SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
ANO XII - SETEMBRO 2015 Diretor Responsável: Jornalista EDISON TORRES
JORNAL DO MUNICÍPIO
MARICÁ
www.obarao.blogspot.com jornal.domunicipio@yahoo.com.br
Um Estado governado por ladrões. A
afirmação é do Ministro Gilmar Mendes,
do Supremo Tribunal Federal, ao
participar de um seminário na
Federação das Indústrias de São Paulo.
“O PT pretendia se eternizar no poder
governando o país até 2038”, disse
ainda o Ministro Gilmar Mendes.
Página 5
UMA NAÇÃO GOVERNADA POR LADRÕES
MARICÁ: REGIÃO
METROPOLITANA OU
REGIÃO DOS LAGOS?
QUE FIM
LEVOU?
Tragédia da Lagoa do
Marine: indiciados
continuam impunes
Jovem deputado diz que Alerj não
é lugar de gente séria.
Sinto vontade de rasgar o diploma, sair por
aquela porta e não voltar mais, disse Jorge
Felipe Neto. Página 5
Calheiros, Jucá e Lobão, na corda bamba.
Página 5
Memória Nacional: “Nos bastidores da
Independência. Página 6
Reabertura dos cassinos como salvação da
pátria. Página 7
Paulo Melo, no PDT? Guerra à vista,
ideologia? Que ideologia? Repórter ET
Editorial: o episódio dos vermelhinhos. Pág. 2
Remo x Paysandu: uma guerra centenária. Pg.7
O advogado Julio Carolino, faz uma análise do
que mudou nesses últimos vinte e cinco anos no
município. Página 4
PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO SUGERE QUE
PREFEITURA PAGUE O QUE É DEVIDO À V. N. S. AMPARO
O procurador geral do município de Maricá, em despacho fundamentado, alertou ao prefeito Quaquá
que, no tocante à dívida de mais de R$ 15 milhões da Prefeitura com a Viação Nossa Senhora do
Amparo, referente às gratuidades de passes (idosos e estudantes) que o pagamento fosse efetivado,
antes que se tornasse Ação de Cobrança Judicial. Página 4
Página 5
MARICÁ, A CIDADE DE R$
550 MILHÕES SÓ DE
ROYALTIES Página 4
2 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO 2015
Expediente:
JORNAL DO MUNICÍPIO de Maricá
Editor Responsável: Edison Torres, RP 385-DRT-PA
Redação: jornalismopr@hotmail.com / jornal.domunicipio@yahoo.com.br Digitação: Pery Salgado e Stephanie Dalliany
Programação Visual: PR PRODUÇÕES www.obarao.blogspot.com Representante:TRÁFEGO PUBLICIDADE
Distribuição: Central de Jornalismo - Rua Barão de Inohan 233 - Centro - Maricá > Tel.: 2637-4170 Impressão: A TRIBUNA
Fotos: Pery Salgado e Rosemery Oliveira Os artigos assinados e opiniões são de responsabilidade de seus autores
EDITORIAL VOZES
DA RUA
JORNAL DO MUNICÍPIO
A verdade sempre!
Em Outubro do próximo ano teremos novamente as eleições
municipais. Em conseqüência, muita gente já se apresenta como
candidato a vereador que nada mais é do que um bom emprego
com duração de quatro anos, prorrogáveis por mais quatro anos.
O que se tem notado é que há quantidade, mas não há qualidade
entre os candidatos. Por isso o nosso jornal, inicia desde já uma
campanha de valorização de nosso legislativo tão desvalorizado
nos dias atuais, por culpa exclusivamente do eleitor principalmente
da população carente que hoje já não troca mais seu voto por
manilha ou dentadura, mas por dinheiro vivo em espécie como
todo mundo sabe. Estamos cheios de currais eleitorais e quem não
tem curral, não se elege.
CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DE NOSSO LEGISLATIVOCANDIDATOS A VEREADOR
Teste seus conhecimentos.
1º Você sabe o que é lei orgânica dos municípios?
2º Você sabe o que significa atos das disposições
transitórias?
3º O que quer dizer projeto de resolução?
4º Sabe como se faz um requerimento?
5º A Câmara é uma casa de leis?
6º O que é improbidade administrativa?
7º Você tem condições de usar o microfone em plenário
para discutir, debater, apresentar alguma coisa em favor
da população ou ficará calado?
Se responder cem por cento, você
estará apto a se candidatar. Caso contrário,
fique onde está. Precisamos valorizar o
nosso legislativo.
Precisamos acabar com o entra mudo
e sai calado.
O EPISÓDIO DOS VERMELHINHOS
Um jornal da cidade, reservou duas
páginas para reproduzir mentiras saídas
da boca de um cidadão notoriamente
conhecido como mentiroso, demagogo e
falso amigo do povo, que ele diz idolatrar.
Na verdade, o senhor Washington Siqueira,
conhecido nacionalmente como Quaquá,
no episódio que envolveu os ônibus,
conhecidos como vermelhinhos, ele
desafiou a justiça, não obedecendo a uma
ordem oriunda do judiciário, chegando a
afirmar a esse mencionado jornal, que
essa mesma justiça “tenta atrapalhar” a
sua decisão de colocar em circulação um
transporte gratuito para o povo e ainda com
o descaramento de dizer que “o
desembargador deveria ter ouvido e não
ouviu o interlocutor.
O prefeito, cujo mandato está prestes
a se encerrar, acusa injustamente, a
empresa Amparo de monopólio no
transporte e quer implantar o tarifa zero,
na sua totalidade em todo o município.
Quanta incoerência e falta de lucidez de
um cidadão ao dar uma declaração como
se não fosse monopólio a sua idéia de só
ter tarifa zero em Maricá.
Esse jornalista é sempre parado nas
ruas e a pergunta é a mesma: por quê
tamanha raiva do prefeito contra uma
empresa, bem estruturada, a maior
empregadora do município e a maior
pagadora de impostos com uma frota de
quatrocentos ônibus, começou com dois,
fruto da tenacidade do Senhor Jacinto
Caetano, um dos maiores, senão o maior
empreendedor do setor de transportes no
Rio de Janeiro.
Quando não tinha nada, Quaquá
viajava nos ônibus da Amparo, para o Rio
de Janeiro. Onde dizia trabalhar. E,
quando, também não tinha nada, vivia ele
e a primeira dama Rosangela Zeidan,
procurando esse articulista em busca de
um anuncio da empresa, que hoje ele tanto
persegue, para a Revista Maricá Já, de
propriedade de ambos.
Para quem desafia a justiça, que
segundo ele, atrapalha as suas decisões
não é de se estranhar que ele volte o seu
ódio para quem realmente está mais perto
do povo, oferecendo um transporte seguro
e eficiente. Quaquá é um demagogo, que
explora esse mesmo povo politicamente
para se beneficiar das vantagens que a
política lhe oferece. Edson Torres
CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO
No meu entendimento não adianta esse jornal fazer campanha pela valorização
do nosso legislativo. O eleitor não quer saber e vota em qualquer um, desde que
lhe ofereça vantagens. Antonio Carlos
EDUCAÇÃO
É constrangedor saber que a educação em Maricá vai muito mal. Falta
incentivo aos professores e melhores salários. A culpa é do governo.
Raimundo
FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO
Ouvi falar nesse tal de fórum de desenvolvimento
que tentaram realizar na Região dos Lagos. Os
secretários estavam mesmo era fazendo turismo.
Abel Carvalho
PESQUISA
Essa pesquisa realizada por um Instituto de São Paulo, onde 92% da população, diz que todo político é ladrão, nada mais é do
que uma revolta contra a onda de roubalheira que tomou conta desse país. Pedro Paulo
INDÚSTRIA DA MULTA
Esse jornal em sua edição passada diz que estão tentando implantar a indústria da multa em Maricá. Ela já está implantada
há muito tempo e os guardas municipais, a mando não se sabe de quem, estão multando tudo que aparece pela frente.
André Rodrigues
ZÉ DIRCEU
Quem diria, Zé Dirceu na cadeia acusado de roubo na Petrobrás. Não é só ele não, tem muita gente do PT envolvida. A lava
jato deve aprofundar as investigações. Carlos Freitas
PROFESSORES
Os professores municipais são mal pagos. O ensino em Maricá vai de Mal a pior. José Luís
VERDADE VERDADEIRA
Que frase: A verdade está em tudo o que os políticos negam. Coitados, eles são inocentes, não fizeram nada. Também,
corrupção não dá recibo. Paulo Ernesto
LEI É POTOCA
Gostei do editorial da edição passada desse jornal. Parabéns para o jornalista. Sandro Freitas
MEMÓRIA NACIONAL
Como gosto de história, estou acompanhando e colecionando os jornais com a série da Memória Nacional. Estou
aguardando o próximo capítulo. José Viana
SETEMBRO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 3
Repórter ET
INCOMPETÊNCIA E DESCASO
A população carente recebe as chaves
de apartamentos construídos a toque de
caixa. Tudo bonito, não é? Pois é: vão
querer entrar em suas novas casas e não
tem luz, não tem água, não tem
saneamento básico, as ruas sem
calçamento, etc, etc, etc... Comerciantes
fechando as portas de suas lojas, porque
não agüentam o arrocho da prefeitura na
cobrança de impostos estapafúrdios. A
guarda municipal sem uniforme e sem
condições de trabalho com a falta de
viaturas. Esse é um pequeno diagnóstico
de uma péssima administração municipal.
IDADE DA PEDRA
Segundo o IBGE, Maricá está
chegando aos 150 mil moradores. 147 mil
para ser mais preciso, o que é incrível em
tudo isso é que apesar desse crescimento
demográfico, apenas 13% da população
tem água potável e escoamento sanitário.
É, como disse o colunista Gilson Barcelos
do Jornal Diário do Leste: “Maricá cresce
em população, mas a infra estrutura ainda
é da idade da pedra em pleno século XXI”.
O que é uma vergonha para uma
administração que dá entrevista dizendo
que o nosso município é um paraíso.
ELE VEM AÍ?
Ele é Clésio Soares, que vai aspirar
uma vaga na Câmara Municipal em 2016.
Seu reduto eleitoral é Araçatiba.
REDUTO ELEITORAL
Alberto da Maricaense tem um
fortíssimo reduto eleitoral que certamente
vai lhe conduzir de volta ao legislativo. Ele
é um ferrenho oposicionista desse governo
e só não está na Câmara, porque foi vitima
desse famigerado sistema de
proporcionalidade nas eleições para os
legislativos.
o diretório nacional do PMDB já se mantém contrário às pretensões do presidente do
diretório regional, o chamado todo poderoso Jorge Picciani, em indicar o vice na
chapa do Partido dos Trabalhadores nas eleições municipais de 2016, em Maricá.
Agora, pasmem, leitores, para essa aberração contida pelo prefeito ao declarar
para o citado jornal que “a Câmara Municipal de Maricá, é uma das melhores do
Brasil”. Parece piada e na verdade é. Políticos sem
qualidade são elogiados porque não fazem oposição
a Quaquá e se submetem ao seu comando, votando
tudo o que interesse ao prefeito, perdendo um de seus
principais objetivos que é o de atuar como um órgão
de fiscalização dos atos de quem comanda a
administração municipal. Um legislativo sem
oposição não tem valor, não tem qualidade. Se
transforma num mero expectador de uma
administração que ilude, mente e promete. E o eleitor
continua caindo em suas malhas. Até quando, não se
sabe.
A HORA E A VEZ DE LULA
A Polícia Federal pediu autorização ao
Supremo Tribunal para ouvir o ex-
presidente Lula. Todo mundo sabe que
onde há fumaça, há fogo e as
investigações, em curso realizados pela
Procuradoria Federal da operação lava
jato, para pedir essa autorização é sinal de
que encontrou fortes indícios de que Lula
está envolvido no esquema da Petrobrás e
de outros órgãos do governo. Na edição
passada, esse repórter baseado na
declaração de um procurador já noticiava
que havia essa possibilidade agora
confirmada pelo pedido ao STF.
GUERRA À VISTA
Quaquá pediu licença do cargo por
quinze dias e viajou para Cuba. Dizem as
más línguas que ele estaria no Nordeste.
Pelo sim e pelo não, o que foi passado
para o repórter é que em seu retorno, ele
iria exonerar (mandar para o olho da rua),
todos os comissionados indicados pelo
nobre Chiquinho, presidente da Câmara.
Chiquinho, montou um legislativo itinerante
e está visitando todos os bairros, ouvindo o
choro da população carente para se
respaldar de um possível ataque de
Quaquá. Motivo: Chiquinho quer ser o
candidato do PT a prefeito, mas seu chefe
já disse não.
BRADANDO NO DESERTO
Foi o que fez a deputada Rosangela
Zeidan, ao tentar defender no plenário da
Assembléia Legislativa, a presidente
Dilma, que hoje é rejeitada maciçamente
pela população do país. Diante do fogo
cerrado da bancada oposicionista que
apontava e criticava os graves erros da
administração federal, Zeidan era apenas
um pingo d’água no oceano.
DE OLHO EM 2016
Informaram ao repórter que já tem
gente oferecendo churrasco para os
amigos de olho nas eleições do próximo
ano. Aliás, um dos a oferecer carne na
brasa já é nobre de mandato.
QUANTA IMBECILIDADE
Quando levou um soco pelas costas
no momento em que concedia uma
entrevista a uma emissora de televisão, o
prefeito Quaquá, atribuiu o fato
responsabilizando as empresas de ônibus
como responsáveis pela agressão.
Tamanha imbecilidade quando se sabe
que o jovem Pedro, agiu por instinto
próprio, já que ele sofre de problemas
mentais desde criança. Foi uma forma que
ele encontrou para chamar a atenção do
povo contra as mazelas que são em grande
quantidade em nosso município.
NOTA DA REDAÇÃO:
Por motivo
de saúde, o
Comandante
Nardin não tem
colaborado com
seus artigos em
nosso jornal, o
que fará
brevemente tão
logo esteja
restabelecido.
PAULO MELO NO PDT?
Paulo Melo tentou voltar para a
Assembléia Legislativa, Jorge Picciani, seu
desafeto, disse que o receberia de braços
abertos, mas desistiu de seu intento,
dizendo que se sente bem como secretário
do governo de Pezão. No duelo entre os
dois, o Deputado Luís Martins, do PDT,
tentou levar Melo para o seu partido, numa
conversa que teve com ele em Abril
passado. Paulo Melo, que viu frustrado o
seu desejo de ter a indicação de seu nome
para o Tribunal de Contas do Estado,
começou a se aproximar dos pedetistas e
disse que até o dia 5 de Outubro, poderia
mudar de legenda.
IDEOLOGIA? QUE IDEOLOGIA?
Ideologia? Que ideologia? Essa palavra
já foi eliminada do dicionário político
brasileiro há muito tempo. A troca de
partidos é o fato mais vergonhoso que
ocorre no Brasil, cada um escolhendo a
legenda que lhe oferece mais vantagens.
O prazo para troca de partidos era de um
ano antes das eleições e agora reduzido
para seis meses na reforma política que
deverá ser aprovada antes do dia cinco de
Outubro, afim de que possa vigorar nas
eleições municipais de 2016.
A reforma política aprovada não é
realmente a que o povo queria. Prevaleceu
a vontade dos políticos que jamais iriam
votar aquilo que eles consideram
prejudicial a eles próprios.
JORNAL DO MUNICÍPIO
A verdade sempre!
QQQQQUUUUUANTANTANTANTANTA MENTIRAA MENTIRAA MENTIRAA MENTIRAA MENTIRA
“Os ventos parecem soprar favoráveis ao governo
