Polímeros

408 visualizações

Publicada em

Demonstrações básicas do uso de polímeros e algumas propriedades usadas em industriais.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Polímeros

  1. 1. POLÍMEROS Vitor Hugo ; Jorge Henrique; Carlyle Camelo
  2. 2. Química dos Polímeros • HISTÓRIA DOS POLÍMEROS. • O QUE SÃO POLÍMEROS? • TIPOS DE POLÍMEROS. • APLICAÇÃO DOS POLÍMEROS.
  3. 3. • 1833 – Jons J Berzelius. • Palavra “Polímeros” • Grego: Polys, muitos, e meros, partes • 1928 – Polímeros, foram reconhecidos como substancias de elevada massa molecular. HISTORICO
  4. 4. O que são polímeros? • São macromoléculas caracterizadas por seu tamanho, estrutura química, interação intermoleculares e intramoleculares. Possuem unidades químicas ligadas por covalência, repetidas regularmente ao longo da cadeia.
  5. 5. Você sabia? • Muito antes do termo polímero ter sido introduzido, o látex de borracha a goma arábica e a celulose já eram utilizados. GOMA ARÁBICA CELULOSE LÁTEX
  6. 6. HISTÓRICO • 1833 – Introdução do termo polímeros; Vulcanização da borracha • 1870 – Celuloide • 1927 – Acetato de Celulose e PVC. • 1930 - Preparação de poliésteres e poliamidas. Inicio da produção de polímeros acrílicos, poliuretanos e da borracha sintética (polibutadieno).
  7. 7. Massa Moleculares dos Polímeros • POLÍMEROS SINTÉTICOS • 10^4 – 10^6 g/Mol. • POLÍMEROS NATURAIS • 10^6 – 10^8 g/Mol.
  8. 8. Classificação Quanto a Ocorrência • POLÍMEROS NATURAIS • São aqueles que existem na natureza. • Exemplos: Celulose, algodão, lã de carneiro, seda do bicho da seda. • POLÍMEROS SINTÉTICOS. • São obtidos artificialmente. • Exemplos: Acrilico, Isopor, Teflon, PVC e outros.
  9. 9. Classificação de Polímeros
  10. 10. Cadeias Moleculares • HOMOPOLÍMEROS. • -(CF2 CF2)n- Teflon • HETEROPOLÍMEROS. (CH-CH2 – CH2 – CH = CH – CH2)n BORRACHA DE ESTIRENO.
  11. 11. POLÍMEROS SINTÉTICOS. • CLASSIFICAÇÃO: • Termoplásticos • Polímeros moldáveis com variação de temperatura. • Possuem massa elevada; • Principal termoplástico é o Polietileno • Podem ser reciclados. • Termofixos • Polímeros 3D que resistem as variações térmicas. • Massa molar baixa; • Exemplo: Durepoxi.
  12. 12. POLÍMEROS SINTÉTICOS – TERMOPLÁSTICOS • PET • PVC • PC • PMMA • PE
  13. 13. POLÍMEROS SINTÉTICOS – TERMOFIXOS • Epóxi • Fenólicas • Melamínicas; • Poliuretanos; • Poli-isocianurato. Melamínicas; Epóxi Fenólicas
  14. 14. POLÍMEROS NATURAIS O QUE É ? POLISSACARÍDEOS CELULOSE PROTEÍNAS NA NATUREZA BORRACHA
  15. 15. POLÍMEROS NATURAIS • POLISSACARÍDEOS - carboidratos + hidrólise  monossacarídeos • CELULOSE - presente em plantas ( C6H12O6 + C6H12O6 ) • BORRACHA – Látex • PROTEÍNA – aminoácidos ( ligações peptídicas ) • Química Orgânica. - > Desidratação por amina.
  16. 16. Tipos de Polímeros Polímeros de adição Na polimerização de adição, todos os átomos do monômero são incorporados na cadeia do polímero. O ponto de partida para as reações de adição é a quebra da ligação dupla carbono-carbono (C = C). Uma vez quebrada a ligação, forma-se um radical com elétron ímpar. Esse elétron atua livremente, tornando o átomo de carbono altamente reativo. Polietileno: Usado em embalagens.
  17. 17. Tipos de Polímeros • Polímeros de Condensação • Os polímeros de condensação, também denominados polímeros de eliminação, são aqueles em que seus monômeros iguais ou diferentes se unem com a eliminação simultânea de moléculas de água ou outras pequenas moléculas de compostos que não farão parte do polímero. • Sempre os polímeros de condensação terão uma estrutura regular, uniforme, isto é, os polímeros sempre virão alternados e não de forma aleatória. • Poliéster: são polímeros formados por vários ésteres, sendo que são necessários um ácido e um álcool para formá-los. O principal poliéster é o PET (polietilenotereflato), formado pela união do ácido tereftálico com o etanodiol.
  18. 18. Tipos de Polímeros • Polímeros de Rearranjo Os polímeros de rearranjo são aqueles em que pelo menos um de seus monômeros sofre rearranjos em sua estrutura química à medida que ocorre a reação de polimerização. Poliuretano: Esse polímero é usado principalmente para dar origem às espumas rígidas e flexíveis, ao misturar seus monômeros com gás freon, que é um gás que tende a se desprender, expandindo o polímero e formando a espuma.
  19. 19. FIM!

×