Fios e cabos eléctricos<br />
2<br />Conceitos de Fios e Cabos<br />Fio: É todo condutor com seção transversal inferior a 4.11mm. Formado por um unico c...
3<br />Os condutores utilizados nas instalações eléctricas são geralmente de cobre, ou de alumínio.<br />O condutor eléctr...
4<br />Alma multissectorial multifilar de alumínio<br />Alma multissectorial maciça de alumínio<br />Isolamento de PVC<br ...
Cabo de Aluminio<br />Pela combinação de elevada condutividade e baixa densidade, tem extensa aplicação em circuitos aéreo...
6<br />As instalações eléctricas de corrente alternada (AC) podem ser monofásicas ou trifásicas. As cores normalizadas do ...
7<br />Segundo as R.T.I.E.B.T as secções dos condutores dos circuitos das instalações de locais de habitação devem ser det...
8<br />Condutores isolados em condutas circulares<br />(tubos) embebidas nos elementos da<br />construção, em alvenaria.<b...
9<br />07<br />- U<br />1<br />X<br />1,5<br />Designação simbólica de condutores e cabos isolados até 450/750 V, segundo ...
10<br />Condutor flexível de cobre<br />Condutor flexível (multifilar) de cobre<br />Isolamento de PVC<br />Isolamento de ...
11<br />Designação simbólica de condutores e cabos isolados, para tensões acima de 0,6/1 KV.<br />
12<br />Condutor multifilar de alumínio<br />Isolamento de PEX (Polietileno reticulado)<br />Alma multissectorial multifil...
13<br />Na transmissão de informação, através de uma rede de telecomunicações os cabos são elementos essenciais.<br />A in...
14<br />Cabo UTP de 4 pares de cobre<br />Cabo de pares de cobre (UTP)<br />Vários equipamentos requerem baixa potência e ...
15<br />Cabo coaxial<br />Os sistemas que usam cabos coaxiais para comunicar são especialmente utilizados para o envio de ...
Dimensionamento técnico de condutores elétricos<br />16<br />Para que se considere um circuito completa e corretamente dim...
Dimensionamento econômico de condutores elétricos<br />17<br />Pode-se observar que, quanto menor a seção do cabo, menor s...
Dimensionamento técnico de condutores elétricos<br />Para a determinação da seção econômica de um condutor para um dado ci...
19<br />Exemplo comparativo entre os dois métodos<br />Cabo dimensionado pelo critério técnico <br />(Seção de 70mm2)<br /...
20<br />Exemplo comparativo entre os dois métodos<br />Cabo dimensionado pelo critério econômico <br />(Seção de185mm2)<br...
Exemplo comparativo entre os dois métodos<br />21<br />
Periodo de retorno do investimento<br />O período de retorno em que os dois investimentos se igualam, no caso do exemplo, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Condutores e cabos_elétricos2007

7.767 visualizações

Publicada em

Condutores e cabos elétricos.