de Washington Quaquá (PT) na reta final da
administração, faltando menos de dois anos para
deixar a prefeitura de Maricá. Mesmo com algumas
tentativas de desestabilização, na balança, os ganhos
são maiores, tanto no campo político, quantos nas
perspectivas de desenvolvimento.” Esse e o lead de uma entrevista que o prefeito
concedeu a um jornal da cidade. Quanta mentira num alinhavado de duas páginas,
que aliás é a principal característica do partido – onde Quaquá responde as várias
perguntas do repórter com pontos de vista estabelecidos em que tem como prioridade
iludir o público leitor.
O governador Pezão que na cerimônia de entrega das chaves do Programa “Minha
Casa, Minha Vida”, em Itaipuaçu com a presença da presidente Dilma, se manteve nos
extremos aonde estava o prefeito, segundo se sabe, nunca cogitou chamar a deputada
Rosangela Zeidan para ocupar um cargo de secretaria na administração estadual,
como não é verdade que a relação PT x PMDB esteja de vento em poupa. Tanto é que
4 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO 2015
O que mudou em Maricá nesses últimos vinte e cinco
anos? A resposta certamente se baseará, pelo menos
por enquanto, em fatos negativos. O crescimento
desordenado com um considerável aumento de favelas,
a explosão demográfica com uma população triplicada,
passando dos 46 mil habitantes na década de 80, para
quase 150 mil nos dias atuais, o aparecimento da violência
que não existia aqui, mas que chegou diante de um
sistema migratório descomunal conforme dados
fornecidos pelo IBGE além do excessivo número de
veículos trafegando em ruas que não foram preparadas
para suportar esse surto populacional.
Na verdade, Maricá padece de um mal de duplo
diagnóstico: Região Metropolitana ou Região dos Lagos?
Como Região Metropolitana não mereceu, como devia,
sequer um por cento da atenção do Estado, como Região
dos Lagos, é integrante do turismo estadual e jamais
recebeu um apoio. O único beneficio que Maricá obteve
nesses últimos anos foi a nova estação de tratamento
d’água, obra desenvolvida no governo de Leonel Brizola
com financiamento obtido no extinto BNH.
MARICÁ: REGIÃO METROPOLITANA OU REGIÃO DOS LAGOS?
A fora isso, os demais serviços essenciais deixam a
desejar, ou são simplesmente apêndices às sedes
situadas, por exemplo, em Niterói.
O saneamento básico é uma calamidade, apesar de
existir uma estação de tratamento de esgoto –
funcionando a 30% de sua capacidade – e sua rede serve
apenas a algumas ruas centrais da antiga vila. Certa feita
parou de funcionar, vertendo seus dejetos in natura na
Lagoa de Araçatiba. Com a concentração demográfica,
o subsolo de Maricá é um verdadeiro porão, não se
sabendo até quando os poços estarão captando água
potável não contaminada. O 3º distrito clama por
emancipação e a Barra de Maricá abandonada, sofre
com repentes de progresso eleitoreiro. Os serviços de
saúde são precários e a própria classe médica escuda-
se em declarações para assumir responsabilidades que
a ela não cabem.
As comunidades eram obrigadas a correr um livro de
ouro, suplicando apoio do povo, para construir DPOs, sub
postos de saúde, tapar buracos, pavimentar estradas,
reformar e conservar viaturas policiais. O apoio, tanto dos
governos do Estado, quanto do município, chegam
sempre na ante véspera das eleições e se esfuma após
os resultados. Essa é que é a verdade.
Julio Carolino (Advogado)
Antevendo uma derrota judicial da municipalidade, caso
não concedesse o imediato reembolso, o parecer ainda
faz a seguinte advertência aos órgãos administrativos
competentes: “Lembrando, por derradeiro, que dita
providência deve ser de imediato de modo a resolver a
questão via administrativa, permitindo-se a propor o
pagamento parcelado, já que as empresas concessio-
nárias pretendem cobrar o reembolso através da Justiça,
o que demandaria mais custos para o Erário, visto que
dito pagamento seria acrescido de juros”.
O Prefeito de Maricá, Washington Quaquá, contudo,
não deu a mínima para o parecer do Procurador Geral do
Município e até a presente data não procedeu qualquer
reembolso, de modo que deverá arcar com a integralidade
dos valores cobrados pela Viação Nossa Senhora do
Amparo, autora da ação de cobrança, com todos os
acréscimos legais e olha que a ação é tida como pule de
dez, ou seja, é incontestável. Para se ter noção do prejuízo
que terá o Município de Maricá com a intransigência do
Quaquá, se o juiz que for julgar a ação, condenar o
Município a pagar apenas 10% de honorários
advocatícios, isto já significa algo em torno de R$ 1,5
milhões que serão somados à dívida que é de R$ 15
milhões.
Por conta da sua birra com a Viação Nossa Senhora
doAmparo, o prefeito Quaquá poderá ser responsabilizado
pelos prejuízos que vier causar aos cofres da
municipalidade, podendo ter que arcar com esse prejuízo
do próprio bolso. E olha que já tem muita gente de olho
nessa oportunidade. É esperar para ver.
PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO SUGERE QUE
PREFEITURA PAGUE O QUE É DEVIDO À V. N. S. AMPARO
O procurador geral do município de Maricá, em
despacho fundamentado, alertou ao prefeito Quaquá que,
no tocante à dívida de mais de R$ 15 milhões da Prefeitura
com a Viação Nossa Senhora do Amparo, referente às
gratuidades de passes (idosos e estudantes) que o
pagamento fosse efetivado, antes que se tornasse Ação
de Cobrança Judicial.
No contrato de concessão de 2005 (em vigor até 2020),
em seu parágrafo único de sua cláusula sexta, é claro
quando informar que quaisquer gratuidades instituídas
por lei, em benefício dos usuários dos transportes
coletivos, devem ser arcadas, em sua integralidade, pelo
Município de Maricá.
Segundo o escritório de advocacia que defende à
empresa, a obrigação exclusiva do réu de arcar com tais
isenções estabelecidas antes e depois à celebração do
contrato é irrefutável e a autora passou a enviar
mensalmente, relatórios com a quantidade de isenções
concedidas aos usuários dos seus veículos e do valor
das tarifas (idosos, menores de 7 anos de idade,
estudantes da rede pública de ensino e portadores de
necessidades especiais).
O município, todavia, jamais ressarciu a empresa em
um centavo sequer, contrariando expressamente o
contrato de concessão, assim gerando enorme
desequilíbrio econômico à empresa.
A própria Procuradoria Geral do Município de Maricá,
manifestou-se favoravelmente ao reembolso, embora
Quaquá não tenha acatado o parecer jurídico.
Barão de Inohan
ROYALTIESCONTINUAM
CHEGANDO NORMALMENTE; EM
AGOSTO FORAM R$ 12,968 MILHÕES
E PARAONDE ESTÁ INDO ESSE
DINHEIRO?
Pouco mais de R$ 550 milhões. Uma quantia dificil
de mensurarmos tal o seu tamanho. E foi isso que Maricá
recebeu desde janeiro de 2009, sendo R$ 137.585 mil
em 2014 e R$ 89.127 mil até agosto deste ano, passando
a ser o terceiro município em arrecadação de royalties
no estado em 2015, tendo a frente apenas Campos com
quase R$ 277 milhões e Macaé com pouco mais de R$
233 milhões. E quais os benefícios que o município
efetivamente tem recebido? Agora, estes recursos só
podem ser usados em educação (75%) e saúde (25%).
Por que então os postos de saúde tiveram as obras
paralisadas? Por que o nosso hospital prometido desde a
campanha de 2008 não começou a ser construídos com
recursos próprios? O Ministério Público e a Polícia
Federal já estão investigando e brevemente algumas
pessoas poderão sair daqui rumo a outros endereços.
SETEMBRO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 5
REPORTAGEM
JORNAL DO MUNICÍPIO
A verdade sempre!
Vocês Decidem!
Tenho ido a muitas reuniões políticas em Maricá e
noto que Itaipuaçu ainda está muito fraca politicamente,
continuamos com apenas 30% de eleitores e
fraquíssimos candidatos. Resultado, vamos continuar
totalmente envolvidos e dominados por quem nunca se
lembrou de nós. Então, estou resolvido a me candidatar,
ainda sem partido e sem qualquer financiamento,
contando apenas com os meus 40 anos de muita luta por
este lugar. Provei para mim e para quem realmente me
conhece, que mesmo sem a caneta do poder, um cidadão
consegue juntamente com amigos, mudar e melhorar
muita coisa! Só que o trabalho fica muito mais sacrificado
sem uma “caneta” do poder, então, seguindo opiniões de
amigos, mas também querendo contar com eles e muitos
outros, peço a opinião de vocês e também o voto. Isto, a
mais de um ano das eleições, me propondo a renunciar
ao mandato, se meu trabalho não for útil ao meu povo! —
Quero apenas a sua confiança e o seu voto, o resto deixe
comigo! – POSSOVIRCANDIDATO? VicenteSilva
Ao participar de um seminário na Federação das Indústrias de São Paulo, no início da segunda quinzena desse
mês de Setembro, o Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, disse que o esquema revelado pela
operação Lava Jato, mostrou que foi instalado no país uma “cleptocracia”, que significa um Estado governado por
ladrões. “O PT, tinha um plano perfeito para se eternizar no poder, mas a Lava Jato, estragou tudo”, disse.
Com as verbas desviadas da Petrobrás, tem dinheiro para disputar eleições até 2038. Era uma forma fácil de se
eternizar no poder. Pelas contas do novo orçamento da Petrobrás, R$ 6,8 bilhões, foram destinados a propina. Se um
terço disso foi para o partido, eles têm algo em torno de 2 bilhões em caixa. Era fácil disputar a eleição com isso. E,
disse mais o Ministro Gilmar Mendes: “Na verdade, o que se instalou no país, nesses últimos anos, e está sendo
revelado na Lava Jato, é um modelo de governança corrupta. Veja o que eles fizeram com a Petrobrás, ele tinham se
tornado donos da empresa, mas, infelizmente para eles e felizmente para o Brasil, deu errado”.
UMA NAÇÃO GOVERNADA
POR LADRÕES
QQQQQUE FIM LEVUE FIM LEVUE FIM LEVUE FIM LEVUE FIM LEVOU?OU?OU?OU?OU?
TRAGÉDIA DA LAGOA DO MARINE:
INDICIADOS CONTINUAM IMPUNES
O prefeito Washington Quaquá, o secretário de
Desenvolvimento Econômico, Lourival Casula, o
secretário de Segurança, Fabrício Bittencourt e mais cinco
guardas municipais, foram indiciados no inquérito policial
instaurado na 82º DP, como culpados pela queda do
bimotor Piper, na Lagoa do Marine, em Outubro de 2013
e que originou na morte do Juiz de Direito, Carlos Alfredo
Flores da Cunha e do piloto da aeronave. O inquérito
policial foi concluído em Fevereiro do ano passado e
entregue ao Ministério Público com mais de trezentas
páginas. Encaminhado para a 3ª promotoria da Comarca
de Maricá, até hoje não se sabe que fim levou. Os
responsáveis pela tragédia apontados pela polícia
continuam impunes.
UM HISTÓRICO
O aeroporto de Maricá vem sendo noticia na imprensa
desde que um monomotor caiu, há dois anos, no centro
da cidade. Na ocasião o prefeito Quaquá, numa decisão
violenta e truculenta, decretou o seu fechamento,
acabando com as escolas de pilotagem e lacrando tudo,
deixando a Guarda Municipal de plantão, para impedir
pousos e decolagens nas aeronaves.
Foi aí que aconteceu uma tragédia: um bimotor Piper,
que decolara do aeroporto de Jacarepaguá com o piloto
e o Juiz de Direito, Carlos Alfredo Flores da Cunha, ao
apresentar problemas, tentou um pouso de emergência,
mas foi impedido pelos guardas municipais. O piloto,
então, arremeteu e foi cair na Lagoa do Marine, matando
seus dois ocupantes. Ficou caracterizado um crime de
natureza dolosa, um processo foi instaurado e até hoje se
aguarda uma decisão da justiça para punição dos
culpados.
JOVEM DEPUTADO DIZ QUE “ALERJ
NÃOÉLUGARDEGENTESÉRIA”
O jovem deputado estadual Jorge Felipe Neto, em
seu primeiro mandato, descobriu o que todo mundo já
sabe: que a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro,
não é lugar de gente séria. Na primeira semana desse
mês de Setembro, ele ocupou a tribuna, para expor o seu
ponto de vista do que lá observara e chegou a essa
conclusão. Disse Jorge Felipe: “Sinto vontade de rasgar
o diploma de deputado, diante do que tenho visto. Tenho
vontade de sair por aquela porta e não voltar, porque estou
chegando a conclusão de que aqui não é lugar de gente
séria.
Sua metralhadora giratória se dirigiu, também, ao
Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, a quem
chamou de “covarde”. Ele não atende ninguém e manda
o cocô do cavalo do bandido, atender por e-mail, disse o
jovem deputado.
Velha raposa da política, o presidente da casa, Jorge
Picciani, atribuiu as criticas de Jorge Felipe à sua
juventude e pouca experiência. Que descaramento.
Edison Torres
CALHEIROS, JUCÁ E LOBÃO NA CORDA BAMBA
O procurador geral da República, Rodrigo Janot,
solicitou ao Ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal
Federal, autorização para investigar os senadores Renan
Calheiros (foto acima), presidente do Congresso Nacional
e Romero Jucá, além do ex-ministro Edison Lobão,
acusados de receberem propina do empreiteiro Ricardo
Pessoa, presidente da construtora UTC.
A revelação foi feita pelo próprio Pessoa, em entrevista
à Revista Época, denunciando encontros que ele teve
com aqueles políticos, em hotéis no ano passado.
Segundo a revista, o dinheiro pedido para campanhas
eleitorais, era propina a partir de contratos das obras da
Usina Nuclear Angra 3, em Angra dos Reis.
6 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO2015
MEMÓRIA NACIONAL
Castro Canto e Melo, futura marquesa de Santos. No dia
05 de Setembro, quando partiu para uma inspeção em
Santos, o príncipe e Domitila já eram amantes – e o seriam
por sete anos. Mas nem a diarréia, nem as vertigens da
paixão impediram D. Pedro de tomar a maior decisão de
sua vida. Aos vinte e quatro anos, o príncipe estava desde
os dez no Brasil.Aqui, tivera seus primeiros cavalos e suas
primeiras mulheres; aqui, vencera seus primeiros desafios
políticos e pessoais, D. Pedro amava o país. Parecia o
homem certo para torná-lo uma nação independente. Foi
justamente o que ele fez.
AS AMANTES
A partir dos
dezesseis anos, D.
Pedro adquiriu a
fama de amante
insaciável. Os nobres
portugueses e ricos
b r a s i l e i r o s
escondiam as filhas
quando o príncipe
passava. A primeira
da série de
incontáveis amantes
foi a bailarina
francesa Noêmia
Thieny, com quem D. Pedro teve um filho (natimorto),
antes que a corte enviasse a moça de volta a Paris. Embora
