Ilch5 12 20102 [Modo De Compatibilidade]

418 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ilch5 12 20102 [Modo De Compatibilidade]

  1. 1. 19-12-2010 TICLínguas 2010 , 10 de DezembroWEB 2.0: DESAFIOS PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DAS LÍNGUAS Vivemos tempos de mudança… Clara Pereira Coutinho ccoutinho@ie.uminho.pt Os modelos tradicionais de ensino…. Na escola…. 1
  2. 2. 19-12-2010 Estão a mudar pressionados pela “net generation”!Falamos da geração do download. Porque não dar-lhe a opçãode poder descarregar conteúdos educativos da mesma forma • 56% dos jovens nos EU usam o computador para escrever e publicarque fazem o download de música? conteúdos na Web. Peter Smith (2007) Pew Internet, 2008 • No Reino Unido: • Muitos jovens usam a internet para aprender: 57% para fazer trabalhos de casa, 40% para comunicar com os amigos e 9% para entretenimento. • 66% dos jovens entre os 15-24 usa serviços de social networking. • 15% dos muito jovens (6-11) já usaram Bebo, Facebook e o Myspace. Oxford Internet Institute, 2008 2
  3. 3. 19-12-2010 Está a modificar-se ….A nossa relação com o conhecimento… A informação era estruturada… Fragmentada! 3
  4. 4. 19-12-2010 Web 1.0 para Web 2.0 § A primeira geração da internet, conhecida como Web 1.0 tinha como principal atributo a quantidade imensa de informação a que todos podiam aceder. § Web 2.0 é a mudança da internet para uma imensa plataforma onde qualquer utilizador pode ter o seu espaço online e publicar conteúdos. § A Web social emerge como a característica mas relevanteNa Web, o paradigma mudou… da Web 2.0 possibilitando que a rede global seja usada de forma colaborativa, descentralisada e em total liberdade. Consumidores Produtores A Web 2.0 é uma imensa rede de pessoas… 4
  5. 5. 19-12-2010 O Plano Tecnológico da Educação O número de aplicativos Web 2.0 cresce a cada dia que passa. § Nos últimos anos o governo português tem investido fortemente na apetrechamento das escolas do Ensino Básico e Secundário. § Projecto CRIE (2007): equipou muitas escolas EB com 20 computadores portáteis § Iniciativa e-escolinha (2008-09): 500.000 crianças do 1.º ciclo do ensino Mais de 40% das pequenas e médias básico acedem aos computadores portáteis Magalhães. empresas norte-americanas já utilizam aplicações Web 2.0. § Até ao final de 2010: § 1 computador por cada 2 alunos; § 1 quadro interactivo por cada 2 salas de aula; § 90% dos professores com certificação em competências TIC http://www.escola.gov.pt/ No entanto… Blogs § São páginas Web actualizadas através da postagem de imagens e/ou• as TIC não são ainda um recurso efectivamente integrado nas texto apresentados cronológicamente. actividades de ensino;• muitos professores usam o computador, mas não em sala de aula § O blog é ideal para a discussão e troca de ideias. com os seus alunos;• as TIC não alteraram significativamente as atitudes, os papéis, e as § Permite criar comunidades online. formas de ensinar e de aprender. Projecto IPETCCO, UE § Podem ser usados individualmente ou em grupo, são versáteis permitem adicionar comentários e agregar conteúdos. Contudo…. A investigação mostra que, se bem usadas, as TIC são promotoras de aprendizagens mais significativas e duradouras! 5
  6. 6. 19-12-2010 Fonte de informação Portfolio digital externa Recurso Estratégia Espaço debate educativo pedagógicaRepositório de conteúdos Espaço integração educativos (Gomes, 2005) http://wecanlearnenglishelect.blogspot.com http://www.colorieimmagini.blogspot.com/ 6
  7. 7. 19-12-2010 Podcast§ Ipod+broadcasting= podcasting§ Em 2004, Adam Curry (DJ da MTV) e Dave Winer (software engineer) criaram um programa que permitia fazer download de programs de rádio e televisão directamente para o computador.§ Os alunos podem ouvir as lições directamente do seu computador ou do MP3§ Os alunos podem gravar a sua voz e avaliar a qualidade da leitura realizada (pontuação, pronúncia, etc.). http://podcastnic.com Wikis § Um wiki é um website para o trabalho colaborativo de um grupo de autores § É muito fácil de criar e pode ser aplicado a grupos grandes, como sejam turmas. § É útil para criar glossários, dicionários, manuais electrónicos, repositórios de informação e até páginas pessoais. http://jeunesenligne.podomatic.com/ 7
