8. VARIEDADE DE LÍNGUAS No livro de Atos, as línguas têm propósito transmitir a mensagem cristã aos incrédulos; nesta primeira epístola aos Coríntios, visam à edificação tanto do que fala quanto da igreja (I Co 14:14-17) bem como o louvor a Deus. Línguas para edificação pessoal (Jd v.20); Línguas para interpretação, língua falada para o corpo, para a congregação. Este tipo de língua nem todos falam. (I Co 12:30); Línguas como sinal para o incrédulo (I Co 14:22). Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  11. 11. 9. INTERPRETAÇÃO DE LÍNGUAS ( gr. ermeneia glosson) O propósito do dom de interpretação de línguas, é tornar inteligíveis as expressões de êxtase inspiradas pelo Espírito, as quais foram expressas em uma língua desconhecida da grande maioria presente, pois, ao repetí-las de forma clara e distinta na linguagem usual do povo congregado, ficam disponíveis à compreensão geral de todos. Não é a tradução das línguas, mas a interpretação delas. É tornar o dom de línguas compreensível para que, tanto o que fala em línguas quanto a Igreja possam ser edificados. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  12. 12. 9. INTERPRETAÇÃO DE LÍNGUAS ( gr. ermeneia glosson) Os dons espirituais estão diretamente ligados ao progresso espiritual, à nossa busca, à nossa conformidade com a imagem de Cristo, ao nosso “desejo” de sermos mais perfeitamente usados pelo Espírito Santo. Apliquemos essa regra ao poder espiritual. As operações dos dons em I Co 12:7-10 são biblicamente descritas como manifestações do Espírito. Muitas ações, porém, em geral chamadas de “manifestações”, realmente são reações da pessoa ao movimento do Espírito. Referimo-nos a tais ações como gritar, chorar, levantar as mãos, tremer, arrepiar, pular, rodar, dançar, etc. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais.
  13. 13. Escola das Tribos. 03.10.2015 Aula 03- Dons Espirituais. JONES, Martyn lloyd. Deus o Espírito Santo. Ed. PES. PEARLMAN, Myer. Conhecendo as Doutrinas da Bíblia. Ed. Vida. BRANDÃO, Átila. Cartilha do Batismo no Espírito Santo. Ed. Cruzada Maranata de Evangelização. CHAMPLIN, Russell Norman. O NTI. Ed. Hagnos.

×