tenha tido relações sexuais – ou tentado ter – com
praticamente qualquer mulher que visse pela frente, a
grande paixão de D. Pedro foi Domitila de Castro, que ele
fez marquesa de Santos e que lhe deu quatro filhos.
D. Pedro e Domitila uma “sensual luso-brasileira de
seios e quadris volumosos”, conheceram-se em São
Paulo, dias antes do príncipe proclamar a Independência.
D. Pedro a levou para morar em frente ao Palácio. O caso
tornou-se público, Dona Leopoldina morreu de desgosto,
segundo o povo. Forçado a se casar denovo, D. Pedro
dispensou a amante em 1829. Mas, não sem escândalo:
ao descobrir que o imperador tinha um caso com sua
irmã, Maria Bendita, Domitila tentou matá-la. A marquesa
voltou para São Paulo, casou e morreu aos setenta anos.
AS ESPOSAS
A primeira esposa de
D. Pedro foi Dona
Leopoldina, filha do
Imperador Francisco I
de Habsburgo. Os
noivos se casaram sem
se conhecer em Maio
de 1817, mas Dona
Leopoldina se
apaixonara, após ver
uma imagem do
marido. Ao vivo, a partir
de Novembro de 1817,
a paixão aumentou. Nos dois primeiros anos, D. Pedro foi
lhe fiel. Dona Leopoldina lhe deu sete filhos, morrendo
em 1826, em conseqüência de um parto. Em 1829, D.
Pedro casou com a princesa Amélia de Leuchtenberg
com quem teve uma filha. Viúva aos vinte e dois anos,
Dona Amélia não mais casaria. Morreu aos setenta anos.
Eduardo Bueno
NOS BASTIDORES DA INDEPENDÊNCIA
O príncipe não estava bem, teria sido a água salobra
de Santos ou algum prato condimentado do jantar da
noite anterior? Não se sabe, nem ele o sabia. O fato é que
uma diarréia o atacara, e a cavalgada pela tortuosa
estrada que conduzia da baixada santista ao platô de São
Paulo, não tinha ajudado em nada na recuperação do
combalido vestal principesco. No instante em que o Major
Antonio Ramos Cordeiro e o Correio Paulo Bregaro, que
tinham partido de São Paulo em direção a Santos com
um maço de cartas urgentes para D. Pedro, chegaram às
margens do riacho chamado Ipiranga, divisaram alguns
membros da guarda de honra, parados numa colina. D.
Pedro estava à beira do córrego, “quebrando o corpo” –
agachado para “responder a mais um chamado da
natureza”. A correspondência lhe foi entregue enquanto
ele abotoava o uniforme. As circunstâncias não eram as
mais indicadas para a “perpetração” da façanha
memorável. Mas as notícias eram de tal forma definitivas
e perturbadoras que, depois de ler, amassar e pisotear as
cartas, D. Pedro montou “sua bela besta baia”, cavalgou
até o topo da colina e gritou à guarda de honra: “Amigos,
as cortes de Lisboa, nos oprimem e querem nos escravizar,
deste dia em diante, nossas relações estão rompidas”.
Após arrancar a insígnia portuguesa de seu uniforme,
o príncipe sacou a espada e às margens plácidas do
Ipiranga, bradou, heróico e retumbante. “Por meu sangue,
por minha honra e por Deus: Farei do Brasil, um país
livre”. Em seguida, erguendo-se nos estribos e alçando a
espada, afirmou: “Brasileiros, de hoje em diante, nosso
lema será: Independência ou morte”. Eram quatro horas
da tarde de 7 de Setembro de 1822 e o sol, em raios
fúlgidos, brilhou no céu da pátria neste instante.
A SORTE ESTÁ LANÇADA
As cartas que D. Pedro rasgara, tinham sido enviadas
pelas cortes de Lisboa (onde o chamavam de “rapazinho”
ou “brasileiro”) e acintosamente informavam que, em vez
de regente do Brasil, o príncipe passava a ser mero
delegado das cortes, que seus ministros seriam
nomeados em Lisboa e aqueles que o tinham apoiado
no episódio do “Fico” eram traidores. Junto às missivas,
vinha uma carta de seu conselheiro, José Bonifácio de
Andrada e Silva. “A sorte está lançada”, dizia Bonifácio,
“nada temos a esperar de Portugal, a não ser escravidão
e horrores”.
PERÍODO LUMINOSO
A diarréia estragara o dia de D. Pedro, mas apesar da
crise das cortes e das dores de barriga, o príncipe vivia
um período luminoso. Dois dias antes, “numa viela pouco
freqüentada de Santos”, vira uma “mulata de grande
beleza”, e, “com o gesto rápido de quem não quer perder
a caça, embargou-lhe o passo” e a beijou. A moça o
esbofeteou e fugiu. Embora tenha tentado comprá-la ao
descobrir que era escrava, o príncipe ignorou a rejeição:
fazia uma semana,
estava apaixonado.
No dia 29 de Agosto,
em São Paulo, D.
Pedro conhecera
aquela que, entre
i n c o n t á v e i s
candidatas, seria a
mulher de sua
vida: Domitila de
SETEMBRO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO - 7- 7- 7- 7- 7
PONTO DE VISTA
O jornalista Ferreira da Costa, meu conterrâneo de Belém
do Pará, tem um currículo invejável, como pesquisador do
futebol paraense: dezoito livros publicados entre os quais, este
que acabo de receber de meu primo José Luiz: “Remo x
Paysandu “guerra” centenária.
Ao ler de imediato, essa “jóia” do mundo esportivo de minha
cidade, voltei ao passado, recordando os tempos em que não
perdia jogos na Curuzu e no Antonio Baena, entre os dois
maiores rivais. O Mangueirão ainda não existia e os dois velhos
estádios eram palco de grandes espetáculos de futebol não só
entre os dois como de times de todo Brasil, muito antes de
começar o campeonato brasileiro.
Na “orelha” do livro uma breve biografia do autor, onde
aparecem nomes de Osvaldo Monteiro, meu colega em O
Liberal, e Imar Nunes, um monstro sagrado da imprensa
esportiva comandando o inesquecível Imparcial Esportivo, que
circulava as segundas feiras.
Daqui de Maricá na Região dos Lagos, do Rio de Janeiro,
onde resido, depois de atuar por vários anos como repórter da
revista O Cruzeiro, considerada a maior e melhor revista da
América Latina e que foi, sem dúvida, uma escola de jornalismo,
envio um abraço a Ferreira da Costa, que me fez reviver em seu
livro, o meu Paysandu, de tantas glórias e de um grande celeiro
de craques, entre os quais os goleiros Palmério e Dodó, Sidoca,
Givandro, Pau Preto, Natividade, Caim, Quarenta, Hélio, Jaime
e já no final da década de 60, quando eu estava deixando
Belém, Vila, Bené, Rubilota, Quarenta e Ercio, entre outros,
não esquecendo Norman Percival Davies, o famoso Cacetão.
Remo x Paysandu, uma “guerra” centenária, é uma jóia
que passa a integrar a minha vasta biblioteca. Parabéns, meu
caro Ferreira da Costa. Recebe, também, esse humilde
exemplar de meu jornal que edito aqui na cidade, para não
perder o costume de ter atuado por muito tempo na imprensa
brasileira.
Saudações, Edison Torres
Jornal.domunicipio@yahoo.com.br
REMO x PAYSANDU
UMA “GUERRA” CENTENÁRIA
Diante da grave crise econômica que atravessa o país, a presidente Dilma, parece ter encontrado uma luz
no fim do túnel, acenando para o Congresso a possibilidade de reabertura dos cassinos, no Brasil. Segundo
o Senador Oto Alencar, do PSD da Bahia, com a legalização dos jogos, o governo pode arrecadar cerca de
vinte bilhões de reais por ano. Uma grande parte de senadores e deputados é favorável a idéia, pois a taxação
dos jogos garantiria mais recursos para os cofres públicos.
REABERTURA SOFRE RESISTÊNCIA
Realmente a reabertura dos cassinos e todos os jogos chamados de azar, será a galinha dos ovos de ouro
do governo, e que certamente colocaria um ponto final na grave crise econômica que atravessamos. Mas
essa reabertura sempre encontrou resistência por parte dos senhores senadores e deputados, desde quando
eles foram fechados em 1946, pelo então presidente Eurico Gaspar Dutra, para atender um pedido de sua
esposa, Dona Santinha, fervorosa devota da Igreja Católica, que vê nos jogos, um campo fértil para a prostituição
e a corrupção, quando na verdade não é.
Desde aquela época, muitos projetos foram apresentados e engavetados. No inicio da década de 80, foi
criado em São Paulo, o comitê pró-legalização dos cassinos no Brasil, presidido pelo empresário Ciro Batelli.
Foram realizadas reuniões nos municípios de Águas de Lindóia (São Paulo) e Foz do Iguaçu (Paraná), para
tratar do assunto. Batelli, esteve em Brasília conversando com os parlamentares da época, mas todos os seus
argumentos parecem ter sido rejeitados pelos congressistas, diante da forte pressão exercida pela Igreja
Católica. É possível que agora as coisas se revertam, o que será bom para o Brasil.
REABERTURA DOS CASSINOS
COMO SALVAÇÃO DA PÁTRIA
EMANCIPEMANCIPEMANCIPEMANCIPEMANCIPAÇÃOAÇÃOAÇÃOAÇÃOAÇÃO
A ESPERANÇA NÃO MORRE
Quando será realizada a eleição de emancipação de nosso terceiro distrito? Não sei e creio que somente
Deus saiba, já que continuamos sem uma legislação reguladora do assunto. Vivemos em um país em que a
Lei Maior, quando os dirigentes não querem, não é cumprida, caso contrário o § 4º do Artigo 18 da Constituição
de 1988, já teria sido regulamentado, e até mesmo não teria sido alterado. Hoje, no país, a contra gosto de
muitos que têm cargos de mando, vivemos em uma democracia, porém, são muitos aqueles que desejam
que fossem ao contrário, que prevalecessem somente suas idéias e vontades. É comum, ouvirem-se criticas
à ditadura militar, mas em matéria de eleições para criação de municípios, não houve qualquer alteração,
como se pode comprovar, nas constituições de 1967 e 1969, onde em ambas, as emancipações para
criação de municípios eram reguladas por seus artigos 14 e 15. Com a democratização do país na Magna
Carta de 05/10/1988 em seu artigo 18, § 4º, estava prevista a criação de novos municípios, ouvida a população
através de plebiscito. Quando em 1996 por iniciativa do governo democrático, alterou-se o artigo da
Constituição através da emenda de nº 15 de 12 de Setembro de 1996, criando-se um óbice, com a criação de
uma Lei Federal, afim de voltar aos Estados a competência de regulamentação das emancipações de
distritos, lei esta que até o ano de 2014, não tinha sido criada e quando foi, nesse ano, teve seu texto,
totalmente vetado pela presidente da República, veto que até o momento o Congresso não se dispôs a
submeter a nova emancipação como determina a Lei.
Mas a esperança dos emancipacionistas não morre. Rodovaldo Coutinho
8 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO 2015
KUNG – FU FAZ FESTA EM MARICÁ
Maricá comemorou no dia 20 de Setembro passado, o V Campeonato Maricaense
de kung – fu garra de águia, uma iniciativa do mestre Paulo Sales. O evento foi realizado
no Colégio Joana Benedita Rangel, ocasião em que o mestre Paulo Sales e sua equipe,
premiaram o presidente da Federação desse esporte e o presidente da Associação de
Kung – Fu de São Gonçalo e Niterói.
A cerimônia esportiva contou com um bom esquema de segurança, montado pela
Guarda Municipal com apoio do Secretário de Segurança de Maricá, Fabrício
Bittencourt.
Na foto, um grupo de Tai Chi Chuan do mestre Paulo Salles.
SESC – NITERÓI, PROMOVE CURSO PARA
CUIDADOR DE CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA
Depois do sucesso obtido com o curso de cuidador de idoso, em Agosto passado,
com a participação de um grande número de alunos que no final receberam um
certificado de conclusão, o SESC Niterói em parceria com a Escola Paulo Freire
realizou um curso para cuidador de crianças com deficiência. Um outro grande número
de alunos participou do curso nos dias 8, 9, 10 e 11 de Setembro, com a coordenação
da professora Mônica Matos e da instrutora Kátia Mara. Como já havia acontecido no
curso anterior, todos os participantes receberam um certificado de conclusão (foto).
O evento teve o apoio de: THAMYRIS MELLO FOTÓGRAFA, VEREADOR
FRANK COSTA, VEREADOR BUBUTE, SEBASTIÃO RODRIGUES (Secretário
Estadual de Desenvolvimento, Abastecimento e Pesca), PERTH, ACADEMIA
GIGIO FITNESS, ACADEMIA FORMA FITNESS, POUSADA VOVÓ BELLINA e
JOAQUINA MODAS
MARICÁ REÚNE 17 MISSES NUMA ÚNICA NOITE DE GALA
Nanoitedodomingo20desetembro,umagrandeeventoaconteceuemMaricá,cidadedaregião
dos lagos, no Espaço Cultural Vovó Bellina, na festa de coroação da Miss Maricá Novo MundoTeen,
Miss Maricá Novo Mundo e Miss Maricá Plus Size, onde outras 10 misses de vários municípios
também tiveram seu momento de glória e receberam suas faixas e coroas pelas suas conquistas.
O evento começou com a coroação da primeira Miss Maricá Kids, a gatinha Manuela Cardozo de
Assis,queterásuaimagemutilizadapelaPRProduçõesparaarealizaçãodoconcursoem2016,mas
onde o produtor deixou claro, que as crianças que concorrerão, terão caras de crianças e não serão
adultosmirins,comonormalmenteacontecemnosconcursosdestacategoriapeloBrasilafora:“Criança
tem que ter cara de criança”, explicou o produtor.
MISS BRASIL NOVO MUNDO TEEN
Mas a festa estava só começando. Lindas adolescentes entraram para o universo das misses ao
receberem seus títulos e coroas, onde irão representar seus municípios na final do MISS BRASIL
NOVO MUNDO TEEN;
Foram coroadas as misses STHEFFANY GOMES (16) - MISS NITERÓI NOVO MUNDOTEEN,
EDUARDA GABRIELLE PINTO (14) - MISS SÃO GONÇALO NOVO MUNDO TEEN, KELLY
BERNARDOS (15) - MISS SAQUAREMA NOVO MUNDO TEEN e EMELLY BRUNA (14) - MISS
MARICÁ NOVO MUNDO TEEN.
MISS BRASIL NOVO MUNDO
A grande noite que reuniu lindas jovens teve continuidade com as coroações das misses na
categoria FIT (de 18 a 29 anos).
Aniely Andrade, a primeira Miss Novo Mundo Fit coroada no Brasil, fez as honras e entregou a
faixa e coroa para BEATRIZ CANUTO - MISS MESQUITANOVO MUNDO,ANACLARAMADEIRA
(19) - MISS NITEROI NOVO MUNDO, MIRIÃ TAVARES (emancipada) - MISS CIDADE DO RIO DE
JANEIRONOVOMUNDOeLUANAFIRMINO-MISSSAQUAREMANOVOMUNDOeERICASILVA
(21) – MISS MARICÁ NOVO MUNDO 2015, que recebeu o título de Fabricia Moreira – Miss Maricá
2014.
MISS FLUMINENSE PLUS SIZE
Aprimeira a ser chamada foi a jovem PALOMARANGEL (23) - MISSANGRADOS REIS PLUS
SIZE seguida porANGELICASILVA(31), MISS NOVAFRIBURGO PLUS SIZE 2015, a primeira da
região serrana. CLEIDE MARQUES (47), foi coroada como como primeira MISS CIDADE DO RIO
DE JANEIRO PLUS SIZE SENIOR e CÁSSIA OLIVEIRA (49) como primeira MISS SÃO GONÇALO
PLUS SIZE SENIOR.
A jovem Pamela Peixoto foi chamada para o seu desfile de apresentação como a MISS MARICÁ
PLUSSIZE2015.DanielleAntunes(35)fezsuadespedidapassandootítulodeMissMaricá,ajovem
PAMELAPEIXOTO (19), escolhida em processo de seleção dentre seis candidatas pré-inscritas.
Beatriz Canuto, Luana Firmino, Miriã Tavares, Aniely Andrade, Erica Silva e
Ana Clara Madeira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

