1         A problemática da sexualidade       Vivemos um momento em que no Brasil está em pauta discussão quantoà legaliza...
2Voltemos a Emmanuel (Vida e Sexo – 21 Homossexualidade)“A homossexualidade, também hoje chamada transexualidade, em algun...
3       O Dr. Ricardo di Bernardi, médico espírita, em seu artigo “Reencarnaçãoe Patologia do Sexo - Homossexualidade” pub...
4...Em termos de terapêutica, recomendaríamos um acompanhamentominucioso, psicológico e espiritual fosse feito aos irmãos ...
5em que se situaram. Indivíduos dessa ordem, na fase puberal, podemdescambar para o homossexualismo pelas experiências sex...
6transmutação sexual a refletir-se numa extensa patologia, onde ohomossexualismo ocupa lugar de destaque....Os homossexuai...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aproblematica_da_sexualidade2(1)

383 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aproblematica_da_sexualidade2(1)

  1. 1. 1 A problemática da sexualidade Vivemos um momento em que no Brasil está em pauta discussão quantoà legalização da união homossexual, o que vem causando grande polêmica nasociedade, as opiniões bastante divididas. Encontramos, inclusive no meioespírita, estudiosos e divulgadores da doutrina dos espíritos manifestando-sefavoráveis a tais uniões. Pedimos então permissão para relembrar asorientações de espíritos de escol, como também de profissionais espíritasligados a essa área, com respeito a esse tema de tão difícil entendimento eperante o qual todos nós somos aprendizes. Se consultarmos os ensinamentos de Emmanuel quanto à aplicação dosexo “Vida e Sexo” – encontramos já na Introdução:- “E para não nos delongarmos em considerações desnecessárias,concluiremos que, em torno do sexo, será justo sintetizarmos todas asdigressões nas normas seguintes: Não proibição, mas educação. (Os grifos sãonossos). Não abstinência imposta, mas emprego digno, com o devidorespeito aos outros e a si mesmo. Não indisciplina, mas controle. Nãoimpulso livre, mas responsabilidade. Fora disso, é teorizar simplesmente,para depois aprender ou reaprender com a experiência.Sem isso, será enganar-nos, lutar sem proveito, sofrer e recomeçar a obra dasublimação pessoal, tantas vezes quantas se fizerem precisas, pelosmecanismos da reencarnação, porque a aplicação do sexo, ante a luz do amore da vida, é assunto pertinente à consciência de cada um.”André Luiz em “Sexo e Destino – Cap.9” coloca:... “inúmeros Espíritos reencarnam em condições inversivas, seja no domíniode lides expiatórias ou em obediência a tarefas específicas, que exigem durasdisciplinas por parte daqueles que as solicitam ou que as aceitam. Referiuainda que homens e mulheres podem nascer homossexuais ou intersexos,como são suscetíveis de retomar o veículo físico na condição de mutilados ouinibidos em certos campos de manifestação, aditando que a alma reencarna,nessa ou naquela circunstância, para melhorar e aperfeiçoar-se e nunca sob adestinação do mal, o que nos constrange a reconhecer que os delitos, sejamquais sejam, em quaisquer posições, correm por nossa conta.No Capítulo I o médico espiritual define:“Sexo é espírito e vida, a serviço da felicidade e da harmonia do Universo.Conseguintemente, reclama responsabilidade e discernimento, onde equando se expresse.”
