SlideShare uma empresa Scribd logo

Panorama do AT. Poéticos e Proféticos (Aula 3).pdf

Panorama do AT. Poéticos e Proféticos (Aula 3).pdf

1 de 137
Baixar para ler offline
PANORAMA DO ANTIGO
TESTAMENTO. POÉTICOS E
PROFÉTICOS – AULA 03
Curso Básico em Teologia - FAESP
LIVROS
POÉTICOS E
PROFÉTICOS
LIVROS PROFÉTICOS
Estes livros são divididos em duas partes, sendo:
Profetas Maiores: Isaías, Jeremias, Lamentações ou
Lamentações de Jeremias, Ezequiel e Daniel.
Profetas Menores: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas,
Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e
Malaquias.
OSÉIAS
SOBRE A IMPORTÂNCIA DO LIVRO DE OSÉIAS
Esta seção é composta por 12 livros, iniciada pelo profeta
Oséias. Segundo Donald D. Turner vemos as seguintes
informações:
“…Oséias tem sido chamado de ‘O Profeta com o coração
quebrantado’, nesse particular tem ligeira semelhança com
nosso Senhor, cujo coração também muito sofreu…”
OSÉIAS
Tratando sobre o TEMA
deste livro.
TEMA SOBRE OSÉIAS
O tema central deste livro é:
"demonstração do excelente e infalível amor de Deus,
demonstrado também pelo julgamento e restauração de
Seu povo".
OSÉIAS
Tratando sobre a AUTORIA
deste livro.
AUTORIA DE OSÉIAS
Segundo a tradição, Oséias é o autor deste livro. Ele foi um
homem comprometido com Deus, seu chamado e seu povo.
Ele era filho de Beeri, dedicou-se a profetizar para Israel no
reino do norte, 30 anos antes do cativeiro babilônico.
OSÉIAS
Tratando sobre a DATA
deste livro.
DATA DA ESCRITA DE OSÉIAS
O mais provável é que tenha sido entre os anos de 755 e 725 a.C.
e há quem defenda que foi no ano 740 a.C.
OSÉIAS
Tratando sobre o OBJETIVO
deste livro.
OBJETIVO
HISTÓRICO
OBJETIVO HISTÓRICO DE OSÉIAS
Este livro descreve como se deu o chamado final de Deus ao
indiferente Reino do Norte que se encontrava em decadência
espiritual e moral.
O Profeta Oséias denunciou o estado abominável da nação
representado pela infidelidade da esposa do próprio profeta.
OBJETIVO
TEOLÓGICO
OBJETIVO TEOLÓGICO DE OSÉIAS
Oscar F. Reed nos informa o seguinte:
“...A nação abandonou seu marido Yahweh, e desempenhou o
papel de meretriz quando colocou sua confiança nos baalins…”
Com isso encontramos dois pontos principais:
1. O amor divino; e,
2. O conhecimento de Deus.
Deus demonstra seu amor pelo seu povo e espera uma resposta
positiva, ou seja, que seu povo o conheça, confie e descanse
somente nEle.
OSÉIAS
Tratando sobre o Esboço
deste Livro.
ESBOÇOS DO LIVRO DE OSÉIAS
Podemos dividir este livro em 3 partes, sendo elas:
1. A íntima e pessoal experiência do profeta;
2. O pecado de Israel; e,
3. Arrependimento e restauração do povo de Deus.
A ÍNTIMA E
PESSOAL
EXPERIÊNCIA DO
PROFETA
A ÍNTIMA E PESSOAL EXPERIÊNCIA DO PROFETA (1-
3)
Matthew Henry escreveu o seguinte: “o pensamento de Deus é
revelado a este profeta e, através dele, ao povo nos três primeiros
capítulos por sinais e tipos, mas, depois disso, somente pela palavra
falada".
Vemos então os seguintes pontos:
1. O casamento de Oséias com Gômer;
2. O divórcio de Oséias como resultado do adultério; e,
3. A reconciliação e o casamento de Oséias com Gômer.
O PECADO DE
ISRAEL
O PECADO DE ISRAEL (4-13)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. A decadência de Israel;
2. A depravação dos líderes;
3. A retirada da presença de Deus e sua espera por arrependimento;
4. A ausência de misericórdia;
5. O afastamento de Deus;
6. A confiança do povo em falsos deuses;
7. A tragédia do próximo cativeiro;
8. O verdadeiro lugar de refúgio; e,
9. O resultado da idolatria.
O ARREPENDIMENTO
E RESTAURAÇÃO DO
POVO DE DEUS
O ARREPENDIMENTO E RESTAURAÇÃO DO POVO DE
DEUS (14)
Neste contexto vemos os pontos mais importantes, sendo eles:
1. Os meios para receber o renovo de Deus;
2. Deus promete restaurar seu povo; e,
3. A predição do Senhor.
JOEL
JOEL
Mesmo com a finalização da adoração a Baal os judeus não
eliminaram as práticas impuras, por conta disso sobreveio sobre
eles o julgamento de Deus através de Joel.
JOEL
Tratando sobre o TEMA
deste livro.
TEMA SOBRE JOEL
O tema central deste livro se baseia na seguinte frase:
"julgamento e salvação no dia do Senhor".
JOEL
Tratando sobre a AUTORIA
deste livro.
AUTORIA DE JOEL
O nome Joel significa “Javé é Deus”. Ele foi filho de Petuel,
residiu e profetizou em Judá e em Jerusalém, sendo assim ele
mesmo o autor deste livro.
JOEL
Tratando sobre a DATA
deste livro.
DATA DA ESCRITA DE JOEL
A tradição atribui ao ano 825 a.C.
JOEL
Tratando sobre o
OBJETIVO deste livro.
OBJETIVO
HISTÓRICO
OBJETIVO HISTÓRICO DE JOEL
Joel chama o povo ao arrependimento esperando uma
resposta positiva para que pudessem estar protegidos do
julgamento divino.
OBJETIVO
TEOLÓGICO
OBJETIVO TEOLÓGICO DE JOEL
Este livro possui um caráter profético que anuncia a chegada do
"dia do Senhor", no qual Ele dominará os pagãos, libertando
o seu povo para habitar com Ele.
JOEL
Tratando sobre o Esboço
deste Livro.
ESBOÇOS DO LIVRO DE JOEL
Dividiremos este livro em duas partes, sendo elas:
1. Acontecimentos presentes; e,
2. Acontecimentos futuros.
ACONTECIMENTOS
PRESENTES: O DIA
DO SENHOR
ACONTECIMENTOS PRESENTES: O DIA DO SENHOR
(1.1-2.11)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. O dia do Senhor que faz referência a desolação de Sião;
2. A devastação que os gafanhotos trariam;
3. A invasão dos inimigos;
4. O dia do Senhor;
5. Joel convoca o povo ao arrependimento;
6. Bençãos como esperança;
7. A promessa da restauração de bençãos espirituais e terrenas; e,
8. A promessa da vinda do Espírito Santo.
ACONTECIMENTOS
FUTUROS: O DIA DO
SENHOR
ACONTECIMENTOS FUTUROS: O DIA DO SENHOR
(3.1-21)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Faz referência a vinda do Messias;
2. O anúncio da reunião dos exércitos do mundo no Armagedom;
3. O prenúncio do exército do Senhor esmagando os seus inimigos;
e,
4. A presença do Senhor em Sião.
AMÓS
AMÓS
Oscar F. Reed nos informa o seguinte:
“...foi pelos ensinos de Amós e das pessoas depois dele que os
israelitas conseguiram sobreviver ao fim trágico de Israel como
nação e tornar-se o veículo da revelação distintiva de Deus para o
mundo".
AMÓS
Tratando sobre o TEMA
deste livro.
TEMA SOBRE AMÓS
O tema central deste livro é:
