JORNAL DO MUNICÍPIO - agosto 2015

356 visualizações

Publicada em

E os vermelhinhos? O que acontecerá?
Memória Nacional - Os conspiradores militares
Professores Municipais vão entrar em greve
Para 92% da população brasileira todo político é ladrão
A prisão de José Dirceu
É difícil governar em um país capitalista com cabeça comunista
O Fórum de Desenvolvimento da Região dos Lagos
Tudo isso e muito na edição de agosto do Jornal do Município

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
356
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
152
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JORNAL DO MUNICÍPIO - agosto 2015

  1. 1. ANO XII - AGOSTO 2015 Diretor Responsável: Jornalista EDISON TORRES JORNAL DO MUNICÍPIO MARICÁ www.obarao.blogspot.com jornal.domunicipio@yahoo.com.br PROFESSORES MUNICIPAIS VÃO ENTRAR EM GREVEEles estavam calados, mas resolveram agir, quando no dia 18 de Agosto passado, fizeram uma paralisação de vinte e quatro horas. Uma nova assembléia foi marcada para o dia 16 de Setembro e, se até lá o prefeito não atender suas reinvidicações, uma greve geral da categoria deverá ser marcada. PARA 92% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA, TODO POLÍTICO É LADRÃOEsse é o resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular de São Paulo. ArArArArArnaldo Jnaldo Jnaldo Jnaldo Jnaldo Jaaaaabourbourbourbourbour::::: “““““AAAAA VERDVERDVERDVERDVERDADE ESTÁ EMADE ESTÁ EMADE ESTÁ EMADE ESTÁ EMADE ESTÁ EM TUDO O QUE OS POLÍTICOS NEGAM”TUDO O QUE OS POLÍTICOS NEGAM”TUDO O QUE OS POLÍTICOS NEGAM”TUDO O QUE OS POLÍTICOS NEGAM”TUDO O QUE OS POLÍTICOS NEGAM” É DIFÍCIL GOVERNAR UM PAÍS CAPITALISTA, COM CABEÇA COMUNISTA É o que acontece com a presidente Dilma, que enganou os eleitores na eleição passada e agora já chega a atingir 80% de rejeição. AO CONTRÁRIO DO QUE O PREFEITO PROPA- GOU, JUSTIÇA NÃO PROIBIU VERMELHINHOSDE CIRCULAREM, APENAS MANDOU CUMPRIR A LEIDECONCESSÃODE 2005 Editorial: Lei é potoca. Página 2 A prisão do Zé Dirceu. Educação – Maricá de fora. Estão querendo implantar em Maricá a indústria da multa. Repórter ET Memória Nacional: Os conspiradores militares. Página 6 Não é qualquer um que governa com competência. Página 4 A prisão de José Dirceu Página 3Página 5 QUE SE ENCONTRE UMA BRECHA NA LEI Página 7 Página 4 Página 7
  2. 2. 2 - JORNAL DO MUNICÍPIO AGOSTO 2015 Expediente: JORNAL DO MUNICÍPIO de Maricá Editora JC - Av. Rio Branco, 14 - 18º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ Diretor Executivo: Tiago Salles - Editor Responsável: Edison Torres, RP 385-DRT-PA Redação: jornalismopr@hotmail.com / jornal.domunicipio@yahoo.com.br Digitação: Pery Salgado e Stephanie Dalliany Programação Visual: PR PRODUÇÕES www.obarao.blogspot.com Representante:TRÁFEGO PUBLICIDADE Distribuição: Central de Jornalismo - Rua Barão de Inohan 233 - Centro - Maricá > Tel.: 2637-4170 Impressão: A TRIBUNA Fotos: Pery Salgado e Rosemery Oliveira Os artigos assinados e opiniões são de responsabilidade de seus autores EDITORIAL VOZES DA RUA JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre! Em Outubro do próximo ano teremos novamente as eleições municipais. Em conseqüência, muita gente já se apresenta como candidato a vereador que nada mais é do que um bom emprego com duração de quatro anos, prorrogáveis por mais quatro anos. O que se tem notado é que há quantidade, mas não há qualidade entre os candidatos. Por isso o nosso jornal, inicia desde já uma campanha de valorização de nosso legislativo tão desvalorizado nos dias atuais, por culpa exclusivamente do eleitor principalmente da população carente que hoje já não troca mais seu voto por manilha ou dentadura, mas por dinheiro vivo em espécie como todo mundo sabe. Estamos cheios de currais eleitorais e quem não tem curral, não se elege. CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DE NOSSO LEGISLATIVOCANDIDATOS A VEREADOR Teste seus conhecimentos. 1º Você sabe o que é lei orgânica dos municípios? 2º Você sabe o que significa atos das disposições transitórias? 3º O que quer dizer projeto de resolução? 4º Sabe como se faz um requerimento? 5º A Câmara é uma casa de leis? 6º O que é improbidade administrativa? 