Sexualidade feminina

724 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sexualidade feminina

  1. 1. Sexualidade feminina: disfunções sexuais e violência sexual Professora Ione LopesSexualidade humana feminina -Consulta -Ciclo sexual e resposta fisiológica -O que é normal -Disfunção sexual -Violência sexual #Legislação #Primeiro atendimentoQueixa: problema sexual - O que fazer? - Como ajudar este casal? - É necessário ser terapeuta sexual? - Como e quando encaminharPré-requisitos para o atendimento - Estar bem com a sexualidade - Conhecer a resposta sexual - Respeito ético sobre a sexualidade do outro - Recursos propedêuticos e terapêuticos - Privacidade da consultaSexualidade humana:Resulta de fatores internos e externos, onde as potencialidades herdadas sob a influência domeio permitirão as nuanças diferenciais de cada resposta individual.É diferente da sexualidade do animal, bem mais ampla. Não está apenas relacionada àreprodução.Resposta sexual (Cavalcanti, 1997)#Critério biológico (orgânico) Funcional/disfuncional#Sociológico (cultural) Normal/anormal (desvio)#Emocional (psíquica) Adequado/inadequado CICLO E FISIOLOGIA DA RESPOSTA SEXUALFunção biológica depende das funções básicas# Ciclo de resposta sexual (Master e Johnson : só excitação, platô e orgasmo; Singer e Kaplanconsideraram a resolução; Cavalcanti (1997) é o que julgo mais completo:Apetência (desejo, libido)  Excitação --- (persistente)  Orgasmo  Resolução (relaxamentodo organismo e preparo para nova relação)[Quando passa por todas essas etapas, considera-se sexualmente o indivíduo funcional]
  2. 2. Apetência – desejo sexual Anátomo-fisiológico: hipotálamo e sistema límbico  apetite sexual (baseada emestímulos visuais, auditivos) Subjetivo: sensações e experiências prazerosas já vivenciadas (também pode servir deestímulo) Desejo sexual X Testosterona (precisa estar presente no organismo p que haja libido) Bloqueio na apetência  inapetência sexual/ inibição do desejoExcitação e platô -exsudação vulvovaginal (SNC) -edificação da tensão sexual - aumento das frequências cardíaca e respiratória -aumento da PA -rubor - aumento do tônus muscular -mamas e mamilos (túrgidos, proeminentes -contração do terço inicial da vagina -útero sobe (para aumentar o espaço p a ejaculação) - ereção dos corpos cavernosos (clitóris e vestíbulo)Orgasmo Sensação máxima de bem-aventurança física e mental (endorfinas) (Cavalcanti) Maneira reflexa (contrações rítmicas e reflexas dos músculos perineais e vaginais, cercade 12/min) Ocitocina – espasmo uterino Simultaneidade? Não necessariamente. Ejaculação feminina? Mito – até hoje, não há provas. Ponto G? Ainda não se definiu. Bloqueio no orgasmo: anorgasmiasResolução Retorno à condição normal Musculatura uterina relaxa PA, FC normalizam Período refratário < homemFatores funcionais que alteram o comportamento sexual Menstruação Gravidez Lactação – influência da prolactina (redução da libido)DISFUNÇÃO SEXUALMostra um estudo que aponta a disfunção sexual como um problema de saúde pública.#Bloqueio da apetência#Bloqueio da excitação#Bloqueio do orgasmo
  3. 3. #Incômodo na relação: vaginismo, dispareunia (endometriose).Causas de inapetência:Condições médicas diretas ou indiretas: diabetes, incontinência urinaria, doenças do coração epulmão, uso de drogas PSA, paroxetina, álcool, ACO com antiandrogênicos, antialérgicosGinecológicas: câncer de mama, puberdade, lesão vaginal.Anorgasmia: não consegue chegar ao orgasmo. Desinteresse pelo parceiro Sentimento de culpa Tabus religiosos Indiferença do parceiro Ignorância Dor na relação sexualVaginismo Emocional, educação repressiva Investigar história de abuso sexual na infância Acompanhamento psicológico/psiquiátricoO que é normal em sexualidade?#não propagar seus tabus e conceitos#ela deve responder às 4 perguntinhas: - - - -

×