Reprodução e desenvolvimento

5.363 visualizações

Publicada em

1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
169
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reprodução e desenvolvimento

  1. 1. É uma característica fundamental dos seres vivos.Permitindo a formação de novos indivíduos, assegura aperpetuação das espécies e, consequentemente, acontinuidade da vida no nosso planeta.
  2. 2. 1) Reprodução Assexuada ou AgâmicaProcesso que ocorre sem a participação degametas. Não há portanto, troca de materialgenético entre os organismos.2)Reprodução Sexuada ou GâmicaProcesso no qual ocorre troca de material genéticoentre os indivíduos e na maioria das vezes com uniãode células reprodutoras denominadas gametas.
  3. 3. - VANTAGENS Assexuada: Gerar descendentes em pouco tempo Nãodepender de outro indivíduo. Sexuada: Variabilidade genética (recombinação gênicaatravés dos gametas) = mistura de características.- DESVANTAGENSAssexuada: Formação de indivíduos idênticos e menorcapacidade evolutiva.Sexuada: Mais tempo para a geração de descendentes,maior gasto energético, Durante a reprodução osindivíduos ficam mais expostos a ação de predadores.
  4. 4. 1) Reprodução Assexuada ou Agâmica. - Cissiparidade; - Gemiparidade ou Brotamento; - Laceração ou Regeneração;
  5. 5. Cissiparidade (fissão binária, bipartição, divisãosimples) – um organismo simples divide-se em duaspartes geneticamente iguais, que passarão a constituirnovos indivíduos.É verificada em geral em bactérias, algas unicelulares eprotozoários.
  6. 6. Gemiparidade ou Brotamento –Formação de um “broto”, que cresce, formandoum novo indivíduo. Os novos seres podem sedestacar do organismo parental e viverisoladamente ou manter-se agregado a ele,constituindo uma colônia.Ocorre em certas bactérias, protozoários, fungos,poríferos e celenterados.
  7. 7. Regeneração - quando parte do individuo écortado gerando um novo ser. Cortando o braço deuma estrela-do-mar, verifica-se que o animalregenera o braço cortado, podendo reconstituir umnovo organismo. Observa-se também emplanárias.
  8. 8. 2) Reprodução Sexuada ou GâmicaDestacam-se dois fenômenos que permite uma certavariabilidade entre os descendentes. - Meiose (formação de gametas) - Fecundação
  9. 9. GÔNADAS MASCULINAS E FEMININAS NO MESMO INDIVÍVUO
  10. 10. GÔNADAS MASCULINAS E FEMININAS EM INDIVÍVUOS DIFERENTES.
  11. 11. 2) Fecundação cruzadaPossibilita a recombinação gênica
  12. 12. 3) Fecundação externaUnião dos gametas ocorre fora do organismo materno.
  13. 13. 4) Fecundação internaUnião dos gametas ocorre dentro do organismo materno.
  14. 14. 1) Partenogênese Desenvolvimento do óvulo sem que haja a fecundação.( Não há mistura de genes entre 2 gametas).Ex: - Abelhas na formação de zangões(N) - Bananeira
  15. 15. 2) ConjugaçãoTroca de genes sem a participação de gametas.Ex: bactérias, cianobactérias e protozoários.
  16. 16. Quanto ao local do desenvolvimento do embrião, podemos dividir os animais em:Ovíparos: animais que apresentam fecundação interna eliberação de ovos que se desenvolvem externamente (meioaquático ou terrestre). Ex: Répteis em geral, peixes, aves evários invertebrados.Vivíparos: animais com fecundação interna e desenvolvimentono interior do organismo materno. Maioria dos mamíferos.Ovovivíparos: animais que apresentam fecundação interna eque se desenvolvem dentro de ovos que ficam retidos noorganismo materno, mas não há comunicação alimentar entreos dois. Alguns peixes e determinados répteis.Ovulíparos: animais que apresentam fecundação externa edesenvolvimento externo em ovos aquáticos. Invertebradosaquáticos, maioria dos peixes e anfíbios.
  17. 17. vivíparo
  18. 18. ovovivíparo

×