7º Você tem condições de usar o microfone em plenário para discutir, debater, apresentar alguma coisa em favor da população ou ficará calado? Se responder cem por cento, você estará apto a se candidatar. Caso contrário, fique onde está. Precisamos valorizar o nosso legislativo. Precisamos acabar com o entra mudo e sai calado. LEI É “POTOCA” Lá pelos idos das décadas de 40 e 50, o Pará foi governado pelo General Joaquim Cardoso de Magalhães Barata, a primeira como interventor e a segunda como governador eleito pelo povo. Criou-se, na época, o baratismo que reunia uma legião de fãs, sempre prontos para o duelo contra aqueles que discordavam do seu supremo chefe. Volto a história porque o general Magalhães Barata que morreu no poder em 1959 não obedecia e nem cumpria nada. Para os amigos dizia que “lei era potoca”, uma frase que se eternizou na época e que significava não ter valor nenhum para ele. Agora em pleno século XXI, assisto estarrecido em Maricá, o cidadão Washington Quaquá, repetir para a geração atual que também para ele, “lei é potoca”. Senão, vejamos: a justiça mandou retirar de circulação os fedorentos ônibus conhecidos como “vermelhinhos” ou 0800, porque são gratuitos. Ele bateu o pé e disse que não retirava. Por isso foi multado pela juíza da comarca, mas certamente não está recolhendo essa multa que é diária. No inicio do primeiro mandato ele foi cassado pela justiça e teve seus direitos políticos suspensos por oito anos. Mesmo cassado, ele continuou no cargo e a suspensão de seus direitos políticos adiada para quando ele deixar o cargo, segundo uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral. Com certeza ele não vai cumprir, porque já trabalha nos bastidores para sair candidato ao senado em 2018. Por fim, ele sofreu violenta campanha de um jornal da cidade, cujo editor era um ex secretário municipal de seu governo. Ao que parece, cerca de dezesseis processos por corrupção comprovada, deram entrada na esfera judicial, todos até hoje engavetados. No desempenho de seu mandato que termina no próximo ano, Quaquá nada leva a sério, por quê para ele, “lei é potoca”. Edison Torres OS VERMELHINHOS Que justiça é essa que assiste tranquilamente o prefeito de Maricá não cumprir sua decisão de mandar recolher os ônibus apelidados de vermelhinhos ou 0800. Guilherme Freitas HERÓI POR UM DIA Será que é isso mesmo que o prefeito Quaquá está querendo, ser preso para se transformar em herói e vitima? Ele não cumpre sentença judicial e fica por isso mesmo. Que país é este? Sandro Albuquerque FORA PICCIANI Esse político está querendo mandar em Maricá e diz que será candidato a governador. O eleitor do Rio de Janeiro saberá dizer não em 2018. Jeferson Aguiar VALORIZAÇÃO DO LEGISLATIVO Estou gostando da campanha desse jornal para qualificar o nosso legislativo tão desqualificado. Fernando Moura ITABORAÍ Gostei da matéria “Itaboraí, o sonho que virou pesadelo”. É o retrato fiel dos incompetentes do PT que tomaram o poder e o transformaram num antro de corrupção. André Rodrigues LULA E CUNHA Como são esses dois vão ficar só na alça de mira do Ministério Público. Eles não vão ser atingidos não? O que é que está faltando para denunciá-los e se culpados, condenados? José Luís MEMÓRIA NACIONAL Espetacular a matéria sobre os conspiradores civis que derrubaram João Goulart em 1964. Aguardo para saber quem foram os conspiradores militares. Pedro Paulo TRAIÇÃO Pelo andar da carruagem, tudo leva a crer que o professor Marcos Ribeiro, será traído por Quaquá, que o trocará pelo inexperiente Fabiano Horta, para disputar a prefeitura em 2016. Carlos Carvalho DISPUTA DE PODER Jorge Picciani e Paulo Melo estão disputando o PMDB de Maricá. Vamos ver quem tem mais força nesse embate que promete até as eleições municipais de 2016. Luís Alberto EMANCIPAÇÃO Continua a luta do Sr. Rodovaldo Coutinho, pela emancipação de Itaipuaçu e Inoã. Será que ele vai conseguir alguma coisa convivendo com esses políticos sujos? Carlos Gomes
  3. 3. AGOSTO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 3 Repórter ET LULA PODE SER INVESTIGADO Durante o tempo em que essa coluna foi escrita e a circulação do jornal, muita coisa ainda pode acontecer. Por exemplo, quando Zé Dirceu foi preso. O procurador da lava jato, Carlos Fernando Lima, não descartou a possibilidade de investigar o ex-presidente Lula. Ele destacou que, segundo o ex-gerente da Petrobrás, Pedro Barusco, a sistematização do esquema de corrupção na estatal se deu no governo Lula. MULTA E REBOQUE Estão querendo implantar em Maricá a indústria da multa. Na semana passada na Rua Ribeiro de Almeida, no Centro, trocaram a placa de estacionamento para carros de deficientes e não avisaram nada. Conclusão: um carro que ali estacionava quase