SlideShare uma empresa Scribd logo

Como ler partituras

1 de 6
Baixar para ler offline
Como ler Partituras


Leitura de Partituras (Teoria)



1. Notas – Duração e Altura

De acordo com a duração do som, a escrita da nota varia na seguinte seqüência:




A duração exata do tempo depende da velocidade da música, mas sempre se deve
observar a relação: 1 Semibreve = 2 Mínimas, 1 Semínima = 2 Colcheias, etc.

Uma nota ainda pode ser complementada por sinais como:




Na partitura existem cinco linhas e quatro espaços visíveis e mais espaços e linhas
suplementares superiores, para notas mais agudas, e inferiores, para notas mais graves.

A posição da nota na partitura, em que linha ou espaço está, define sua altura.

Mas a altura pode ser afetada por um outro símbolo, chamado clave, que vem no inicio
da partitura.
As claves mais usadas são:




A altura das notas ainda pode ser altera por sustenidos (#) e bemóis (b) que,
respectivamente, aumentam e diminuem a nota em um semitom e bequadros (         que ))
restauram a nota original, eliminando um sustenido ou bemol anterior.

Sem um bequadro o bemol e o sustenido perdem valor no final de um compasso. A não
ser que venham na armadura da clave.

A diferença de tons de uma nota para outra é vista assim:

Dó –Tom- Ré –Tom- Mi –Semitom- Fá –Tom- Sol –Tom- Lá –Tom- Si –Semitom- Dó

Semitom é a menor das diferenças entre duas notas e Tom é a soma de dois Semitons.

2.   Compasso e Armaduras de Clave

Numa partitura após a clave, normalmente, vem escrito o compasso da música que
define quanto tempo entra em cada parte da música, que será dividida por travessões.
Alguns exemplos podem ser:




Os sustenidos ou bemóis que aparecem diante da clave pertencem a Armadura de Clave.
Esses sustenidos e bemóis representam a tonalidade do trecho que segue e não são
eliminados pelo fim de compassos, podem ser eliminados durante um compasso por um
bequadro.

No caso acima do compasso 6/8, temos uma armadura de clave com bemóis em Si, Mi,
Lá e Ré, então toda e qualquer nota correspondente a uma destas, naquele trecho, terá
um bemol.

Os sustenidos ou bemóis possuem ordem para aparecer na Armadura: Sustenidos: Fá,
Dó, Sol, Lá, Mi, Si, para se achar a tonalidade maior conta-se uma nota depois do
ultimo sustenidos da Armadura (Ex: Fá# - Tonalidade Sol); Bemóis: Si, Mi, Lá, Ré, Sol,
Dó, Fá, para achar a tonalidade maior conta-se cinco notas antes do ultimo bemol (Ex:
Ré bemol – Tonalidade Lá bemol). Esse método só acha a tonalidade maior, mas é
possível que o trecho esteja em uma tonalidade menor relativa, e para acha-la conta-se 3
notas antes do tom maior (Ex: Relativa de Dó é Lá menor e de Mi bemol é Dó menor).

Vale lembrar que a ordem das notas é:

Dó – Dó# ou Réb – Ré – Ré# ou Mib – Mi – Fá – Fá# ou Solb – Sol – Sol# ou Láb – Lá
– Lá# ou Sib – Si.

Ou, usando notação encontrada em cifras:

C – C# ou Db – D – D# ou Eb – E – F – F# ou Gb – G – G# ou Ab – A – A# ou Bb – B.
Ritmos em Partituras


Ritmos em partitura



Talvez uma das maiores dificuldades para se tocar uma música é saber seu ritmo, mas
alguns padrões rítmicos podem ajudar a amenizar essa dificuldade.

Os ritmos serão apresentados em partituras e talvez sejam de mais fácil execução no
teclado ou piano. Os acordes usados são somente demonstrativos.

1. Canção

Um ritmo extremamente versátil devido a seu compasso de 2/4 que acaba por aceitar
2/4, 4/4 e múltiplos.




O padrão pode ser usado para acompanhar várias músicas como: Frejat – Segredos,
Paralamas – Meu Erro (acelerado), Guns n Roses – Knocking on heavens door, Caetano
Veloso – Sozinho, etc.

O Contratempo é usado em apenas poucas partes de algumas músicas que se acompanha
por este ritmo, como na introdução de Eric Clapton – Tears in Heaven.

