Reprodução sexuada e assexuada

Professor: Jocimar Araújo
Ciências Biológicas
4º Período
Tipos de Reprodução
 As plantas possuem duas formas básicas de
reprodução:
Assexuada: Indivíduos clones da planta mãe
– Natural
– Artificial
Sexuada: troca de material genético
– Aparelho reprodutor “masculino” e
“feminino”
Reprodução assexuada
 Vantagens:
 ↑ índice de propagação no ambiente
 ↓ gasto energético
 Desvantagens:
 Risco de extinção devido á ação de alguma doença – falta
de variabilidade genética
 Ausência de variabilidade genética
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
Esporulação → por esporos
Ex: briófitas, pteridófitas, algas e fungos
multicelulares.
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
Esporulação → por esporos
Pteridofitas → soros
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
 Divisão binária → (bipartição ou cissiparidade) →
divisão da célula por mitose
Ex: algas unicelulares e fungos.
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
 Brotamento → formação de um broto que se
desprende do organismo genitor, desenvolvendo
independentemente.
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
 Fragmentação → fracionamento com potencial de
regeneração na estrutura corporal de um organismo.
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
 Multiplicação vegetativa ou propagação vegetativa
→ processo que pode ocorrer fragmentação e por
gemulação → caules e folhas, por fragmentação e por
gemulação
 Estolho: Caules aéreos finos que ligam a planta-mãe à
planta-filha (função semelhante ao cordão umbilical
nos mamíferos placentários)
Reprodução assexuada
 Principais formas de reprodução
 Multiplicação vegetativa ou propagação vegetativa
→ processo que pode ocorrer fragmentação e por
gemulação → caules e folhas, por fragmentação e por
gemulação
Reprodução assexuada
 Brotamento X Fragmentação
Reprodução assexuada Artificial
 Formas de reprodução articiais
 Estalquia → retirado um fragmento da planta e
plantado na terra.
- Mais usados nos ramos ornamentais e agrícolas
→ Processo mais rentável → rápida produção.
Reprodução assexuada Artificial
 Formas de reprodução articiais
 Enxertia ou garfagem→ implantado uma parte
viva da planta que se quer propagar (cavaleiro) em uma
parte de outra planta que esteja enraizada (cavalo).
- Usado em espécies arbóreas e arbustivas e
muito utilizada na produção de mudas de frutíferas,
para a fruticultura
Reprodução assexuada Artificial
 Formas de reprodução articiais
 Alpoquia→ Indução do enraizamento de uma
parte da planta que se quer propagar sem destacá-la da
planta-mãe.
Reprodução assexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Briófitas:
- Conceptáculos: estrutura especial em forma de taça
encontrada na superfície dorsal das hepáticas
- Propágulos: estrutura em forma de oito localizadas na parte
interna do conceptáculos → possui células capazes de produzir
uma nova planta
Reprodução assexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Pteridófitas:
- Rizomas: Caules subterrâneos → brotos novos surgem a
partir deste caule a medida que o rizoma vai crescendo
Reprodução assexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Fanerógamas: Gimnospermas e Angiospermas
- Folhas e caules: proliferação vegetativa das plantas onde
podem criar novos indivíduos através dos caules e folhas.
- Gemas que em contato com o solo podem enraizar e
formar um novo individuo.
- Caules prostrados podem enraizar na terra e formar um
novo individuo.
Economia
 Alto rendimento no uso da agricultura.
Abacaxi:
Economia
 Vantagens
A garantia da qualidade da planta – plantas filhas = planta mãe
Forma de reprodução mais rápida do que por plantio de
sementes
Perda da capacidade de reprodução sexuada – Uvas, bananas,
caqui. ( ausência de semente em alguns casos).
Indivíduos híbridos (cruzamento de plantas diferentes) –
estéreis
 Grande uso da mergulhia e enxertia
 Desvantagem
Perda da variabilidade genética
Facilita o risco de doença na plantação
Ornamentação
 Hortência  Rosa
Reprodução sexuada
 Vantagens:
 ↑ variabilidade genética
 ↓ risco de extinção da espécie por doenças
 Desvantagens:
 Dependência de indivíduos - ♂ (+) e ♀ (-)
- Exceção?
 ↑ gasto energético
Reprodução sexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Briofitas: - Sexos separados – Gametângio ♂ flagelados
- Dependência da água para reprodução
Reprodução sexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Pteridófitas: - Protalo – onde se formam os anterozóides e a oosfera
- Protalo repleto de água – locomoção dos anterozóides
até a oosfera
Reprodução sexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Gimnosperma: - 01 Estróbilo ♂ e 01 estróbilo ♀
Reprodução sexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Gimnosperma: - 01 Estróbilo ♂ e 01 estróbilo ♀
- Transporte do grão de pólen pelo vento Anemofilia
Reprodução sexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Angiospermas: - Ardroceu : órgão ♂ (Estames)
- Gineceu: órgão ♀ (Carpelo)
- Ovários ínfero ou súpero?
Reprodução sexuada
 Formas de reprodução nos principais grupos
vegetais.
Angiospermas: - Tipos de polinização
- Anemófila: Vento - Entomofilia: Insetos - Quiropterofilia: Morcegos
Dúvidas...
Obrigado...
1 de 29