"o julgamento de Israel como resultado de sua
corrupção moral e injustiça social"
AMÓS
Tratando sobre a AUTORIA
deste livro.
AUTORIA DE AMÓS
Sobre Amós, Matthew Henry nos informa:
“...ele era como a maioria acredita de Judá no entanto profetizava
principalmente contra Israel e Betel".
Sobre este tópico fica unânime que o autor deste livro é o
próprio profeta.
AMÓS
Tratando sobre a DATA
deste livro.
DATA DA ESCRITA DE AMÓS
Acredita-se que o livro de Amós tenha sido escrito por volta de
760 a.C.
AMÓS
Tratando sobre o
OBJETIVO deste livro.
OBJETIVO
HISTÓRICO
OBJETIVO HISTÓRICO DE AMÓS
O profeta Amós chama atenção da liderança de Israel sobre o
julgamento que aconteceria de forma repentina e inesperada
como fruto das práticas pecaminosas em áreas como a
religião, corrupção nas áreas espiritual, moral e social.
OBJETIVO
TEOLÓGICO
OBJETIVO TEOLÓGICO DE AMÓS
Oscar F. Reed nos informa o seguinte:
“...para Amós, ser escolhido por Deus e zelar pelos detalhes da
adoração eram como canas quebradas, sequer ofereciam a mais
trivial base de garantia do favor divino”.
AMÓS
Tratando sobre o Esboço
deste Livro.
ESBOÇOS DO LIVRO DE AMÓS
Dividiremos este livro em quatro partes, sendo elas:
1. Juízo contra as nações vizinhas;
2. Juízos contra Israel;
3. Visões do juízo contra Israel; e,
4. Promessa de restauração de Israel.
JUÍZO CONTRA AS
NAÇÕES VIZINHAS
JUÍZO CONTRA AS NAÇÕES VIZINHAS (1.1-2.5)
Neste contexto vemos os pontos mais importantes, sendo eles:
1. Julgamento de Síria, Felícia e Fenícia por terem sido cruéis
contra Israel;
2. Julgamento de Edom, Amom e Moabe por terem sido cruéis
contra Israel; e,
3. Deus se volta contra Judá para julgá-la por ter rejeitado Sua lei.
JUÍZOS CONTRA
ISRAEL
JUÍZOS CONTRA ISRAEL (2.6-6.14)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Deus julga a Israel pela ganância social e indiferença religiosa;
2. O Senhor certifica o julgamento;
3. O julgamento é justificado pela indiferença;
4. O julgamento é qualificado pelas reações.
VISÕES DO JUÍZO
CONTRA ISRAEL
VISÕES DO JUÍZO CONTRA ISRAEL (7.1-9.10)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Visão dos gafanhotos;
2. Visão do fogo;
3. Visão do prumo seguido de um interlúdio com protestos do sumo
sacerdote;
4. Visão dos frutos maduros; e,
5. Visão do grupo de destruição do Senhor.
PROMESSA DE
RESTAURAÇÃO DE
ISRAEL
PROMESSA DE RESTAURAÇÃO DE ISRAEL (9.11-15)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
A finalização do livro com uma linda e maravilhosa promessa
relacionada diretamente a vinda do Messias.
OBADIAS
OBADIAS
Este livro demonstra a importante relação mesmo que
desagradável do Povo de Deus e os Edomitas. Sendo a
mensagem deste profeta direcionada exclusivamente contra a
nação de Edom.
OBADIAS
Tratando sobre o TEMA
deste livro.
TEMA SOBRE OBADIAS
O tema central deste livro é:
"o julgamento de Deus contra Edom e a restauração
final de Israel".
OBADIAS
Tratando sobre a AUTORIA
deste livro.
AUTORIA DE OBADIAS
Obadias significa “servo do Senhor” porém pouco se sabe a
respeito deste profeta.
Suas mensagens condenavam o pecado e profetizava sobre a
glória futura do povo de Deus. Temos então uma questão
anônima sobre este tópico.
OBADIAS
Tratando sobre a DATA
deste livro.
DATA DA ESCRITA DE OBADIAS
Armor D. Peisker nos informa o seguinte:
“...É provável que tenha entregado sua mensagem logo em
seguida a queda de Jerusalém diante de Nabucodonosor em 586
a.C.”
OBADIAS
Tratando sobre o
OBJETIVO deste livro.
OBJETIVO
HISTÓRICO
OBJETIVO HISTÓRICO DE OBADIAS
Este livro mostra-nos como Deus trata com pecado de um povo
castigando-o e como Ele recompensa Seu povo quando este
se arrepende. Deus então julga a Edom e recompensa com
restauração Seu povo.
OBJETIVO
TEOLÓGICO
OBJETIVO TEOLÓGICO DE OBADIAS
Este livro retrata o envolvimento de Deus com todos os povos
seja para punir ou para recompensar.
Percebemos com isso que Deus é um ser ativo e participativo
na Sua criação.
OBADIAS
Tratando sobre o Esboço
deste Livro.
ESBOÇOS DO LIVRO DE OBADIAS
Dividiremos este livro em 2 partes, sendo:
1. A humilhação de Edom; e,
2. Promessas feitas a Judá.
A HUMILHAÇÃO DE
EDOM
A HUMILHAÇÃO DE EDOM (1-14)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. O anúncio feito por Obadias contra Edom;
2. O julgamento por causa do orgulho de Edom; e,
3. O julgamento por causa da inimizade entre raças irmãs.
PROMESSAS FEITAS
A JUDÁ
PROMESSAS FEITAS A JUDÁ (15-21)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Refere-se a restauração do futuro dia do Senhor onde todas as
nações serão julgadas;
2. Toda a nação de Edom será destruída; e,
3. Toda terra pertencerá ao Senhor.
JONAS
JONAS
Armor D. Peisker informa o seguinte:
“ler este livro é ver o mundo pelos olhos de Deus. Todos os
indivíduos de todas as nações, de todas as raças são pessoas,
almas, cada uma com um destino eterno…”
JONAS
Tratando sobre o TEMA
deste livro.
TEMA SOBRE JONAS
O tema central deste livro é:
"a grande e impressionante extensão da misericórdia
de Deus em contraste com a obstinação de Jonas".
JONAS
Tratando sobre a AUTORIA
deste livro.
AUTORIA DE JONAS
Jonas significa “pomba” e foi enviado pelo Senhor com a
missão de entregar uma dura mensagem ao povo de Nínive.
Sendo assim a tradição defende que Jonas foi o autor deste
livro.
JONAS
Tratando sobre a DATA
deste livro.
DATA DA ESCRITA DE JONAS
A profecia de Jonas se deu no Reinado de Jeroboão II (793-
753 a.C), e o episódio de Nínive se deu em torno de 765 a.C
tendo a esta data como escrita deste livro.
JONAS
Tratando sobre o
OBJETIVO deste livro.
OBJETIVO
HISTÓRICO
OBJETIVO HISTÓRICO DE JONAS
Stanley Ellisen nos informa o seguinte:
“seu objetivo histórico e duradouro era declarar a universalidade
tanto do julgamento quanto da graça divina…”
OBJETIVO
TEOLÓGICO
OBJETIVO TEOLÓGICO DE JONAS
Armor D. Peisker nos informa o seguinte:
“Jonas foi insensível, vingativo, nacionalista e implacavelmente
soberbo, que prende sua fé no peito, enquanto Deus procura fazer
com que ele a compartilhe de acordo com seu propósito mais
amplo de Redenção…”
JONAS
Tratando sobre o Esboço
deste Livro.
ESBOÇOS DO LIVRO DE JONAS
Dividiremos este livro em 4 partes, sendo:
1. A rebeldia do profeta;