BARÃO EE INOHAN 126 - 05 de maio de 2016
BARÃO EE INOHAN 126 - 05 de maio de 2016BARÃO EE INOHAN 126 - 05 de maio de 2016
BARÃO EE INOHAN 126 - 05 de maio de 2016
 
BARÃO DE INOHAN 129 - 11 de julho de 2016
BARÃO DE INOHAN 129 - 11 de julho de 2016BARÃO DE INOHAN 129 - 11 de julho de 2016
BARÃO DE INOHAN 129 - 11 de julho de 2016
 
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
 
JORNAL DO MUNICÍPIO - janeiro 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - janeiro 2014JORNAL DO MUNICÍPIO - janeiro 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - janeiro 2014
 
17.03
17.0317.03
17.03
 
Jm junho 15
Jm junho 15Jm junho 15
Jm junho 15
 
JORNAL DO MUNICIPIO - JUNHO 2016
JORNAL DO MUNICIPIO - JUNHO 2016JORNAL DO MUNICIPIO - JUNHO 2016
JORNAL DO MUNICIPIO - JUNHO 2016
 
Jornal Maricá Info - Maio 2013
Jornal Maricá Info - Maio 2013Jornal Maricá Info - Maio 2013
Jornal Maricá Info - Maio 2013
 
JORNAL DO MUNICÍPIO NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014JORNAL DO MUNICÍPIO NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014
 
JORNAL DO MUNICÍPIO fevereiro 2016
JORNAL DO MUNICÍPIO fevereiro 2016JORNAL DO MUNICÍPIO fevereiro 2016
JORNAL DO MUNICÍPIO fevereiro 2016
 
BARÃO DE INOHAN 130 - 18 de agosto de 2016
BARÃO DE INOHAN 130 - 18 de agosto de 2016BARÃO DE INOHAN 130 - 18 de agosto de 2016
BARÃO DE INOHAN 130 - 18 de agosto de 2016
 
BARÃO DE INOHAN 124 - 08 de março de 2016
BARÃO DE INOHAN 124 - 08 de março de 2016BARÃO DE INOHAN 124 - 08 de março de 2016
BARÃO DE INOHAN 124 - 08 de março de 2016
 
BARÃO DE INOHAN 102 - 14 de agosto de 2014
BARÃO DE INOHAN 102 - 14 de agosto de 2014BARÃO DE INOHAN 102 - 14 de agosto de 2014
BARÃO DE INOHAN 102 - 14 de agosto de 2014
 
JORNAL DO MUNICÍPIO janeiro 2016
JORNAL DO MUNICÍPIO janeiro 2016JORNAL DO MUNICÍPIO janeiro 2016
JORNAL DO MUNICÍPIO janeiro 2016
 
JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014
 
JORNAL DO MUNICIPIO - julho 2015
JORNAL DO MUNICIPIO - julho 2015JORNAL DO MUNICIPIO - julho 2015
JORNAL DO MUNICIPIO - julho 2015
 
Carta de um professor aos paraibanos
Carta de um professor aos paraibanosCarta de um professor aos paraibanos
Carta de um professor aos paraibanos
 
JORNAL DO MUNICÍPIO
JORNAL DO MUNICÍPIOJORNAL DO MUNICÍPIO
JORNAL DO MUNICÍPIO
 
JORNAL DO MUNICÍPIO - ABRIL 2015
JORNAL DO MUNICÍPIO - ABRIL 2015JORNAL DO MUNICÍPIO - ABRIL 2015
JORNAL DO MUNICÍPIO - ABRIL 2015
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 467
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 467Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 467
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 467
 

Semelhante a JORNAL DO MUNICÍPIO - setembro 2015

Com social numero 02
Com social numero 02Com social numero 02
Com social numero 02
Carlos Amaro
 
Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02
Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02
Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02
Lauro Andrade Oliveira
 
Carta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitosCarta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitos
blogprofbarreto
 
Operaçao uragano
Operaçao uraganoOperaçao uragano
Operaçao uragano
Éd Vieira
 
JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014
JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014
JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014
Pery Salgado
 

Semelhante a JORNAL DO MUNICÍPIO - setembro 2015 (20)

JORNAL DO MUNICÍPIO - março 2015
JORNAL DO MUNICÍPIO - março 2015JORNAL DO MUNICÍPIO - março 2015
JORNAL DO MUNICÍPIO - março 2015
 