Recomendados

Reprodução assexuada e sexuada por
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuadaMatheus Faria do Valle
98.8K visualizações33 slides
Reprodução nas plantas por
Reprodução nas plantasReprodução nas plantas
Reprodução nas plantasdanielpinheiro
40.2K visualizações22 slides
Reprodução Animal por
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução AnimalCésar Milani
9.7K visualizações27 slides
Reino Plantas por
Reino PlantasReino Plantas
Reino Plantasinfoeducp2
96.5K visualizações55 slides
Genética por
GenéticaGenética
GenéticaRebeca Vale
64.5K visualizações21 slides
Reprodução plantas por
Reprodução plantasReprodução plantas
Reprodução plantasSofia Mendes
13K visualizações16 slides

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

V.3 Gimnospermas por
V.3 GimnospermasV.3 Gimnospermas
V.3 GimnospermasRebeca Vale
17.8K visualizações10 slides
Genética: Noções de Hereditariedade por
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGoverno do Estado do Rio Grande do Sul
5.9K visualizações32 slides
Reprodução sexuada por
Reprodução sexuadaReprodução sexuada
Reprodução sexuadaandreepinto
9.6K visualizações12 slides
IV. 1 Formação de novas espécies por
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesRebeca Vale
14K visualizações10 slides
Reprodução humana - 8º ano por
Reprodução humana - 8º anoReprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º anoGoverno do Estado do Rio Grande do Sul
14.8K visualizações21 slides
A primeira lei de mendel por
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelmainamgar
13.6K visualizações17 slides

Mais procurados(20)

V.3 Gimnospermas por Rebeca Vale
V.3 GimnospermasV.3 Gimnospermas
V.3 Gimnospermas
Rebeca Vale17.8K visualizações
Reprodução sexuada por andreepinto
Reprodução sexuadaReprodução sexuada
Reprodução sexuada
andreepinto9.6K visualizações
IV. 1 Formação de novas espécies por Rebeca Vale
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
Rebeca Vale14K visualizações
A primeira lei de mendel por mainamgar
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
mainamgar13.6K visualizações
Células por Killer Max
CélulasCélulas
Células
Killer Max12K visualizações
Aula relações ecológicas por Gabriela de Lima
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
Gabriela de Lima73.8K visualizações
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas por Fatima Comiotto
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermasAula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Fatima Comiotto162.2K visualizações
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino por Bruno Djvan Ramos Barbosa
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Bruno Djvan Ramos Barbosa40.5K visualizações
Aulão a origem da vida por César Milani
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
César Milani37.2K visualizações
V.5 Angiospermas - flor, fruto e semente por Rebeca Vale
V.5 Angiospermas - flor, fruto e sementeV.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
V.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
Rebeca Vale67.8K visualizações
Reino plantae por profatatiana
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
profatatiana7.9K visualizações
Reprodução Humana por Sérgio Luiz
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
Sérgio Luiz94.8K visualizações
Ecologia de Populações por Gabriela de Lima
Ecologia de PopulaçõesEcologia de Populações
Ecologia de Populações
Gabriela de Lima25.2K visualizações
Níveis de organização - 2014 - 1º ano por Marcia Bantim
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Marcia Bantim8.8K visualizações
7 ano classificação das plantas por crisbassanimedeiros
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas
crisbassanimedeiros10.2K visualizações
Classificação dos Seres Vivos por Juliana Mendes
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
Juliana Mendes81K visualizações
2ª lei de mendel por Iuri Fretta Wiggers
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
Iuri Fretta Wiggers24.7K visualizações
Hormônios Vegetais por Turma Olímpica
Hormônios VegetaisHormônios Vegetais
Hormônios Vegetais
Turma Olímpica4.4K visualizações

