Manual
Pré & Pós
Transplante
2013
Manual do Paciente
Orientações Gerais do Instituto do Fígado
Caro paciente: traga este manual
em todas as suas
consultas &...
Manual do Paciente
As informações deste manual NÃO substituem as
orientações da equipe médica da BenHur MD.
A consulta é a...
Manual do Paciente
Os pacientes atendidos pelo Ambulatório de Transplante do Instituto do Fígado
devem ler e consultar est...
Manual do Paciente
Atenção: para que não aconteça nenhum problema durante uma
convocação para transplante, é necessário ma...
Fase Pré Transplante
Certos diagnósticos podem levá-lo à
Inclusão na lista única de
transplantes:
6
Fase Pré Transplante
Diagnósticos
Câncer de fígado – mais conhecido como hepatocarcinoma, é um
nódulo que surge conforme u...
Fase Pré Transplante
Diagnósticos
Cirrose Hepática – baseia-se em um processo crônico de destruição
das células hepáticas,...
Fase Pré Transplante
Diagnósticos
Paramiloidose familiar (PAF) – doença genética, transmitida de pai
para filho, caracteri...
Fase Pré Transplante
Diagnósticos
Falência Hepática Aguda (FHA): ocorre quando todas as funções do
fígado encontram-se alt...
Fase Pré Transplante
Sintomas relacionados
Hemorragia Digestiva Alta (HDA) – sangramento que ocorre dentro
do trato gastro...
Fase Pré Transplante
Sintomas relacionados
Ascite – acúmulo de líquido dentro da cavidade abdominal devido
ao aumento da r...
Fase Pré Transplante
Sintomas relacionados
Encefalopatia Hepática (EPS): excesso de produtos tóxicos
provenientes da alime...
Lista Única
Controlada pela Central de Transplantes,
a lista única é organizada pelo
tipo sanguíneo (A, B, AB e O),
além d...
Lista Única
A ordem de chamada respeita a pontuação
gerada com a fórmula matemática MELD
(Model End-Stage Liver Disease),
...
Lista Única
Quanto mais grave o estado clínico do paciente,
maior o valor calculado com o MELD.
Sendo assim,
a prioridade ...
Lista Única
A partir da sua inscrição na lista única,
você deve atentar para a atualização dos seus
dados cadastrais (ende...
Lista Única
Prazos para atualização de dados:
– MELD até 10:
uma vez ao ano - exame de até 30 dias atrás
– MELD 11 a 18:
t...
Lista Única
Lembre- se: a mera inscrição na lista única
não garante a realização da cirurgia.
Por isso, para sustentar sua...
Lista Única
Já para o acompanhamento da posição na lista única,
entre em contato com o
Registro Geral da Central de Transp...
Lista Única
A doação de órgãos por parte de um doador falecido - por
morte encefálica - é um pré requisito para todos os
t...
Lista Única
A ordem de chamada da lista única é rigorosamente controlada
pela Central de Transplantes.
Somente a equipe mé...
Lista Única
A partir da inscrição na lista única, você será acompanhado
por uma equipe que dará orientações específicas so...
Transplante
Como proceder no momento de contato para iniciar
a realização de um transplante:
Confirme com a equipe do Inst...
Transplante
Como proceder no momento de contato para iniciar
a realização de um transplante:
• Traga documentos pessoais (...
Transplante
Você assinará o documento de consentimento
informando que está ciente de seu diagnóstico e
tratamento, pois fo...
Transplante
Cabe ressaltar que qualquer intercorrência na
captação do órgão pode suspender o transplante, por
ordem da equ...
Transplante
Os acompanhantes devem aguardar o término da cirurgia
para receber informações sobre o estado do paciente,
rel...
Pós Transplante
Após o término da cirurgia o paciente será encaminhado
para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI ), onde
pe...
Pós Transplante
Possíveis complicações:
• Infecções
• Rejeição
• Hepatite no fígado novo
• Diabetes pós transplante
• Difi...
Pós Transplante
As possíveis complicações podem levar a perda do fígado.
Nestas situações, se faz necessário um novo trans...
Medicamentos do
Pós Transplante
Imunossupressores:
Este tipo de medicamento evita que o sistema
imunológico do paciente re...
Medicamentos do
Pós Transplante
Imunossupressores devem ser usados exatamente de
acordo com a prescrição do médico.
Soment...
Medicamentos do
Pós Transplante
Imunossupressores são fornecidos pela Secretaria
Estadual de Saúde.
