Mooc - Estado da arte e proposta - Gonzalo 2016 vers1

384 visualizações

Publicada em

O estado da arte e uma proposta de curso MOOC para universitários brasileiros futuros professores de línguas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
384
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mooc - Estado da arte e proposta - Gonzalo 2016 vers1

  1. 1. Educação Expandida pelas Tecnologias Um MOOC para professores de línguas em formação inicial de várias universidades brasileiras? Estado da arte dos MOOC e proposta preliminar específica de curso Gonzalo Abio (UFAL) Abril 2016
  2. 2. 1- O que é MOOC/COMA? 2- Antecedentes e um pouco de história dos MOOC 3- Tipos de MOOC. 4- Proposta de MOOC
  3. 3. Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Massive_open_online_course#/media/File:MOOC_poster_mathplourde.jpg
  4. 4. 1- O que é MOOC/COMA? 2- Antecedentes e um pouco de história dos MOOC 3- Tipos de MOOC. 4- Proposta de MOOC
  5. 5. Fonte: Pinterest. Primeira estação comercial de rádio, New York, 1922 Curso via rádio. The University of New York, 1922. Considerado o primeiro MOOC (BARTOLOMÉ; STEFFENS, 2015)
  6. 6. Uma pergunta para você: Os cursos a distância do Instituto Universal Brasileiro poderiam ser considerados também como cursos MOOC? Anúncio de curso de rádio do IUB (1942)
  7. 7. Alguns dos primeiros MOOC modernos Podem visitar o curso em: http://eci831.wikispaces.com/About Fonte: The MOOc Guide - https://sites.google.com/site/themoocguide
  8. 8. Alguns dos primeiros MOOC modernos (Cont.) The Connectivism and Connective Knowledge course (CCK08). Participaram 2200 pessoas de várias partes do mundo. A Wiki não está mais disponível, mas podem visitar o curso similar CCK11: http://cck11.mooc.ca/index.html Fonte: The MOOc Guide - https://sites.google.com/site/th emoocguide
  9. 9. Linha de tempo: Educação Aberta e MOOC (até 2013). Fonte: Yuan e Powell (2013, p. 6).
  10. 10. Miriadax https://miriadax.net edX (https://www.edX.org Coursera https://www.coursera.org Udacity https://www.udacity.com Khan Academy https://www.khanacademy.org Udemy https://www.udemy.com P2Pu https://p2pu.org Veduca http://www.veduca.com.b r Algumas plataformas de cursos MOOC atuais EducaLab MOOC Intef http://mooc.educalab.es
  11. 11. 2012 http://moocead.blogspot.com.br Primeiro MOOC em língua portuguesa
  12. 12. 2012 https://www.flickr.com/photos/93937817@N07/8552325677 Infográfico sobre o o curso MOOC EaD
  13. 13. 2013 http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2013-06-11/usp-e-veduca-lancam- primeiro-curso-online-superior-e-gratuito-do-pais.html http://porvir.org/usp-veduca-lancam-primeiro-mooc-da-america-latina
  14. 14. http://www.veduca.com.br/cursos/gratuitos/jornal-na-sala-de-aula Exemplo de curso no Veduca
  15. 15. Outra pergunta para você. O curso oferecido pela Geekie games ENEM para qualquer aluno de Ensino Médio será um MOOC?
  16. 16. Resposta: Geekie games ENEM não é um MOOC. É uma plataforma de ensino adaptativo, mas alguns xMOOC utilizam essas tecnologias também nos exercícios com resposta automática.
  17. 17. http://mooc.ifpr.edu.br/course/pre-enem-ifpr-eureka/intro/ Outro exemplo para pensar. Será um MOOC?
  18. 18. https://coma.uned.es/course/espanol-en-linea-ele-uned Exemplo de curso MOOC para estudar Espanhol como Língua Estrangeira (UNED COMA)
  19. 19. Exemplo de curso MOOC para estudar chinês para negócios (UniMOOC) http://unimooc.com/course/aprende-chino-para-negocios/
  20. 20. https://miriadax.net/web/espanol-salamanca-a2 Exemplo de curso MOOC para estudar Espanhol A2 (Miriadax. USAL)
  21. 21. http://telescopio.galileo.edu/curso/aprendizaje-en-la-nube/ Exemplo de curso MOOC sobre ferramentas web e aplicativos educativos (Telescopio, Univ. Galileo)
  22. 22. Charlas TED. https://www.youtube.com/watch?v=rYwTA5RA9eU Para saber mais: Anant Agarwal comenta sobre alguns princípios e possibilidades no ensino com MOOC.
  23. 23. 1- O que é MOOC/COMA? 2- Antecedentes e um pouco de história dos MOOC 3- Tipos de MOOC 4- Proposta de MOOC
  24. 24. Fonte: Lane (2012). cMOOC xMOOC