Similar a Reprodução sexuada e assexuada

Botânica por
Botânica Botânica
Botânica NICKSON ♥
204 visualizações26 slides
Reino vegetal7ºcd por
Reino vegetal7ºcdReino vegetal7ºcd
Reino vegetal7ºcdNeila
1.9K visualizações45 slides
3 - morfologia e fisiologia vegetal por
3 - morfologia e fisiologia vegetal3 - morfologia e fisiologia vegetal
3 - morfologia e fisiologia vegetalMarcus Magarinho
206 visualizações43 slides
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2) por
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
662 visualizações55 slides
Grupos vegetais ensino médio por
Grupos vegetais ensino médioGrupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médioPedro Alberto Machado
1K visualizações32 slides
Plantas vasculares 1 por
Plantas  vasculares 1Plantas  vasculares 1
Plantas vasculares 1SESI 422 - Americana
8.7K visualizações16 slides

Similar a Reprodução sexuada e assexuada(20)

Botânica por NICKSON ♥
Botânica Botânica
Botânica
NICKSON ♥204 visualizações
Reino vegetal7ºcd por Neila
Reino vegetal7ºcdReino vegetal7ºcd
Reino vegetal7ºcd
Neila1.9K visualizações
3 - morfologia e fisiologia vegetal por Marcus Magarinho
3 - morfologia e fisiologia vegetal3 - morfologia e fisiologia vegetal
3 - morfologia e fisiologia vegetal
Marcus Magarinho206 visualizações
Aula 2 Prof. Guth Berger por Matheus Yuri
Aula 2 Prof. Guth BergerAula 2 Prof. Guth Berger
Aula 2 Prof. Guth Berger
Matheus Yuri1.3K visualizações
Reino vegetal aprofundamento por letyap
Reino vegetal aprofundamentoReino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamento
letyap18K visualizações
Reino Plantae por Katia Valeria
Reino PlantaeReino Plantae
Reino Plantae
Katia Valeria832 visualizações
Biologia 2ºEM - parte 2 por DealdyPony
Biologia 2ºEM - parte 2Biologia 2ºEM - parte 2
Biologia 2ºEM - parte 2
DealdyPony127 visualizações
Mód i botânica por IsabelVilela
Mód i  botânicaMód i  botânica
Mód i botânica
IsabelVilela4.3K visualizações
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas por Colégio Batista de Mantena
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitasFrente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Colégio Batista de Mantena919 visualizações
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas por Sergio Nascimento
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e AngiospermasEvolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Sergio Nascimento108K visualizações
Classificacao e reproducao das plantas por biroskaa
Classificacao e reproducao das plantasClassificacao e reproducao das plantas
Classificacao e reproducao das plantas
biroskaa3.6K visualizações
Sistematica vegetal por Carlos Priante
Sistematica vegetal  Sistematica vegetal
Sistematica vegetal
Carlos Priante2K visualizações
Angiospermas por biologando
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
biologando26.5K visualizações
Angiospermas - Renato Paiva por Turma Olímpica
Angiospermas - Renato PaivaAngiospermas - Renato Paiva
Angiospermas - Renato Paiva
Turma Olímpica3.3K visualizações
Sementes - Morfologia Vegetal por José Teles Monteiro
Sementes - Morfologia VegetalSementes - Morfologia Vegetal
Sementes - Morfologia Vegetal
José Teles Monteiro34.8K visualizações