Você será orientado so...
Medicamentos do
Pós Transplante
• Atenção ao nome do
medicamento!
• Siga a prescrição à
risca, sem mudá-la.
• Armazene-os ...
Medicamentos do
Pós Transplante
Durante o uso dos medicamentos, caso aconteça
qualquer uma das situações abaixo, não se es...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Exames Laboratoriais
• Seu médico fará toda a orientação sobre exames.
•...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Cuidados com a Incisão Cirúrgica:
Infecções representam um risco signifi...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Cuidados de Higiene:
• Reduza o risco de infecções tomando banhos diário...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Vacina
Não tome nenhuma vacina sem ter recebido orientação
médica.
Bebid...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Atividades e exercícios
O paciente será autorizado a praticar atividades...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Gravidez
Caso tenha a intenção de engravidar ou adotar métodos
contracep...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Temperatura
É importante medir diariamente a temperatura e anotar estes ...
Cuidados permanentes: sua vida
no pós-transplante
Peso
Meça sempre seu peso e registre no manual, para o médico poder aval...
Registro de informações
clínicas relevantes
DATA PESO PRESSÃO TEMPERAT. DRENO
45
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual do paciente_teste 1

362 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
362
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
62
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual do paciente_teste 1

  1. 1. Manual Pré & Pós Transplante 2013
  2. 2. Manual do Paciente Orientações Gerais do Instituto do Fígado Caro paciente: traga este manual em todas as suas consultas & internações 2
  3. 3. Manual do Paciente As informações deste manual NÃO substituem as orientações da equipe médica da BenHur MD. A consulta é a oportunidade ideal para você apresentar seus questionamentos à nossa equipe 3
  4. 4. Manual do Paciente Os pacientes atendidos pelo Ambulatório de Transplante do Instituto do Fígado devem ler e consultar este manual sempre que possível, de modo a ter total clareza quanto às características deste tipo de tratamento. É fundamental que não existam dúvidas sobre os critérios técnicos da lista de transplantes, para que uma eventual espera transcorra da melhor forma possível. Sua saúde é a prioridade de toda a equipe médica, técnica e administrativa da BenHur MD. Estamos a sua disposição. 4
  5. 5. Manual do Paciente Atenção: para que não aconteça nenhum problema durante uma convocação para transplante, é necessário manter os seguintes dados sempre atualizados: • Número atual de telefone celular • Telefone fixo • Endereço completo 5
  6. 6. Fase Pré Transplante Certos diagnósticos podem levá-lo à Inclusão na lista única de transplantes: 6
  7. 7. Fase Pré Transplante Diagnósticos Câncer de fígado – mais conhecido como hepatocarcinoma, é um nódulo que surge conforme um processo de destruição e multiplicação de células devido à cirrose, podendo ser ou não maligno. 7
  8. 8. Fase Pré Transplante Diagnósticos Cirrose Hepática – baseia-se em um processo crônico de destruição das células hepáticas, formando cicatrizes e nódulos, levando a necrose do órgão. 8
  9. 9. Fase Pré Transplante Diagnósticos Paramiloidose familiar (PAF) – doença genética, transmitida de pai para filho, caracterizando-se neurologicamente pela deposição de substâncias no sistema nervoso, podendo causar lesões. 9
  10. 10. Fase Pré Transplante Diagnósticos Falência Hepática Aguda (FHA): ocorre quando todas as funções do fígado encontram-se alteradas com um rápido desenvolvimento, podendo ter várias causas diferentes como: viral, medicamentosa ou auto-imune 10
  11. 11. Fase Pré Transplante Sintomas relacionados Hemorragia Digestiva Alta (HDA) – sangramento que ocorre dentro do trato gastrointestinal superior, sendo, duodeno, estômago ou esôfago, podendo ser percebido no vômito. 11
  12. 12. Fase Pré Transplante Sintomas relacionados Ascite – acúmulo de líquido dentro da cavidade abdominal devido ao aumento da resistência de fluxo sanguíneo no fígado, levando a desconforto abdominal. 12
  13. 13. Fase Pré Transplante Sintomas relacionados Encefalopatia Hepática (EPS): excesso de produtos tóxicos provenientes da alimentação que em consequência da falência hepática o fígado não consegue eliminar, podendo levar a alterações de personalidade até um rebaixamento significativo do nível de consciência. 13