Publicada em: Turismo, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

Condutores e cabos_elétricos2007

  1. 1. Fios e cabos eléctricos<br />
  2. 2. 2<br />Conceitos de Fios e Cabos<br />Fio: É todo condutor com seção transversal inferior a 4.11mm. Formado por um unico condutor ou um conjunto de filamentos sem isolação, entre os mesmos.<br />Cabo: É todo condutor com diâmetro superior a 4.11mm. Formado por um unico condutor ou um conjunto de condutores com islolação, e atá mesmo blindados.<br />
  3. 3. 3<br />Os condutores utilizados nas instalações eléctricas são geralmente de cobre, ou de alumínio.<br />O condutor eléctrico pode ser divididos em:<br />Condutor nu: é um condutor que não possui qualquer isolamento eléctrico contínuo.<br />Condutor isolado: é o conjunto constituído pela alma condutora (*) revestida de uma ou mais camadas de material isolante, que garantem o seu isolamento eléctrico.<br />(*) A alma condutora pode ser constituída por um único fio (unifilar) ou por um conjunto de fios (multifilar).<br />
  4. 4. 4<br />Alma multissectorial multifilar de alumínio<br />Alma multissectorial maciça de alumínio<br />Isolamento de PVC<br />Baínha interior de PVC<br />Armadura de fita de aço<br />Baínha exterior de PVC<br />Cabo isolado é o condutor isolado que tem uma bainha, ou o conjunto de condutores isolados devidamente agrupados, providos de uma bainha, trança ou outra envolvente comum.<br />
  5. 5. Cabo de Aluminio<br />Pela combinação de elevada condutividade e baixa densidade, tem extensa aplicação em circuitos aéreos, reduzindo sobremaneira as estruturas de sustentação (particularmente em linhas de transmissão).<br />A pequena resistência à tração é contornada, quando necessário, pela adoção do condutor de alumínio com alma de aço (CAA ou ACSR), ou de ligas de alumínio.<br />Os condutores de alumínio (CA) encontram ainda aplicações como substitutos do cobre em cabos de potência, nas situações em que o peso do cabo seja relevante, em que o diâmetro externo não seja fator determinante, ou ainda quando o ambiente externo (em geral, pela presença de agentes químicos) impeça o uso do cobre.<br />5<br />
  6. 6. 6<br />As instalações eléctricas de corrente alternada (AC) podem ser monofásicas ou trifásicas. As cores normalizadas do isolamento para identificação dos condutores são as seguintes:<br />Azul claro para o neutro<br />Castanho, preto ou cinzento para a fase<br />Verde e amarelo para o condutor de protecção (PE)<br />Nas instalações de corrente contínua (DC), as cores mais utilizadas são o vermelho, associado ao condutor positivo, e o preto, ao condutor negativo.<br />
  7. 7. 7<br />Segundo as R.T.I.E.B.T as secções dos condutores dos circuitos das instalações de locais de habitação devem ser determinadas em função das potências previsíveis, com os valores mínimos indicados no quadro seguinte:<br />A secção que se utiliza nos condutores para ligação de aparelhos móveis ou portáteis de baixa potência poderá ser de 0,75 mm2 ou mesmo de 0,5 mm2 no caso de condutores extraflexíveis (as pontas de prova dos multímetros utilizam condutores extraflexíveis).<br />
  8. 8. 8<br />Condutores isolados em condutas circulares<br />(tubos) embebidas nos elementos da<br />construção, em alvenaria.<br />Correntes admissíveis, em amperes para dois condutores carregados isolados a policloreto de vinilo (PVC).<br />
  9. 9. 9<br />07<br />- U<br />1<br />X<br />1,5<br />Designação simbólica de condutores e cabos isolados até 450/750 V, segundo o HD 361.<br />
  10. 10. 10<br />Condutor flexível de cobre<br />Condutor flexível (multifilar) de cobre<br />Isolamento de PVC<br />Isolamento de PVC<br />Baínha de PVC<br />Condutor unifilar (rígido) de cobre<br />Isolamento de PVC<br />Isolamento de PVC<br />Condutor de cobre rígido cableado<br />H05V-K<br />Condutor flexível para transporte de energia e alimentação, para instalações fixas e semimóveis de edifícios e unidades industriais e no interior de equipamentos. <br />H07V-U<br />Instalações fixas protegidas, estabelecidas no interior de aparelhos de utilização. Apropriados para canalizações embebidas, protegidos por tubos para circuitos de sinalização, controlo e potência. <br />H07V-R<br />H05VV-F<br />Cabo flexível para aparelhos de tensão nominal até 500V, usado em locais domésticos, cozinhas, escritórios, etc. <br />
  11. 11. 11<br />Designação simbólica de condutores e cabos isolados, para tensões acima de 0,6/1 KV.<br />