JORNAL DO MUNICÍPIO -maio de 2015
JORNAL DO MUNICÍPIO -maio de 2015JORNAL DO MUNICÍPIO -maio de 2015
JORNAL DO MUNICÍPIO -maio de 2015
 
Diz Jornal - Edição 223
Diz Jornal - Edição 223Diz Jornal - Edição 223
Diz Jornal - Edição 223
 
Jornal digital 20 09-2018
Jornal digital 20 09-2018Jornal digital 20 09-2018
Jornal digital 20 09-2018
 
Com social numero 02
Com social numero 02Com social numero 02
Com social numero 02
 
Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02
Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02
Jornal Com Social edição de Setembro 2013 n. 02
 
Correio
CorreioCorreio
Correio
 
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
 
Carta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitosCarta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitos
 
Pagina 205102013
Pagina   205102013Pagina   205102013
Pagina 205102013
 
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUASCARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
 
37 jv
37 jv37 jv
37 jv
 
MafiadePalito
MafiadePalitoMafiadePalito
MafiadePalito
 
A Máfia de Palitó
A Máfia de PalitóA Máfia de Palitó
A Máfia de Palitó
 
Operaçao uragano
Operaçao uraganoOperaçao uragano
Operaçao uragano
 
mafia de palito
mafia de palitomafia de palito
mafia de palito
 
JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014
JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014
JORNAL DO MUNICIPIO - JULHO 2014
 
Jornal digital 21 12-17
Jornal digital 21 12-17Jornal digital 21 12-17
Jornal digital 21 12-17
 
Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016
 
Jornal digital 5057 seg_05122016
Jornal digital 5057 seg_05122016Jornal digital 5057 seg_05122016
Jornal digital 5057 seg_05122016
 

Mais de Pery Salgado

Mais de Pery Salgado (20)

BARÃO DE INOHAN 153 - 15 de fevereiro de 2018
BARÃO DE INOHAN  153 - 15 de fevereiro de 2018BARÃO DE INOHAN  153 - 15 de fevereiro de 2018
BARÃO DE INOHAN 153 - 15 de fevereiro de 2018
 
CULTURARTEEN 186 - fevereiro 2017
CULTURARTEEN 186 - fevereiro 2017CULTURARTEEN 186 - fevereiro 2017
CULTURARTEEN 186 - fevereiro 2017
 
BARÃO DE INOHAN 151 - 25 de setembro de 2018
BARÃO DE INOHAN 151 - 25 de setembro de 2018BARÃO DE INOHAN 151 - 25 de setembro de 2018
BARÃO DE INOHAN 151 - 25 de setembro de 2018
 
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
 
BARÃO DE INOHAN 149 - 27 DE DEZEMBRO DE 2017
BARÃO DE INOHAN 149 - 27 DE DEZEMBRO DE 2017BARÃO DE INOHAN 149 - 27 DE DEZEMBRO DE 2017
BARÃO DE INOHAN 149 - 27 DE DEZEMBRO DE 2017
 
BARÃO DE INOHAN 148 - 11 DE DEZEMBRO DE 2017
BARÃO DE INOHAN 148 - 11 DE DEZEMBRO DE 2017BARÃO DE INOHAN 148 - 11 DE DEZEMBRO DE 2017
BARÃO DE INOHAN 148 - 11 DE DEZEMBRO DE 2017
 
CULTURARTEEN 184 - dezembro 2017 - edição extra
CULTURARTEEN 184 - dezembro 2017 - edição extraCULTURARTEEN 184 - dezembro 2017 - edição extra
CULTURARTEEN 184 - dezembro 2017 - edição extra
 
Bezerra 40 - 4º trimestre de 2017
Bezerra 40 - 4º trimestre de 2017Bezerra 40 - 4º trimestre de 2017
Bezerra 40 - 4º trimestre de 2017
 
CULTURARTEEN 183 - dezembro 2017
CULTURARTEEN 183 - dezembro 2017CULTURARTEEN 183 - dezembro 2017
CULTURARTEEN 183 - dezembro 2017
 
BARÃO DE INOHAN 147 - 24 DE NOVEMBRO DE 2017
BARÃO DE INOHAN 147 - 24 DE NOVEMBRO DE 2017BARÃO DE INOHAN 147 - 24 DE NOVEMBRO DE 2017
BARÃO DE INOHAN 147 - 24 DE NOVEMBRO DE 2017
 
BARÃO DE INOHAN 146 - 12 de novembro de 2017
BARÃO DE INOHAN 146 - 12 de novembro de 2017BARÃO DE INOHAN 146 - 12 de novembro de 2017
BARÃO DE INOHAN 146 - 12 de novembro de 2017
 
BARÃO DE INOHAN 145 - 25 de outubro de 2017
BARÃO DE INOHAN 145 - 25 de outubro de 2017BARÃO DE INOHAN 145 - 25 de outubro de 2017
BARÃO DE INOHAN 145 - 25 de outubro de 2017
 
CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017
CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017
CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017
 
BARÃO DE INOHAN 144 - 10 de outubro de 2017
BARÃO DE INOHAN 144 - 10 de outubro de 2017BARÃO DE INOHAN 144 - 10 de outubro de 2017
BARÃO DE INOHAN 144 - 10 de outubro de 2017
 
CULTURARTEEN 178 - edição extra - 12 de setembro de 2017
CULTURARTEEN 178 - edição extra - 12 de setembro de 2017CULTURARTEEN 178 - edição extra - 12 de setembro de 2017
CULTURARTEEN 178 - edição extra - 12 de setembro de 2017
 
CULTURARTEEN 176 - agosto 2017
CULTURARTEEN 176 - agosto 2017CULTURARTEEN 176 - agosto 2017
CULTURARTEEN 176 - agosto 2017
 
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁCULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
 
CULTURARTEEN 175 - julho 2017
CULTURARTEEN 175 - julho 2017CULTURARTEEN 175 - julho 2017
CULTURARTEEN 175 - julho 2017
 
CULTURARTEEN 173 - junho 2017
CULTURARTEEN 173 - junho 2017CULTURARTEEN 173 - junho 2017
CULTURARTEEN 173 - junho 2017
 
BARÃO DE INOHAN 140 - 28 de maio de 2017
BARÃO DE INOHAN 140 - 28 de maio de 2017BARÃO DE INOHAN 140 - 28 de maio de 2017
BARÃO DE INOHAN 140 - 28 de maio de 2017
 

