Fernanda Valentim de Sousa
Curso de Novas Tecnologias no Ensino de
Matemática
Volta Redonda
2016
 A pedagogia tem como objetivo ocupar-se
das tarefas de formação humana tendo como
objeto a educação.
 Vivemos uma reali...
 Essa realidade atual afeta os sentidos e
significados de grupos e indivíduos, criando
múltiplas culturas, múltiplas rela...
 Segundo Libâneo, “a pedagogia quer compreender
como fatores socioculturais e institucionais atuam nos
processos de trans...
 Lema: “ensinar tudo a todos.”(Comênio 1657)
 Ligadas às Reforma Protestante, Iluminismo,
Revolução Francesa, formação d...
 Herança negativa: em nome da razão e da ciência se
abafa o sentimento, a imaginação, a subjetividade e
até a liberdade.
...
 Características:
 Mudanças no processo de produção industrial, avanços
científicos e tecnológicos, intelectualizarão do...
Correntes Modalidades
1. Racional-tecnológica Ensino de excelência
Ensino tecnológico
2. Neocognitivistas Construtivismo p...
Correntes que introduzem novos
aportes ao estudo da aprendizagem,
do desenvolvimento, da cognição e da
inteligência.
O construtivismo se baseia na ideia de que nada, a
rigor, está pronto, acabado, e de que o conhecimento
não é dado como al...
 Características:
 Fundamenta-se no iluminismo;
 Introduz o fato de que o uso da razão não é
transmitido geneticamente,...
 Teórico mais importante do construtivismo, possui
uma obra vasta mesmo após muitos anos de sua
morte.
 Pressupostos bás...
O papel do professor:
 o professor é o mediador do processo de
aprendizagem da criança, isto é, é ele quem vai
propiciar ...
 Teoria em que a aprendizagem humana é o resultado
de uma construção mental realizada pelos sujeitos
com base na sua ação...
A cibercultura é a relação entre as tecnologias
de comunicação, informação e a cultura,
emergentes a partir da convergênci...
 Cibercultura é a cultura contemporânea
marcada pelo uso constante das tecnologias
digitais.
 Ciberespaço é um espaço de...
 Características:
 Relação de trocas entre a sociedade, a cultura e as
novas tecnologias de base microeletrônicas graças...
 A cibercultura pode diminuir as distâncias entre as pessoas, possibilitando
trocas de experiência e conhecimento.
 A ed...
 Segundo a escola construtivista o conhecimento
ocorre através da interação do indivíduo com o
meio físico e social.
 O ...
 LEÃO, D. M. M. Paradigmas Contemporâneos
de Educação: Escola Tradicional e Escola
Construtivista. Cadernos de Pesquisa, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação

216 visualizações

Publicada em

Trabalho da disciplina Informática Educativa I do curso de especialização de Novas Tecnologias no ensino da Matemática.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A cibercultura e o construtivismo pós-piagetiano na educação