  8. 8. 19-12-2010 Del.icio.us O Del.icio.us possibilita a criação e organização de um repositório de favoritos individualmente ou em grupo. Vantagens: a) permite organizar os recursos Web de forma personalizada; b) acessibilidade; c) partilha; d) é óptimo para o trabalho de projecto em grupo; e) permite que o professor acompanhe as pesquisas dos alunos na Web. Desvantagens: a) a interface não é intuitiva nem agradável; b) só funciona online; c) não impede que os alunos agregem “lixo” o que exige atenção especial por parte do professor; d) não dá para usar com alunos muito jovens. Google Sites O Google Sites permite criar páginas Web e pode ser usado para uma multiplicidade de fins educativos: – Criar uma pagina pessoal – Criar um repositório dos conteúdos de uma disciplina – Criar uma página de turma (notícias, actividades, eventos, etc.) – Desenvolver e-portfolios de grupo ou individual – Criação de WebQuests.http://delicious.com/ccoutinhoum 8
  9. 9. 19-12-2010https://sites.google.com/site/narrativasdigitais/ http://faadsaze.googlepages.com/ http://sites.google.com/site/coutinhoum/ 9
  10. 10. 19-12-2010 Outras ferramentas Web 2.0 § Google Docs & Spreadsheets realização de trabalhos de escrita colaborativa a distância, para conceber questionários electrónicos, para actividades de tutoria online na formação a distância (correcção individual/grupo de trabalhos de casa…) § Google Calendar é um serviço de agenda e calendário on-line oferecido de forma gratuita pela empresa Google que permite adicionar, controlar eventos, compromissos, etc. § Flickr: é uma ferramenta da que facilita o armazenamento, a busca, a classificação e a partilha (ou não) de fotografias e imagens.http://sites.google.com/site/simulacaonabolsadevalores/ 10
  11. 11. 19-12-2010 Youtube Grocery Store Wars (http://www.youtube.com/watch?v=hVrIyEu6h_E) Earth Song (Michael Jackson) http://www.youtube.com/watch?v=XAi3VTSdTxU Mark by Ben http://www.youtube.com/watch?v=kCeX--Tz1cc http://oafgrupo1.blogspot.com/ Narrativas digitais Para a criação de narrativas digitais os alunos usaram:• Forma inovadora de tirar partido do potencial da Internet e das ferramentas gratuitas Web 2.0 para contar histórias em • Photofiltre 6.3.2: para tratamento de imagem formato multimédia. • Audacity 1.2.6: para gravar banda sonora (comentário e fundo• Poderoso instrumento de comunicação e construção do saber. musical) • MovieMaker: para a montagem audiovisual• Permite desenvolver as cinco literacias do Século XXI: digital, global, tecnológica, visual, informacional. 11
  12. 12. 19-12-2010 Redes Sociais Como será a aprendizagem no futuro? http://jeunesenligne.grouply.com/ Adaptada às necessidades de cada aluno (Martinez, 2007)A aprendizagem será personalizada (Atwell, 2007) 12
  13. 13. 19-12-2010 Focalizada em (micro) conteúdos (Silva et al.) Reutilizáveis…recombináveis …(Leene, 2006)Criados tanto pelo professor, como pelo aluno (O´Hear, 2006) Abertos e acessíveis a todos (Karrer, 2006) 13
  14. 14. 19-12-2010 Partilhados em comunidades de prática (Downes, 2006) Concebidos de forma colaborativa (Karrer, 2006)Envolvendo mundos virtuais e novas formas de Contudo, as decisões serão sempre pessoais (Prensky, 2009) Social presence interacção social (Swan, 2002) 14
  15. 15. 19-12-2010 Ser autónomo… Ser capaz de resolver problemas… Ser capaz de decidir sózinho…E qual o papel do professor? O professor… Fornece andaimes... Guia… (Scaffolding) Apoia… Ajuda… Lev Vigostky (1978) 15