que diariamente, foi multado. E seria rebocado se o dono não chegasse logo. Fala sério, senhor secretário de segurança, melhor orientar seus guardas municipais. A PRISÃO DO ZÉ DIRA PRISÃO DO ZÉ DIRA PRISÃO DO ZÉ DIRA PRISÃO DO ZÉ DIRA PRISÃO DO ZÉ DIRCEUCEUCEUCEUCEU Consumou-se no inicio desse mês de Agosto o que o Brasil todo já esperava: a prisão do outrora, todo poderoso do governo Lula, José Dirceu acusado pelo Ministério Público Federal, como protagonista (mentor e beneficiário) do chamado petrolão, uma onda de corrupção que invadiu a Petrobrás nesses últimos anos em que aparecem como coadjuvantes os principais executivos das chamadas grandes empreiteiras e diretores da estatal todos já presos na carceragem da Polícia Federal, no Paraná. Não só país esperava por essa prisão. Ele mesmo Dirceu, estava consciente do que poderia acontecer, tanto é que por duas vezes, seus advogados impetraram habeas corpus junto ao Supremo Tribunal Federal para evitar a prisão, negados, ambos, pela alta corte de justiça. Essa figura de nossa política acobertada pela impunidade que sempre existiu aqui, como todo mundo sabe, já cumpriu pena em regime semi aberto, condenado pelo ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa pelo crime do mensalão que aconteceu em 2005. Segundo a Polícia Federal, Zé Dirceu usou a mesma fórmula de desvio de dinheiro pelo qual fora sentenciado há dez anos. O ex-ministro recebe propinas antes, durante e depois de condenado há sete anos pelo roubo do mensalão. Contra ele pesa a acusação de ter dedicado os últimos doze anos de sua vida à corrupção, no mensalão, para beneficiar o partido. Na lava jato, não só para arrecadar dinheiro para doações de campanha, mas principalmente, para enriquecer pessoalmente. O resto todo mundo PARA AONDE FORAM MAIS DE 500 MILHÕES? Pouco mais de R$ 537 milhões. Uma quantia dificil de mensurarmos tal o seu tamanho. E foi isso que Maricá recebeu desde janeiro de 2009, sendo R$ 137.585 mil em 2014 e R$ 76.158 mil até julho desteano,passandoaseroterceiromunicípioemarrecadaçãoderoyaltiesnoestadoem2015,tendo a frente apenas Campos com quase R$ 242 milhões e Macaé com pouco mais de R$ 203 milhões. E quais os benefícios que o município efetivamente tem recebido?Agora, estes recursos só podem ser usados em educação (75%) e saúde (25%). Por que então os postos de saúde tiveram as obras paralisadas? Por que o nosso hospital prometido desde a campanha de 2008 não começou a ser construídos com recursos próprios? O Ministério Público e a Polícia Federal já estão investigando e brevemente algumas pessoas poderão sair daqui rumo a outros endereços. TOTAL ROYALTIES Segundo a Agência Nacional de Petróleo entraram para os cofres da prefeitura de Maricá no mês de Julho passado quase 14 milhões de reais (R$ 13.578.437,22) MARICÁ TEM O GNV MAIS CARO DO ESTADO Deu no Barão: O gás mais caro do estado do Rio de Janeiro você encontra em Maricá. Com os dois aumentos que a CEG passou aos consumidores de gás (GLP e GNV), o GNV em Maricá subiu para R$ 2,59 ficando mais caro que o Etanol. A diferença do preço praticado no Rio e Niteroi chega a R$ 1,00 por metro cúbico. Além disso, o cartel é para quem quiser ver aqui em Maricá, pois os dois postos de GNV, praticam o mesmo preço. EDUCAÇÃO: MARICÁ DE FORA O Exame Nacional de Ensino do Ministério da Educação, o chamado ENEM divulgou no inicio de Agosto, as cem melhores escolas estaduais do Rio de Janeiro. O repórter foi conferir e não encontrou nenhuma de Maricá. A VERDADE Essa frase é do jornalista Arnaldo Jabour comentarista da Rádio CBN: “A verdade está em tudo o que os políticos negam”. Jabour acerta em cheio ao observar que os acusados dizem que não fizeram nada. Parte-se do principio de que delator não mente. AEROPORTO Antes de deixar o cargo de Ministro de Aviação Civil, o ex-governador Moreira Franco, assinou portaria concedendo ao governo do Estado a concessão do Aeroporto de Maricá. Quaquá não obedeceu e mandou para lá várias secretarias municipais. Agora, pasmem leitores: Pezão recebe a visita de Quaquá e devolve para o município o velho aeroporto. Na pratica é toma lá, da cá. Qual será a contra partida há um ano das eleições municipais? OPERAÇÃO PROCON O Procon está fazendo seu papel. Autuou bancos, supermercados e os Correios, por irregularidades encontradas. Resta, agora a vigilância sanitária e o Procon também inspecionarem bares, lanchonetes e restaurantes para ver o que é que o maricaense está comendo na rua.