O modo arpejado simplesmente substitui o padrão em algumas músicas e pode ser
usado para variar um pouco no meio delas, mas também existem músicas que pedem
este estilo, como a Fly Away From Here – Aerosmith.

Vale lembrar que improvisos e variações são sempre de grande utilidade para se tocar
uma música e que este esquema de padrão é somente para auxilio. No inicio pode-se
tocar somente em cima do padrão, mas depois se deve incrementar a música com
variações.
2. Reggae

Ritmo simples e de grande uso, o reggae é um ritmo em 2/4 que também aceita 4/4 e
outros.




Ritmo obviamente usado em reggae como: Gilberto Gil – Vamos Fugir, Akundum –
Emaconhada (Acelerado), Bob Marley – No Womam No Cry, Paralamas – Uma
Brasileira, Skank – Te Ver, etc.

O compasso duplo é só uma idéia para quando se tem um acorde que se prolonga por
dois compassos ou mais, daí se faz o baixo mais constante e alternado entre notas do
acorde, serve somente como um complemento ao ritmo padrão.

3. Balada 6/8

Ritmo usado em música normalmente mais lentas, feito em 6/8 é um ritmo de uso um
pouco restrito.




Apesar de todas as notas serem tocadas em intervalos de colcheias os baixos devem ser
mantidos enquanto se toca a parte aguda do ritmo.

Esse ritmo pode ter diversas variações desde que mantenha o 1, 2, 3, 4, 5, 6 ritmado em
colcheias e sempre segurando os graves para dar maior “força” ao ritmo.

Praticamente qualquer música que seja em 6/8 é, ou pode ser, tocada nesse ritmo, porém
conheço poucas músicas que são assim, um exemplo é Los Hermanos – Primavera.
4. Guarânia

Ritmo um pouco diferenciado em 3/4.




Usa-se ou o padrão 1, ou o 2 em uma música. Alternar entre os dois é um pouco difícil,
mas pode ser feito em momentos apropriados.

No padrão 2, existe o tempo arpejado, deve-se tocar uma nota de cada vez em uma
seqüência rápida soltando as três juntas ao acabar o tempo. Corretamente, o acorde
circulado seria anotado assim:




Não conheço muitas músicas desse ritmo, mas uma popular bem conhecida é Geraldo
Vandré – Pra não dizer que não falei das flores (Caminhando e Cantando).

5. Bossa Nova

Um ritmo da mpb em 2/4.




Bossa Nova é um ritmo que possui um contratempo muito bom para se estudar em seu
padrão. Esse contratempo feito pela seqüência dos tempos de semi-colcheia, colcheia e
semi-colcheia é usado com freqüência em músicas da mpb, até mesmo na melodia.

O Arpejo é só uma idéia de subida que fica interessante nesse ritmo e também em
alguns outros.

Um exemplo conhecido de bossa nova é a consagrada Vinicius de Moraes – Eu sei que
vou te amar.
Anúncio

Recomendados

Apostila batidas de violao vol 3
Apostila batidas de violao   vol 3Apostila batidas de violao   vol 3
Apostila batidas de violao vol 3Leafar Azous
 
Apostila Teoria Musical
Apostila Teoria MusicalApostila Teoria Musical
Apostila Teoria Musicalroseandreia
 
Gramatica Teoria Musical
Gramatica Teoria MusicalGramatica Teoria Musical
Gramatica Teoria MusicalHOME
 
Manual guitarra jazz e improvisação tomati
Manual guitarra jazz e improvisação tomatiManual guitarra jazz e improvisação tomati
Manual guitarra jazz e improvisação tomatieliwelton muller
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicaljaconiasmusical
 
Evangelização - Apostila de Música - Teoria Musical Infantil
Evangelização - Apostila de Música - Teoria Musical InfantilEvangelização - Apostila de Música - Teoria Musical Infantil
Evangelização - Apostila de Música - Teoria Musical InfantilAntonino Silva
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2Henrique Antunes
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoMarlon Ferreira
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musicalOMAESTRO
 
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....Gilmar Damião
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoNando Costa
 
Apostila Iniciação Musical.pdf
Apostila Iniciação Musical.pdfApostila Iniciação Musical.pdf
Apostila Iniciação Musical.pdfRenato Monteiro
 
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton FrançaApostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton FrançaPartitura de Banda
 