  2. 2. 2Voltemos a Emmanuel (Vida e Sexo – 21 Homossexualidade)“A homossexualidade, também hoje chamada transexualidade, em algunscírculos de ciência, definindo-se, no conjunto de suas características, portendência da criatura para a comunhão afetiva com uma outra criatura domesmo sexo, não encontra explicação fundamental nos estudos psicológicosque tratam do assunto em bases materialistas, mas é perfeitamentecompreensível, à luz da reencarnação.... o mundo vê, na atualidade, em todos os países, extensas comunidades deirmãos em experiência dessa espécie, somando milhões de homens emulheres, solicitando atenção e respeito, em pé de igualdade ao respeito e àatenção devidos às criaturas heterossexuais.... através de milênios e milênios, o Espírito passa por fileira imensa dereencarnações, ora em posição de feminilidade, ora em condições demasculinidade, o que sedimenta o fenômeno da bissexualidade, mais oumenos pronunciado, em quase todas as criaturas.... O homem e a mulher serão, desse modo, de maneira respectiva,acentuadamente masculino ou acentuadamente feminina, sem especificaçãopsicológica absoluta....o Espírito no renascimento, entre os homens, pode tomar um corpo femininoou masculino, não apenas atendendo-se ao imperativo de encargosparticulares em determinado setor de ação, como também no que concerne aobrigações regenerativas. O homem que abusou das faculdades genésicas,arruinando a existência de outras pessoas com a destruição de uniõesconstrutivas e lares diversos, em muitos casos é induzido a buscar novaposição, no renascimento físico, em corpo morfologicamente feminino,aprendendo, em regime de prisão, a reajustar os próprios sentimentos, ea mulher que agiu de igual modo é impulsionada à reencarnação em corpomorfologicamente masculino, com idênticos fins.... Espíritos cultos e sensíveis, aspirando a realizar tarefas específicas naelevação de agrupamentos humanos ... rogam dos Instrutores da Vida Maiorque os assistem a própria internação no campo físico, em vestimenta carnaloposta à estrutura psicológica pela qual transitoriamente se definem. Escolhemcom isso viver temporariamente ocultos na armadura carnal, com o que segarantem contra arrastamentos irreversíveis, no mundo afetivo, de maneira aperseverarem, sem maiores dificuldades, nos objetivos que abraçam.... Observadas as tendências homossexuais dos companheiros reencarnadosnessa faixa de prova ou de experiência, é forçoso se lhes dê o amparoeducativo adequado, tanto quanto se administra instrução à maioriaheterossexual.” Assim a maioria dos casos de reencarnação com característicasinversivas são de provas ou expiatórias, requerendo esses irmãos amparo ecompreensão, porém isto não significa que devamos incentiva-los àpermanência no seu estágio homossexual, que pode se estender muito alémde sua encarnação atual, mas sim prestar a devida orientação àqueles que nosprocurem e demonstrem a vontade firme de dar início à difícil tarefa dereorganizar suas energias genésicas.
  3. 3. 3 O Dr. Ricardo di Bernardi, médico espírita, em seu artigo “Reencarnaçãoe Patologia do Sexo - Homossexualidade” publicada no “Portal do Espírito”explica:“Torna-se importante frisar que a homossexualidade não ocorre,simplesmente, pela mudança de sexo biológico de uma encarnaçãopara a seguinte. Isto quer dizer, se uma mulher necessitar renascercomo homem, ou vice-versa, este fato por si só jamais determinaráqualquer comportamento na esfera da homossexualidade.... A homossexualidade é uma dificuldade de adaptação do espírito asua condição biológica.... Trata-se de um desajuste, algo a ser corrigido, amparado comrespeito e tratado, não perseguido ou discriminado mas também nãoencoberto sob a falsa interpretação de " uma livre opção sexual ".Não existe 3° , 4° ou outro sexo. Existem, em nosso planeta, apenasdois de polaridades opostas.... A não discriminação do homossexual e o respeito que se deve terpara com estes irmãos não exclui, no entanto, que se trata de umadificuldade sexual dos mesmos. Dificuldades ou desajustesemocionais (ou físicos), constituem-se sempre em uma patologia.Quando se menciona o termo patologia há, imediatamente, umareação de determinados grupos, pois logo associam à discriminação.Voltamos a insistir, o homossexual não está sendo, pela doutrinaespírita, excluído, pelo contrário, compreendido e amparado. O queconstitui patologia é, pois, sua inadaptação psíquica a uma realidadebiológica programada para a existência atual.... É preciso entender que também há comunhão de energia entre osparceiros. Estabelece-se um circuito fluídico-vibratório intenso entreos envolvidos. Um homem e uma mulher permutam cargasmagnéticas de polarização complementar que os realimentapsiquicamente. Um casal, normalmente adaptado a sua fisiologia, aose amar e manter relações sexuais intercambiam, intensamente,ondas de energia que ao se completarem absorvem outras, porsintonia, dos planos energéticos superiores. O próprio êxtase sexual éuma abertura magnética para a absorção destas energias que osampara em termos de vibração psíquica. Como nas ligaçõeshomossexuais a polaridade energética não é complementar, hádificuldade em ocorrer o processo descrito. É comum noshomossexuais uma insatisfação íntima ou sensação de vazio interiorpor ausência da complementaridade energética nas relações, o quepode determinar consequências mais ou menos graves.