  16. 16. 19-12-2010 Precisamos de usar na sala de aula ferramentas que ajudem cada aluno a encontrar o seu caminho.A tecnologia não deve ser utilizada apenas como ferramenta de instrução, mas como ferramenta de construção do conhecimento com as quais os alunos aprendem. Jonassen (2007)It is the pedagogical way in which it is used that makes the difference. Salomon (2002) Bibliografia Atwell, G. (2007). Personal Learning Environments - the future of eLearning?. eLearning Papers, Vol 2, Nº 1, Retrieved the 20th April 2008 from www.elearningpapers.eu. Castells, M. (2002). A Era da Informação: Economia, Sociedade e Cultura, Vol. I, A Sociedade em Rede. Cabe à escola proporcionar aos alunos a Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian. aquisição de capacidade intelectual Downes, S. (2006). E-Learning 2.0 at the E-Learning Forum. In E-Learning Forum. Canadá: Institute for Information Teachnology. Retrieved April 24th 2008, from necessária para aprender a aprender durante http://www.teacher.be/files/page0_blog_entry38_1.pdf. toda a vida, obtendo informação armazenada Gomes, M. J. (2005). Blogs: um recurso e uma estratégia pedagógica. In Actas do VII Símposio de Informática Educativa, SIIE, pp. 305-311. digitalmente, recombinando-a e utilizando-a Jonassen, D. H. (2007). Computadores, Ferramentas Cognitivas - Desenvolver o pensamento crítico nas escolas. Porto: Porto Editora para produzir conhecimento para o objectivo Karrer, T. (2006). E-Learning Technology. Retrieved the 23th April, 2008, from desejado em cada momento. http://elearningtech.blogspot.com/2006/03/elearning-20-defined-with-resources.html Koehler, M. J. & Mishra, P. (2008). Introducing TPCK. In Handbook of Technological Pedagogical Content Knowledge (TPCK) for educators. New York: Routledge. Castells (2002, p.320) Leene, A. (2006). Microcontent is Everywhere. In Micromedia & e-Learning 2.0: Gaining the Big Picture – Proceedings of Micromedia Conference 2006. Lévi-Strauss, C. (1966).The Savage Mind. Chicago: University Press. Martinez, M. (2007). Personalized Learning Model. In SHANK, P. (ed.), The Online Learning Idea Book: Proven ways to Enhance Technology-Based and Blended Learning. San Francisco: John Wiley & Sons. Retrieved the 17th June, 2008, from http://www.learningpeaks.com/ 16
  17. 17. 19-12-2010O`Hear S. (2006). E-Learning 2.0 – How Web Technologies are Shaping Education. Retrieved the Webgrafia 20th April. 2008. from http//:www.readwriteWeb.com/archives/e-learning_20.phpPrensky, M. (2009). H. sapiens digital: From digital immigrants and digital natives to digital http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://illuminar.files.wordpress.com/2008/11/encruzilhada.jpg&imgrefurl=http://illuminar.wordpres wisdom. Innovate 5 (3). Disponível em s.com/2008/11/21/&usg=__-mGgInCJxkqt-9JlA6Tp6qLds_4=&h=303&w=516&sz=50&hl=pt- http://www.innovateonline.info/index.php?view=article&id=705. PT&start=3&tbnid=D3wWCPSHDxDj4M:&tbnh=77&tbnw=131&prev=/images%3Fq%3Dencruzilhada%26gbv%3D2%26hl%3Dpt- PT%26sa%3DGRosen A. (2006). Technology Trends: e-learning 2.0. The e-learning Guild´s Learning Solutions E- http://batatatransgenica.files.wordpress.com/2008/12/livros.jpg Magazine. Retrieved May 24th 2008, from http://www.readygo.com/e-learning-2.0.pdf. http://www.pmf.sc.gov.br/ebmaricomedes/imagens/2008/sala_aula8.JPGSalomon, G. (2002). Technology and pedagogy: Why dont we see the promised revolution? http://cache03.stormap.sapo.pt/fotostore02/fotos//e1/8a/4b/482686_mlNL5.jpeg vinicius.mobi/wp-content/images/blog/blog.jpg Educational Technology, 71-75 www.dificuldadedeaprendizagem.com/Siemens, G. (2008). Learning and Knowing in Networks: Changing roles for Educators and comunicacaochapabranca.com.br/wp-content/uplo... Designers. Paper presented at the ITForum, disponível em Restantes imagens gentilmente cedidas pelos Srs Graham Attwell e George Siemens http://it.coe.uga.edu/itforum/Paper105/Siemens.pdf.Silva, C.; Oliveira, L.; Carvalho, M. & Martins, S. (2008). 3c@higher Education - Contribution, Collaboration, Community at Higher Education. In L. Gómez Chova et al (Eds.). INTED 2008.Smith, Peter (2009). University Recruitment by MP3. Disponível em http://dailynews.mcmaster.ca/story.cfm?id=2908Swan, K. (2002). Building communities in online courses: the importance of interaction. Education, Communication and Information, 2 (1), 23-49.Unesco (2005). Rumo à sociedade do conhecimento - Relatório Mundial da Unesco (Coord. Jérôme Bindé). Lisboa: Instituto Piaget.Vygotsky, Lev (1978). Mind in Society. Cambridge, MA: Harvard University Press 17

×