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 Curso-completo-de-violao-para-iniciantes Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
Curso-completo-de-violao-para-inicianteseltoleon
 
Tabela de campo harmônico maior
Tabela de campo harmônico maiorTabela de campo harmônico maior
Tabela de campo harmônico maiornoisy_doctor
 
Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação. por gil...
Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação.  por gil...Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação.  por gil...
Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação. por gil...Gilmar Damião
 
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvidoConceitos para tirar e tocar músicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvidopaulo_206
 
Método de estudo para flauta transversal
Método de estudo para flauta transversalMétodo de estudo para flauta transversal
Método de estudo para flauta transversalPartitura de Banda
 

Mais procurados (20)

Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançado
 
Curso de violao
Curso de violaoCurso de violao
Curso de violao
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Prova de teoria final 50
Prova de teoria final   50Prova de teoria final   50
Prova de teoria final 50
 
Apostila violao-completa
Apostila violao-completaApostila violao-completa
Apostila violao-completa
 
Apostilas Conservatório
Apostilas ConservatórioApostilas Conservatório
Apostilas Conservatório
 
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancado
 
Apostila Iniciação Musical.pdf
Apostila Iniciação Musical.pdfApostila Iniciação Musical.pdf
Apostila Iniciação Musical.pdf
 
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton FrançaApostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
 
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 Curso-completo-de-violao-para-iniciantes Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 
Lenguaje musical
Lenguaje musicalLenguaje musical
Lenguaje musical
 
Tabela de campo harmônico maior
Tabela de campo harmônico maiorTabela de campo harmônico maior
Tabela de campo harmônico maior
 
Apostila modos gregos
Apostila modos gregosApostila modos gregos
Apostila modos gregos
 
Apostila de guitarra
Apostila de guitarraApostila de guitarra
Apostila de guitarra
 
Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação. por gil...
Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação.  por gil...Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação.  por gil...
Método de harmonia, formação de acordes e escalas para improvisação. por gil...
 
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvidoConceitos para tirar e tocar músicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido
 
Lenguaje Musical
Lenguaje MusicalLenguaje Musical
Lenguaje Musical
 
Método de estudo para flauta transversal
Método de estudo para flauta transversalMétodo de estudo para flauta transversal
Método de estudo para flauta transversal
 

Destaque

Como ler as partituras
Como ler as partiturasComo ler as partituras
Como ler as partiturasMeg Lucy
 
Partitura saltos no-tempo
Partitura saltos no-tempoPartitura saltos no-tempo
Partitura saltos no-tempoedublogntem
 
Songbook as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediak
Songbook   as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediakSongbook   as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediak
Songbook as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediakChucho Fernandez
 
Apostila "Finale, um guia prático"
Apostila "Finale, um guia prático"Apostila "Finale, um guia prático"
Apostila "Finale, um guia prático"Diego Galeno
 
Gibido empreendedor
Gibido empreendedorGibido empreendedor
Gibido empreendedorEdson Diniz
 
Rita lee
Rita leeRita lee
Rita leetonin98
 
IDE - CURSO DE MÚSICA
IDE - CURSO DE MÚSICAIDE - CURSO DE MÚSICA
IDE - CURSO DE MÚSICAMarkson Cézar
 
INTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCar
INTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCarINTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCar
INTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCarEdson Diniz
 
Exercicios silabacao ritmica
Exercicios silabacao ritmicaExercicios silabacao ritmica
Exercicios silabacao ritmicaNando Costa
 
Apostila partituras 1_final
Apostila partituras 1_finalApostila partituras 1_final
Apostila partituras 1_finalRafael Marques
 
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidadesVinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidadesnaathyb
 
Songbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediak
Songbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediakSongbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediak
Songbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediakHenrique Briebo
 
Vamos tocar flauta doce vol 1 helle tirler
Vamos tocar flauta doce vol 1   helle tirlerVamos tocar flauta doce vol 1   helle tirler
Vamos tocar flauta doce vol 1 helle tirlerAngélica Dos Santos
 

Destaque (20)

Como ler as partituras
Como ler as partiturasComo ler as partituras
Como ler as partituras
 
Partitura saltos no-tempo
Partitura saltos no-tempoPartitura saltos no-tempo
Partitura saltos no-tempo
 
Leitura de partitura
Leitura de partituraLeitura de partitura
Leitura de partitura
 