  4. 4. 4...Em termos de terapêutica, recomendaríamos um acompanhamentominucioso, psicológico e espiritual fosse feito aos irmãos com estadificuldade. Tomemos por exemplo um homossexual do sexomasculino. Ao invés de buscar relações sexuais na qualdesempenharia o papel inverso ao de sua fisiologia, deverá drenarestas forças para atividades compatíveis com esta energia feminina.... Devem ser-lhe oferecidas atividades que se afinizem com seupsiquismo. Não abafar ou reprimir, mas direcionar sob supervisão,para a arte, a música, ou até para a ciência conforme o caso. Por outro lado, o Dr. Jorge Andréa, Médico Psiquiatra, em seu livro“Forças sexuais da alma” - livro este que deve ser estudado por todos aquelesque queiram se inteirar quanto a todos os mecanismos envolvidos nessaproblemática – pág.77 em diante, comentando a natural alternância dereencarnações em corpo masculino e feminino esclarece:“...Não devemos confundir a alma feminina do indivíduo do sexo masculino,onde as emoções temperamentais transferem-se na personalidade, como umnatural e necessário deságue, em ângulos de normalidade, sem patologia.Também a alma masculina, em indivíduo feminino, a jorrar essa energia napersonalidade, sem desvios patológicos de qualquer natureza, poderepresentar transferência de polo sexual pela reencarnação, a traduzir reajuste,onde as diversas conotações cármicas aparecerão para o respectivo equilíbrio.É o que se percebe amiúde, nos diversos ângulos da personalidade humana”....Passam-se muitas encarnações em corpo masculino e, seguindo-se, outrastantas, em corpos femininos. Pelas experiências e aquisições a evoluçãoavançaria na busca de uma integralização de potencialidades, a meta de nossosistema. O indivíduo acabaria incorporando a bissexualidade espiritual, seria abusca da unissexualidade pela vivência de uma bissexualidade integralizada....O alcance evolutivo estaria no aperfeiçoamento e sublimação. Dos instintossexuais do homem primitivo aos estágios imensos de “intelectualização dosinstintos”, até alcançar os degraus da sublimação, os milênios se terãoescoado, os núcleos em potencialização correspondentes se estariamcarregando de bissexualidade unificada como conquista da fase humana....No momento em que nos encontrarmos a vislumbrar a faixa crística, aindatão distante da humanidade, a energética sexual alcançaria posiçõesevolutivas de tal quilate, valendo-se a denominação de campo supersexual. Ocampo supersexual corresponderia a uma integralização dos polos sexuais(masculino e feminino)...(pág. 83)....Lembramos as dificuldades que certos indivíduos, dentro de uma estruturatransexual, teriam para manter a sua posição sexual fisiológica em virtude dasinfluências externas de toda natureza, como também do panorama educativo
  5. 5. 5em que se situaram. Indivíduos dessa ordem, na fase puberal, podemdescambar para o homossexualismo pelas experiências sexuais deformadas eligadas a uma educação identicamente defeituosa. ...Seriam deslizes,influenciando na queda dos fronteiriços ou oscilantes, a se projetarem,inevitavelmente, para o homossexualismo. (Pág. 122...)...os transexuais existiriam em duas faixas perfeitamente analisáveis. Osfronteiriços... por serem indivíduos com possibilidades de se “endividarem”,diante o plano evolutivo, pela persistência na patologia sexual, onde enormescomponentes dolorosos os aguardariam. A outra faixa corresponderia aostransexuais que possuem algum desenvolvimento das forças sexuais dopsiquismo e em plena fase de equilíbrio construtivo; seriam indivíduos maisdotados da evolução, o que lhes daria uma certa defesa diante de possíveisquedas dentro dos mecanismos instintivos inferiores. Casos dessa naturezapodem ser observados como resultado da transição de polarização sexual nosentido reencarnatório. ...são indivíduos que não tendo aquela necessidade de“construção emocional” através do sexo de