JORNAL DO MUNICÍPIO - setembro 2015

  • 1. ANO XII - SETEMBRO 2015 Diretor Responsável: Jornalista EDISON TORRES JORNAL DO MUNICÍPIO MARICÁ www.obarao.blogspot.com jornal.domunicipio@yahoo.com.br Um Estado governado por ladrões. A afirmação é do Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, ao participar de um seminário na Federação das Indústrias de São Paulo. “O PT pretendia se eternizar no poder governando o país até 2038”, disse ainda o Ministro Gilmar Mendes. Página 5 UMA NAÇÃO GOVERNADA POR LADRÕES MARICÁ: REGIÃO METROPOLITANA OU REGIÃO DOS LAGOS? QUE FIM LEVOU? Tragédia da Lagoa do Marine: indiciados continuam impunes Jovem deputado diz que Alerj não é lugar de gente séria. Sinto vontade de rasgar o diploma, sair por aquela porta e não voltar mais, disse Jorge Felipe Neto. Página 5 Calheiros, Jucá e Lobão, na corda bamba. Página 5 Memória Nacional: “Nos bastidores da Independência. Página 6 Reabertura dos cassinos como salvação da pátria. Página 7 Paulo Melo, no PDT? Guerra à vista, ideologia? Que ideologia? Repórter ET Editorial: o episódio dos vermelhinhos. Pág. 2 Remo x Paysandu: uma guerra centenária. Pg.7 O advogado Julio Carolino, faz uma análise do que mudou nesses últimos vinte e cinco anos no município. Página 4 PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO SUGERE QUE PREFEITURA PAGUE O QUE É DEVIDO À V. N. S. AMPARO O procurador geral do município de Maricá, em despacho fundamentado, alertou ao prefeito Quaquá que, no tocante à dívida de mais de R$ 15 milhões da Prefeitura com a Viação Nossa Senhora do Amparo, referente às gratuidades de passes (idosos e estudantes) que o pagamento fosse efetivado, antes que se tornasse Ação de Cobrança Judicial. Página 4 Página 5 MARICÁ, A CIDADE DE R$ 550 MILHÕES SÓ DE ROYALTIES Página 4
  • 2. 2 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO 2015 Expediente: JORNAL DO MUNICÍPIO de Maricá Editor Responsável: Edison Torres, RP 385-DRT-PA Redação: jornalismopr@hotmail.com / jornal.domunicipio@yahoo.com.br Digitação: Pery Salgado e Stephanie Dalliany Programação Visual: PR PRODUÇÕES www.obarao.blogspot.com Representante:TRÁFEGO PUBLICIDADE Distribuição: Central de Jornalismo - Rua Barão de Inohan 233 - Centro - Maricá > Tel.: 2637-4170 Impressão: A TRIBUNA Fotos: Pery Salgado e Rosemery Oliveira Os artigos assinados e opiniões são de responsabilidade de seus autores EDITORIAL VOZES DA RUA JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre! Em Outubro do próximo ano teremos novamente as eleições municipais. Em conseqüência, muita gente já se apresenta como candidato a vereador que nada mais é do que um bom emprego com duração de quatro anos, prorrogáveis por mais quatro anos. O que se tem notado é que há quantidade, mas não há qualidade entre os candidatos. Por isso o nosso jornal, inicia desde já uma campanha de valorização de nosso legislativo tão desvalorizado nos dias atuais, por culpa exclusivamente do eleitor principalmente da população carente que hoje já não troca mais seu voto por manilha ou dentadura, mas por dinheiro vivo em espécie como todo mundo sabe. Estamos cheios de currais eleitorais e quem não tem curral, não se elege. CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DE NOSSO LEGISLATIVOCANDIDATOS A VEREADOR Teste seus conhecimentos. 1º Você sabe o que é lei orgânica dos municípios? 2º Você sabe o que significa atos das disposições transitórias? 3º O que quer dizer projeto de resolução? 4º Sabe como se faz um requerimento? 5º A Câmara é uma casa de leis? 6º O que é improbidade administrativa? 7º Você tem condições de usar o microfone em plenário para discutir, debater, apresentar alguma coisa em favor da população ou ficará calado? Se responder cem por cento, você estará apto a se candidatar. Caso contrário, fique onde está. Precisamos valorizar o nosso legislativo. Precisamos acabar com o entra mudo e sai calado. O EPISÓDIO DOS VERMELHINHOS Um jornal da cidade, reservou duas páginas para reproduzir mentiras saídas da boca de um cidadão notoriamente conhecido como mentiroso, demagogo e falso amigo do povo, que ele diz idolatrar. Na verdade, o senhor Washington Siqueira, conhecido nacionalmente como Quaquá, no episódio que envolveu os ônibus, conhecidos como vermelhinhos, ele desafiou a justiça, não obedecendo a uma ordem oriunda do judiciário, chegando a afirmar a esse mencionado jornal, que essa mesma justiça “tenta atrapalhar” a sua decisão de colocar em circulação um transporte gratuito para o povo e ainda com o descaramento de dizer que “o desembargador deveria ter ouvido e não ouviu o interlocutor. O prefeito, cujo mandato está prestes a se encerrar, acusa injustamente, a empresa Amparo de monopólio no transporte e quer implantar o tarifa zero, na sua totalidade em todo o município. Quanta incoerência e falta de lucidez de um cidadão ao dar uma declaração como se não fosse monopólio a sua idéia de só ter tarifa zero em Maricá. Esse jornalista é sempre parado nas ruas e a pergunta é a mesma: por quê tamanha raiva do prefeito contra uma empresa, bem estruturada, a maior empregadora do município e a maior pagadora de impostos com uma frota de quatrocentos ônibus, começou com dois, fruto da tenacidade do Senhor Jacinto Caetano, um dos maiores, senão o maior empreendedor do setor de transportes no Rio de Janeiro. Quando não tinha nada, Quaquá viajava nos ônibus da Amparo, para o Rio de Janeiro. Onde dizia trabalhar. E, quando, também não tinha nada, vivia ele e a primeira dama Rosangela Zeidan, procurando esse articulista em busca de um anuncio da empresa, que hoje ele tanto persegue, para a Revista Maricá Já, de propriedade de ambos. Para quem desafia a justiça, que segundo ele, atrapalha as suas decisões não é de se estranhar que ele volte o seu ódio para quem realmente está mais perto do povo, oferecendo um transporte seguro e eficiente. Quaquá é um demagogo, que explora esse mesmo povo politicamente para se beneficiar das vantagens que a política lhe oferece. Edson Torres CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO No meu entendimento não adianta esse jornal fazer campanha pela valorização do nosso legislativo. O eleitor não quer saber e vota em qualquer um, desde que lhe ofereça vantagens. Antonio Carlos EDUCAÇÃO É constrangedor saber que a educação em Maricá vai muito mal. Falta incentivo aos professores e melhores salários. A culpa é do governo. Raimundo FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO Ouvi falar nesse tal de fórum de desenvolvimento que tentaram realizar na Região dos Lagos. Os secretários estavam mesmo era fazendo turismo. Abel Carvalho PESQUISA Essa pesquisa realizada por um Instituto de São Paulo, onde 92% da população, diz que todo político é ladrão, nada mais é do que uma revolta contra a onda de roubalheira que tomou conta desse país. Pedro Paulo INDÚSTRIA DA MULTA Esse jornal em sua edição passada diz que estão tentando implantar a indústria da multa em Maricá. Ela já está implantada há muito tempo e os guardas municipais, a mando não se sabe de quem, estão multando tudo que aparece pela frente. André Rodrigues ZÉ DIRCEU Quem diria, Zé Dirceu na cadeia acusado de roubo na Petrobrás. Não é só ele não, tem muita gente do PT envolvida. A lava jato deve aprofundar as investigações. Carlos Freitas PROFESSORES Os professores municipais são mal pagos. O ensino em Maricá vai de Mal a pior. José Luís VERDADE VERDADEIRA Que frase: A verdade está em tudo o que os políticos negam. Coitados, eles são inocentes, não fizeram nada. Também, corrupção não dá recibo. Paulo Ernesto LEI É POTOCA Gostei do editorial da edição passada desse jornal. Parabéns para o jornalista. Sandro Freitas MEMÓRIA NACIONAL Como gosto de história, estou acompanhando e colecionando os jornais com a série da Memória Nacional. Estou aguardando o próximo capítulo. José Viana
  • 3. SETEMBRO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 3 Repórter ET INCOMPETÊNCIA E DESCASO A população carente recebe as chaves de apartamentos construídos a toque de caixa. Tudo bonito, não é? Pois é: vão querer entrar em suas novas casas e não tem luz, não tem água, não tem saneamento básico, as ruas sem calçamento, etc, etc, etc... Comerciantes fechando as portas de suas lojas, porque não agüentam o arrocho da prefeitura na cobrança de impostos estapafúrdios. A guarda municipal sem uniforme e sem condições de trabalho com a falta de viaturas. Esse é um pequeno diagnóstico de uma péssima administração municipal. IDADE DA PEDRA Segundo o IBGE, Maricá está chegando aos 150 mil moradores. 147 mil para ser mais preciso, o que é incrível em tudo isso é que apesar desse crescimento demográfico, apenas 13% da população tem água potável e escoamento sanitário. É, como disse o colunista Gilson Barcelos do Jornal Diário do Leste: “Maricá cresce em população, mas a infra estrutura ainda é da idade da pedra em pleno século XXI”. O que é uma vergonha para uma administração que dá entrevista dizendo que o nosso município é um paraíso. ELE VEM AÍ? Ele é Clésio Soares, que vai aspirar uma vaga na Câmara Municipal em 2016. Seu reduto eleitoral é Araçatiba. REDUTO ELEITORAL Alberto da Maricaense tem um fortíssimo reduto eleitoral que certamente vai lhe conduzir de volta ao legislativo. Ele é um ferrenho oposicionista desse governo e só não está na Câmara, porque foi vitima desse famigerado sistema de proporcionalidade nas eleições para os legislativos. o diretório nacional do PMDB já se mantém contrário às pretensões do presidente do diretório regional, o chamado todo poderoso Jorge Picciani, em indicar o vice na chapa do Partido dos Trabalhadores nas eleições municipais de 2016, em Maricá. Agora, pasmem, leitores, para essa aberração contida pelo prefeito ao declarar para o citado jornal que “a Câmara Municipal de Maricá, é uma das melhores do Brasil”. Parece piada e na verdade é. Políticos sem qualidade são elogiados porque não fazem oposição a Quaquá e se submetem ao seu comando, votando tudo o que interesse ao prefeito, perdendo um de seus principais objetivos que é o de atuar como um órgão de fiscalização dos atos de quem comanda a administração municipal. Um legislativo sem oposição não tem valor, não tem qualidade. Se transforma num mero expectador de uma administração que ilude, mente e promete. E o eleitor continua caindo em suas malhas. Até quando, não se sabe. A HORA E A VEZ DE LULA A Polícia Federal pediu autorização ao Supremo Tribunal para ouvir o ex- presidente Lula. Todo mundo sabe que onde há fumaça, há fogo e as investigações, em curso realizados pela Procuradoria Federal da operação lava jato, para pedir essa autorização é sinal de que encontrou fortes indícios de que Lula está envolvido no esquema da Petrobrás e de outros órgãos do governo. Na edição passada, esse repórter baseado na declaração de um procurador já noticiava que havia essa possibilidade agora confirmada pelo pedido ao STF. GUERRA À VISTA Quaquá pediu licença do cargo por quinze dias e viajou para Cuba. Dizem as más línguas que ele estaria no Nordeste. Pelo sim e pelo não, o que foi passado para o repórter é que em seu retorno, ele iria exonerar (mandar para o olho da rua), todos os comissionados indicados pelo nobre Chiquinho, presidente da Câmara. Chiquinho, montou um legislativo itinerante e está visitando todos os bairros, ouvindo o choro da população carente para se respaldar de um possível ataque de Quaquá. Motivo: Chiquinho quer ser o candidato do PT a prefeito, mas seu chefe já disse não. BRADANDO NO DESERTO Foi o que fez a deputada Rosangela Zeidan, ao tentar defender no plenário da Assembléia Legislativa, a presidente Dilma, que hoje é rejeitada maciçamente pela população do país. Diante do fogo cerrado da bancada oposicionista que apontava e criticava os graves erros da administração federal, Zeidan era apenas um pingo d’água no oceano. DE OLHO EM 2016 Informaram ao repórter que já tem gente oferecendo churrasco para os amigos de olho nas eleições do próximo ano. Aliás, um dos a oferecer carne na brasa já é nobre de mandato. QUANTA IMBECILIDADE Quando levou um soco pelas costas no momento em que concedia uma entrevista a uma emissora de televisão, o prefeito Quaquá, atribuiu o fato responsabilizando as empresas de ônibus como responsáveis pela agressão. Tamanha imbecilidade quando se sabe que o jovem Pedro, agiu por instinto próprio, já que ele sofre de problemas mentais desde criança. Foi uma forma que ele encontrou para chamar a atenção do povo contra as mazelas que são em grande quantidade em nosso município. NOTA DA REDAÇÃO: Por motivo de saúde, o Comandante Nardin não tem colaborado com seus artigos em nosso jornal, o que fará brevemente tão logo esteja restabelecido. PAULO MELO NO PDT? Paulo Melo tentou voltar para a Assembléia Legislativa, Jorge Picciani, seu desafeto, disse que o receberia de braços abertos, mas desistiu de seu intento, dizendo que se sente bem como secretário do governo de Pezão. No duelo entre os dois, o Deputado Luís Martins, do PDT, tentou levar Melo para o seu partido, numa conversa que teve com ele em Abril passado. Paulo Melo, que viu frustrado o seu desejo de ter a indicação de seu nome para o Tribunal de Contas do Estado, começou a se aproximar dos pedetistas e disse que até o dia 5 de Outubro, poderia mudar de legenda. IDEOLOGIA? QUE IDEOLOGIA? Ideologia? Que ideologia? Essa palavra já foi eliminada do dicionário político brasileiro há muito tempo. A troca de partidos é o fato mais vergonhoso que ocorre no Brasil, cada um escolhendo a legenda que lhe oferece mais vantagens. O prazo para troca de partidos era de um ano antes das eleições e agora reduzido para seis meses na reforma política que deverá ser aprovada antes do dia cinco de Outubro, afim de que possa vigorar nas eleições municipais de 2016. A reforma política aprovada não é realmente a que o povo queria. Prevaleceu a vontade dos políticos que jamais iriam votar aquilo que eles consideram prejudicial a eles próprios. JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre! QQQQQUUUUUANTANTANTANTANTA MENTIRAA MENTIRAA MENTIRAA MENTIRAA MENTIRA “Os ventos parecem soprar favoráveis ao governo de Washington Quaquá (PT) na reta final da administração, faltando menos de dois anos para deixar a prefeitura de Maricá. Mesmo com algumas tentativas de desestabilização, na balança, os ganhos são maiores, tanto no campo político, quantos nas perspectivas de desenvolvimento.” Esse e o lead de uma entrevista que o prefeito concedeu a um jornal da cidade. Quanta mentira num alinhavado de duas páginas, que aliás é a principal característica do partido – onde Quaquá responde as várias perguntas do repórter com pontos de vista estabelecidos em que tem como prioridade iludir o público leitor. O governador Pezão que na cerimônia de entrega das chaves do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, em Itaipuaçu com a presença da presidente Dilma, se manteve nos extremos aonde estava o prefeito, segundo se sabe, nunca cogitou chamar a deputada Rosangela Zeidan para ocupar um cargo de secretaria na administração estadual, como não é verdade que a relação PT x PMDB esteja de vento em poupa. Tanto é que