Songbook as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediak
Songbook   as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediakSongbook   as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediak
Songbook as 101 melhores canções do século xx - vol 1 - almir chediak
 
Apostila "Finale, um guia prático"
Apostila "Finale, um guia prático"Apostila "Finale, um guia prático"
Apostila "Finale, um guia prático"
 
Canticos varios
Canticos variosCanticos varios
Canticos varios
 
Gibido empreendedor
Gibido empreendedorGibido empreendedor
Gibido empreendedor
 
Rita lee
Rita leeRita lee
Rita lee
 
Curso de teclado
Curso de tecladoCurso de teclado
Curso de teclado
 
Desculpe o auê
Desculpe o auêDesculpe o auê
Desculpe o auê
 
Manual Sibelius 7
Manual Sibelius 7Manual Sibelius 7
Manual Sibelius 7
 
IDE - CURSO DE MÚSICA
IDE - CURSO DE MÚSICAIDE - CURSO DE MÚSICA
IDE - CURSO DE MÚSICA
 
Introdução ao FINALE
Introdução ao FINALEIntrodução ao FINALE
Introdução ao FINALE
 
INTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCar
INTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCarINTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCar
INTRODUÇÃO AO TECLADO - COLEÇÃO UAB-UFSCar
 
Exercicios silabacao ritmica
Exercicios silabacao ritmicaExercicios silabacao ritmica
Exercicios silabacao ritmica
 
Livro desculpe me
Livro desculpe meLivro desculpe me
Livro desculpe me
 
Apostila partituras 1_final
Apostila partituras 1_finalApostila partituras 1_final
Apostila partituras 1_final
 
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidadesVinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
 
Songbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediak
Songbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediakSongbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediak
Songbook As 101 melhores canções do século xx - vol. 2 - almir chediak
 
Vamos tocar flauta doce vol 1 helle tirler
Vamos tocar flauta doce vol 1   helle tirlerVamos tocar flauta doce vol 1   helle tirler
Vamos tocar flauta doce vol 1 helle tirler
 

Semelhante a Como ler partituras

Como improvisar varios_estilos
Como improvisar varios_estilosComo improvisar varios_estilos
Como improvisar varios_estilosjop1996
 
Curso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portuguese
Curso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portugueseCurso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portuguese
Curso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portugueseAltair Costa
 
Livro digital paulo zuben
Livro digital paulo zubenLivro digital paulo zuben
Livro digital paulo zubenRogerio Lima
 
Apostila violão basico
Apostila violão basicoApostila violão basico
Apostila violão basicoSaulo Gomes
 
Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final
 Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final
Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_finalJosé Claudemiro Oliveira
 
metodo Teoria musical
metodo Teoria musicalmetodo Teoria musical
metodo Teoria musicalSaulo Gomes
 
Aulas de músicas abdon batista
Aulas de músicas   abdon batistaAulas de músicas   abdon batista
Aulas de músicas abdon batistaKaren Carvalho
 
Curso de teoria musical
Curso de teoria musicalCurso de teoria musical
Curso de teoria musicalSaulo Gomes
 
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
 Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdfGuilherme Pereira
 
Apostila de violao
Apostila de violaoApostila de violao
Apostila de violaoJúlio Rocha
 
Pauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De PartituraPauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De PartituraHOME
 
A MúSica, As Notas E A Escala
A MúSica, As Notas E A EscalaA MúSica, As Notas E A Escala
A MúSica, As Notas E A EscalaHOME
 
Ler partitura
Ler partituraLer partitura
Ler partitura08012001
 
Ler partituras
Ler partiturasLer partituras
Ler partiturasgraucio
 

Semelhante a Como ler partituras (20)

Como improvisar varios_estilos
Como improvisar varios_estilosComo improvisar varios_estilos
Como improvisar varios_estilos
 
Apostila teoria musical - Rose Andréia.pdf
Apostila teoria musical - Rose Andréia.pdfApostila teoria musical - Rose Andréia.pdf
Apostila teoria musical - Rose Andréia.pdf
 
Curso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portuguese
Curso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portugueseCurso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portuguese
Curso Canto Gregoriano - Gregorian Chant tutorial in portuguese
 
Livro digital paulo zuben
Livro digital paulo zubenLivro digital paulo zuben
Livro digital paulo zuben
 
Apostila violão basico
Apostila violão basicoApostila violão basico
Apostila violão basico
 