  4. 4. 4 - JORNAL DO MUNICÍPIO AGOSTO 2015 Prefeito da transição, o povo de Barra do Garças/MT, queria mudanças. Carolino aceitou o desafio e fez uma campanha na base da criatividade, como homem de curso superior, mostrou senso de organização e suas inovações foram objeto mais tarde de amplas discussões. Mas foi ele, que mais realizou em termos de obras, serviços e assistência social, num município que decrescia fisicamente, enquanto aumentavam em progressão geométrica as necessidades de uma população que precisava de escolas, energia, água, saúde, transporte, casas, trabalho, asfalto, lazer, alimentação e assistência em todos os campos das necessidades sociais. Só isso não bastava e foi ai que Kátia dos Santos, esposa de Carolino, presidiu o Programa Nacional de Voluntariado, que falava a linguagem do povo destacando-se com grandes realizações em todos os tempos. Dois testemunhos faço questão de levar ao publico: o primeiro, por telefone, de um morador de Barra do Garças/MT: “Superar o recorde de Carolino e Kátia, tem sido tarefa das mais difíceis e até agora ninguém conseguiu.” E o segundo, é do Dr. Elorisvaldo Flores, que presidiu por algum tempo o PMDB local: “Qualquer dia desses, vou escrever alguma coisa sobre o gigantesco trabalho que a esposa de Carolino, fez pela pobreza de Barra do Garças/MT. Se Carolino foi prefeito dinâmico e realizador, Kátia nada fica a dever em questões de dinamismo, trabalho e disposição”. Em resumo: Carolino construiu escolas, o aeroporto que hoje é o orgulho do Vale do Araguaia, centros esportivos, promoveu carnavais, festivais, asfaltou todas as ruas da cidade, urbanização, parque das Águas Quentes e um parque de exposição agropecuárias. E mais do que isso, valorizou a vida do povo daquele município. E é isso que está faltando aqui. Edison Torres Como já acontecera em Março e Abril, o povo voltou às ruas para mais uma vez pedir a saída da presidente Dilma e do Partido dos Trabalhadores do governo. Enquanto não se encontra uma brecha na lei, para que se decrete o impeachment da presidente, já que ela afirma categoricamente que não passa por sua cabeça, renunciar, uma multidão se concentra nas principais cidades desse país, pedindo a sua saída, o que deveria ter acontecido em Outubro do ano passado. Aos gritos de Lula, pai do mensalão e Dilma, mãe do petrolão, o povo aplaudiu o juiz Sergio Moro, o criador da operação lava jato, que está botando os ladrões na cadeia. É evidente que como está não pode ficar. O PT decepcionou esse país depois que conquistou o poder, revelando-se protagonista da maior onda de corrupção que o Brasil já enfrentou. A operação lava jato, já está no décimo oitavo capítulo e a cada dia que passa novos focos de roubalheira são descobertos pelos procuradores da República e a Polícia Federal. Os que foram às ruas no domingo, dezesseis de agosto, representaram os que ficaram em casa assistindo pela televisão, os simpatizantes de todas as formas de governo, como o regime militar, o parlamentarismo e até a monarquia. Diante de tudo isso, aqui cabem algumas perguntas: Dilma sai, quem assume? Michel Temmer? Não tem cacife para ser presidente da República. Nova eleição? Quem seriam os candidatos? Não vejo ninguém com representatividade para assumir o cargo. Qualquer que seja a resposta, uma coisa é clara: o PT não pode mais ficar governando esse país. Os resultados estão aí, desde as duas administrações de Lula, com mensalão até o segundo mandato de Dilma, com o petrolão, que transformou a Petrobrás numa casa de ladrões. Edison Torres QUE SE ENCONTRE UMA BRECHA NA LEI NÃO É QUALQUER UM QUE GOVERNA COM COMPETÊNCIA Sempre que posso, volto a cutucar aqueles que tem memória curta e esquecem as coisas com facilidade ou fingem esquecer. Refiro-me nesse caso especifico ao tempo, em que o amigo e médico Carolino Gomes dos Santos, governou o município de Barra do Garças – Mato Grosso. O leitor há de perguntar o que é que tem a ver Barra do Garças, com Maricá? Muita coisa, respondo eu: enquanto a primeira progrediu, a segunda, no caso Maricá, regrediu. Por um simples motivo: Carolino governou com competência, transformando aquele município em um dos mais prósperos da região, enquanto o nosso pela incompetência de quem o governou, transformou-o num caos, principalmente nessa gestão, umas das piores, senão a pior de todos os tempos, onde apenas prevalecem as promessas e as mentiras.
  5. 5. AGOSTO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 5 REPORTAGEM QUAQUÁ MANDA PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO VIAJAREM DE VERMELINHOS Os profissionais da educação municipal de Maricá estavam sufocados, mas permaneciam calados. Não agüentaram e fizeram uma paralisação de vinte e quatro horas no dia dezoito de agosto passado. Motivo: salários dignos e melhores condições de trabalho, caso não sejam atendidos, uma greve deverá ser marcada no próximo dia dezesseis de setembro, quando acontecerá uma nova assembléia da categoria. Entre as reivindicações estão a incorporação de todos os servidores da educação, no mesmo plano de carreira e a melhoria da infra-estrutura das salas de aula, além da questão do auxilio transporte. Para este ultimo, o prefeito Quaquá já deu a solução: que os professores e os demais profissionais da educação viagem nos ônibus conhecidos como vermelhinhos. Nem o prefeito e nem o secretário de Educação, apareceram para dialogar. Mandaram o advogado da Secretaria de Educação conversar