Vamos começar, sem enrolação, a falar sobre a gaita. 
Em primeiro lugar, verifique se na parte superior do seu instrumento...
No caso do modo do tom de C, a escala fica assim:C, E, F, Gb, G, Bb. 
E no caso do modo do tom de Cm, a escala fica assim:...
As tablaturas das músicas foram elaboradas para a cromática de 48 vozes, mas podem ser facilmente adaptadas 
para a de 64 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Curso de gaita

315 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
315
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso de gaita

  1. 1. Vamos começar, sem enrolação, a falar sobre a gaita. Em primeiro lugar, verifique se na parte superior do seu instrumento está gravada a letra C. O que significa tal letrinha? Muito simples. Os anglo-saxõoes - aqueles que inventaram a gaita - usam a letra C para determinar a note Dó. Por que justamente C? É que a escala, em outros termos, a "escadinha de som" toda é a seguinte: C D E F G A B | escala anglo-saxão ---------------------------- DÓ RÉ MI FÁ SOL LáA SI | escala italiana Quer dizer, se você encontrou o tal C na sua gaita, então o seu instrumento poderá ser usado para toda música escrita dentro da escala de C. Olhando a gaita bem de frente, verificará que, para cada número, existem 2 orifícios, um superior, outro inferior. Cada qual está dividido em duas partes. Os orificios inferiores devem ser soprados, os superiores devem ser aspirados. Mesmo que você sopre, pois, pelos dois orificios, o ar só entrará pelo inferior. Se aspirar pelos dois orifícios, o ar só afetará o superior. Desse modo, basta você prestar atenção ao número, não nos orifícios inferior e superior, para acertar a primeira lição. Pelo esquema da que ensinaremos em nosso site, você, tomando todas as lições, ficará habilitado a tocar, a guisa de estudo, a escala de C, cuja primeira nota está, como verá, localizada na parte inferior do orifício 4. Enarmonia: É um mesmo som com nomes diferentes. Escala cromática: é aquela formada por todas as 7 notas naturais e mais os acidentes que existem entre essas notas. São 12 notas no total: Ascendente: C, C#, D, D#, E, F, F#, G, G#, A, A#, B Descendente: B, Bb, A, Ab, G, Gb, F, E, Eb, D, Db, C Quando a escala é ascendente usam-se sustenidos e quando descendente, bemóis. Observe que não exite E# nem B#. Por isso é dito que o intervalo entre E e F é de meio tom, assim como entre B e C. Na escrita musical aparecem as notas E# que é F ou Fb que é E, e também B# que é C ou Cb que é B. Escala Diatônica: Esta escala possue apenas 7 notas, e não 12 como no caso da cromática. As pessoas às vezes pensam que a escala diatônica é formada somente pelas notas naturais (as brancas de um piano ou teclado) e não contém os semi-tons, mas isto está correto apenas para a escala diatônica de C. Escala diatônica para o tom de C: C, D, E, F, G, A, B, C (só as brancas do piano ou teclado) Observe os intervalo entre as notas da escala. primeiro vem a nota principal, também chamada de tônica, esta nota dá o nome ao tom da escala. · desta 1ª nota para a 2ª (C-D) há um intervalo de 1 tom. · da 2ª para a 3ª (D-E), 1 tom · da 3ª para a 4ª (E-F), meio tom · da 4ª para a 5ª (F-G), 1 tom · da 5ª para a 6ª (G-A), 1 tom · da 6ª para a 7ª (A-B), 1 tom · da 7ª para a 8ª (B-C), meio tom A escala diatônica para os outros tons deve manter os mesmos intervalos entre as notas. Observe, Por exemplo, a escala diatônica no tom de E: E, F#, G#, A, B, C#, D#, E Graus da Escala Diatônica (o exemplo abaixo é no tom de C): Preste muita atenção na tabela abaixo pois ela será usada exaustivamente nos tópicos seguites. No ta C D E F G A B C Gr au 1 2 3 4 5 6 7 8 (repetição do 1) Escala Blues Esta escala é a mais utilizada no blues e possui apenas 6 notas. Vamos formar as escalas blues a partir dos graus da escala diatônica nos modos maior e menor: Maior: 1, 3, 4, 5b, 5, 7b Menor: 1, 3b, 4, 5b, 5, 7b Ou seja, as notas são do grau 1, grau 3 bemol, grau 4, grau 5 bemol, grau 5 e grau 7 bemol.