2. A humilhação do profeta;
3. A obediência do profeta; e,
4. O profeta é corrigido.
A REBELDIA DO
PROFETA
A REBELDIA DO PROFETA (1)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Jonas desobedeceu a Deus e em vez de ir para Nínive foi para
Társis;
2. Sua desobediência resultou em uma trágica ocorrência; e,
3. Através de um grande peixe Deus o leva para o destino que havia
mandado.
A HUMILHAÇÃO DO
PROFETA
A HUMILHAÇÃO DO PROFETA (2)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Jonas esteve por um longo período no fundo do mar dentro do
ventre do grande peixe;
2. A submissão do profeta como fruto do que viveu; e,
3. A devolução do profeta a terra firme.
A OBEDIÊNCIA DO
PROFETA
A OBEDIÊNCIA DO PROFETA (3)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Deus dá uma nova comissão ao profeta sendo:
• A mensagem da ira divina;
• O arrependimento em Nínive; e,
• O perdão de Deus como fruto de Sua misericórdia.
O PROFETA É
CORRIGIDO
O PROFETA É CORRIGIDO (4)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. A reação do profeta diante do arrependimento dos Ninivitas;
2. A repreensão de Deus contra Jonas;
3. O profeta Jonas desejou a morte; e,
4. Lições que o profeta recebeu do próprio Deus.
MIQUÉIAS
MIQUÉIAS
Este livro retrata sua riqueza profética tanto com Jesus quanto
com o N.T. sobre isso Donald D. Turner nos informa:
“...todas as glórias do reino milenar serão devidas ao Messias, que
veio da parte de Deus Pai ao mundo, a fim de efetuar nossa
salvação.”
MIQUÉIAS
Tratando sobre o TEMA
deste livro.
TEMA SOBRE MIQUÉIAS
O tema central deste livro é:
"o caráter de Deus como justo Juiz e Pastor cuidadoso
de Israel.”
MIQUÉIAS
Tratando sobre a AUTORIA
deste livro.
AUTORIA DE MIQUÉIAS
A autoria deste livro geralmente é atribuída ao profeta Miqueias,
embora os capítulos 4 e 7 digam-se que se trata de uma época
posterior a do profeta.
MIQUÉIAS
Tratando sobre a DATA
deste livro.
DATA DA ESCRITA DE MIQUÉIAS
Miqueias profetizou durante o reinado de Jotão, Acaz e
Ezequias entre os anos de 740 a 690 a.C tendo como o ano de
730 a.C datado como sua escrita.
MIQUÉIAS
Tratando sobre o
OBJETIVO deste livro.
OBJETIVO
HISTÓRICO
OBJETIVO HISTÓRICO DE MIQUÉIAS
Este livro visa mostrar o peso da ira vindoura de Deus como
fruto dos pecados de violência e injustiça social da nação
mesmo agindo como religiosos.
OBJETIVO
TEOLÓGICO
OBJETIVO TEOLÓGICO DE MIQUÉIAS
Este livro mostra a participação de Deus na história da
humanidade, lembrando o povo de Seu caráter de Justiça,
anunciando também a respeito da vinda do Messias, vindo de
origem humilde para governar com justiça e verdade.
MIQUÉIAS
Tratando sobre o Esboço
deste Livro.
ESBOÇOS DO LIVRO DE MIQUÉIAS
Dividiremos este livro em 3 partes, sendo:
1. A proximidade do julgamento Divino;
2. O futuro do povo de Deus; e,
3. Deus e Seu povo.
A PROXIMIDADE DO
JULGAMENTO
DIVINO
A PROXIMIDADE DO JULGAMENTO DIVINO (1.1-3.12)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. O alerta a natureza sob a indignação de Deus;
2. A desolação do Senhor e o lamento da Palestina;
3. A apreensão iníqua de propriedade que levaram o julgamento de
Deus com Seu povo;
4. O julgamento divino com os príncipes de Israel que deturparam a
justiça;
5. Os profetas de Israel que profetizavam por dinheiro; e,
6. Os pervertidos de Israel que fingiam ser piedosos.
O FUTURO DO POVO
DE DEUS
O FUTURO DO POVO DE DEUS (4.1-5-15)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. A vinda Messiânica do Senhor para livrar Seu povo pela exaltação
do templo de Sião;
2. A restauração daqueles que estavam fora da lei de Sião;
3. A devastação dos inimigos de Sião; e,
4. A vinda do Messias como Pastor e força de Israel.
DEUS E SEU POVO
DEUS E SEU POVO (6.1-7.20)
Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes:
1. Deus exige sinceridade nas práticas religiosas daqueles que
diziam pertencer a Ele; e,
2. A verdadeira religião e sua natureza e necessidade.
ATIVIDADE
MENSAL
AVALIATIVA
ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA
Após o sorteio dos livros com os alunos, cada aluno deverá montar
um sermão bíblico, contendo INTRODUÇÃO, DESENVOLVIMENTO e
CONCLUSÃO.
Feito isso, o aluno deverá apresentar ao professor através de um
formato em vídeo, onde terá a duração de 10 à 15 minutos (não
pode ser mais e nem menos do que informado).
ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA
1. Jó: Mateus
2. Salmos: Felipe
3. Provérbios: Izabelly
4. Eclesiastes: Telma
5. Cantares de Salomão: Thiago
6. Isaías: Elias
7. Jeremias: Iranildo
8. Lamentações:
9. Ezequiel: Alisson
10.Daniel: Hugo
11.Oséias: Claudemir
12.Joel: Ailton
ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA
13.Amós: Carlos
14.Obadias:
15.Jonas: Lucas
16.Miquéias:
17.Naum:
18.Habacuque: Juvino
19.Sofonias: Jeferson
20.Ageu:
21.Zacarias: Kledir
22.Malaquias: Nubia
ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA
REGRAS PARA A EXECUÇÃO DO SERMÃO:
1. Cumprir com o objetivo solicitado pelo professor;
2. Compor a INTRODUÇÃO (Objetivo Histórico);
3. Compor o DESENVOLVIMENTO (Objetivo Teológico);
4. Compor a CONCLUSÃO (Ensino Prático e Espiritual);
5. Durabilidade do vídeo de 10 a 15 minutos;
6. Prazo de Entrega: 28/07 (sem exceções);
O vídeo pode ser enviado pelo professor através de um Pendrive,
Drive do Google, ou qualquer outra ferramenta que o aluno tenha.
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO
E assim alguns dos Livros Proféticos são concluídos, e como podemos
notar, muitas são as lições que extraímos destes grandes exemplares.
2 Timóteo 3.16-17
Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a
repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o
homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.
PANORAMA DO ANTIGO TESTAMENTO. POÉTICOS
E PROFÉTICOS – AULA 03
Curso Básico em Teologia - FAESP
AGRADECIMENTOS:
Presidente doMinistério: Pastor José Wellington Bezerra da Costa
Vice-Presidente do Ministério: Pastor José Wellington Júnior
Diretor Ministerial daFAESP: Pastor Elias T
orralbo
Representante Setorial do Ministério: Pastor Davi Reinaldo Fonseca
Coordenador Setorial da FAESP: Pastor Lucimar Oliveira
Professor da FAESP emSuzano (Sede): Presbítero Jefferson Monteiro