Mais de Jocimar Araujo

Protozoários sarcodina por
Protozoários   sarcodinaProtozoários   sarcodina
Protozoários sarcodinaJocimar Araujo
5K visualizações14 slides
Trichomoniase por
TrichomoniaseTrichomoniase
TrichomoniaseJocimar Araujo
1.7K visualizações16 slides
Cnidários por
CnidáriosCnidários
CnidáriosJocimar Araujo
6.5K visualizações28 slides
Educação Comparada - Bolívia por
Educação Comparada - BolíviaEducação Comparada - Bolívia
Educação Comparada - BolíviaJocimar Araujo
1.5K visualizações11 slides
Famílias vegetais por
Famílias vegetaisFamílias vegetais
Famílias vegetaisJocimar Araujo
1K visualizações14 slides
Algas azuis por
Algas azuisAlgas azuis
Algas azuisJocimar Araujo
472 visualizações7 slides

Mais de Jocimar Araujo(6)

Protozoários sarcodina por Jocimar Araujo
Protozoários   sarcodinaProtozoários   sarcodina
Protozoários sarcodina
Jocimar Araujo5K visualizações
Trichomoniase por Jocimar Araujo
TrichomoniaseTrichomoniase
Trichomoniase
Jocimar Araujo1.7K visualizações
Cnidários por Jocimar Araujo
CnidáriosCnidários
Cnidários
Jocimar Araujo6.5K visualizações
Educação Comparada - Bolívia por Jocimar Araujo
Educação Comparada - BolíviaEducação Comparada - Bolívia
Educação Comparada - Bolívia
Jocimar Araujo1.5K visualizações
Famílias vegetais por Jocimar Araujo
Famílias vegetaisFamílias vegetais
Famílias vegetais
Jocimar Araujo1K visualizações
Algas azuis por Jocimar Araujo
Algas azuisAlgas azuis
Algas azuis
Jocimar Araujo472 visualizações

Último

Slides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptx por
Slides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptxSlides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptx
Slides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
27 visualizações61 slides
A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei... por
A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei...A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei...
A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei...pauladiasuni
61 visualizações2 slides
- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do... por
- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do...- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do...
- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do...IntegrareAcademy2
11 visualizações3 slides
Paulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdf por
Paulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdfPaulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdf
Paulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdfPaulino Silva
37 visualizações33 slides
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm. por
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.azulassessoriaacadem3
34 visualizações2 slides
1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan... por
1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan...1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan...
1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan...azulassessoriaacadem3
11 visualizações2 slides

Último(20)

