Dispositivos de Comandos elétricos

2.155 visualizações

Publicada em

Apostila de dispositivos de comandos elétricos.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dispositivos de Comandos elétricos

  1. 1. Comandos Elétricos I Prof.php Página 23 DISPOSITIVOS DE COMANDO São equipamentos de comando elétrico com a finalidade de enviar um sinal elétrico para o acionamento de um equipamento ou interrupção de um circuito de comando, permitindo ou não a passagem da corrente elétrica entre um ou mais pontos de um circuito. Os tipos mais comuns são:  Botões de comando O botão de impulso muda a posição de seus contatos no momento do acionamento, porém ao ser desacionado, seus contatos voltam a posição de origem. Enquanto que os botões de retenção mantêm o contato na nova posição e para voltar a posição de origem é necessário um novo acionamento no sentido contrário  Botões de comando iluminado São utilizados quando o botão também serve como sinaleiro indicando se o equipamento está ligado ou não.
  2. 2. Comandos Elétricos I Prof.php Página 24  Chaves comutadoras São utilizadas da mesma maneira que os botões de comando, porém devido a sua construção podem permanecer ligados oferecendo duas ou mais posições. Dentre as chaves comutadoras destacam-se as que funcionam como botões de comando que ao serem soltas voltam à posição inicial.  Sinalizadores Os sinalizadores são equipamentos de comandos elétricos com a finalidade de sinalizar uma ocorrência ou status de um equipamento ou máquina. Os sinalizadores são fabricados de diversas cores e formas;  Botoeiras de Comando As botoeiras de comando podem agrupar diversos tipos de botões de comando e sinaleiros para as mais diversas funções. As botoeiras podem ser montadas nos próprios painéis de comando ou ainda em caixas especiais, que são normalmente fabricadas em PVC ou Alumínio. São utilizadas quando temos que manusear o equipamento longe do painel de comando.
  3. 3. Comandos Elétricos I Prof.php Página 25  Contator É um dispositivo eletromecânico com a finalidade de abrir ou fechar circuitos. O acionamento deste dispositivo é feito eletromagneticamente. Esse equipamento é projetado para uma elevada freqüência de operação Basicamente, existem dois tipos de contatores: O contator de potência é utilizado para alimentar a carga que pode ser um motor elétrico, por exemplo, logo seus contatos devem ter uma alta capacidade de corrente elétrica, pois nesses contatos vai passar a corrente que causa o movimento do moto. Assim, os contatores para motores caracterizam-se por Apresentar: • Dois tipos de contatos com capacidade de carga diferente chamado principal e auxiliar; • Maior robustez de construção; • Possibilidade de receberem relés de proteção; • Câmara de extinção de arco Voltaico; • Variação de potência da bobina do eletroímã de acordo com o tipo do contator, • Tamanho físico de acordo com uma potência um ser comandada; • Possibilidade de ter uma bobina do secundário com eletroímã O contator auxiliar é utilizado para montar a lógica de acionamento do comando e também para aumentar o número dos contatos auxiliares dos contatores de potência, quando ligados em paralelo, ou sendo alimentado por um contato aberto do contator de potência. Seus contatos têm baixa capacidade de corrente elétrica, pois nesses contatos vai passar a corrente das bobinas dos contatores que serão acionados Os contatores auxiliares são usados para: • Aumentar o número de contatos auxiliares dos contatores de motores; • Comandar contatores de elevado consumo na bobina, evitar repique e para sinalização. Esses contatores caracterizam-se por: • Tamanho físico variável conforme o número de contatos; • Potência do eletroímã praticamente constante; • Corrente nominal de carga máxima de 10 A para todos os contatos; • Ausência de necessidade de relê de proteção e de câmara de extinção Outro dado importante do contator é a categoria de emprego. A categoria de emprego é um código normalizado que define o tipo de carga que o contator vai acionar. Esse dado é importante no momento da especificação do contator, sendo obtido no catálogo do fabricante.
  4. 4. Comandos Elétricos I Prof.php Página 26 A tabela a seguir apresenta algumas categorias de emprego. A identificação dos contatos dos relés e contatores são feita por meio de números que indicam a função e a posição do contato. Os contatos de potência destinados a alimentar a carga, têm a identificação feita por números ímpares para a entrada de alimentação e números pares para saída a carga. Os contatos de comando são identificados por dois números, sendo que; • O primeiro número (dezena) tanto na entrada como na saída indica a seqüência do contato, ou seja, se o contator auxiliar tem quatro contatos, o primeiro será número “1”, o segundo número “2” e assim por diante. • O segundo número (unidade) identifica se o contato é fechado NF, números “1” e “2” sendo o “1” entrada e “2” saída, ou se o contato é aberto NA, números “3” e “4”, sendo “3” entrada e “4” saída.
  5. 5. Comandos Elétricos I Prof.php Página 27
  6. 6. Comandos Elétricos I Prof.php Página 28  Relés de sobrecarga Os relés de sobrecarga ou térmicos são componentes de proteção utilizados em circuitos de comando de motores elétricos. Esse componente é utilizado no circuito para proteção contra sobrecarga As principais vantagens na utilização dos relés térmicos são: • Proteção do circuito contra correntes acima dos valores predeterminados; • Não desarma com corrente de pico na partida de motores; • Sinaliza o desarme; • Permite a utilização de contatos NA e NF para sinalização e comando Esse contato é utilizado no comando elétrico para cortar a alimentação do contator responsável pelo funcionamento do motor elétrico. Em circuitos trifásicos, é utilizado um conjunto de três bimetálicos para proteção de todas as fases. O esquema a seguir ilustra um relé térmico:  Temporizadores Os temporizadores, também conhecidos como relés de tempo, são dispositivos elétricos utilizados em circuitos de comando com a função de causar o acionamento de um determinado componente após um tempo predeterminado. Os temporizadores mais comumente utilizados nos circuitos de comandos são constituídos por circuitos eletrônicos, que temporizam e acionam um relé magnético com contatos abertos e fechados.
  7. 7. Comandos Elétricos I Prof.php Página 29 Esse dispositivo tem várias utilidades nos circuitos de comandos, tais como; temporização em lógicas de comandos, partidas seqüenciais de motores elétricos, sistemas de partida de motores e muitas outras utilidades.  Chaves fim-de-curso As chaves fim-de-curso são elementos de comando com a finalidade de enviar sinais ao comando elétrico de um determinado sistema. Esse tipo de equipamento é acionado por elementos de máquinas que compõe um sistema industrial. A função principal deste componente é “avisar” o comando que determinada situação foi alcançada, como por exemplo, uma parte móvel da máquina chegou numa determinada posição.
  8. 8. Comandos Elétricos I Prof.php Página 30  Sensores Indutivos Os sensores indutivos são acionados por materiais metálicos que se aproximem de seu campo de atuação.  Sensores Capacitivos Os sensores capacitivos são acionados por qualquer tipo de material que se aproxime de seu campo de atuação.
  9. 9. Comandos Elétricos I Prof.php Página 31  Pressostatos Atuando sob o principio da pressão hidráulica ou pneumática, são acionados pela ação da pressão sobre uma membrana que movimenta os contatos, fechando ou abrindo-os.  Fluxostatos Acionado pela passagem geralmente de líquidos, estes ao passar, empurram uma menbrana que acionando um pistão, fecha ou abre, seus contatos.  Termostatos Acionados pela ação térmica. Os mais simples acionados por um bulbo de mercúrio que ao ser aquecido movimenta uma mola acionando os contatos do mesmo.

×