  25. 25. 8 tipos de MOOC (CLARK, 2013) 1. MOOC de transferência (cursos que são transferidos para o formato MOOC) 2. MOOC de autor (mais inovadores, orientados à qualidade) 3. MOOC a término (com datas fixas de início e fim) 4. MOOC assincrônico (mais flexíveis) 5. MOOC adaptativo (mais personalizadas) 6. MOOC grupal (foco na colaboração em pequenos grupos) 7. MOOC conectivista (foco na conexão e redes de participantes) 8. miniMOOC (pouca duração: horas ou dias)
  26. 26. NOOC (Nano Open Online Course) (até 20 horas) (era N-MOOC) (NanoCurso On-line Massivo e Aberto) ALSAGOFF (2015)
  27. 27. NOOC MicroMOOC (até 20 horas) (20-40 horas) ALSAGOFF (2015)
  28. 28. O do INTEF espanhol escolheu o formato NOOC (cursos de 3 horas) para sua oferta educativa de 2016 (cursos com início em maio). Oferta NOOC Intef para 2016 - http://blog.educalab.e s/intef/2016/04/07/ofe rta-nooc-intef-para- 2016/
  29. 29. Outros tipos de MOOC MOOOCs (Massive Online Open Ongoing Courses) Sem datas definidas de início e fim (CISEL; BRUILLARD, 2013). sMOOC (MOOC sustentável) (AGUADED; VÁZQUEZ CANO; SEVILLANO GARCÍA, 2013). SPOC (Small Private Online Course) COOC (Corporate Open Online Course)
  30. 30. 1- O que é MOOC/COMA? 2- Antecedentes e um pouco de história dos MOOC 3- Tipos de MOOC 4- Proposta de MOOC
  31. 31. Nossa proposta é de um curso MOOC de 14 semanas com o título “Educação expandida pelas tecnologias. Curso 1” ou “Tecnologias na educação. Curso inicial”
  32. 32. Design do curso MOOC proposto (com base nas dimensões propostas por Conole (2013, p. 245 adaptado) 1- Visão do curso: MOOC híbrido (conectivista e por tarefas) 2- Apertura: Alta. O curso utilizará ferramentas abertas e os participantes serão convidados para compartilhar seus resultados com licenças Creative Commons (CC). 3- Massividade: Média. O curso será preparado para os alunos de cursos de letras de três universidades. 4- Uso de multimídia: Alto. O curso utilizará uma variedade de vídeos e os alunos produzirão vídeos, podcast e animações.. 5- Densidade da comunicação: Média. Os participantes serão incentivados para contribuir com debates nos fórums e manter um blog com reflexões sobre como o curso faz referência para sua prática profissional. 6- Grau de colaboração: Médio. Curso planejado para participantes ativos, com colaboração mínima (dois momentos de trabalho em duplas e outras duas situações para construção de glossário especializado e lista de recursos de forma coletiva). 7- Grau de reflexão: Alto. É solicitado para os participantes que reflitan continuamente durante o curso e nos blogs pessoais.
  33. 33. Design do curso MOOC (cont.) 8- Percurso de aprendizagem: Médio. Com dois percursos: básico e "para saber mais". 9- Asseguramento da qualidade do curso: Médio. Curso realizado e revisado pelos professores coordenadores do curso de cada universidade e revisado por dois expertos. 10- Acreditação: Média. Os participantes receberão um certificado de participação. (outra possibilidade seria que as universidades participantes aceitem a realização deste curso como disciplina optativa. Nesse caso a acreditação será de grau alto). 11- Formalidade: Média. Curso formal optativo. 12- Autonomia: Média. Os alunos deverão participar e realizar as reflexões e tarefas solicitadas. Haverá ajuda de três docentes-tutores. 13- Diversidade: Média. Curso para estudantes de letras. Pode ser escalado em edições posteriores para professores em serviço, como opção de formação continuada. 14- Duração do curso: 14 semanas 15- Ferramentas que serão utilizadas: Moodle? Facebook? (aberto ou fechado?) Wikispaces aberto ou fechado? + um mix de outras ferramentas Ver também os parâmetros de qualidade de MOOC propostos por Guerrero (2015).
  34. 34. Estrutura do curso MOOC proposto: Semana 1- Cibercultura e sociedade. Sociedade em rede. Tecnologia e educação. As TDICE. Semana 2- A difícil tarefa de integrar as tecnologias nas nossas aulas presenciais. Aprendizagem móvel e ubíqua. Entorno Pessoal de Aprendizagem (PLE). Semana 3- Multimodalidade e multiletramentos. Letramento informacional e letramento digital Semana 4- Busca e gestão da informação. Ferramentas, estratégias e possibilidades. Curadoria, filtrado de conteúdos. Ética na rede. Criação de glossário e lista de recursos. Semana 5- Ler na internet. O bom leitor. Leitura crítica. Semana 6- Ferramentas de gestão de cursos. Comunidades de práticas e redes de profissionais. Semana 7- Ferramentas para comunicar e colaborar. Diferenças entre cooperar e colaborar. Semana 8- Áudio e podcasts Semana 9- Fotos e vídeos. Semana 10- Infográficos e visualização de dados Semana 11-. Murais. Remix. Mashups Semana 12- Como avaliar atividades e projetos? Semana 13- Projeto final integrador. Semana 14- Reflexão final.