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Panorama do AT. Poéticos e Proféticos (Aula 3).pdf

IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptxRubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSRubens Sohn
 
A Bíblia (Aula 8): Livros Proféticos
A Bíblia (Aula 8): Livros ProféticosA Bíblia (Aula 8): Livros Proféticos
A Bíblia (Aula 8): Livros ProféticosGustavo Zimmermann
 
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Ebd Brasil
 
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deusLição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deuscledsondrumms
 
5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf
5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf
5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdfbrunosergio2220
 
21 oséias, joel e amós
21 oséias, joel e amós21 oséias, joel e amós
21 oséias, joel e amósPIB Penha
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06Joel Silva
 
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Profetas Menores I - Apresentação
Profetas Menores I  -  ApresentaçãoProfetas Menores I  -  Apresentação
Profetas Menores I - ApresentaçãoJUERP
 
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaE.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaJoel Silva
 
Lição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuLição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuDaniel Viana
 
A efusão do Espírito
A efusão do EspíritoA efusão do Espírito
A efusão do EspíritoJUERP
 

Semelhante a Panorama do AT. Poéticos e Proféticos (Aula 3).pdf (20)

IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
 
A Bíblia (Aula 8): Livros Proféticos
A Bíblia (Aula 8): Livros ProféticosA Bíblia (Aula 8): Livros Proféticos
A Bíblia (Aula 8): Livros Proféticos
 
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
 
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deusLição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
 
5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf
5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf
5 Profetas Maiores - Mapas Mentais.pdf
 
Panorama do at 4
Panorama do at 4Panorama do at 4
Panorama do at 4
 
Aula 13 - Livros Proféticos
Aula 13 - Livros ProféticosAula 13 - Livros Proféticos
Aula 13 - Livros Proféticos
 
21 oséias, joel e amós
21 oséias, joel e amós21 oséias, joel e amós
21 oséias, joel e amós
 
Amós estudo 02
Amós   estudo 02Amós   estudo 02
Amós estudo 02
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
 
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 7 Israel no plano da redenção.
 