periferia (utilização dos órgãossexuais do corpo físico), normalmente constroem-se através da castidade que,no caso, tem um sentido bastante expressivo. Essa castidade...representaria... uma efetiva aplicação das energias do espírito nas grandesconstruções do bem, onde os frutos das artes autênticas deixam mostras deforças criadoras em constante efusão. O resultado disso se observa emtrabalhos literários, nas incomparáveis sonatas e sinfonias que a musicalidadepode oferecer, também na dança dos pinceis traçando e retratando a vida dasimagens e das coisas. ...Nesta posição, a castidade será sempre construtiva.Porém, quando houver isolamento sexual, por pieguismos, fanatismos ouconceituação pouco feliz de caráter religioso e sem substituição por outrasfontes dinâmicas, a castidade será destrutiva e sem escopo útil. ...Ostransexuais fronteiriços...ainda pouco evoluídos e ligados fortemente às forçasinstintivas, energias sem suficiente construção espiritual, com facilidadedescambam para o setor patológico, e somente diante do tempo, às vezes bemmaior do que avaliamos, em muitas voltas reencarnatórias para absorção dedores e experiências, conseguirão a retomada do fio evolutivo. ... Existirásempre necessidade de dirigir com harmonia, equilíbrio e entendimento, omecanismo sexual....Entretanto, podemos compreender que grande parte das reencarnações, emnosso orbe, têm por finalidade atender necessidades cármicas, onde dívidaspretéritas necessitem de ser neutralizadas e consequentemente resgatadas. ...... É de prever-se que energias doentes reflitam desequilíbrios, que no casoalcançarão, como energias hígidas, o corpo físico em suas telas receptivas,onde descarregarão todo o manancial de que são possuidoras....Com isso, haverá distorção sexual no corpo físico, pela fonte espiritualdeturpada. É como se os núcleos em potenciação sexuais estivessem com suaenergética mesclada e sem harmonia, traduzindo na morfogênese humana a
  6. 6. 6transmutação sexual a refletir-se numa extensa patologia, onde ohomossexualismo ocupa lugar de destaque....Os homossexuais, além da satisfação sexual com o parceiro do mesmo sexo,poderão ter ou não uma espécie de “atração eletiva” na posição emocional....as distonias apresentam diversificações, não só no arcabouço psicológico emevidência na zona consciente, como, também, podem alcançar os desvioshormonais e mesmo o aspecto físico do indivíduo.O homossexual...absorverá, das descargas emotivas do encontro com sexoidêntico, energias da mesma polaridade; isso, logicamente, inundará, cada vezmais, os vórtices espirituais de “substâncias” que não se entrosam e muitomenos se completam. A satisfação inadequada será exclusivamente da zonafísica, com o desajuste, cada vez mais ampliado, da organização espiritual....Para o homossexual, existirá necessidade intransferível de vivência nacastidade construtiva, a fim de encontrar a harmonia para as futuras formaçõescorpóreas que as reencarnações podem propiciar. Somente assim haverápossibilidade de liberação e segura participação na estrutura evolutivaindividual.” Verificamos que várias pesquisas começam a colocar em cheque oconceito de que não é possível mudar a orientação sexual do indivíduo. Tudovai depender da motivação de cada um no sentido de querer ou não mudar seucomportamento, começando por organizar a manifestação de suas energiassexuais, utilizando-as com disciplina e responsabilidade, como recomendamnossos Irmãos Maiores e continuando assim sua progressão na escalaevolutiva. Deixamos aqui nossa pesquisa quanto a esta problemática, visandoincentivar não só a leitura, mas o estudo aprofundado das obras citadas e detantas outras do gênero, possibilitando a cada um tirar suas própriasconclusões de entendimento e conduta perante nossa maior dádiva doCreador: nossas forças genésicas. Fraternalmente, Joel Matias Trabalhador da Soc. Espírita Nova Era

×