  14. 14. Lista Única Controlada pela Central de Transplantes, a lista única é organizada pelo tipo sanguíneo (A, B, AB e O), além da data de inscrição de cada receptor. 14
  15. 15. Lista Única A ordem de chamada respeita a pontuação gerada com a fórmula matemática MELD (Model End-Stage Liver Disease), calculada com os exames de sangue (Creatinina, Bilirrubina Total e RNI (Razão Normalizada Internacional). (Portaria N° 1160/2006 – 29 de Maio 2006 – Secretaria da Saúde de SP) 15
  16. 16. Lista Única Quanto mais grave o estado clínico do paciente, maior o valor calculado com o MELD. Sendo assim, a prioridade do transplante é oferecida aos pacientes com MELD alto. 16
  17. 17. Lista Única A partir da sua inscrição na lista única, você deve atentar para a atualização dos seus dados cadastrais (endereço, telefones) e dos exames de sangue, para atualizar seu MELD - sem falta. 17
  18. 18. Lista Única Prazos para atualização de dados: – MELD até 10: uma vez ao ano - exame de até 30 dias atrás – MELD 11 a 18: três em três meses - exame até 14 dias – MELD 19 a 24: todo mês - exame dos últimos 7 dias – MELD maior que 25: semanal - exame das últimas 48hs 18
  19. 19. Lista Única Lembre- se: a mera inscrição na lista única não garante a realização da cirurgia. Por isso, para sustentar sua prioridade na lista única, você deverá ser rigoroso nos retornos das consultas do Instituto do Fígado. 19
  20. 20. Lista Única Já para o acompanhamento da posição na lista única, entre em contato com o Registro Geral da Central de Transplantes (RGCT) pelo telefone (11) 3066 8403 Ou no site: http://www.saude.sp.gov.br ANOTE AQUI SEU N° de RGTC: ________________ (Em caso de dúvidas, entre em contato com o Instituto do Fígado) 20
  21. 21. Lista Única A doação de órgãos por parte de um doador falecido - por morte encefálica - é um pré requisito para todos os transplantes realizados no Instituto do Fígado Após o diagnóstico padronizado de lesão irreversível do cérebro, um familiar responsável pelo falecido será entrevistado por um enfermeiro capacitado para solicitar o consentimento da doação de órgãos. 21
  22. 22. Lista Única A ordem de chamada da lista única é rigorosamente controlada pela Central de Transplantes. Somente a equipe médica pode decidir aceitar ou recusar um órgão, de acordo com sua avaliação clínica. A Procuradoria do Estado é outro órgão que zela pelo correto funcionamento da lista única. Mas cabe também à Sociedade Civil promover o controle social desta lista. 22
  23. 23. Lista Única A partir da inscrição na lista única, você será acompanhado por uma equipe que dará orientações específicas sobre qual a melhor forma de manter sua qualidade de vida antes da realização da cirurgia: • Médico • Psicologia • Enfermeiro • Nutricionista • Farmacêutico 23
  24. 24. Transplante Como proceder no momento de contato para iniciar a realização de um transplante: Confirme com a equipe do Instituto do Fígado qual a Unidade e Endereço do Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo, na rua Rua Maestro Cardim, 769 - Bela Vista - São Paulo - 01323-900 Rua Martiniano de Carvalho, 965 - Bela Vista - São Paulo - 01323-900 24
  25. 25. Transplante Como proceder no momento de contato para iniciar a realização de um transplante: • Traga documentos pessoais (RG, especificamente) • Mantenha jejum total a partir deste momento. • No ato da internação, serão realizados novos exames de laboratório e ultrassom. 25
  26. 26. Transplante Você assinará o documento de consentimento informando que está ciente de seu diagnóstico e tratamento, pois foi esclarecido pela equipe multiprofissional em seu acompanhamento pré-transplante. 26
  27. 27. Transplante Cabe ressaltar que qualquer intercorrência na captação do órgão pode suspender o transplante, por ordem da equipe do Instituto do Fígado. A cirurgia tem duração de 8 horas em média, e acontece sob anestesia geral. 27
  28. 28. Transplante Os acompanhantes devem aguardar o término da cirurgia para receber informações sobre o estado do paciente, relatado pelo próprio cirurgião. 28
  29. 29. Pós Transplante Após o término da cirurgia o paciente será encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI ), onde permanecerá em média por dois dias. Em seguida, será encaminhado ao Instituto do Fígado. 29
  30. 30. Pós Transplante Possíveis complicações: • Infecções • Rejeição • Hepatite no fígado novo • Diabetes pós transplante • Dificuldade de drenagem na bile • Não funcionamento do fígado • Trombose da artéria hepática 30