  12. 12. 12<br />Condutor multifilar de alumínio<br />Isolamento de PEX (Polietileno reticulado)<br />Alma multissectorial multifilar <br />Alma multissectorial multifilar <br />Alma multissectorial maciça <br />Alma multissectorial maciça <br />de alumínio<br />de alumínio<br />de alumínio<br />de alumínio<br />Isolamento <br />Isolamento <br />de PVC<br />de PVC<br />Baínha interior <br />Baínha interior <br />de PVC<br />de PVC<br />Armadura de <br />Armadura de <br />fita de aço<br />fita de aço<br />Baínha exterior <br />Baínha exterior <br />de PVC<br />de PVC<br />Cabos mais utilizados na ligação à rede pública de distribuição.<br />LXS<br />Cabos próprios para electrificação rural. Utilizados em redes aéreas ou em redes montadas sobre as paredes de edifícios. <br />Transporte e distribuição de energia, próprio para rede subterrânea. <br />LSVAV<br />LVAV<br />
  13. 13. 13<br />Na transmissão de informação, através de uma rede de telecomunicações os cabos são elementos essenciais.<br />A informação circula nesses cabos sob a forma de sinais eléctricos.<br />
  14. 14. 14<br />Cabo UTP de 4 pares de cobre<br />Cabo de pares de cobre (UTP)<br />Vários equipamentos requerem baixa potência e baixas frequências para executarem as operações de transferência de dados e sinais.É o caso dos telefones, sistemas de segurança, intercomunicadores, autómatos industriais, etc.<br />Os condutores isolados são torcidos em pares (conjunto de dois condutores) para permitir a anulação mútua dos campos magnéticos por eles criados.<br />
  15. 15. 15<br />Cabo coaxial<br />Os sistemas que usam cabos coaxiais para comunicar são especialmente utilizados para o envio de sinais de fraca potencia e alta velocidade, em altas frequências e a longas distâncias.<br />A malha protectora de cobre é ligada à terra, pelo que isola o fio condutor (interior) das interferências electromagnéticas exteriores.<br />Este tipo de cabo é utilizado par transmitir sinais de áudio e vídeo ou dados a alta velocidade.<br />Existem fundamentalmente dois tipos de cabos coaxiais: o RG-59 e o RG-6 (este último apresenta menos perda de sinal em altas frequências).<br />
  16. 16. Dimensionamento técnico de condutores elétricos<br />16<br />Para que se considere um circuito completa e corretamente dimensionado, são necessários seis cálculos:<br />Seção mínima;<br />Capacidade de condução de corrente;<br />Queda de tensão;<br />Proteção contra sobrecargas;<br />Proteção contra curtos-circuitos;<br />Proteção contra contatos indiretos;<br />Em principio cada um deles pode resultar numa seção diferente. E a seção a ser finalmente adotada é a maior dentre todas as seções obtidas.<br />
  17. 17. Dimensionamento econômico de condutores elétricos<br />17<br />Pode-se observar que, quanto menor a seção do cabo, menor seu custo inicial de aquisição e instalação e maior seu custo operacional. Este último é calculado considerando-se a resistência elétrica do condutor, a corrente do circuito e o tempo que ela circula<br />Quanto menor a seção de um condutor, maior sua resistência, e consequentemente maior a perda de energia ao longo do circuito.<br />
  18. 18. Dimensionamento técnico de condutores elétricos<br />Para a determinação da seção econômica de um condutor para um dado circuito, seja ele em baixa ou média tensão, deve-se utilizar as recomendações da IEC 287-3-2 (ainda não há norma NBR sobre o assunto).<br />18<br />
  19. 19. 19<br />Exemplo comparativo entre os dois métodos<br />Cabo dimensionado pelo critério técnico <br />(Seção de 70mm2)<br />custo inicial de aquisição e instalação = R$ 3.687,00;<br />custo anual de perda de energia =C = R$ 4.940,70;<br />período de análise considerado = N = 10 anos<br />taxa de juros ao ano = i = 6%.<br />Custo total do cabo de 70mm² = R$ 3.687,00 + R$ 36.264,67 = R$ 39.951,67<br />
  20. 20. 20<br />Exemplo comparativo entre os dois métodos<br />Cabo dimensionado pelo critério econômico <br />(Seção de185mm2)<br />Custo inicial de aquisição e instalação = R$ 9.339,00;<br />Custo anual de perda de energia = C = R$ 1.656,85;<br />Período de análise considerado = N = 10 anos;<br />Taxa de juros ao ano = i = 6%.<br />Custo total do cabo de 185mm² = R$ 9.939,00 + R$ 12.161,27 = R$ 21.500,28<br />
  21. 21. Exemplo comparativo entre os dois métodos<br />21<br />
  22. 22. Periodo de retorno do investimento<br />O período de retorno em que os dois investimentos se igualam, no caso do exemplo, pode ser determinado<br />como segue:<br />diferença entre os custos iniciais pelos critérios técnico e econômico =<br /> R$ 9.339,00 - R$ 3.687,00 = R$ 5.652,00;<br />diferença entre os custos de perda de energia dos dois cri térios (VP) = R$ 36.264,67 - R$ 12.161,27 = R$ 24.103,40 em 10 anos R$ 2.410,34 por ano.<br />período de retorno do investimento = R$ 5.652,00 / R$ 2.410,34 = 2,3 anos.<br />22<br />

×