  • 4. 4 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO 2015 O que mudou em Maricá nesses últimos vinte e cinco anos? A resposta certamente se baseará, pelo menos por enquanto, em fatos negativos. O crescimento desordenado com um considerável aumento de favelas, a explosão demográfica com uma população triplicada, passando dos 46 mil habitantes na década de 80, para quase 150 mil nos dias atuais, o aparecimento da violência que não existia aqui, mas que chegou diante de um sistema migratório descomunal conforme dados fornecidos pelo IBGE além do excessivo número de veículos trafegando em ruas que não foram preparadas para suportar esse surto populacional. Na verdade, Maricá padece de um mal de duplo diagnóstico: Região Metropolitana ou Região dos Lagos? Como Região Metropolitana não mereceu, como devia, sequer um por cento da atenção do Estado, como Região dos Lagos, é integrante do turismo estadual e jamais recebeu um apoio. O único beneficio que Maricá obteve nesses últimos anos foi a nova estação de tratamento d’água, obra desenvolvida no governo de Leonel Brizola com financiamento obtido no extinto BNH. MARICÁ: REGIÃO METROPOLITANA OU REGIÃO DOS LAGOS? A fora isso, os demais serviços essenciais deixam a desejar, ou são simplesmente apêndices às sedes situadas, por exemplo, em Niterói. O saneamento básico é uma calamidade, apesar de existir uma estação de tratamento de esgoto – funcionando a 30% de sua capacidade – e sua rede serve apenas a algumas ruas centrais da antiga vila. Certa feita parou de funcionar, vertendo seus dejetos in natura na Lagoa de Araçatiba. Com a concentração demográfica, o subsolo de Maricá é um verdadeiro porão, não se sabendo até quando os poços estarão captando água potável não contaminada. O 3º distrito clama por emancipação e a Barra de Maricá abandonada, sofre com repentes de progresso eleitoreiro. Os serviços de saúde são precários e a própria classe médica escuda- se em declarações para assumir responsabilidades que a ela não cabem. As comunidades eram obrigadas a correr um livro de ouro, suplicando apoio do povo, para construir DPOs, sub postos de saúde, tapar buracos, pavimentar estradas, reformar e conservar viaturas policiais. O apoio, tanto dos governos do Estado, quanto do município, chegam sempre na ante véspera das eleições e se esfuma após os resultados. Essa é que é a verdade. Julio Carolino (Advogado) Antevendo uma derrota judicial da municipalidade, caso não concedesse o imediato reembolso, o parecer ainda faz a seguinte advertência aos órgãos administrativos competentes: “Lembrando, por derradeiro, que dita providência deve ser de imediato de modo a resolver a questão via administrativa, permitindo-se a propor o pagamento parcelado, já que as empresas concessio- nárias pretendem cobrar o reembolso através da Justiça, o que demandaria mais custos para o Erário, visto que dito pagamento seria acrescido de juros”. O Prefeito de Maricá, Washington Quaquá, contudo, não deu a mínima para o parecer do Procurador Geral do Município e até a presente data não procedeu qualquer reembolso, de modo que deverá arcar com a integralidade dos valores cobrados pela Viação Nossa Senhora do Amparo, autora da ação de cobrança, com todos os acréscimos legais e olha que a ação é tida como pule de dez, ou seja, é incontestável. Para se ter noção do prejuízo que terá o Município de Maricá com a intransigência do Quaquá, se o juiz que for julgar a ação, condenar o Município a pagar apenas 10% de honorários advocatícios, isto já significa algo em torno de R$ 1,5 milhões que serão somados à dívida que é de R$ 15 milhões. Por conta da sua birra com a Viação Nossa Senhora doAmparo, o prefeito Quaquá poderá ser responsabilizado pelos prejuízos que vier causar aos cofres da municipalidade, podendo ter que arcar com esse prejuízo do próprio bolso. E olha que já tem muita gente de olho nessa oportunidade. É esperar para ver. PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO SUGERE QUE PREFEITURA PAGUE O QUE É DEVIDO À V. N. S. AMPARO O procurador geral do município de Maricá, em despacho fundamentado, alertou ao prefeito Quaquá que, no tocante à dívida de mais de R$ 15 milhões da Prefeitura com a Viação Nossa Senhora do Amparo, referente às gratuidades de passes (idosos e estudantes) que o pagamento fosse efetivado, antes que se tornasse Ação de Cobrança Judicial. No contrato de concessão de 2005 (em vigor até 2020), em seu parágrafo único de sua cláusula sexta, é claro quando informar que quaisquer gratuidades instituídas por lei, em benefício dos usuários dos transportes coletivos, devem ser arcadas, em sua integralidade, pelo Município de Maricá. Segundo o escritório de advocacia que defende à empresa, a obrigação exclusiva do réu de arcar com tais isenções estabelecidas antes e depois à celebração do contrato é irrefutável e a autora passou a enviar mensalmente, relatórios com a quantidade de isenções concedidas aos usuários dos seus veículos e do valor das tarifas (idosos, menores de 7 anos de idade, estudantes da rede pública de ensino e portadores de necessidades especiais). O município, todavia, jamais ressarciu a empresa em um centavo sequer, contrariando expressamente o contrato de concessão, assim gerando enorme desequilíbrio econômico à empresa. A própria Procuradoria Geral do Município de Maricá, manifestou-se favoravelmente ao reembolso, embora Quaquá não tenha acatado o parecer jurídico. Barão de Inohan ROYALTIESCONTINUAM CHEGANDO NORMALMENTE; EM AGOSTO FORAM R$ 12,968 MILHÕES E PARAONDE ESTÁ INDO ESSE DINHEIRO? Pouco mais de R$ 550 milhões. Uma quantia dificil de mensurarmos tal o seu tamanho. E foi isso que Maricá recebeu desde janeiro de 2009, sendo R$ 137.585 mil em 2014 e R$ 89.127 mil até agosto deste ano, passando a ser o terceiro município em arrecadação de royalties no estado em 2015, tendo a frente apenas Campos com quase R$ 277 milhões e Macaé com pouco mais de R$ 233 milhões. E quais os benefícios que o município efetivamente tem recebido? Agora, estes recursos só podem ser usados em educação (75%) e saúde (25%). Por que então os postos de saúde tiveram as obras paralisadas? Por que o nosso hospital prometido desde a campanha de 2008 não começou a ser construídos com recursos próprios? O Ministério Público e a Polícia Federal já estão investigando e brevemente algumas pessoas poderão sair daqui rumo a outros endereços.
  • 5. SETEMBRO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 5 REPORTAGEM JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre! Vocês Decidem! Tenho ido a muitas reuniões políticas em Maricá e noto que Itaipuaçu ainda está muito fraca politicamente, continuamos com apenas 30% de eleitores e fraquíssimos candidatos. Resultado, vamos continuar totalmente envolvidos e dominados por quem nunca se lembrou de nós. Então, estou resolvido a me candidatar, ainda sem partido e sem qualquer financiamento, contando apenas com os meus 40 anos de muita luta por este lugar. Provei para mim e para quem realmente me conhece, que mesmo sem a caneta do poder, um cidadão consegue juntamente com amigos, mudar e melhorar muita coisa! Só que o trabalho fica muito mais sacrificado sem uma “caneta” do poder, então, seguindo opiniões de amigos, mas também querendo contar com eles e muitos outros, peço a opinião de vocês e também o voto. Isto, a mais de um ano das eleições, me propondo a renunciar ao mandato, se meu trabalho não for útil ao meu povo! — Quero apenas a sua confiança e o seu voto, o resto deixe comigo! – POSSOVIRCANDIDATO? VicenteSilva Ao participar de um seminário na Federação das Indústrias de São Paulo, no início da segunda quinzena desse mês de Setembro, o Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, disse que o esquema revelado pela operação Lava Jato, mostrou que foi instalado no país uma “cleptocracia”, que significa um Estado governado por ladrões. “O PT, tinha um plano perfeito para se eternizar no poder, mas a Lava Jato, estragou tudo”, disse. Com as verbas desviadas da Petrobrás, tem dinheiro para disputar eleições até 2038. Era uma forma fácil de se eternizar no poder. Pelas contas do novo orçamento da Petrobrás, R$ 6,8 bilhões, foram destinados a propina. Se um terço disso foi para o partido, eles têm algo em torno de 2 bilhões em caixa. Era fácil disputar a eleição com isso. E, disse mais o Ministro Gilmar Mendes: “Na verdade, o que se instalou no país, nesses últimos anos, e está sendo revelado na Lava Jato, é um modelo de governança corrupta. Veja o que eles fizeram com a Petrobrás, ele tinham se tornado donos da empresa, mas, infelizmente para eles e felizmente para o Brasil, deu errado”. UMA NAÇÃO GOVERNADA POR LADRÕES QQQQQUE FIM LEVUE FIM LEVUE FIM LEVUE FIM LEVUE FIM LEVOU?OU?OU?OU?OU? TRAGÉDIA DA LAGOA DO MARINE: INDICIADOS CONTINUAM IMPUNES O prefeito Washington Quaquá, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Lourival Casula, o secretário de Segurança, Fabrício Bittencourt e mais cinco guardas municipais, foram indiciados no inquérito policial instaurado na 82º DP, como culpados pela queda do bimotor Piper, na Lagoa do Marine, em Outubro de 2013 e que originou na morte do Juiz de Direito, Carlos Alfredo Flores da Cunha e do piloto da aeronave. O inquérito policial foi concluído em Fevereiro do ano passado e entregue ao Ministério Público com mais de trezentas páginas. Encaminhado para a 3ª promotoria da Comarca de Maricá, até hoje não se sabe que fim levou. Os responsáveis pela tragédia apontados pela polícia continuam impunes. UM HISTÓRICO O aeroporto de Maricá vem sendo noticia na imprensa desde que um monomotor caiu, há dois anos, no centro da cidade. Na ocasião o prefeito Quaquá, numa decisão violenta e truculenta, decretou o seu fechamento, acabando com as escolas de pilotagem e lacrando tudo, deixando a Guarda Municipal de plantão, para impedir pousos e decolagens nas aeronaves. Foi aí que aconteceu uma tragédia: um bimotor Piper, que decolara do aeroporto de Jacarepaguá com o piloto e o Juiz de Direito, Carlos Alfredo Flores da Cunha, ao apresentar problemas, tentou um pouso de emergência, mas foi impedido pelos guardas municipais. O piloto, então, arremeteu e foi cair na Lagoa do Marine, matando seus dois ocupantes. Ficou caracterizado um crime de natureza dolosa, um processo foi instaurado e até hoje se aguarda uma decisão da justiça para punição dos culpados. JOVEM DEPUTADO DIZ QUE “ALERJ NÃOÉLUGARDEGENTESÉRIA” O jovem deputado estadual Jorge Felipe Neto, em seu primeiro mandato, descobriu o que todo mundo já sabe: que a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, não é lugar de gente séria. Na primeira semana desse mês de Setembro, ele ocupou a tribuna, para expor o seu ponto de vista do que lá observara e chegou a essa conclusão. Disse Jorge Felipe: “Sinto vontade de rasgar o diploma de deputado, diante do que tenho visto. Tenho vontade de sair por aquela porta e não voltar, porque estou chegando a conclusão de que aqui não é lugar de gente séria. Sua metralhadora giratória se dirigiu, também, ao Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, a quem chamou de “covarde”. Ele não atende ninguém e manda o cocô do cavalo do bandido, atender por e-mail, disse o jovem deputado. Velha raposa da política, o presidente da casa, Jorge Picciani, atribuiu as criticas de Jorge Felipe à sua juventude e pouca experiência. Que descaramento. Edison Torres CALHEIROS, JUCÁ E LOBÃO NA CORDA BAMBA O procurador geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao Ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, autorização para investigar os senadores Renan Calheiros (foto acima), presidente do Congresso Nacional e Romero Jucá, além do ex-ministro Edison Lobão, acusados de receberem propina do empreiteiro Ricardo Pessoa, presidente da construtora UTC. A revelação foi feita pelo próprio Pessoa, em entrevista à Revista Época, denunciando encontros que ele teve com aqueles políticos, em hotéis no ano passado. Segundo a revista, o dinheiro pedido para campanhas eleitorais, era propina a partir de contratos das obras da Usina Nuclear Angra 3, em Angra dos Reis.