com os representantes da categoria e nenhuma solução foi encontrada para o problema. Cansados de pedirem audiência ao prefeito, foram dez pedidos, os professores agora ameaçam uma greve que poderá ocorrer no inicio do ano letivo de 2016. Além dos professores, inspetores, merendeiras e serventes, que formam a base de apoio em qualquer escola, estão sem receber aumento há cinco anos e recebem menos de um salário mínimo, o prefeito que é “professor” ignora totalmente seus colegas de profissão que continuam de pires na mão como esse jornal já noticiou em edições passadas. Mas com a paralisação temporária dos vermelhinhos, imposta pela justiça, até que se adequem a lei de concessão em vigor, temos flagrado vários servidores municipais usando ônibus escolares como veículos de transporte, o que por lei é proibido, pois estes ônibus doados pelo FUNDEB só podem transportar estudantes e em horário escolar. MISS MARICÁ NOVO MUNDO - DIA 13 DE SETEMBRO MISS MARICÁ PLUS SIZE 2015 - DIA 20 DE SETEMBROSetembro é o mês da beleza em Maricá. Dia13desetembroaconteceráoMissMaricá2015,comaprimeiraediçãodacategoriaNovoMundocriadapelaPRProduçõesque temcomoobjetivodaroportunidadesatodasasjovens,sejamelas,solteiras,casadas,divorciadas,viúvas,semfilhosoucomcomfilhos naturaisouadotados.Aprodutoraentendequeomundomudouequeéextremamenteinjustonãodarmosoportunidadesaestasjovens que querem ter o sonho de ser uma Miss. As inscrições estão abertas e poderão participar jovens de 13 a 17 anos para concorrer na categoriaTEEN e de 17 (completando 18 em 2015 ou emancipadas) a 29 anos na categoria Fit.Apartir dos 30 anos, poderão participar jovensnacategoriaMaster,até44anosede45emdianteparticiparãonacategoriaSenior.´Esteanoacontecerátambpemaúltimaedição do Miss Maricá Latina, uma vez que a PR Produções estará deixando a franquia a qual participa há 4 anos. Já no dia 20 de setembro acontecerá a quarta edição do Miss Maricá Plus Size, com duas categorias: de 18 a 39 anos na categoria Master e de 41 aem diante na categoria Senior. Para concorrer na versão Plus Size, a modelo deverá vestir manequim mínimo 44. OsdoisconcursosacontecerãonoEspaçoCulturalVovóBellinaemSãoJosédoImbassai,atrásdoSupermercadoSuperMixnokm 22 da RJ 106, com ingressos a R$ 10,00 e a partir das 17 horas e as inscrições estão abertas até dia 08 de setembro. ÔNIBUS ESCOLARES ESTÃO SENDO USADOS PARA TRANSPORTAR SERVIDORES MUNICIPAIS JUSTIÇA MANDA VERMELHINHOS NÃO CIRCULAREM EM LINHAS DA AMPARO E COSTA LESTE Prefeito dá tiro no pé ao colocar frota de apenas 8 ônibus para tentar comover população no dia da paralisação Conforme vem denunciando há vários meses, tanto o Jornal do Município quano o Barão de Inohan, a frota da EPT está reduzida a apenas 8 ônibus, mas prefeito, promete mais 44 ônibus até dezem- bro. Você acredita? Finalmente, depois de quase 2 anos e uma longa disputa judicial, o prefeito Washington Quaquá (PT), derrotado na questão, vai ter de retirar os ônibus da EPT (Empresa Pública de Transportes), os “vermelhinhos”, de circulação à 0h desta quinta-feira (20), Segundo informações, na manhã desta quarta-feira, ele e sua “turma”, após tomarem ciência da decisão do presidente do TJ-RJ, proferida no final da tarde da terça-feira 18/08, que negou o recurso da prefeitura e manteve a sentença do Desembargador Pedro Raquenet pela paralisação imediata dos ônibus, ficaram desesperadamente em polvorosa. Fato consumado, a preocupação do prefeito agora é em relação às multas impostas em virtude da sua própria desobediência à Justiça mantendo os ‘vermelhinhos’ circulando durante esses últimos 30 dias. De acordo com informações de alguns advogados inseridos no contexto, Quaquá vai tentar não pagar a multa devida - cerca de R$ 600 mil dos cofres públicos (R$ 20 mil por dia desobedecido), através de outro recurso. Outra questão preocupante é o recém anunciado concurso público para novas contratações junto à EPT. De acordo com outras informações, tal certame foi preparado estrategicamente, às pressas, no intuito de reverter a decisão da Justiça. Caso desse certo, serviria para efetivar cerca de 100 comissionados da prefeitura, sendo que muitos deles já atuam na “empresa vermelha”. Outro caso é o contrato recém firmado com a empresa de Nova Iguaçu, FL Conservadora de Máquinas Ltda., para manutenção dos ‘vermelhinhos’ no valor global de R$ 800 mil. PREFEITO REAFIRMA QUE QUER CASSAR AS CONCESSÕES E MONOPOLIZAR TRANSPORTE PÚBLICO EM MARICÁ Segundo a prefeitura, os oito ônibus que restaram da frota de 13 adquiridas em 2013 e 2014, já transportou 1,7 milhão de passageiros desde dezembro do ano passado. Para o prefeito Washington Quaquá, o retorno à operação com a Tarifa Zero reafirma o compromisso com o resgate do direito à mobilidade. “A decisão de parar com os vermelhinhos é injusta com o povo de Maricá. Nós continuaremos consolidando o transporte público gratuito abrindo novas linhas que não descumpram as decisões judiciais, até que cassemos todas as concessões, destas empresas que prestam um péssimo serviço ao povo”, afirma o prefeito. Com essas pérolas, o prefeito vai de encontro com tudo aquilo que sempre foi contra, “o tal momopólio” (que nunca existiu por existirem duas empresas de ônibus) do transporte, querendo com as “cassações” criar um MEGA MONOPÓLIO DE TRANSPORTE EM MARICÁ, com a EPT, as empresas “encampadas”, as vans, enfim, tudo vermelhinho. Seria a glória para o prefeito! JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre!