  2. 2. No caso do modo do tom de C, a escala fica assim:C, E, F, Gb, G, Bb. E no caso do modo do tom de Cm, a escala fica assim:C, Eb, F, Gb, G, Bb. Oitavas: As escalas musicais se repetem depois de terminar. Ou seja, ao se chegar à última nota da escala, volta-se à primeira. A nota que se repete tem o mesmo tom da primeira, mas o seu timbre é bem mais agudo. As notas naturais são apenas 7. O termo usado como 8ª (oitava) é repetição do 1º grau; também indica a mesma nota em outra oitava mais grave ou mais aguda. Acordes: Acordes são 3 ou mais notas tocadas ao mesmo tempo. Os acordes mais simples são formados por apenas 3 notas (tríades). · O acorde "Maior" é formado pelas notas dos graus 1, 3 e 5. Assim, o acorde de C maior (C) é formado pelas notas C, E e G. · O acorde "Menor" é semelhante ao Maior, porém a nota do grau 3 é reduzida em meio tom. Assim, o acorde de C menor (Cm) é: C, Eb e G. · O acorde "Diminuto" é semelhante ao Menor, porém a nota do grau 5 também é reduzida em meio tom. Assim, o acorde C Diminuto (Cdim) é: C, Eb e Gb. · O acorde "Aumentado" é semelhante ao Maior, porém a nota do grau 5 é aumentada em meio tom. Assim, o acorde C Aumentado (C+) é: C, E e G#. · O acorde com 7ª (também chamado "Dominante") é feito adicionando-se a nota do grau 7b ao acorde original. Assim o C com 7ª (C7) é: C, E, G e Bb. Este tipo de acorde é o mais encontrado no Blues, Rock, Country e Pop. Arpejos: São as notas de um acorde tocadas separadamente, em sequência, ao invés de todas juntas. Existe um número muito limitado de acordes disponíveis na gaita diatônica, mas com o uso de bends e overbends, qualquer arpegio pode ser tocado. Conhecer os arpejos é muito útil para a improvisação e para manter a improvisação consistente com os acordes do acompanhamento. Acordes mais usados: Os acordes mais utilizados em uma canção são os do grau 1, 4 e 5. Ou seja, se o tom da música é C, os acordes mais utilizados serão C (CEG), F (FAC) e G (GBD). Frequentemente os acordes são utilizados com acréscimo da 7ª. Ex: C (CEGBb). É aquela com um botão na lateral. Este botão serve para acionar um segundo grupo de palhetas que estão afinadas meio-tom acima da nota natural. Desta forma a gaita consegue oferecer todas as 12 notas da escala cromática (C C# D D# E F F# G G# A A# B). A Gaita Cromática foi inventada em 1918, pelo harmonicista russo Borrah Minevitch e graças à sua capacidade de produzir todas as notas da escala cromática, a Gaita Cromática é reconhecida como a gaita mais adequada para tocar músicas de estrutura mais complexa como o jazz, o classico e a mpb. Está é também a única gaita que não requer que o gaitista mude de instrumento para executar músicas em diferentes tons. A abrangência do instrumento é de 3 oitavas completas para o modelo de 12 orifícios (48 palhetas, ou vozes). Os modelos de 16 orifícios (64 palhetas, ou vozes) oferecem mais uma oitava abaixo, expandindo o alcance para 4 oitavas completas. Layout das notas (com o botão lateral solto) Aspiradas C E G C C E G C C E G C Orifícios 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Sopradas D F A B D F A B D F A B Layout das notas (com o botão lateral apresionado) Aspiradas C# F G# C# C# F G# C# C# F G# C# Orifícios 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Sopradas D# F# A# C D# F# A# C D# F# A# D Obs: 1) A notação empregada nas tablaturas apresentadas abaixo é a seguinte: 4s significa soprar no orifício 4 sem apertar o botão lateral (registro aberto). 4a significa aspirar no orifício 4 sem apertar o botão lateral (registro aberto). 4S significa soprar no orifício 4 apertando o botão lateral (registro fechado). 4A significa aspirar no orifício 4 apretando o botão lateral (registro fechado).
