Jogos Cooperativos na Escola

4.014 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.014
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
60
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
238
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jogos Cooperativos na Escola

  1. 1. Professora: Thayná Soares de Oliveira Moreira
  2. 2.  O que são os Jogos Cooperativos? Os jogos cooperativos nasceram da necessidade que temos em viver juntos, pois desde cedo nos ensinaram que jogar é sinônimo de competição, e que competição é sinônimo de jogo. Quando joga cooperativamente, cada pessoa é responsável por contribuir com o resultado bem sucedido do jogo, e assim cada um se sente co-responsável e co-participante. O medo da rejeição é eliminado e aumenta o desejo de se envolver, de fazer parte do grupo. Os jogos cooperativos nos ajuda a ensinar e aprender a viver uns com os outros ao invés de uns contra os outros.
  3. 3. Um pouco de História... •Definições que foram mal interpretadas: 1º Charles Darwin - teoria da seleção natural: em que as maiorias das pessoas dizem que o melhor está na sobrevivência do mais forte e mais apto para vencer. 2º do francês Pierre de Coubertin (idealizador da nova era olímpica), que diz que o mais importante não é vencer, mas tornar parte; importante na vida não é triunfar, mas esforçar-se; o essencial não é haver conquistado, mas haver lutado (mas não é o que se vê). O jogo é uma atividade “pelo prazer”, ao passo que a atividade séria tende a um resultado útil e independente do seu caráter agradável. (Piaget, Jean, 1990).
  4. 4. Competição Na sociedade competitiva, a hiper-valorização da competição se manifesta nos jogos através da ênfase no resultado numérico e na vitória, ou seja vencer parece ser o mais importante; melhor dizendo o resultado VITÓRIA é algo sempre esperado. Com isso, os jogos tornaram-se um espaço de tensão e ilusão, dentro de uma sociedade competitiva. Não se quer com esse discurso eliminar a competição da vida dos estudantes, pelo contrário, acredita-se que mesmo em pequena parcela esta é importante sim, desde fique claro que a competição é realizada com o time oponente e não contra, compreendendo o oponente como um elemento fundamental para que o jogo aconteça.
  5. 5. COOPERAÇÃO X COMPETIÇÃO COOPERAÇÃO: é um processo onde os objetivos são comuns e as ações são benéficas para todos. COMPETIÇÃO: é um processo onde os objetivos são comuns, mutuamente exclusivos e as ações são benéficas somente para alguns.
  6. 6. COOPERAÇÃO X COMPETIÇÃO
  7. 7. COOPERAÇÃO X COMPETIÇÃO
  8. 8. Jogos de Quebra-Gelo: Jogos normalmente utilizados com grupos que ainda não se conhecem bem. TIPOS DE JOGOS COOPERATIVOS
  9. 9. Jogos de Toque e Confiança: jogos que dependem de uma relação pré-estabelecida e como o próprio nome já diz, confiança! Estes jogos ajudam os participantes a observar como lidam com a confiança em suas vidas. São Muito úteis também quando um grupo que já trabalha junto demonstra sinais de desgaste, desequilíbrio e intrigas começam a aparecer. TIPOS DE JOGOS COOPERATIVOS
  10. 10. Jogos Criatividade e Reflexão: Jogos que podem ser usados com grupos que precisam amadurecer alguma idéia, ou pensar em novas soluções para determinadas coisas / assuntos / situações. estimulam a expressão da imaginação, intuição e criatividade. TIPOS DE JOGOS COOPERATIVOS
  11. 11. Jogos de Fechamento: São normalmente usados em encerramentos de atividades com grupos que já se conhecem e trabalharam juntos por algum tempo (seja ele de quanto for) TIPOS DE JOGOS COOPERATIVOS
  12. 12. É bom que nos tornemos capazes de não nos separar para excluir e sim descobrir e despertar competências pessoais coletivas que colaborem para nos religar uns aos outros e vivermos em comum-unidade (BROTTO, 2001).

×