Apostila de violão
Apostila de violãoApostila de violão
Apostila de violão
 
Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final
 Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final
Apostila partituras-iii_armadura_de_clave_final
 
metodo Teoria musical
metodo Teoria musicalmetodo Teoria musical
metodo Teoria musical
 
Aulas de músicas abdon batista
Aulas de músicas   abdon batistaAulas de músicas   abdon batista
Aulas de músicas abdon batista
 
Curso de teoria musical
Curso de teoria musicalCurso de teoria musical
Curso de teoria musical
 
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
 Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
 
Apostila de violao
Apostila de violaoApostila de violao
Apostila de violao
 
Pauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De PartituraPauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De Partitura
 
Curso de gaita
Curso de gaitaCurso de gaita
Curso de gaita
 
A MúSica, As Notas E A Escala
A MúSica, As Notas E A EscalaA MúSica, As Notas E A Escala
A MúSica, As Notas E A Escala
 
Abcmusical
AbcmusicalAbcmusical
Abcmusical
 
Estudo Musica
Estudo MusicaEstudo Musica
Estudo Musica
 
Ler partitura
Ler partituraLer partitura
Ler partitura
 
Apostilamusica
ApostilamusicaApostilamusica
Apostilamusica
 
Ler partituras
Ler partiturasLer partituras
Ler partituras
 

Mais de Elvis Live

Apostila iniciciacao musical
Apostila iniciciacao musicalApostila iniciciacao musical
Apostila iniciciacao musicalElvis Live
 
Apostila emi musica
Apostila emi musicaApostila emi musica
Apostila emi musicaElvis Live
 
Apostila de canto respiração
Apostila de canto   respiraçãoApostila de canto   respiração
Apostila de canto respiraçãoElvis Live
 
Apostila de canto relaxamento
Apostila de canto   relaxamentoApostila de canto   relaxamento
Apostila de canto relaxamentoElvis Live
 
A musica na educacao infantil 02
A musica na educacao infantil 02A musica na educacao infantil 02
A musica na educacao infantil 02Elvis Live
 
A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01Elvis Live
 
Apostila musica ef 09
Apostila musica ef 09Apostila musica ef 09
Apostila musica ef 09Elvis Live
 
Apostila musica ef 08
Apostila musica ef 08Apostila musica ef 08
Apostila musica ef 08Elvis Live
 
Apostila musica ef 07
Apostila musica ef 07Apostila musica ef 07
Apostila musica ef 07Elvis Live
 
Apostila musica ef 06
Apostila musica ef 06Apostila musica ef 06
Apostila musica ef 06Elvis Live
 
Apostila musica em 01
Apostila musica em 01Apostila musica em 01
Apostila musica em 01Elvis Live
 
Apostila violao 01
Apostila violao 01Apostila violao 01
Apostila violao 01Elvis Live
 
Beatles letras
Beatles letrasBeatles letras
Beatles letrasElvis Live
 
Beatles the complete songbook
Beatles the complete songbookBeatles the complete songbook
Beatles the complete songbookElvis Live
 
Como ler tablatura
Como ler tablaturaComo ler tablatura
Como ler tablaturaElvis Live
 
Elis regina letras
Elis regina letrasElis regina letras
Elis regina letrasElvis Live
 
Festas e tradicoes paulistas
Festas e tradicoes paulistasFestas e tradicoes paulistas
Festas e tradicoes paulistasElvis Live
 
Gaita aprendendo 01
Gaita aprendendo 01Gaita aprendendo 01
Gaita aprendendo 01Elvis Live
 
Gaita aprendendo 02 cromatica
Gaita aprendendo 02 cromaticaGaita aprendendo 02 cromatica
Gaita aprendendo 02 cromaticaElvis Live
 

Mais de Elvis Live (20)

Apostila iniciciacao musical
Apostila iniciciacao musicalApostila iniciciacao musical
Apostila iniciciacao musical
 
Apostila emi musica
Apostila emi musicaApostila emi musica
Apostila emi musica
 
Apostila de canto respiração
Apostila de canto   respiraçãoApostila de canto   respiração
Apostila de canto respiração
 
Apostila de canto relaxamento
Apostila de canto   relaxamentoApostila de canto   relaxamento
Apostila de canto relaxamento
 
A musica na educacao infantil 02
A musica na educacao infantil 02A musica na educacao infantil 02
A musica na educacao infantil 02
 