  1. 1. Fernanda Valentim de Sousa Curso de Novas Tecnologias no Ensino de Matemática Volta Redonda 2016
  2. 2.  A pedagogia tem como objetivo ocupar-se das tarefas de formação humana tendo como objeto a educação.  Vivemos uma realidade em constante mudança, num mundo que é ao mesmo tempo homogêneo e heterogêneo, num processo de globalização e individualização.
  3. 3.  Essa realidade atual afeta os sentidos e significados de grupos e indivíduos, criando múltiplas culturas, múltiplas relações, múltiplos sujeitos.  Com o objetivo de promover o desenvolvimento e aprendizagem dos sujeitos inseridos em contextos socioculturais e institucionais concretos, faz-se necessário que os professores façam opções pedagógicas coerentes.
  4. 4.  Segundo Libâneo, “a pedagogia quer compreender como fatores socioculturais e institucionais atuam nos processos de transformação dos sujeitos mas, também, em que condições esses sujeitos aprendem melhor.”  A tarefa crucial dos educadores e pesquisadores educacionais está em investigar os processos educacionais admitindo que ele é multifacetado, complexo e relacional.
  5. 5.  Lema: “ensinar tudo a todos.”(Comênio 1657)  Ligadas às Reforma Protestante, Iluminismo, Revolução Francesa, formação dos Estados Nacionais, Industrialização.  Estudiosos: Pestalozzi, Kant, Herbart, Froebel, Durkheim, Dewey.
  6. 6.  Herança negativa: em nome da razão e da ciência se abafa o sentimento, a imaginação, a subjetividade e até a liberdade.  A razão institui-se como instrumento de dominação sobre os seres humanos.  A sociedade reproduz a fragmentação dos campos disciplinares dissociando a cultura, a economia, a política, o sistema de valores, a personalidade.
  7. 7.  Características:  Mudanças no processo de produção industrial, avanços científicos e tecnológicos, intelectualizarão do processo produtivo;  Novas tecnologias da comunicação e informação, ampliação e difusão da informação;  Novas formas de produção, circulação e consumo da cultura;  Mudanças na política e nos paradigmas do conhecimento;  Rejeição dos grandes sistemas teóricos de referência.
  8. 8. Correntes Modalidades 1. Racional-tecnológica Ensino de excelência Ensino tecnológico 2. Neocognitivistas Construtivismo pós-piagetiano Ciências cognitivas 3. Sociocríticas Sociologia crítica do currículo Teoria histórico-cultural Teoria sócio-cultural Teoria sócio-cognitiva Teoria da ação comunicativa 4. Holísticas Holismo Teoria da complexidade Teoria naturalista do conhecimento Ecopedagogia Conhecimento em rede 5. Pós-Modernas Pós-estruturalismo Neo-pragmatismo
  9. 9. Correntes que introduzem novos aportes ao estudo da aprendizagem, do desenvolvimento, da cognição e da inteligência.
  10. 10. O construtivismo se baseia na ideia de que nada, a rigor, está pronto, acabado, e de que o conhecimento não é dado como algo terminado. Ele se constitui:  pela interação do indivíduo com o meio físico e social;  com o simbolismo humano;  com o mundo das relações sociais;  por força de sua ação. antes da ação não há psiquismo, nem consciência, nem pensamento. (Becker, 1993. p.88)
  11. 11.  Características:  Fundamenta-se no iluminismo;  Introduz o fato de que o uso da razão não é transmitido geneticamente, mas uma potencialidade que precisa ser desenvolvida.  Estudiosos: Piaget (precursor), Wallon, Vigostsky, Leontiev, Luria e Ferreiro.
  12. 12.  Teórico mais importante do construtivismo, possui uma obra vasta mesmo após muitos anos de sua morte.  Pressupostos básicos da sua obra: interacionismo e construtivismo sequencial.  Segundo Piaget, “o desenvolvimento resulta de combinações entre aquilo que o organismo traz e as circunstâncias oferecidas pelo meio.”
  13. 13. O papel do professor:  o professor é o mediador do processo de aprendizagem da criança, isto é, é ele quem vai propiciar a interação entre os alunos, e entre ele e seus alunos.  O professor não é mais o centro do ensino e da aprendizagem.
  14. 14.  Teoria em que a aprendizagem humana é o resultado de uma construção mental realizada pelos sujeitos com base na sua ação sobre o mundo e na interação com os outros.  Conflito sócio-cognitivo que surge em situações de interação, nas quais estão envolvidas experiências sociais e culturais que intervêm nas aprendizagens.
  15. 15. A cibercultura é a relação entre as tecnologias de comunicação, informação e a cultura, emergentes a partir da convergência informatização/telecomunicação na década de 1970. Trata-se de uma nova relação entre tecnologias e a sociabilidade, configurando a cultura contemporânea (Lemos, 2002).
  16. 16.  Cibercultura é a cultura contemporânea marcada pelo uso constante das tecnologias digitais.  Ciberespaço é um espaço de comunicação que descarta a necessidade do homem físico para constituir a comunicação como fonte de relacionamento.
  17. 17.  Características:  Relação de trocas entre a sociedade, a cultura e as novas tecnologias de base microeletrônicas graças à convergência das telecomunicações com a informática;  Agenciamentos sociais das comunidades no espaço eletrônico virtual;  Possibilidade de uma maior aproximação entre as pessoas de todo o mundo.
  18. 18.  A cibercultura pode diminuir as distâncias entre as pessoas, possibilitando trocas de experiência e conhecimento.  A educação vem passando por um período de transformações e construções através da inserção das novas tecnologias no seu terreno, que buscam beneficiar o processo de aprendizagem. Como exemplo, a educação a distância (EaD), que se baseia na possibilidade de organização da vida das pessoas, propiciando uma relação harmoniosa entre trabalho, atividades domésticas, o lazer e os estudos, o que se torna cada vez mais necessário mediante a evolução e necessidade de tempo no mundo moderno.
  19. 19.  Segundo a escola construtivista o conhecimento ocorre através da interação do indivíduo com o meio físico e social.  O aluno não depende do professor como única fonte de conhecimento. A cibercultura facilita a interação entre os indivíduos propiciando uma construção coletiva de conhecimento através dos diversos meios de comunicação eletrônicos.
  20. 20.  LEÃO, D. M. M. Paradigmas Contemporâneos de Educação: Escola Tradicional e Escola Construtivista. Cadernos de Pesquisa, nº 107, p. 187-206, 1999.  LIBÂNEO, J. C. As Teorias Pedagógicas Modernas Ressignificadas Pelo Debate Contemporâneo na Educação, 2005.

×