  • 6. 6 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO2015 MEMÓRIA NACIONAL Castro Canto e Melo, futura marquesa de Santos. No dia 05 de Setembro, quando partiu para uma inspeção em Santos, o príncipe e Domitila já eram amantes – e o seriam por sete anos. Mas nem a diarréia, nem as vertigens da paixão impediram D. Pedro de tomar a maior decisão de sua vida. Aos vinte e quatro anos, o príncipe estava desde os dez no Brasil.Aqui, tivera seus primeiros cavalos e suas primeiras mulheres; aqui, vencera seus primeiros desafios políticos e pessoais, D. Pedro amava o país. Parecia o homem certo para torná-lo uma nação independente. Foi justamente o que ele fez. AS AMANTES A partir dos dezesseis anos, D. Pedro adquiriu a fama de amante insaciável. Os nobres portugueses e ricos b r a s i l e i r o s escondiam as filhas quando o príncipe passava. A primeira da série de incontáveis amantes foi a bailarina francesa Noêmia Thieny, com quem D. Pedro teve um filho (natimorto), antes que a corte enviasse a moça de volta a Paris. Embora tenha tido relações sexuais – ou tentado ter – com praticamente qualquer mulher que visse pela frente, a grande paixão de D. Pedro foi Domitila de Castro, que ele fez marquesa de Santos e que lhe deu quatro filhos. D. Pedro e Domitila uma “sensual luso-brasileira de seios e quadris volumosos”, conheceram-se em São Paulo, dias antes do príncipe proclamar a Independência. D. Pedro a levou para morar em frente ao Palácio. O caso tornou-se público, Dona Leopoldina morreu de desgosto, segundo o povo. Forçado a se casar denovo, D. Pedro dispensou a amante em 1829. Mas, não sem escândalo: ao descobrir que o imperador tinha um caso com sua irmã, Maria Bendita, Domitila tentou matá-la. A marquesa voltou para São Paulo, casou e morreu aos setenta anos. AS ESPOSAS A primeira esposa de D. Pedro foi Dona Leopoldina, filha do Imperador Francisco I de Habsburgo. Os noivos se casaram sem se conhecer em Maio de 1817, mas Dona Leopoldina se apaixonara, após ver uma imagem do marido. Ao vivo, a partir de Novembro de 1817, a paixão aumentou. Nos dois primeiros anos, D. Pedro foi lhe fiel. Dona Leopoldina lhe deu sete filhos, morrendo em 1826, em conseqüência de um parto. Em 1829, D. Pedro casou com a princesa Amélia de Leuchtenberg com quem teve uma filha. Viúva aos vinte e dois anos, Dona Amélia não mais casaria. Morreu aos setenta anos. Eduardo Bueno NOS BASTIDORES DA INDEPENDÊNCIA O príncipe não estava bem, teria sido a água salobra de Santos ou algum prato condimentado do jantar da noite anterior? Não se sabe, nem ele o sabia. O fato é que uma diarréia o atacara, e a cavalgada pela tortuosa estrada que conduzia da baixada santista ao platô de São Paulo, não tinha ajudado em nada na recuperação do combalido vestal principesco. No instante em que o Major Antonio Ramos Cordeiro e o Correio Paulo Bregaro, que tinham partido de São Paulo em direção a Santos com um maço de cartas urgentes para D. Pedro, chegaram às margens do riacho chamado Ipiranga, divisaram alguns membros da guarda de honra, parados numa colina. D. Pedro estava à beira do córrego, “quebrando o corpo” – agachado para “responder a mais um chamado da natureza”. A correspondência lhe foi entregue enquanto ele abotoava o uniforme. As circunstâncias não eram as mais indicadas para a “perpetração” da façanha memorável. Mas as notícias eram de tal forma definitivas e perturbadoras que, depois de ler, amassar e pisotear as cartas, D. Pedro montou “sua bela besta baia”, cavalgou até o topo da colina e gritou à guarda de honra: “Amigos, as cortes de Lisboa, nos oprimem e querem nos escravizar, deste dia em diante, nossas relações estão rompidas”. Após arrancar a insígnia portuguesa de seu uniforme, o príncipe sacou a espada e às margens plácidas do Ipiranga, bradou, heróico e retumbante. “Por meu sangue, por minha honra e por Deus: Farei do Brasil, um país livre”. Em seguida, erguendo-se nos estribos e alçando a espada, afirmou: “Brasileiros, de hoje em diante, nosso lema será: Independência ou morte”. Eram quatro horas da tarde de 7 de Setembro de 1822 e o sol, em raios fúlgidos, brilhou no céu da pátria neste instante. A SORTE ESTÁ LANÇADA As cartas que D. Pedro rasgara, tinham sido enviadas pelas cortes de Lisboa (onde o chamavam de “rapazinho” ou “brasileiro”) e acintosamente informavam que, em vez de regente do Brasil, o príncipe passava a ser mero delegado das cortes, que seus ministros seriam nomeados em Lisboa e aqueles que o tinham apoiado no episódio do “Fico” eram traidores. Junto às missivas, vinha uma carta de seu conselheiro, José Bonifácio de Andrada e Silva. “A sorte está lançada”, dizia Bonifácio, “nada temos a esperar de Portugal, a não ser escravidão e horrores”. PERÍODO LUMINOSO A diarréia estragara o dia de D. Pedro, mas apesar da crise das cortes e das dores de barriga, o príncipe vivia um período luminoso. Dois dias antes, “numa viela pouco freqüentada de Santos”, vira uma “mulata de grande beleza”, e, “com o gesto rápido de quem não quer perder a caça, embargou-lhe o passo” e a beijou. A moça o esbofeteou e fugiu. Embora tenha tentado comprá-la ao descobrir que era escrava, o príncipe ignorou a rejeição: fazia uma semana, estava apaixonado. No dia 29 de Agosto, em São Paulo, D. Pedro conhecera aquela que, entre i n c o n t á v e i s candidatas, seria a mulher de sua vida: Domitila de
  • 7. SETEMBRO 2015 JORNAL DO MUNICÍPIO - 7- 7- 7- 7- 7 PONTO DE VISTA O jornalista Ferreira da Costa, meu conterrâneo de Belém do Pará, tem um currículo invejável, como pesquisador do futebol paraense: dezoito livros publicados entre os quais, este que acabo de receber de meu primo José Luiz: “Remo x Paysandu “guerra” centenária. Ao ler de imediato, essa “jóia” do mundo esportivo de minha cidade, voltei ao passado, recordando os tempos em que não perdia jogos na Curuzu e no Antonio Baena, entre os dois maiores rivais. O Mangueirão ainda não existia e os dois velhos estádios eram palco de grandes espetáculos de futebol não só entre os dois como de times de todo Brasil, muito antes de começar o campeonato brasileiro. Na “orelha” do livro uma breve biografia do autor, onde aparecem nomes de Osvaldo Monteiro, meu colega em O Liberal, e Imar Nunes, um monstro sagrado da imprensa esportiva comandando o inesquecível Imparcial Esportivo, que circulava as segundas feiras. Daqui de Maricá na Região dos Lagos, do Rio de Janeiro, onde resido, depois de atuar por vários anos como repórter da revista O Cruzeiro, considerada a maior e melhor revista da América Latina e que foi, sem dúvida, uma escola de jornalismo, envio um abraço a Ferreira da Costa, que me fez reviver em seu livro, o meu Paysandu, de tantas glórias e de um grande celeiro de craques, entre os quais os goleiros Palmério e Dodó, Sidoca, Givandro, Pau Preto, Natividade, Caim, Quarenta, Hélio, Jaime e já no final da década de 60, quando eu estava deixando Belém, Vila, Bené, Rubilota, Quarenta e Ercio, entre outros, não esquecendo Norman Percival Davies, o famoso Cacetão. Remo x Paysandu, uma “guerra” centenária, é uma jóia que passa a integrar a minha vasta biblioteca. Parabéns, meu caro Ferreira da Costa. Recebe, também, esse humilde exemplar de meu jornal que edito aqui na cidade, para não perder o costume de ter atuado por muito tempo na imprensa brasileira. Saudações, Edison Torres Jornal.domunicipio@yahoo.com.br REMO x PAYSANDU UMA “GUERRA” CENTENÁRIA Diante da grave crise econômica que atravessa o país, a presidente Dilma, parece ter encontrado uma luz no fim do túnel, acenando para o Congresso a possibilidade de reabertura dos cassinos, no Brasil. Segundo o Senador Oto Alencar, do PSD da Bahia, com a legalização dos jogos, o governo pode arrecadar cerca de vinte bilhões de reais por ano. Uma grande parte de senadores e deputados é favorável a idéia, pois a taxação dos jogos garantiria mais recursos para os cofres públicos. REABERTURA SOFRE RESISTÊNCIA Realmente a reabertura dos cassinos e todos os jogos chamados de azar, será a galinha dos ovos de ouro do governo, e que certamente colocaria um ponto final na grave crise econômica que atravessamos. Mas essa reabertura sempre encontrou resistência por parte dos senhores senadores e deputados, desde quando eles foram fechados em 1946, pelo então presidente Eurico Gaspar Dutra, para atender um pedido de sua esposa, Dona Santinha, fervorosa devota da Igreja Católica, que vê nos jogos, um campo fértil para a prostituição e a corrupção, quando na verdade não é. Desde aquela época, muitos projetos foram apresentados e engavetados. No inicio da década de 80, foi criado em São Paulo, o comitê pró-legalização dos cassinos no Brasil, presidido pelo empresário Ciro Batelli. Foram realizadas reuniões nos municípios de Águas de Lindóia (São Paulo) e Foz do Iguaçu (Paraná), para tratar do assunto. Batelli, esteve em Brasília conversando com os parlamentares da época, mas todos os seus argumentos parecem ter sido rejeitados pelos congressistas, diante da forte pressão exercida pela Igreja Católica. É possível que agora as coisas se revertam, o que será bom para o Brasil. REABERTURA DOS CASSINOS COMO SALVAÇÃO DA PÁTRIA EMANCIPEMANCIPEMANCIPEMANCIPEMANCIPAÇÃOAÇÃOAÇÃOAÇÃOAÇÃO A ESPERANÇA NÃO MORRE Quando será realizada a eleição de emancipação de nosso terceiro distrito? Não sei e creio que somente Deus saiba, já que continuamos sem uma legislação reguladora do assunto. Vivemos em um país em que a Lei Maior, quando os dirigentes não querem, não é cumprida, caso contrário o § 4º do Artigo 18 da Constituição de 1988, já teria sido regulamentado, e até mesmo não teria sido alterado. Hoje, no país, a contra gosto de muitos que têm cargos de mando, vivemos em uma democracia, porém, são muitos aqueles que desejam que fossem ao contrário, que prevalecessem somente suas idéias e vontades. É comum, ouvirem-se criticas à ditadura militar, mas em matéria de eleições para criação de municípios, não houve qualquer alteração, como se pode comprovar, nas constituições de 1967 e 1969, onde em ambas, as emancipações para criação de municípios eram reguladas por seus artigos 14 e 15. Com a democratização do país na Magna Carta de 05/10/1988 em seu artigo 18, § 4º, estava prevista a criação de novos municípios, ouvida a população através de plebiscito. Quando em 1996 por iniciativa do governo democrático, alterou-se o artigo da Constituição através da emenda de nº 15 de 12 de Setembro de 1996, criando-se um óbice, com a criação de uma Lei Federal, afim de voltar aos Estados a competência de regulamentação das emancipações de distritos, lei esta que até o ano de 2014, não tinha sido criada e quando foi, nesse ano, teve seu texto, totalmente vetado pela presidente da República, veto que até o momento o Congresso não se dispôs a submeter a nova emancipação como determina a Lei. Mas a esperança dos emancipacionistas não morre. Rodovaldo Coutinho
  • 8. 8 - JORNAL DO MUNICÍPIO SETEMBRO 2015 KUNG – FU FAZ FESTA EM MARICÁ Maricá comemorou no dia 20 de Setembro passado, o V Campeonato Maricaense de kung – fu garra de águia, uma iniciativa do mestre Paulo Sales. O evento foi realizado no Colégio Joana Benedita Rangel, ocasião em que o mestre Paulo Sales e sua equipe, premiaram o presidente da Federação desse esporte e o presidente da Associação de Kung – Fu de São Gonçalo e Niterói. A cerimônia esportiva contou com um bom esquema de segurança, montado pela Guarda Municipal com apoio do Secretário de Segurança de Maricá, Fabrício Bittencourt. Na foto, um grupo de Tai Chi Chuan do mestre Paulo Salles. SESC – NITERÓI, PROMOVE CURSO PARA CUIDADOR DE CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA Depois do sucesso obtido com o curso de cuidador de idoso, em Agosto passado, com a participação de um grande número de alunos que no final receberam um certificado de conclusão, o SESC Niterói em parceria com a Escola Paulo Freire realizou um curso para cuidador de crianças com deficiência. Um outro grande número de alunos participou do curso nos dias 8, 9, 10 e 11 de Setembro, com a coordenação da professora Mônica Matos e da instrutora Kátia Mara. Como já havia acontecido no curso anterior, todos os participantes receberam um certificado de conclusão (foto). O evento teve o apoio de: THAMYRIS MELLO FOTÓGRAFA, VEREADOR FRANK COSTA, VEREADOR BUBUTE, SEBASTIÃO RODRIGUES (Secretário Estadual de Desenvolvimento, Abastecimento e Pesca), PERTH, ACADEMIA GIGIO FITNESS, ACADEMIA FORMA FITNESS, POUSADA VOVÓ BELLINA e JOAQUINA MODAS MARICÁ REÚNE 17 MISSES NUMA ÚNICA NOITE DE GALA Nanoitedodomingo20desetembro,umagrandeeventoaconteceuemMaricá,cidadedaregião dos lagos, no Espaço Cultural Vovó Bellina, na festa de coroação da Miss Maricá Novo MundoTeen, Miss Maricá Novo Mundo e Miss Maricá Plus Size, onde outras 10 misses de vários municípios também tiveram seu momento de glória e receberam suas faixas e coroas pelas suas conquistas. O evento começou com a coroação da primeira Miss Maricá Kids, a gatinha Manuela Cardozo de Assis,queterásuaimagemutilizadapelaPRProduçõesparaarealizaçãodoconcursoem2016,mas onde o produtor deixou claro, que as crianças que concorrerão, terão caras de crianças e não serão adultosmirins,comonormalmenteacontecemnosconcursosdestacategoriapeloBrasilafora:“Criança tem que ter cara de criança”, explicou o produtor. MISS BRASIL NOVO MUNDO TEEN Mas a festa estava só começando. Lindas adolescentes entraram para o universo das misses ao receberem seus títulos e coroas, onde irão representar seus municípios na final do MISS BRASIL NOVO MUNDO TEEN; Foram coroadas as misses STHEFFANY GOMES (16) - MISS NITERÓI NOVO MUNDOTEEN, EDUARDA GABRIELLE PINTO (14) - MISS SÃO GONÇALO NOVO MUNDO TEEN, KELLY BERNARDOS (15) - MISS SAQUAREMA NOVO MUNDO TEEN e EMELLY BRUNA (14) - MISS MARICÁ NOVO MUNDO TEEN. MISS BRASIL NOVO MUNDO A grande noite que reuniu lindas jovens teve continuidade com as coroações das misses na categoria FIT (de 18 a 29 anos). Aniely Andrade, a primeira Miss Novo Mundo Fit coroada no Brasil, fez as honras e entregou a faixa e coroa para BEATRIZ CANUTO - MISS MESQUITANOVO MUNDO,ANACLARAMADEIRA (19) - MISS NITEROI NOVO MUNDO, MIRIÃ TAVARES (emancipada) - MISS CIDADE DO RIO DE JANEIRONOVOMUNDOeLUANAFIRMINO-MISSSAQUAREMANOVOMUNDOeERICASILVA (21) – MISS MARICÁ NOVO MUNDO 2015, que recebeu o título de Fabricia Moreira – Miss Maricá 2014. MISS FLUMINENSE PLUS SIZE Aprimeira a ser chamada foi a jovem PALOMARANGEL (23) - MISSANGRADOS REIS PLUS SIZE seguida porANGELICASILVA(31), MISS NOVAFRIBURGO PLUS SIZE 2015, a primeira da região serrana. CLEIDE MARQUES (47), foi coroada como como primeira MISS CIDADE DO RIO DE JANEIRO PLUS SIZE SENIOR e CÁSSIA OLIVEIRA (49) como primeira MISS SÃO GONÇALO PLUS SIZE SENIOR. A jovem Pamela Peixoto foi chamada para o seu desfile de apresentação como a MISS MARICÁ PLUSSIZE2015.DanielleAntunes(35)fezsuadespedidapassandootítulodeMissMaricá,ajovem PAMELAPEIXOTO (19), escolhida em processo de seleção dentre seis candidatas pré-inscritas. Beatriz Canuto, Luana Firmino, Miriã Tavares, Aniely Andrade, Erica Silva e Ana Clara Madeira