A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01
 
Apostila musica ef 09
Apostila musica ef 09Apostila musica ef 09
Apostila musica ef 09
 
Apostila musica ef 08
Apostila musica ef 08Apostila musica ef 08
Apostila musica ef 08
 
Apostila musica ef 07
Apostila musica ef 07Apostila musica ef 07
Apostila musica ef 07
 
Apostila musica ef 06
Apostila musica ef 06Apostila musica ef 06
Apostila musica ef 06
 
Apostila musica em 01
Apostila musica em 01Apostila musica em 01
Apostila musica em 01
 
Apostila violao 01
Apostila violao 01Apostila violao 01
Apostila violao 01
 
Beatles letras
Beatles letrasBeatles letras
Beatles letras
 
Beatles the complete songbook
Beatles the complete songbookBeatles the complete songbook
Beatles the complete songbook
 
Como ler tablatura
Como ler tablaturaComo ler tablatura
Como ler tablatura
 
Cronos rock
Cronos rockCronos rock
Cronos rock
 
Elis regina letras
Elis regina letrasElis regina letras
Elis regina letras
 
Festas e tradicoes paulistas
Festas e tradicoes paulistasFestas e tradicoes paulistas
Festas e tradicoes paulistas
 
Gaita aprendendo 01
Gaita aprendendo 01Gaita aprendendo 01
Gaita aprendendo 01
 
Gaita aprendendo 02 cromatica
Gaita aprendendo 02 cromaticaGaita aprendendo 02 cromatica
Gaita aprendendo 02 cromatica
 

Último

Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024assedlsam
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 

Último (20)

Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 

Como ler partituras

  • 1. Como ler Partituras Leitura de Partituras (Teoria) 1. Notas – Duração e Altura De acordo com a duração do som, a escrita da nota varia na seguinte seqüência: A duração exata do tempo depende da velocidade da música, mas sempre se deve observar a relação: 1 Semibreve = 2 Mínimas, 1 Semínima = 2 Colcheias, etc. Uma nota ainda pode ser complementada por sinais como: Na partitura existem cinco linhas e quatro espaços visíveis e mais espaços e linhas suplementares superiores, para notas mais agudas, e inferiores, para notas mais graves. A posição da nota na partitura, em que linha ou espaço está, define sua altura. Mas a altura pode ser afetada por um outro símbolo, chamado clave, que vem no inicio da partitura.
  • 2. As claves mais usadas são: A altura das notas ainda pode ser altera por sustenidos (#) e bemóis (b) que, respectivamente, aumentam e diminuem a nota em um semitom e bequadros ( que )) restauram a nota original, eliminando um sustenido ou bemol anterior. Sem um bequadro o bemol e o sustenido perdem valor no final de um compasso. A não ser que venham na armadura da clave. A diferença de tons de uma nota para outra é vista assim: Dó –Tom- Ré –Tom- Mi –Semitom- Fá –Tom- Sol –Tom- Lá –Tom- Si –Semitom- Dó Semitom é a menor das diferenças entre duas notas e Tom é a soma de dois Semitons. 2. Compasso e Armaduras de Clave Numa partitura após a clave, normalmente, vem escrito o compasso da música que define quanto tempo entra em cada parte da música, que será dividida por travessões. Alguns exemplos podem ser: Os sustenidos ou bemóis que aparecem diante da clave pertencem a Armadura de Clave. Esses sustenidos e bemóis representam a tonalidade do trecho que segue e não são
  • 3. eliminados pelo fim de compassos, podem ser eliminados durante um compasso por um bequadro. No caso acima do compasso 6/8, temos uma armadura de clave com bemóis em Si, Mi, Lá e Ré, então toda e qualquer nota correspondente a uma destas, naquele trecho, terá um bemol. Os sustenidos ou bemóis possuem ordem para aparecer na Armadura: Sustenidos: Fá, Dó, Sol, Lá, Mi, Si, para se achar a tonalidade maior conta-se uma nota depois do ultimo sustenidos da Armadura (Ex: Fá# - Tonalidade Sol); Bemóis: Si, Mi, Lá, Ré, Sol, Dó, Fá, para achar a tonalidade maior conta-se cinco notas antes do ultimo bemol (Ex: Ré bemol – Tonalidade Lá bemol). Esse método só acha a tonalidade maior, mas é possível que o trecho esteja em uma tonalidade menor relativa, e para acha-la conta-se 3 notas antes do tom maior (Ex: Relativa de Dó é Lá menor e de Mi bemol é Dó menor). Vale lembrar que a ordem das notas é: Dó – Dó# ou Réb – Ré – Ré# ou Mib – Mi – Fá – Fá# ou Solb – Sol – Sol# ou Láb – Lá – Lá# ou Sib – Si. Ou, usando notação encontrada em cifras: C – C# ou Db – D – D# ou Eb – E – F – F# ou Gb – G – G# ou Ab – A – A# ou Bb – B.
  • 4. Ritmos em Partituras Ritmos em partitura Talvez uma das maiores dificuldades para se tocar uma música é saber seu ritmo, mas alguns padrões rítmicos podem ajudar a amenizar essa dificuldade. Os ritmos serão apresentados em partituras e talvez sejam de mais fácil execução no teclado ou piano. Os acordes usados são somente demonstrativos. 1. Canção Um ritmo extremamente versátil devido a seu compasso de 2/4 que acaba por aceitar 2/4, 4/4 e múltiplos. O padrão pode ser usado para acompanhar várias músicas como: Frejat – Segredos, Paralamas – Meu Erro (acelerado), Guns n Roses – Knocking on heavens door, Caetano Veloso – Sozinho, etc. O Contratempo é usado em apenas poucas partes de algumas músicas que se acompanha por este ritmo, como na introdução de Eric Clapton – Tears in Heaven. O modo arpejado simplesmente substitui o padrão em algumas músicas e pode ser usado para variar um pouco no meio delas, mas também existem músicas que pedem este estilo, como a Fly Away From Here – Aerosmith. Vale lembrar que improvisos e variações são sempre de grande utilidade para se tocar uma música e que este esquema de padrão é somente para auxilio. No inicio pode-se tocar somente em cima do padrão, mas depois se deve incrementar a música com variações.
  • 5. 2. Reggae Ritmo simples e de grande uso, o reggae é um ritmo em 2/4 que também aceita 4/4 e outros. Ritmo obviamente usado em reggae como: Gilberto Gil – Vamos Fugir, Akundum – Emaconhada (Acelerado), Bob Marley – No Womam No Cry, Paralamas – Uma Brasileira, Skank – Te Ver, etc. O compasso duplo é só uma idéia para quando se tem um acorde que se prolonga por dois compassos ou mais, daí se faz o baixo mais constante e alternado entre notas do acorde, serve somente como um complemento ao ritmo padrão. 3. Balada 6/8 Ritmo usado em música normalmente mais lentas, feito em 6/8 é um ritmo de uso um pouco restrito. Apesar de todas as notas serem tocadas em intervalos de colcheias os baixos devem ser mantidos enquanto se toca a parte aguda do ritmo. Esse ritmo pode ter diversas variações desde que mantenha o 1, 2, 3, 4, 5, 6 ritmado em colcheias e sempre segurando os graves para dar maior “força” ao ritmo. Praticamente qualquer música que seja em 6/8 é, ou pode ser, tocada nesse ritmo, porém conheço poucas músicas que são assim, um exemplo é Los Hermanos – Primavera.
  • 6. 4. Guarânia Ritmo um pouco diferenciado em 3/4. Usa-se ou o padrão 1, ou o 2 em uma música. Alternar entre os dois é um pouco difícil, mas pode ser feito em momentos apropriados. No padrão 2, existe o tempo arpejado, deve-se tocar uma nota de cada vez em uma seqüência rápida soltando as três juntas ao acabar o tempo. Corretamente, o acorde circulado seria anotado assim: Não conheço muitas músicas desse ritmo, mas uma popular bem conhecida é Geraldo Vandré – Pra não dizer que não falei das flores (Caminhando e Cantando). 5. Bossa Nova Um ritmo da mpb em 2/4. Bossa Nova é um ritmo que possui um contratempo muito bom para se estudar em seu padrão. Esse contratempo feito pela seqüência dos tempos de semi-colcheia, colcheia e semi-colcheia é usado com freqüência em músicas da mpb, até mesmo na melodia. O Arpejo é só uma idéia de subida que fica interessante nesse ritmo e também em alguns outros. Um exemplo conhecido de bossa nova é a consagrada Vinicius de Moraes – Eu sei que vou te amar.