  6. 6. 6 - JORNAL DO MUNICÍPIO AGOSTO 2015 MEMÓRIA NACIONAL A conspiração militar contra o governo de João Goulart começara antes mesmo de sua posse, em Setembro de 1961. Após a renuncia de Janio Quadros, os três ministros militares – General Odilio Denys, da Guerra (foto acima); Brigadeiro Grun Moss, da Aeronáutica e Almirante Silvio Heck, da Marinha – foram contrários ao retorno de Goulart ao Brasil, “por razões de segurança nacional”. Quando o arranjo parlamentarista permitiu não só a volta, mas a posse de Jango, que estava em visita oficial à China, teve inicio a trama para derrubá-lo. Na verdade, a arqueologia do golpe de 64, remete ao movimento que encurralara Vargas em 1954 e acabaria sendo abortado por seu dramático suicídio. Pouco antes da morte de Getúlio, fora lançado o “manifesto dos coronéis”. Criticando a proposta de aumento de 100% do salário mínimo (feita por Jango, então ministro do Trabalho), o documento era assinado por quarenta e dois coronéis, entre os quais Amauri Kruel e Antonio Carlos Murici, mais trinta e nove tenentes coronéis, como Silvio Frota, Eduardo Melo e Golbery do Couto e Silva. Liderada por Odilio Denys e pelo General Cordeiro de Farias (foto à esquerda), revolucionário de 30, a conspiração dos coronéis se reaquece assim que Jango assumiu a presidência. A esse grupo juntou-se o General Olimpio Mourão Filho, líder do exército em Minas OS CONSPIRADORES MILITOS CONSPIRADORES MILITOS CONSPIRADORES MILITOS CONSPIRADORES MILITOS CONSPIRADORES MILITARESARESARESARESARES Gerais. Ironicamente, fora graças a um documento forjado por Mourão – o “plano cotten” – que Vargas encontrara o pretexto para decretar o Estado novo em 1937. Um quarto de século depois, Mourão lutava contra o principal herdeiro da era Vargas. REPÚBLICA SINDICALISTA Apesar do temor e do ódio comuns a suposta “República sindicalista” que Goulart estaria disposto a instaurar no Brasil, os militares não compartilhavam as mesmas idéias. A Escola Superior de Guerra, recrearia um grupo dos chamados “modernizadores”, no qual se incluíram os irmãos Ernesto e Orlando Geisel, Antonio Carlos Murici, Cordeiro de Farias e Golbery. Tal grupo estava diretamente articulado com o empresariado e defendia a tese definida pelo binômio “segurança e desenvolvimento”, segundo o qual a concentração de renda (e o arrocho salarial), era o melhor caminho para a promoção de um “capitalismo brasileiro”, mais ajustado às necessidades desenvolvimentistas da nação. MILITAR LINHA DURA Mas havia também os militares “tradicionalistas” – na verdade a “linha dura” da instituição para o qual o mais importante era defender a nação, a qualquer custo, do “espectro comunista”. Entre eles estavam os generaisArtur da Costa e Silva, Olimpio Mourão, Odilio Denys e Muniz de Aragão. Os “modernizadores” tinham mais responsabilidade de classe e vínculos com a sociedade civil. Os “tradicionalistas”, porém, possuíam a força das armas e a estratégia militar. Desde fins de 63, ele já haviam inclusive articulado o plano formal para a tomada do poder manu-militar: concebido pelo General Ulhoa Cintra, a tática previa a movimentação das tropas paulistas e mineiras anti-Jango em direção ao Rio, onde boa parte do Exército ainda se mantinha leal ao presidente. Tal seria o plano posto em prática por Mourão Filho e Murici na m a d r u - gada de 31 de Março d e 1964. MODERNIZADORES E TRADICIONALISTAS Para que o golpe se concretizasse, porém, era preciso encontrar um personagem capaz de unir “modernizadores e tradicionalistas”. Embora ligado à Escola Superior de Guerra, o General Castelo Branco, tinha bom trânsito na linha dura. No entanto, o então chefe do Estado Maior do Exército, era um oficial “legalista” que hesitou muito antes de se unir aos conspiradores. Em Janeiro de 63, Castelo, reuniu-se com Cordeiro de Farias e o encontro marcou a aproximação entre legalistas e golpistas. Em Março de 63, surgiria o documento apócrifo “lealdade ao Exército”, cujo objetivo era diminuir, “dentro dos limites da lei”, o dever de obediência dos militares ao presidente, em nome da “lealdade ao Exército”. Segundo o General Murici, o documento foi posto em circulação para insinuar que Castelo Branco estava integrado ao movimento golpista. Um ano depois, o próprio Castelo – alarmado pelo comício das reformas, pela revolta dos marinheiros e pela presença de Goulart no Encontro dos Sargentos – enviava uma “circular reservada aos generais e oficiais do Estado Maior, alertando para a ruptura da hierarquia que estaria prestes a ocorrer nas Forças Armadas caso “a ordem” não fosse restabelecida. Só então Castelo aderiu formalmente ao golpe. No oficialato, havia segmentos leais a Goulart, dos quais faziam parte os Generais Assis Brasil, Ladário Telles e Morais Âncora. O General Amauri Kruel, chefe do segundo Exército, era a grande interrogação: amigo de Jango, a quem tentava afastar dos “comunistas”, Kruel só iria aderir ao golpe na tarde de 31 de Março. Consumado o golpe, João Goulart, pouco depois de chegar a Porto Alegre, na alta madrugada de 2 de Abril, foi informado que os Estados Unidos já haviam reconhecido o “novo governo” de Ranieri Mazzili, embora o presidente não tivesse abandonado nem o cargo e nem o país. Tal notícia deu a Goulart a convicção de que qualquer resistência iria resultar em guerra civil – na qual eles e seus aliados provavelmente seriam derrotados. Eduardo Bueno - Jornalista Gen Olimpio Mourão Filho Silvio Frota