32421 compromisso alu 4t13
32421 compromisso alu 4t1332421 compromisso alu 4t13
32421 compromisso alu 4t13
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Profetas Menores I - Apresentação
Profetas Menores I  -  ApresentaçãoProfetas Menores I  -  Apresentação
Profetas Menores I - Apresentação
 
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaE.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
 
Lição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuLição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseu
 
A integridade de jó
A integridade de jóA integridade de jó
A integridade de jó
 
Profetas menores lição 3 - Joel
Profetas menores   lição 3 - JoelProfetas menores   lição 3 - Joel
Profetas menores lição 3 - Joel
 
A efusão do Espírito
A efusão do EspíritoA efusão do Espírito
A efusão do Espírito
 

Mais de JeffersonMonteiro46

Equações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdf
Equações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdfEquações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdf
Equações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdfJeffersonMonteiro46
 
APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...
APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...
APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...JeffersonMonteiro46
 
Circuitos de Corrente Alternada.pdf
Circuitos de Corrente Alternada.pdfCircuitos de Corrente Alternada.pdf
Circuitos de Corrente Alternada.pdfJeffersonMonteiro46
 
comunicando_a_verdade_-_slides (1).pptx
comunicando_a_verdade_-_slides (1).pptxcomunicando_a_verdade_-_slides (1).pptx
comunicando_a_verdade_-_slides (1).pptxJeffersonMonteiro46
 
Unidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdf
Unidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdfUnidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdf
Unidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdfJeffersonMonteiro46
 
Análise de Circuitos Elétricos.pdf
Análise de Circuitos Elétricos.pdfAnálise de Circuitos Elétricos.pdf
Análise de Circuitos Elétricos.pdfJeffersonMonteiro46
 
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptxEncontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptxJeffersonMonteiro46
 
☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...
☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...
☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...JeffersonMonteiro46
 

Mais de JeffersonMonteiro46 (13)

Equações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdf
Equações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdfEquações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdf
Equações Diferenciais - Variáveis Separáveis.pdf
 
APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...
APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...
APLICAÇÃO DO MÉTODO DE GAUSS-SEIDEL EM MATRIZ COMPLEXA GERADA PELA ANÁLISE DE...
 
Clase n° 03 - SUZAD.pdf
Clase n° 03 - SUZAD.pdfClase n° 03 - SUZAD.pdf
Clase n° 03 - SUZAD.pdf
 
Clase Inaugural - SUZAD.pptx
Clase Inaugural - SUZAD.pptxClase Inaugural - SUZAD.pptx
Clase Inaugural - SUZAD.pptx
 
Circuitos de Corrente Alternada.pdf
Circuitos de Corrente Alternada.pdfCircuitos de Corrente Alternada.pdf
Circuitos de Corrente Alternada.pdf
 
comunicando_a_verdade_-_slides (1).pptx
comunicando_a_verdade_-_slides (1).pptxcomunicando_a_verdade_-_slides (1).pptx
comunicando_a_verdade_-_slides (1).pptx
 
Unidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdf
Unidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdfUnidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdf
Unidade Curricular Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos e Magnéticos.pdf
 
Habilidades Socioemocionais.pdf
Habilidades Socioemocionais.pdfHabilidades Socioemocionais.pdf
Habilidades Socioemocionais.pdf
 
Análise de Circuitos Elétricos.pdf
Análise de Circuitos Elétricos.pdfAnálise de Circuitos Elétricos.pdf
Análise de Circuitos Elétricos.pdf
 
Perdão - Divino X Humano.pptx
Perdão - Divino X Humano.pptxPerdão - Divino X Humano.pptx
Perdão - Divino X Humano.pptx
 
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptxEncontro de Rapazes - Casamento.pptx
Encontro de Rapazes - Casamento.pptx
 
A_NR_10.ppt
A_NR_10.pptA_NR_10.ppt
A_NR_10.ppt
 
☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...
☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...
☢️ Cartilha_Treinamento operacional Gestão Resíduos Perigosos_B2Blue_2022.abr...
 

Último

08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...excellenceeducaciona
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Prime Assessoria
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Prime Assessoria
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...excellenceeducaciona
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 

Último (20)