Slides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptx por LuizHenriquedeAlmeid6
Slides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptxSlides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptx
Slides Lição 11, CPAD, Missões e a Igreja Perseguida.pptx
LuizHenriquedeAlmeid627 visualizações
A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei... por pauladiasuni
A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei...A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei...
A Lei da Libras nº 10.436, de 24 de abril de 2002 reconhece a Língua Brasilei...
pauladiasuni61 visualizações
- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do... por IntegrareAcademy2
- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do...- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do...
- Qual é a relação entre planejamento e dimensão investigativa no trabalho do...
IntegrareAcademy211 visualizações
Paulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdf por Paulino Silva
Paulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdfPaulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdf
Paulino Silva - BSC - III Jornadas Contabilidade ISCAP - Slideshare.pdf
Paulino Silva37 visualizações
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm. por azulassessoriaacadem3
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
azulassessoriaacadem334 visualizações
1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan... por azulassessoriaacadem3
1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan...1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan...
1) Elabore um MAPA CONCEITUAL sobre os estilos de aprendizagem. Você pode tan...
azulassessoriaacadem311 visualizações
a. O papel do psicopedagogo no trabalho com o professor para que a aprendizag... por azulassessoriaacadem3
a. O papel do psicopedagogo no trabalho com o professor para que a aprendizag...a. O papel do psicopedagogo no trabalho com o professor para que a aprendizag...
a. O papel do psicopedagogo no trabalho com o professor para que a aprendizag...
azulassessoriaacadem331 visualizações
A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a... por azulassessoriaacadem3
A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a...A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a...
A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a...
azulassessoriaacadem390 visualizações
Diante do exposto, pesquise em quaisquer fontes de consultas ou in loco em su... por azulassessoriaacadem3
Diante do exposto, pesquise em quaisquer fontes de consultas ou in loco em su...Diante do exposto, pesquise em quaisquer fontes de consultas ou in loco em su...
Diante do exposto, pesquise em quaisquer fontes de consultas ou in loco em su...
azulassessoriaacadem3110 visualizações
Com seu entendimento sobre os processos, faça como Capote sugeriu, e descreva... por azulassessoriaacadem3
Com seu entendimento sobre os processos, faça como Capote sugeriu, e descreva...Com seu entendimento sobre os processos, faça como Capote sugeriu, e descreva...
Com seu entendimento sobre os processos, faça como Capote sugeriu, e descreva...
azulassessoriaacadem325 visualizações
a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere... por HelpEducacional
a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere...a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere...
a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere...
HelpEducacional12 visualizações
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres... por IntegrareAcademy2
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...
IntegrareAcademy219 visualizações
Base de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdf por PAULOAMARAL67705
Base de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdfBase de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdf
Base de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdf
PAULOAMARAL6770524 visualizações
paradigmas_de_programacao_3_X.pdf por ronaldo ramos
paradigmas_de_programacao_3_X.pdfparadigmas_de_programacao_3_X.pdf
paradigmas_de_programacao_3_X.pdf
ronaldo ramos11 visualizações
sorteados Livre Concorrência 2024.pdf por Jornal do Commercio
sorteados Livre Concorrência 2024.pdfsorteados Livre Concorrência 2024.pdf
sorteados Livre Concorrência 2024.pdf
Jornal do Commercio1.7K visualizações
Considerando o exposto, faça uma pesquisa elencando dois recursos que possam ... por azulassessoriaacadem3
Considerando o exposto, faça uma pesquisa elencando dois recursos que possam ...Considerando o exposto, faça uma pesquisa elencando dois recursos que possam ...
Considerando o exposto, faça uma pesquisa elencando dois recursos que possam ...
azulassessoriaacadem331 visualizações
Tutorial_scopus.pdf por gabrieladoroteu093
Tutorial_scopus.pdfTutorial_scopus.pdf
Tutorial_scopus.pdf
gabrieladoroteu09312 visualizações
ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2... por assessoriaff06
ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2...ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2...
ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2...
assessoriaff0611 visualizações
sorteados Reserva de vagas 2024.pdf por Jornal do Commercio
sorteados Reserva de vagas 2024.pdfsorteados Reserva de vagas 2024.pdf
sorteados Reserva de vagas 2024.pdf
Jornal do Commercio1.6K visualizações
b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial... por azulassessoriaacadem3
b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial...b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial...
b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial...
azulassessoriaacadem339 visualizações

