18. O Livro de I Crônicas

4.273 visualizações

Publicada em

Curso Visão Panorâmica da Bíblia, lecionado na Igreja Presbiteriana de Dourados, toda quarta-feira, às 19h30' pelo Rev. Ildemar de Oliveira Berbert.

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
423
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

18. O Livro de I Crônicas

  1. 1. I Livro das Crônicas Palavra-chave: “O JUSTO É ABENÇOADO” Escrito Após o ano 538 (450 a 430 a.C)
  2. 2. DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS 12 LIVROS HISTÓRICOS Josué Juízes Rute I e II Samuel I e II Reis I e II Crônicas Esdras Neemias Ester
  3. 3. Autor do livro • Escrito por Esdras, o Sacerdote • Entre 450 e 430 a.C., • Este livro foi dirigido aos exilados que retornavam do Cativeiro da Babilônia • Um livro Eclesiástico e sacerdotal - Exortativo
  4. 4. Esfera de Ação Cerca de 41 anos Este livro é um paralelo de 2 Samuel Focado na história de Davi, um Rei segundo o coração de Deus 1056 a 1015 a.C
  5. 5. PROPÓSITO DO LIVRO • Crônicas foi dirigido aos exilados que retornavam do Cativeiro, • Para mostrando-lhes o passado de seu povo sob a perspectiva do agir de Deus, • com vistas a encorajá-los e também lembrá- los de que precisavam ser fiéis à Aliança, • a fim de que, como povo de Deus, voltassem a experimentar a glória dos dias de Davi.
  6. 6. PROPÓSITO DO LIVRO • Assim, iniciando com a apresentação da genealogia do grande rei de Israel, 1 Crônicas mostra-nos o significado espiritual do reinado do justo rei Davi, e suas consequências – Esperança Messiânica! • I e II Crônicas traz um foco diferente da História do povo de Deus, após a experiência do cativeiro; • A História sob a perspectiva da ação de Deus. • Como você enxerga a sua história?
  7. 7. Versículo-chave do Livro "Tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai, e serve-o de coração íntegro e alma voluntária: porque o SENHOR esquadrinha todos os corações e penetra todos os desígnios do pensamento. Se o buscares, ele deixará achar-se por ti, se o deixares, ele te rejeitará para sempre" ( 28.9).
  8. 8. Esboço do Livro capítulos 1 a 9 Genealogias: De Adão até os que retornaram do cativeiro capítulos 10 a 29 os 33 anos do reinado de Davi sobre Judá e Israel o livro de I Crônicas pode ser dividido em duas partes:
  9. 9. CONTEÚDO DO LIVRO 1. Um Quadro Geral: - 1 e 2 Crônicas (originalmente, um só livro - a divisão ocorreu com a tradução da Septuaginta) cobrem o mesmo período histórico apresentado desde 2 Samuel até 2 Reis. O que os caracteriza é o fato de tratarem do mesmo assunto sob perspectiva diferente. - Os livros de Crônicas apresentam a dinastia davídica do ponto de vista espiritual. - Os outros livros narram a história do ponto de vista político, além de apresentarem também a história do reino do Norte (as Crônicas só apresentam a história do reino do Sul, ou reino de Judá).
  10. 10. CONTEÚDO DO LIVRO 2. Na Cronologia Bíblica - Os livros de Crônicas ocupam o último lugar na sequência dos livros da Bíblia Hebraica. - Assim, as genealogias apresentadas no início de 1 Crônicas são como um preâmbulo à genealogia do Senhor Jesus, o Messias, apresentada no primeiro capítulo de Mateus, o primeiro livro do Novo Testamento!
  11. 11. CONTEÚDO DO LIVRO 3. O Culto no AT – Único Senhor - nos dois livros de Crônicas encontramos a descrição de todo o "aparato" ligado à adoração nos dias do Velho Testamento. Neles, encontramos: o Templo, sacerdotes, levitas, cantores, rituais e, também, o ensino de que a idolatria tem de ser detestada. - Só há verdadeira adoração se o SENHOR for tido como único! "Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra às imagens de escultura" (Is 42.8). Fica bem claro, em ambos os livros, que a prosperidade da nação está ligada à sua fidelidade ao Único que pode ser adorado; e sua desgraça está no desprezo que Lhe for dado.
  12. 12. CONTEÚDO DO LIVRO II Samuel e Reis I Crônicas Escrito antes do cativeiro da Babilônia Escrito depois do cativeiro da Babilônia Escrito por um profeta - Jeremias Escrito por um sacerdote - Esdras Foca o trono dos reis terrestres Foca o trono terrestre (templo) do Rei celeste Tratam dos reis de Judá e Israel Foca os reis de Judá e cita Israel Livros Políticos e régios Livro Eclesiástico e sacerdotal Focam os pecados de Davi e suas lutas familiares Foca o compromisso real de Davi com Deus, sua coragem e integridade Davi e suas estratégias de guerra, o sangue que derramou dos inimigos Mostra a sua preocupação com as coisas de Deus, culminando com o seu desejo de construir o Templo 4. I Crônicas x II Samuel e Reis
  13. 13. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO 1. Por que Uma Repetição? - 1 Crônicas é praticamente uma repetição de 2 Samuel. - Por que, então, lê-lo? Será bom lembrarmos, antes de mais nada, que o fato de algo ser repetido denota a sua importância. - Será, portanto, no mínimo, uma atitude inteligente o fato de não negligenciarmos a leitura e estudo deste livro! - (Dt 6.6,7 e Fp 3.1 mostram-nos o valor da repetição, quando se trata das coisas de Deus!).