08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 

Panorama do AT. Poéticos e Proféticos (Aula 3).pdf

  • 1. PANORAMA DO ANTIGO TESTAMENTO. POÉTICOS E PROFÉTICOS – AULA 03 Curso Básico em Teologia - FAESP
  • 3. LIVROS PROFÉTICOS Estes livros são divididos em duas partes, sendo: Profetas Maiores: Isaías, Jeremias, Lamentações ou Lamentações de Jeremias, Ezequiel e Daniel. Profetas Menores: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.
  • 5. SOBRE A IMPORTÂNCIA DO LIVRO DE OSÉIAS Esta seção é composta por 12 livros, iniciada pelo profeta Oséias. Segundo Donald D. Turner vemos as seguintes informações: “…Oséias tem sido chamado de ‘O Profeta com o coração quebrantado’, nesse particular tem ligeira semelhança com nosso Senhor, cujo coração também muito sofreu…”
  • 6. OSÉIAS Tratando sobre o TEMA deste livro.
  • 7. TEMA SOBRE OSÉIAS O tema central deste livro é: "demonstração do excelente e infalível amor de Deus, demonstrado também pelo julgamento e restauração de Seu povo".
  • 8. OSÉIAS Tratando sobre a AUTORIA deste livro.
  • 9. AUTORIA DE OSÉIAS Segundo a tradição, Oséias é o autor deste livro. Ele foi um homem comprometido com Deus, seu chamado e seu povo. Ele era filho de Beeri, dedicou-se a profetizar para Israel no reino do norte, 30 anos antes do cativeiro babilônico.
  • 10. OSÉIAS Tratando sobre a DATA deste livro.
  • 11. DATA DA ESCRITA DE OSÉIAS O mais provável é que tenha sido entre os anos de 755 e 725 a.C. e há quem defenda que foi no ano 740 a.C.
  • 12. OSÉIAS Tratando sobre o OBJETIVO deste livro.
  • 14. OBJETIVO HISTÓRICO DE OSÉIAS Este livro descreve como se deu o chamado final de Deus ao indiferente Reino do Norte que se encontrava em decadência espiritual e moral. O Profeta Oséias denunciou o estado abominável da nação representado pela infidelidade da esposa do próprio profeta.
  • 16. OBJETIVO TEOLÓGICO DE OSÉIAS Oscar F. Reed nos informa o seguinte: “...A nação abandonou seu marido Yahweh, e desempenhou o papel de meretriz quando colocou sua confiança nos baalins…” Com isso encontramos dois pontos principais: 1. O amor divino; e, 2. O conhecimento de Deus. Deus demonstra seu amor pelo seu povo e espera uma resposta positiva, ou seja, que seu povo o conheça, confie e descanse somente nEle.
  • 17. OSÉIAS Tratando sobre o Esboço deste Livro.
  • 18. ESBOÇOS DO LIVRO DE OSÉIAS Podemos dividir este livro em 3 partes, sendo elas: 1. A íntima e pessoal experiência do profeta; 2. O pecado de Israel; e, 3. Arrependimento e restauração do povo de Deus.
  • 20. A ÍNTIMA E PESSOAL EXPERIÊNCIA DO PROFETA (1- 3) Matthew Henry escreveu o seguinte: “o pensamento de Deus é revelado a este profeta e, através dele, ao povo nos três primeiros capítulos por sinais e tipos, mas, depois disso, somente pela palavra falada". Vemos então os seguintes pontos: 1. O casamento de Oséias com Gômer; 2. O divórcio de Oséias como resultado do adultério; e, 3. A reconciliação e o casamento de Oséias com Gômer.
  • 22. O PECADO DE ISRAEL (4-13) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. A decadência de Israel; 2. A depravação dos líderes; 3. A retirada da presença de Deus e sua espera por arrependimento; 4. A ausência de misericórdia; 5. O afastamento de Deus; 6. A confiança do povo em falsos deuses; 7. A tragédia do próximo cativeiro; 8. O verdadeiro lugar de refúgio; e, 9. O resultado da idolatria.
  • 24. O ARREPENDIMENTO E RESTAURAÇÃO DO POVO DE DEUS (14) Neste contexto vemos os pontos mais importantes, sendo eles: 1. Os meios para receber o renovo de Deus; 2. Deus promete restaurar seu povo; e, 3. A predição do Senhor.
  • 25. JOEL
  • 26. JOEL Mesmo com a finalização da adoração a Baal os judeus não eliminaram as práticas impuras, por conta disso sobreveio sobre eles o julgamento de Deus através de Joel.
  • 27. JOEL Tratando sobre o TEMA deste livro.
  • 28. TEMA SOBRE JOEL O tema central deste livro se baseia na seguinte frase: "julgamento e salvação no dia do Senhor".
  • 29. JOEL Tratando sobre a AUTORIA deste livro.
  • 30. AUTORIA DE JOEL O nome Joel significa “Javé é Deus”. Ele foi filho de Petuel, residiu e profetizou em Judá e em Jerusalém, sendo assim ele mesmo o autor deste livro.
  • 31. JOEL Tratando sobre a DATA deste livro.
  • 32. DATA DA ESCRITA DE JOEL A tradição atribui ao ano 825 a.C.
  • 35. OBJETIVO HISTÓRICO DE JOEL Joel chama o povo ao arrependimento esperando uma resposta positiva para que pudessem estar protegidos do julgamento divino.
  • 37. OBJETIVO TEOLÓGICO DE JOEL Este livro possui um caráter profético que anuncia a chegada do "dia do Senhor", no qual Ele dominará os pagãos, libertando o seu povo para habitar com Ele.
  • 38. JOEL Tratando sobre o Esboço deste Livro.
  • 39. ESBOÇOS DO LIVRO DE JOEL Dividiremos este livro em duas partes, sendo elas: 1. Acontecimentos presentes; e, 2. Acontecimentos futuros.
  • 41. ACONTECIMENTOS PRESENTES: O DIA DO SENHOR (1.1-2.11) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. O dia do Senhor que faz referência a desolação de Sião; 2. A devastação que os gafanhotos trariam; 3. A invasão dos inimigos; 4. O dia do Senhor; 5. Joel convoca o povo ao arrependimento; 6. Bençãos como esperança; 7. A promessa da restauração de bençãos espirituais e terrenas; e, 8. A promessa da vinda do Espírito Santo.
  • 43. ACONTECIMENTOS FUTUROS: O DIA DO SENHOR (3.1-21) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Faz referência a vinda do Messias; 2. O anúncio da reunião dos exércitos do mundo no Armagedom; 3. O prenúncio do exército do Senhor esmagando os seus inimigos; e, 4. A presença do Senhor em Sião.
  • 44. AMÓS
  • 45. AMÓS Oscar F. Reed nos informa o seguinte: “...foi pelos ensinos de Amós e das pessoas depois dele que os israelitas conseguiram sobreviver ao fim trágico de Israel como nação e tornar-se o veículo da revelação distintiva de Deus para o mundo".
  • 46. AMÓS Tratando sobre o TEMA deste livro.
  • 47. TEMA SOBRE AMÓS O tema central deste livro é: "o julgamento de Israel como resultado de sua corrupção moral e injustiça social"