Reprodução sexuada e assexuada

  • 1. Professor: Jocimar Araújo Ciências Biológicas 4º Período
  • 2. Tipos de Reprodução  As plantas possuem duas formas básicas de reprodução: Assexuada: Indivíduos clones da planta mãe – Natural – Artificial Sexuada: troca de material genético – Aparelho reprodutor “masculino” e “feminino”
  • 3. Reprodução assexuada  Vantagens:  ↑ índice de propagação no ambiente  ↓ gasto energético  Desvantagens:  Risco de extinção devido á ação de alguma doença – falta de variabilidade genética  Ausência de variabilidade genética
  • 4. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução Esporulação → por esporos Ex: briófitas, pteridófitas, algas e fungos multicelulares.
  • 5. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução Esporulação → por esporos Pteridofitas → soros
  • 6. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução  Divisão binária → (bipartição ou cissiparidade) → divisão da célula por mitose Ex: algas unicelulares e fungos.
  • 7. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução  Brotamento → formação de um broto que se desprende do organismo genitor, desenvolvendo independentemente.
  • 8. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução  Fragmentação → fracionamento com potencial de regeneração na estrutura corporal de um organismo.
  • 9. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução  Multiplicação vegetativa ou propagação vegetativa → processo que pode ocorrer fragmentação e por gemulação → caules e folhas, por fragmentação e por gemulação  Estolho: Caules aéreos finos que ligam a planta-mãe à planta-filha (função semelhante ao cordão umbilical nos mamíferos placentários)
  • 10. Reprodução assexuada  Principais formas de reprodução  Multiplicação vegetativa ou propagação vegetativa → processo que pode ocorrer fragmentação e por gemulação → caules e folhas, por fragmentação e por gemulação
  • 12. Reprodução assexuada Artificial  Formas de reprodução articiais  Estalquia → retirado um fragmento da planta e plantado na terra. - Mais usados nos ramos ornamentais e agrícolas → Processo mais rentável → rápida produção.
  • 13. Reprodução assexuada Artificial  Formas de reprodução articiais  Enxertia ou garfagem→ implantado uma parte viva da planta que se quer propagar (cavaleiro) em uma parte de outra planta que esteja enraizada (cavalo). - Usado em espécies arbóreas e arbustivas e muito utilizada na produção de mudas de frutíferas, para a fruticultura
  • 14. Reprodução assexuada Artificial  Formas de reprodução articiais  Alpoquia→ Indução do enraizamento de uma parte da planta que se quer propagar sem destacá-la da planta-mãe.
  • 15. Reprodução assexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Briófitas: - Conceptáculos: estrutura especial em forma de taça encontrada na superfície dorsal das hepáticas - Propágulos: estrutura em forma de oito localizadas na parte interna do conceptáculos → possui células capazes de produzir uma nova planta
  • 16. Reprodução assexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Pteridófitas: - Rizomas: Caules subterrâneos → brotos novos surgem a partir deste caule a medida que o rizoma vai crescendo
  • 17. Reprodução assexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Fanerógamas: Gimnospermas e Angiospermas - Folhas e caules: proliferação vegetativa das plantas onde podem criar novos indivíduos através dos caules e folhas. - Gemas que em contato com o solo podem enraizar e formar um novo individuo. - Caules prostrados podem enraizar na terra e formar um novo individuo.
  • 18. Economia  Alto rendimento no uso da agricultura. Abacaxi:
  • 19. Economia  Vantagens A garantia da qualidade da planta – plantas filhas = planta mãe Forma de reprodução mais rápida do que por plantio de sementes Perda da capacidade de reprodução sexuada – Uvas, bananas, caqui. ( ausência de semente em alguns casos). Indivíduos híbridos (cruzamento de plantas diferentes) – estéreis  Grande uso da mergulhia e enxertia  Desvantagem Perda da variabilidade genética Facilita o risco de doença na plantação
  • 21. Reprodução sexuada  Vantagens:  ↑ variabilidade genética  ↓ risco de extinção da espécie por doenças  Desvantagens:  Dependência de indivíduos - ♂ (+) e ♀ (-) - Exceção?  ↑ gasto energético
  • 22. Reprodução sexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Briofitas: - Sexos separados – Gametângio ♂ flagelados - Dependência da água para reprodução
  • 23. Reprodução sexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Pteridófitas: - Protalo – onde se formam os anterozóides e a oosfera - Protalo repleto de água – locomoção dos anterozóides até a oosfera
  • 24. Reprodução sexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Gimnosperma: - 01 Estróbilo ♂ e 01 estróbilo ♀
  • 25. Reprodução sexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Gimnosperma: - 01 Estróbilo ♂ e 01 estróbilo ♀ - Transporte do grão de pólen pelo vento Anemofilia
  • 26. Reprodução sexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Angiospermas: - Ardroceu : órgão ♂ (Estames) - Gineceu: órgão ♀ (Carpelo) - Ovários ínfero ou súpero?
  • 27. Reprodução sexuada  Formas de reprodução nos principais grupos vegetais. Angiospermas: - Tipos de polinização - Anemófila: Vento - Entomofilia: Insetos - Quiropterofilia: Morcegos