  35. 35. Referências AGUADED, José Ignacio; VÁZQUEZ-CANO, Esteban; SEVILLANO-GARCÍA, M. ª Luisa. MOOCs, ¿turbocapitalismo de redes o altruismo educativo? In: MOOC: Estado de la situación actual, posibilidades, retos y futuro. SCOPEO Informe n° 2, 2013, p. 74-90. http://scopeo.usal.es/wp-content/uploads/2013/06/scopeoi002.pdf ALSAGOFF, Zaid Ali. Join the Nano Open Online Courses (NOOCs) Adventure! ZaidLearn, July 24, 2015. http://zaidlearn.blogspot.com.br/2015/07/join-nano-open-online-courses- noocs.html BARTOLOMÉ, A.; STEPHENS, K. Are MOOCs Promising Learning Environments? Comunicar, vol. XXII, n. 44, 2015. http://www.revistacomunicar.com/index.php?contenido=detalles&numero=44&articulo =44-2015-10 CISEL, Matthieu; BRUILLARD, Éric. Chronique des MOOC. Sciences et Technologies de l´Information et de la Communication pour l´Éducation et la Formation, v. 19, 2012. http://sticef.univ-lemans.fr/num/vol2012/13r-cisel/sticef_2012_cisel_13r.htm CLARK, Donald. MOOCs: taxonomy of 8 types of MOOC. Donald ClarkPlan B, april 16 2013. http://donaldclarkplanb.blogspot.com.br/2013/04/moocs-taxonomy-of-8-types- of-mooc.html
  36. 36. Referências (Cont. 2) LANE, Lisa M. Three Kinds of MOOCs. LISA'S (ONLINE) TEACHING & HISTORY BLOG, august 15th, 2012. http://lisahistory.net/wordpress/2012/08/three-kinds-of-moocs/ CONOLE, Gráine. Los MOOCs como tecnologías disruptivas: estrategias para mejorar la experiencia de aprendizaje y la calidad de los MOOCs. Campus Virtuales. Revista Científica de Tecnología Educativa, n. 02, v. II, p. 16-28, 2013, ISSN: 2255-1514. http://uajournals.com/ojs/index.php/campusvirtuales/article/view/35 DE BARBA, P.G.; KENNEDY, G.E.; AINLEY, M.D. The role of students’motivation and participation in predicting performance in a MOOC Motivation and participation in MOOCs. Journal of Computer Assisted Learning, 2016. http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/jcal.12130/abstract?campaign=wolearlyview GUERRERO ROMERO, Catalina. UMUMOOC Una propuesta de indicadores de calidad pedagógica para la realización de cursos MOOC. Campus Virtuales. Revista Científica de Tecnología Educativa, n. 04, n. 2, p. 70-76, 2015, ISSN: 2255-1514. http://uajournals.com/ojs/index.php/campusvirtuales/article/view/96 KOP, Rita; FOURNIER, Hélène; MAK, John Sui Fai. A pedagogy of abundance or a pedagogy to support human beings? Participant support on massive open online courses. IRRDOL- The International Review of Research in Open and Distance Learning, Special Issue - Emergent Learning, Connections, Design for Learning, v. 12, n. 7, 2011, http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/1041
  37. 37. Referências (Cont. 3) MATTAR, J. Aprendizagem em ambientes virtuais: teorias, conectivismo e MOOCs. TECCOGs Revista Digital de Tecnologias Cognitivas, n. 7, 156 p, jan.-jun, 2013. http://www.pucsp.br/pos/tidd/teccogs/artigos/2013/edicao_7/2- aprendizagem_em_ambientes_virtuais-joao_mattar.pdf MORALES, Miguel; HERNÁNDEZ RIZZARDINI, Rocael; GÜTL, Christian. Telescope, a MOOCs Initiative in Latin America: Infrastructure, Best Practices, Completion and Dropout Analysis. In: 2014 IEEE Frontiers in Education Conference, 2014, p. 710-716. SCOPEO. MOOC: Estado de la situación actual, posibilidades, retos y futuro. Scopeo Informe n°. 2., Junio 2013. http://scopeo.usal.es/wp- content/uploads/2013/06/scopeoi002.pdf YUAN, Li; POWELL, Steven. MOOCs and Open Education: Implication for Higher Education. White Paper. University of Bolton: CETIS, 2013. http://publications.cetis.org.uk/wp-content/uploads/2013/03/MOOCs-and-Open- Education.pdf
  38. 38. Agradecemos comentários, críticas e sugestões para melhorar a proposta. MUITO OBRIGADO!

×