  • 48. AMÓS Tratando sobre a AUTORIA deste livro.
  • 49. AUTORIA DE AMÓS Sobre Amós, Matthew Henry nos informa: “...ele era como a maioria acredita de Judá no entanto profetizava principalmente contra Israel e Betel". Sobre este tópico fica unânime que o autor deste livro é o próprio profeta.
  • 50. AMÓS Tratando sobre a DATA deste livro.
  • 51. DATA DA ESCRITA DE AMÓS Acredita-se que o livro de Amós tenha sido escrito por volta de 760 a.C.
  • 54. OBJETIVO HISTÓRICO DE AMÓS O profeta Amós chama atenção da liderança de Israel sobre o julgamento que aconteceria de forma repentina e inesperada como fruto das práticas pecaminosas em áreas como a religião, corrupção nas áreas espiritual, moral e social.
  • 56. OBJETIVO TEOLÓGICO DE AMÓS Oscar F. Reed nos informa o seguinte: “...para Amós, ser escolhido por Deus e zelar pelos detalhes da adoração eram como canas quebradas, sequer ofereciam a mais trivial base de garantia do favor divino”.
  • 57. AMÓS Tratando sobre o Esboço deste Livro.
  • 58. ESBOÇOS DO LIVRO DE AMÓS Dividiremos este livro em quatro partes, sendo elas: 1. Juízo contra as nações vizinhas; 2. Juízos contra Israel; 3. Visões do juízo contra Israel; e, 4. Promessa de restauração de Israel.
  • 60. JUÍZO CONTRA AS NAÇÕES VIZINHAS (1.1-2.5) Neste contexto vemos os pontos mais importantes, sendo eles: 1. Julgamento de Síria, Felícia e Fenícia por terem sido cruéis contra Israel; 2. Julgamento de Edom, Amom e Moabe por terem sido cruéis contra Israel; e, 3. Deus se volta contra Judá para julgá-la por ter rejeitado Sua lei.
  • 62. JUÍZOS CONTRA ISRAEL (2.6-6.14) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Deus julga a Israel pela ganância social e indiferença religiosa; 2. O Senhor certifica o julgamento; 3. O julgamento é justificado pela indiferença; 4. O julgamento é qualificado pelas reações.
  • 64. VISÕES DO JUÍZO CONTRA ISRAEL (7.1-9.10) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Visão dos gafanhotos; 2. Visão do fogo; 3. Visão do prumo seguido de um interlúdio com protestos do sumo sacerdote; 4. Visão dos frutos maduros; e, 5. Visão do grupo de destruição do Senhor.
  • 66. PROMESSA DE RESTAURAÇÃO DE ISRAEL (9.11-15) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: A finalização do livro com uma linda e maravilhosa promessa relacionada diretamente a vinda do Messias.
  • 68. OBADIAS Este livro demonstra a importante relação mesmo que desagradável do Povo de Deus e os Edomitas. Sendo a mensagem deste profeta direcionada exclusivamente contra a nação de Edom.
  • 69. OBADIAS Tratando sobre o TEMA deste livro.
  • 70. TEMA SOBRE OBADIAS O tema central deste livro é: "o julgamento de Deus contra Edom e a restauração final de Israel".
  • 71. OBADIAS Tratando sobre a AUTORIA deste livro.
  • 72. AUTORIA DE OBADIAS Obadias significa “servo do Senhor” porém pouco se sabe a respeito deste profeta. Suas mensagens condenavam o pecado e profetizava sobre a glória futura do povo de Deus. Temos então uma questão anônima sobre este tópico.
  • 73. OBADIAS Tratando sobre a DATA deste livro.
  • 74. DATA DA ESCRITA DE OBADIAS Armor D. Peisker nos informa o seguinte: “...É provável que tenha entregado sua mensagem logo em seguida a queda de Jerusalém diante de Nabucodonosor em 586 a.C.”
  • 77. OBJETIVO HISTÓRICO DE OBADIAS Este livro mostra-nos como Deus trata com pecado de um povo castigando-o e como Ele recompensa Seu povo quando este se arrepende. Deus então julga a Edom e recompensa com restauração Seu povo.
  • 79. OBJETIVO TEOLÓGICO DE OBADIAS Este livro retrata o envolvimento de Deus com todos os povos seja para punir ou para recompensar. Percebemos com isso que Deus é um ser ativo e participativo na Sua criação.
  • 80. OBADIAS Tratando sobre o Esboço deste Livro.
  • 81. ESBOÇOS DO LIVRO DE OBADIAS Dividiremos este livro em 2 partes, sendo: 1. A humilhação de Edom; e, 2. Promessas feitas a Judá.
  • 83. A HUMILHAÇÃO DE EDOM (1-14) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. O anúncio feito por Obadias contra Edom; 2. O julgamento por causa do orgulho de Edom; e, 3. O julgamento por causa da inimizade entre raças irmãs.
  • 85. PROMESSAS FEITAS A JUDÁ (15-21) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Refere-se a restauração do futuro dia do Senhor onde todas as nações serão julgadas; 2. Toda a nação de Edom será destruída; e, 3. Toda terra pertencerá ao Senhor.
  • 86. JONAS
  • 87. JONAS Armor D. Peisker informa o seguinte: “ler este livro é ver o mundo pelos olhos de Deus. Todos os indivíduos de todas as nações, de todas as raças são pessoas, almas, cada uma com um destino eterno…”
  • 88. JONAS Tratando sobre o TEMA deste livro.
  • 89. TEMA SOBRE JONAS O tema central deste livro é: "a grande e impressionante extensão da misericórdia de Deus em contraste com a obstinação de Jonas".
  • 90. JONAS Tratando sobre a AUTORIA deste livro.
  • 91. AUTORIA DE JONAS Jonas significa “pomba” e foi enviado pelo Senhor com a missão de entregar uma dura mensagem ao povo de Nínive. Sendo assim a tradição defende que Jonas foi o autor deste livro.
  • 92. JONAS Tratando sobre a DATA deste livro.
  • 93. DATA DA ESCRITA DE JONAS A profecia de Jonas se deu no Reinado de Jeroboão II (793- 753 a.C), e o episódio de Nínive se deu em torno de 765 a.C tendo a esta data como escrita deste livro.
  • 96. OBJETIVO HISTÓRICO DE JONAS Stanley Ellisen nos informa o seguinte: “seu objetivo histórico e duradouro era declarar a universalidade tanto do julgamento quanto da graça divina…”
  • 98. OBJETIVO TEOLÓGICO DE JONAS Armor D. Peisker nos informa o seguinte: “Jonas foi insensível, vingativo, nacionalista e implacavelmente soberbo, que prende sua fé no peito, enquanto Deus procura fazer com que ele a compartilhe de acordo com seu propósito mais amplo de Redenção…”
  • 99. JONAS Tratando sobre o Esboço deste Livro.