  7. 7. AGOSTO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO - 7- 7- 7- 7- 7 PONTO DE VISTA “É DIFICIL GOVERNAR UM PAÍS CAPITALISTA COM CABEÇA COMUNISTA” Em Dezembro de 2013, a presidente Dilma e o ex-presidente Lula, subiram ao palco durante o Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores em Brasília e ouviram da platéia um grito que ecoava pelos quatros cantos do centro de convenções chamando José Dirceu de “guerreiro do povo brasileiro”. Um mês antes, ele Dirceu já havia levantado os punhos para criticar o que ele chamou na época de “os exploradores capitalistas”. Se algum dia ele se considerou herói, deve ter sido dos petistas, que agora o abandonaram diante dos grosseiros erros que cometeu primeiramente como mentor do mensalão em que foi condenado há sete anos de prisão e agora no petrolão, que o levou para a cadeia mais uma vez. O “guerreiro” de outrora foi chamado de vagabundo e ladrão ao passar por São Paulo em direção a Curitiba, onde se encontra preso. Embora o presidente do PT, Rui Falcão desminta, o partido e o governo estão abandonando o velho companheiro como já o fizeram com João Vaccari Neto, o ex-tesoureiro que era o recebedor da propina oriunda dos negócios escusos da Petrobrás, e que há três meses ocupa uma cela da Polícia Federal no Paraná. O mesmo está acontecendo com a presidente Dilma. Com uma rejeição de quase 80% segundo pesquisa recente, ela, diante das medidas impopulares que vem tomando contrariando o que prometera durante a campanha eleitoral do ano passado, começa a ver a sua base enfraquecida no Congresso Nacional, onde seus presidentes, Renan Calheiros (Senado) e Eduardo Cunha (Câmara), apontaram suas metralhadoras para o Planalto. A chamada “pauta Bomba” está rejeitando tudo que vem do Executivo numa clara demonstração de que a presidente perdeu o seu prestígio e tenta de todas as maneiras sobreviver às crises política e econômica que ameaçam o seu governo. O PTB e o PDT já estão fora e o PMDB comendo pelas beiradas, está doido para assumir o poder. É como disse o jornalista Arnaldo Jabour, chamando a atenção de Dilma que dá sinais de abandono por parte de seus aliados: “É difícil, governar um país capitalista com cabeça comunista”. Edison Torres Esse é o resultado de uma pesquisa efetuada pelo Instituto Data Popular de São Paulo, e divulgada pela Rádio CBN no início de Agosto, através de uma entrevista com um de seus diretores. A pesquisa revela, ainda, que 71% dessa mesma população, não acredita que os políticos de oposição que estão tentando tirar a presidente Dilma do governo, estejam fazendo para beneficiar o povo brasileiro e sim ambicionam conquistar o poder para se beneficiarem pessoalmente. Os dados dessa pesquisa revelam uma triste e dolorosa realidade: a de que ninguém acredita mais na classe política onde estão os ratos que fazem o povo de queijo. JM NOJM NOJM NOJM NOJM NO ARARARARARQQQQQUIVUIVUIVUIVUIVO DO DO DO DO DA HISTÓRIAA HISTÓRIAA HISTÓRIAA HISTÓRIAA HISTÓRIA POVO É DERROTADO NA CÂMARA, QUE DIZEM SER A SUA CASA - Agosto/2011 Por seis votos a cinco, foi arquivado na tarde do dia 17 de Agosto, na Câmara dos Vereadores de Maricá, as denuncias populares contra a administração do prefeito Washington Quaquá. Essas denuncias foram protocoladas na casa de leis, no dia 01 de Agosto p.p., acompanhadas de quase oito mil assinaturas. Embora bem fundamentadas, entenderam os vereadores da base governista, que não seria motivo para abertura de investigações contra a administração municipal. Votaram contra o povo maricaense e a favor do prefeito que tem o maior índice de rejeição da história de Maricá (beirando os 90%), os seguintes vereadores: Henrique Cardoso (PSC); Robson Dutra (PMDB); Fabiano Horta, Helter Ferreira, Ronny Pereira e Bubute (PT). A favor do povo votaram, Luciano Junior (Presidente da Câmara) e Uilton Vianna (PSB), Alberto da Maricaense (PSDB), Aldair de Linda (PPS) e Paulo Maurício (PDT). POVO DÁ AS COSTAS PARA FABIANO HORTA Como das ultimas sessões, toda vez que o vereador Fabiano Horta se dirigia ao púlpito, imediatamente todo o plenário se levantava e ficava de costas para o vereador, que tentava justificar o injustificavel e fazer uma defesa equivocada da administração municipal. Sua fala nesta sessão foi acompanhada de muitas vaias, e no final da plenária, este vereador e o vereador Ronny Pereira, bateram boca com o povo presente. Do lado de fora