  31. 31. Pós Transplante As possíveis complicações podem levar a perda do fígado. Nestas situações, se faz necessário um novo transplante de urgência. 31
  32. 32. Medicamentos do Pós Transplante Imunossupressores: Este tipo de medicamento evita que o sistema imunológico do paciente reaja mal à presença do novo órgão, atacando-o como se ele fosse um “invasor”. O paciente transplantado deverá usar os imunossupressores durante toda a vida. 32
  33. 33. Medicamentos do Pós Transplante Imunossupressores devem ser usados exatamente de acordo com a prescrição do médico. Somente o médico pode determinar mudanças nas dosagens, pois os efeitos colaterais podem ser muito graves. 33
  34. 34. Medicamentos do Pós Transplante Imunossupressores são fornecidos pela Secretaria Estadual de Saúde. Você será orientado sobre as regras de recebimento dos medicamentos, durante sua internação e também após a alta hospitalar. 34
  35. 35. Medicamentos do Pós Transplante • Atenção ao nome do medicamento! • Siga a prescrição à risca, sem mudá-la. • Armazene-os em local adequado, na caixa original, onde estão as informações 35
  36. 36. Medicamentos do Pós Transplante Durante o uso dos medicamentos, caso aconteça qualquer uma das situações abaixo, não se esqueça de avisar seu médico: • Naúseas, vômitos, diarréias, tonturas, tremores; • Vomitar o medicamento logo após tê-lo ingerido; • Caso tenha esquecido de tomar a medicação no horário correto. 36
  37. 37. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Exames Laboratoriais • Seu médico fará toda a orientação sobre exames. • O Instituto do Fígado irá orientá-lo sobre onde realizar estes exames de forma segura e conveniente 37
  38. 38. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Cuidados com a Incisão Cirúrgica: Infecções representam um risco significativo para o paciente transplantado. • Você deverá lavar a região do corte com água corrente e sabão, todos os dias, sem falta, secando com toalha limpa • Avise o médico sobre quaisquer sinais de vermelhidão, inchaço ou saída de secreções (líquidos) • Os pontos devem ser retirados somente em consulta no ambulatório de transplantes 38
  39. 39. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Cuidados de Higiene: • Reduza o risco de infecções tomando banhos diários • Lave muito bem as mãos antes de comer e após ter ido ao banheiro • Cuide bem da higiene bucal, ela é muito importante para sua saúde; escove os dentes, use o fio dental. • Troque toda a roupa de cama semanalmente • Evite o contato com animais, domésticos ou livres • Não fique em lugares públicos fechados como metrôs, shoppings, cinemas, por ao menos 30 dias ou até liberação médica. • Lave todos os seus alimentos frescos (frutas, verduras) 39
  40. 40. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Vacina Não tome nenhuma vacina sem ter recebido orientação médica. Bebidas Alcoólicas O paciente transplantado fica proibido de ingerir quaisquer tipos de bebidas que contenham álcool. 40
  41. 41. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Atividades e exercícios O paciente será autorizado a praticar atividades físicas após um resguardo de aproximadamente um mês e duas semanas. Estes exercícios são muito importantes para o restauro de suas condições de saúde, reduzindo o impacto dos imunossupressores no organismo, ajudando a manter o peso ideal. 41
  42. 42. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Gravidez Caso tenha a intenção de engravidar ou adotar métodos contraceptivos, é muito importante consultar seu médico. Exposição solar Sua pele ficará ainda mais exposta aos efeitos da radiação solar. Use chapéu, óculos e protetores solares. 42
  43. 43. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Temperatura É importante medir diariamente a temperatura e anotar estes registros no manual. Qualquer marca acima de 37,5°C deve ser notificada ao médico. Pressão Arterial Você receberá orientações sobre como medir e registrar, diariamente, sua pressão arterial 43
  44. 44. Cuidados permanentes: sua vida no pós-transplante Peso Meça sempre seu peso e registre no manual, para o médico poder avaliar a evolução desta medida ao longo dos anos. Dreno Caso o paciente saia do hospital com um dreno sub-hepático, ou da bolsa coletora que sucede a retirada do dreno, o paciente receberá orientações sobre como medir e registrar a saída de líquidos. 44
  45. 45. Registro de informações clínicas relevantes DATA PESO PRESSÃO TEMPERAT. DRENO 45

×