  • 100. ESBOÇOS DO LIVRO DE JONAS Dividiremos este livro em 4 partes, sendo: 1. A rebeldia do profeta; 2. A humilhação do profeta; 3. A obediência do profeta; e, 4. O profeta é corrigido.
  • 102. A REBELDIA DO PROFETA (1) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Jonas desobedeceu a Deus e em vez de ir para Nínive foi para Társis; 2. Sua desobediência resultou em uma trágica ocorrência; e, 3. Através de um grande peixe Deus o leva para o destino que havia mandado.
  • 104. A HUMILHAÇÃO DO PROFETA (2) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Jonas esteve por um longo período no fundo do mar dentro do ventre do grande peixe; 2. A submissão do profeta como fruto do que viveu; e, 3. A devolução do profeta a terra firme.
  • 106. A OBEDIÊNCIA DO PROFETA (3) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Deus dá uma nova comissão ao profeta sendo: • A mensagem da ira divina; • O arrependimento em Nínive; e, • O perdão de Deus como fruto de Sua misericórdia.
  • 108. O PROFETA É CORRIGIDO (4) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. A reação do profeta diante do arrependimento dos Ninivitas; 2. A repreensão de Deus contra Jonas; 3. O profeta Jonas desejou a morte; e, 4. Lições que o profeta recebeu do próprio Deus.
  • 110. MIQUÉIAS Este livro retrata sua riqueza profética tanto com Jesus quanto com o N.T. sobre isso Donald D. Turner nos informa: “...todas as glórias do reino milenar serão devidas ao Messias, que veio da parte de Deus Pai ao mundo, a fim de efetuar nossa salvação.”
  • 111. MIQUÉIAS Tratando sobre o TEMA deste livro.
  • 112. TEMA SOBRE MIQUÉIAS O tema central deste livro é: "o caráter de Deus como justo Juiz e Pastor cuidadoso de Israel.”
  • 113. MIQUÉIAS Tratando sobre a AUTORIA deste livro.
  • 114. AUTORIA DE MIQUÉIAS A autoria deste livro geralmente é atribuída ao profeta Miqueias, embora os capítulos 4 e 7 digam-se que se trata de uma época posterior a do profeta.
  • 115. MIQUÉIAS Tratando sobre a DATA deste livro.
  • 116. DATA DA ESCRITA DE MIQUÉIAS Miqueias profetizou durante o reinado de Jotão, Acaz e Ezequias entre os anos de 740 a 690 a.C tendo como o ano de 730 a.C datado como sua escrita.
  • 119. OBJETIVO HISTÓRICO DE MIQUÉIAS Este livro visa mostrar o peso da ira vindoura de Deus como fruto dos pecados de violência e injustiça social da nação mesmo agindo como religiosos.
  • 121. OBJETIVO TEOLÓGICO DE MIQUÉIAS Este livro mostra a participação de Deus na história da humanidade, lembrando o povo de Seu caráter de Justiça, anunciando também a respeito da vinda do Messias, vindo de origem humilde para governar com justiça e verdade.
  • 122. MIQUÉIAS Tratando sobre o Esboço deste Livro.
  • 123. ESBOÇOS DO LIVRO DE MIQUÉIAS Dividiremos este livro em 3 partes, sendo: 1. A proximidade do julgamento Divino; 2. O futuro do povo de Deus; e, 3. Deus e Seu povo.
  • 125. A PROXIMIDADE DO JULGAMENTO DIVINO (1.1-3.12) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. O alerta a natureza sob a indignação de Deus; 2. A desolação do Senhor e o lamento da Palestina; 3. A apreensão iníqua de propriedade que levaram o julgamento de Deus com Seu povo; 4. O julgamento divino com os príncipes de Israel que deturparam a justiça; 5. Os profetas de Israel que profetizavam por dinheiro; e, 6. Os pervertidos de Israel que fingiam ser piedosos.
  • 126. O FUTURO DO POVO DE DEUS
  • 127. O FUTURO DO POVO DE DEUS (4.1-5-15) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. A vinda Messiânica do Senhor para livrar Seu povo pela exaltação do templo de Sião; 2. A restauração daqueles que estavam fora da lei de Sião; 3. A devastação dos inimigos de Sião; e, 4. A vinda do Messias como Pastor e força de Israel.
  • 128. DEUS E SEU POVO
  • 129. DEUS E SEU POVO (6.1-7.20) Neste contexto vemos os seguintes pontos importantes: 1. Deus exige sinceridade nas práticas religiosas daqueles que diziam pertencer a Ele; e, 2. A verdadeira religião e sua natureza e necessidade.
  • 131. ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA Após o sorteio dos livros com os alunos, cada aluno deverá montar um sermão bíblico, contendo INTRODUÇÃO, DESENVOLVIMENTO e CONCLUSÃO. Feito isso, o aluno deverá apresentar ao professor através de um formato em vídeo, onde terá a duração de 10 à 15 minutos (não pode ser mais e nem menos do que informado).
  • 132. ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA 1. Jó: Mateus 2. Salmos: Felipe 3. Provérbios: Izabelly 4. Eclesiastes: Telma 5. Cantares de Salomão: Thiago 6. Isaías: Elias 7. Jeremias: Iranildo 8. Lamentações: 9. Ezequiel: Alisson 10.Daniel: Hugo 11.Oséias: Claudemir 12.Joel: Ailton
  • 133. ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA 13.Amós: Carlos 14.Obadias: 15.Jonas: Lucas 16.Miquéias: 17.Naum: 18.Habacuque: Juvino 19.Sofonias: Jeferson 20.Ageu: 21.Zacarias: Kledir 22.Malaquias: Nubia
  • 134. ATIVIDADE MENSAL AVALIATIVA REGRAS PARA A EXECUÇÃO DO SERMÃO: 1. Cumprir com o objetivo solicitado pelo professor; 2. Compor a INTRODUÇÃO (Objetivo Histórico); 3. Compor o DESENVOLVIMENTO (Objetivo Teológico); 4. Compor a CONCLUSÃO (Ensino Prático e Espiritual); 5. Durabilidade do vídeo de 10 a 15 minutos; 6. Prazo de Entrega: 28/07 (sem exceções); O vídeo pode ser enviado pelo professor através de um Pendrive, Drive do Google, ou qualquer outra ferramenta que o aluno tenha.
  • 136. CONCLUSÃO E assim alguns dos Livros Proféticos são concluídos, e como podemos notar, muitas são as lições que extraímos destes grandes exemplares. 2 Timóteo 3.16-17 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.
  • 137. PANORAMA DO ANTIGO TESTAMENTO. POÉTICOS E PROFÉTICOS – AULA 03 Curso Básico em Teologia - FAESP AGRADECIMENTOS: Presidente doMinistério: Pastor José Wellington Bezerra da Costa Vice-Presidente do Ministério: Pastor José Wellington Júnior Diretor Ministerial daFAESP: Pastor Elias T orralbo Representante Setorial do Ministério: Pastor Davi Reinaldo Fonseca Coordenador Setorial da FAESP: Pastor Lucimar Oliveira Professor da FAESP emSuzano (Sede): Presbítero Jefferson Monteiro