da Câmara, correligionários do vereador Hélter Ferreira partiram para a briga com membros dos movimentos organizados contra o prefeito Quaquá. A Polícia Militar sob o comando do Tenente Bandeira, interviu e levou os envolvidos para a 82º DP. EMANCIPEMANCIPEMANCIPEMANCIPEMANCIPAÇÃO – EXPECTAÇÃO – EXPECTAÇÃO – EXPECTAÇÃO – EXPECTAÇÃO – EXPECTAAAAATIVTIVTIVTIVTIVAAAAA A população da área do terceiro distrito, permanece em constante expectativa, até que nossas autoridades legislativas federais resolvam cumprir a prescrição constitucional de regulamentação da Carta Magna de 88, e assim dar a Cezar o que é de Cezar, o direito de reger seu destino. Como é sabido por grande parte da população o Congresso Nacional, já criou e aprovou a Lei que em cumprimento a Emenda Constitucional, de 15 de Setembro do longínquo ano de 1996, determina que seja criada uma Lei Complementar para regular as Emancipações de distritos para a criação de novos municípios no Brasil. Ocorre que esta lei foi vetada em sua totalidade pela presidente da República, o que para nós não quer dizer que esteja tudo perdido, já que o Congresso pode aceitar ou não tal veto. Se aceitar este projeto de Lei, foi perdido, se não aceitar o veto, fica valendo o que foi votado com a promulgação da Lei e então teremos aí a legislação reguladora das emancipações para a criação de novos municípios. Daí então caberá a população se organizar para a realização dos plebiscitos, porem, aí já será uma outra forma de luta onde envolverá o povo, que apesar de ansioso, ainda haverá algumas pessoas que necessitarão serem trabalhadas para convencerem-se das vantagens de deixar de ser um distrito para ser um município onde terá luz própria. Rodovaldo Coutinho PARA 92% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA TODO POLÍTICO É LADRÃO JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre!
  8. 8. 8 - JORNAL DO MUNICÍPIO AGOSTO 2015 O FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DOS LAGOS E o povo continua sendo iludido. Em Dezembro de 2009, com grande pompa, Maricá, sediou a primeira reunião do Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico da Região dos Lagos, após ter sido instalado em Búzios pelo governador Sérgio Cabral. E o evento já começou mal. Na reunião em Maricá, que aconteceu no auditório da Universidade Severino Sombra, dos dez secretários municipais que integravam o fórum, compareceram apenas seis. Maricá, Araruama, Casemiro de Abreu, Búzios, Silva Jardim e Cabo Frio. Os trabalhos coordenados pelo gerente de assuntos estratégicos do SEBRAE, Ricardo Plastino tinham sentido. O objetivo entre outros, era o de executar ações a curto prazo, principalmente nas áreas de turismo, comércio e serviços, citando a capacitação de microempresários do setor hoteleiro, identificar os municípios que possuem leis que estipulem e agilizam a regularização do comércio informal, que se identifiquem todas as estradas principais dos municípios integrantes do fórum para que fossem modernizadas. O incentivo ao comerciante no sentido de que informatizassem seus comércios, para facilitar a mão de obra, a implantação pelas prefeituras, do sistema de acesso a internet e a melhoria da gestão ambiental, propondo- se uma legislação unica para o setor, foram outras questões levantadas e que fariam parte de um pacote, visando o desenvolvimento da região. E NA PRÁTICA? Tudo isso dito acima, parece que ficou no papel, isto é, na teoria. Mas, na prática o que se esperava desse fórum? Os secretários municipais que o integravam teriam forças para implantarem todos os melhoramentos que faziam parte do plano estratégico? Uma coisa era dada como certa: se não houvesse uma participação efetiva dos prefeitos, os planos e projetos não surtiriam efeito. E o que se discutiu em Maricá, ficou pelo caminho. Não sem antes receberem, todos o alerta do representante do SEBRAE: “A participação de todos é muito importante, assumindo compromissos ou delegando poderes para que alguém cobrasse das autoridades as decisões que fossem tomadas nas reuniões. Se não, o fórum pára”, disse ele. E ao que parece, parou. E não foi por falta de aviso. Cuidar da pessoa idosa hoje é uma preocupação de toda a sociedade. Tanto é que o SESC de Niterói em parceria com a Escola Municipal Paulo Freire, realizou nos dias entre 18 a 21 desse mês, um curso de cuidador de idoso, conforme revelou a esse jornal a senhora Dalva Maria, de Maricá, uma das participantes do referido curso, que no final, entregou um certificado a cerca de cinquenta e três alunos, que agora estão aptos para exercerem a missão. Uma equipe de professores e coordenadoras entre as quais as professoras Carol e Gabrielly e as coordenadoras Daniela e Mônica, foram às responsáveis pelas aulas. A diretora daquela escola municipal teve grande participação no evento ao disponibilizar o espaço para que o SESC realizasse o curso. SESC DE NITERÓI PROMOVE CURSO PARACUIDARDEIDOSOS

×