  14. 14. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO 2. Por que ler Genealogia? - nove capítulos de genealogias! Coisa cansativa! Para que isso?! - Uma das razões mais preciosas para lermos e estudarmos as genealogias da Bíblia está no fato de que elas mostram-nos o SENHOR em ação, escolhendo e preservando um povo para Si. - Elas são uma prova maravilhosa da fidelidade de Deus à Sua Aliança! Neste caso específico, as genealogias servem para mostrar-nos a semente eleita, da qual viria o Messias, séculos depois!
  15. 15. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO 3. Ensino: Todas as famílias são iguais - outro belo ensino que podemos tirar, estudando genealogias: no fundo, no fundo, todas as famílias da terra são iguais! (Rm 3.23 - “todos pecaram...”). - Em todas as famílias há pessoas dignas, pessoas indignas, e pessoas muito especiais. - Tomemos como exemplo a família de Judá, da qual descendo o Senhor Jesus (cap. 2). Trata-se da família (tribo) mais honrada em toda a Bíblia! Nela encontramos:
  16. 16. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO - Er, o filho mais velho de Judá: "...foi mau aos olhos do SENHOR, pelo que o matou" (2.3). - E temos Onã, irmão de Er, que se recusa obstinadamente a sujeitar-se a um princípio bíblico (no caso, o do levirato, por meio do qual cabia-lhe suscitar um filho de Tamar para manter vivo o nome de seu irmão Er, falecido (Gn 38.8-10). Também morreu em seu pecado. - E mais: temos o próprio Judá prostituindo-se (e caindo numa armadilha! - Gn 38.15-26). - Temos, ainda, Acã, o perturbador de Israel, que pecou na coisa condenada (2.7 / Js 7).
  17. 17. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO - por outro lado, encontramos Etã (2:6), Hemã, Calcol e Dara. Notemos que, quando o Espírito Santo quis exaltar a sabedoria de Salomão, tomou estes quatro homens como base, dizendo que Salomão era ainda mais sábios do que eles! (1 Rs 4.31). Bem diz Pv.10.1: "O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe"! - encontramos Naasom, que foi príncipe dos filhos de Judá! E, claro, Davi, o grande expoente da família, figura do Messias que viria mais tarde! - Assim, até os melhores expoentes de nossas famílias não passam de pecadores carentes da graça e misericórdia do SENHOR! Não há lugar para o chamado "orgulho de família" no reino de Deus!
  18. 18. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO 4. Neste Mundo corremos sempre o risco de sermos mal interpretados: - no capítulo 19.1-6 há uma lição muito interessante, que faremos bem em aprender! - Nossas melhores e mais puras intenções poderão ser mal interpretadas! - Davi desejava demonstrar bondade e consideração por Hanum, o filho do recentemente falecido rei Naás. Todavia, seu gesto foi mal interpretado pelos conselheiros de Hanum, gerando grande dissabor. - Guardemos deste episódio ainda uma outra lição: devemos tomar cuidado com os conselhos que recebemos! Nem sempre são bons.
  19. 19. LIÇÕES ESPIRITUAIS DOS LIVRO 4. O Templo – Zelo do Culto a Deus - Crônicas encerra com os preparativos para a construção e ordem do templo e do culto ao Deus de Israel - encontramos aqui a descrição de todo o "aparato" ligado à adoração nos dias do Velho Testamento. Neles, encontramos: o Templo, sacerdotes, levitas, cantores, rituais e, também, o ensino de que a idolatria tem de ser detestada. - Só há verdadeira adoração se o SENHOR for tido como único! "Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem” – Is.42:8 - Davi morre depois de cumprir a sua missão e escolhe Salomão para reinar em seu lugar – a benção de encaminhar bem nossos filhos – 29:22-30
  20. 20. Cristo de I Crônicas Mensagem Messiânica: • está claramente apresentada em 17.11-14 (aliança davídica). • É verdade que em Salomão parte dessa palavra foi cumprida; porém, na sua totalidade, o seu cumprimento ocorreu tão somente na pessoa do Senhor Jesus, o grande Descendente de Davi, o Messias de Israel. • Davi, a figura do Messias que viria mais tarde! - "...o rei Davi, do qual também, dando testemunho, disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade" (At 13.22). É interessante notarmos que é Davi, um tipo de Jesus, como Rei. – Lc.1:32
  21. 21. Cristo de I Crônicas Mensagem Messiânica: - O conceito a respeito do Povo de Deus e do reino de Deus focado em Davi neste livro, torna-se realidade em Jesus Cristo: - Filho de Davi: Lc.1:32; Rm.1:3; Ap.22:16 - A perfeita obediência da linhagem de Davi: Rm.5:19; Fp.2:8; Hb.5:7-10 - O Trono Eterno de Davi: At.2:33-35; Ef.1:20-23; Fp.3:21; Ap.3:21 - A benção e a vitória final prometida a Davi: Rm.8:37; Ef.4:7-13
  22. 22. I Livro das Crônicas Palavra-chave: “O JUSTO É ABENÇOADO” Escrito Após o cativeiro da Babilônia para encorajar os judeus no retorno para Jerusalém - reconstrução

×