  3. 3. As tablaturas das músicas foram elaboradas para a cromática de 48 vozes, mas podem ser facilmente adaptadas para a de 64 vozes somando-se 4 em cada número. Como você pode observar no layout de notas (e pode constatar tocando), existem algumas notas que são idênticas. Estas notas são: 2S e 2a = F 4A, 4s e 5s = C 4S e 5S = C# 6S e 6a = F 8A, 8s e 9s = C 8S e 9S = C# 10S e 10a = F 12A, 12 = C l ay out « Escalas 1. Escala Cromática ascendente e descendente na primeira oitava 1s 1S 1a 1A 2s 2a 2A 3s 3S 3a 3A 4a 4s 4s 4a 3A 3a 3S 3s 2A 2a 2s 1A 1a 1S 1s 2. Escala Cromática ascendente e descendente na segunda oitava 5s 5S 5a 5A 6s 6a 6A 7s 7S 7a 7A 8a 8s 8s 8a 7A 7a 7S 7s 6A 6a 6s 5A 5a 5S 5s 3. Escala Cromática ascendente e descendente na terceira oitava 9s 9S 9a 9A 10s 10a 10A 11s 11S 11a 11A 12a 12s 12s 12a 11A 11a 11S 11s 10A 10a 10s 9A 9a 9S 9s OBS: Como voce pode observar, a mecânica para execução da escala é sempre a mesma nas 3 oitavas. Só o que modifica é a região da gaita em que a escala é executada. 4. Escala Natural (Diatônica) de C (dó) Maior. (0 sustenidos) 5. Escala Natural (Diatônica) de G (sol) Maior. (1 sustenido) 1s 1a 2s 2a 3s 3a 4a 4s 5s 5a 6s 6a 7s 7a 8a 8s 8s 8a 7a 7s 6a 6s 5a 5s 4s 4a 3a 3s 2a 2s 1a 1s 3s 3a 4a 4s 5a 6s 6A 7s 7s 7a 8a 8s 9a 10s 10A 11s 11s 10A 10s 9a 8s 8a 7a 7s 7s 6A 6s 5a 4s 4a 3a 3s 6. Escala Natural (Diatônica) de F (fá) Maior. (1 sustenido) 7. Escala Natural (Diatônica) de D (ré) Maior. (2 sustenidos) 2a 3s 3a 3A 4s 5a 6s 6a 6a 7s 7a 7A 8s 9a 10s 10a 10a 10s 9a 8s 7A 7a 7s 6a 6a 6s 5a 4s 3A 3a 3s 2a 1a 2s 2A 3s 3a 4a 4S 5a 5a 6s 6A 7s 7a 8a 8S 9a 9a 8S 8a 7a 7s 6A 6s 5a 5a 4S 4a 3a 3s 2A 2s 1a 8. Escala Natural (Diatônica) de A (lá) Maior. (3 sustenido) 9. Escala Natural (Diatônica) de E (mi) Maior. (4 sustenido) 3a 4a 4S 5a 6s 6A 7S 7a 7a 8a 8S 9a 10s 10A 11S 11a 11a 11S 10A 10s 9a 8S 8a 7a 7a 7S 6A 6s 5a 4S 4a 3a 2s 2A 3S 3a 4a 4S 5A 6s 6s 6A 7S 7a 8a 8S 9A 10s 10s 9A 8S 8a 7a 7S 6A 6s 6s 5A 4S 4a 3a 3S 2A 2s 10. Escala Natural (Diatônica) de B (si) Maior. (5 sustenido) 4a 4S 5A 6s 6A 7S 7A 8a 8a 8S 9A 10s 10A 11S 11A 12a 12a 11A 11S 10A 10s 9A 8S 8a 8a 7A 7S 6A 6s 5A 4S 4a

×