Projeto Eleição e Cidadania
Autora: Rosana Andréa Cipriani Giarola
Orientador: Orlando José de Almeida Filho
Autores das O...
Projeto Eleição e Cidadania
Autora: Rosana Andréa CiprianiGiarola1
Orientador: Orlando José de Almeida Filho2
Autores das ...
História, Filosofia e Sociologia. Em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral e
Secretaria Regional de Ensinoestá sendo ...
METODOLOGIA
Introduzir na sala de aula o debate sobre o significado de cidadania, através da
interpretação de documentos o...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 Acervo Digital VEJA - Digital Pages – Edição: 2326 19/06/2013. Edição
2327 26/06/13.
 CARVAL...
• SANTOS, Suzy; CAPPARELLI, Sérgio. Rede Globo: 40 anos depoder e
hegemonia.Capítulo 4: Coronealismo, radiodifusão e voto:...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto eleição e cidadania

417 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
417
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto eleição e cidadania

  1. 1. Projeto Eleição e Cidadania Autora: Rosana Andréa Cipriani Giarola Orientador: Orlando José de Almeida Filho Autores das Oficinas:Alessandro Sousa Bárbara Freitas Bruna Gaddi Fernando Lopes Gustavo Franco Lívia Bruna Paula Furtado Nani Wellington de Lima Rafael Sabino Samuel Avelar Agência Financiadora: CAPES/PIBID Apoio: Secretaria Regional de Ensino de São João del-Rei Tribunal Regional Eleitoral de São João del-Rei
  2. 2. Projeto Eleição e Cidadania Autora: Rosana Andréa CiprianiGiarola1 Orientador: Orlando José de Almeida Filho2 Autores das Oficinas:Alessandro Sousa Bárbara Freitas Bruna Gaddi Fernando Lopes Gustavo Franco Lívia Bruna Paula Furtado Nani Wellington de Lima Rafael Sabino Samuel Avelar INTRODUÇÃO O entendimento da construção histórica do conceito de cidadania e do processo de constituição da participação política nas mais diversas instituições, são marcadas por consensos, tensões e conflitos revelados em toda a sua historicidade. As relações de poder são exercidas nas diversas instâncias das sociedades históricas, como as do mundo do trabalho e as das instituições, como, por exemplo, as escolas, as prisões, as fábricas, os hospitais, as famílias, as comunidades, os Estados nacionais, as Igrejas e os organismos internacionais políticos, econômicos e culturais, os quais se transformam na sua relação com as formações sociais historicamente constituídas. AEscola deve auxiliar os jovens a construírem o sentido do estudo dessas relações, do conceito de cidadania, fazendo um contraponto que permita re significarsuas experiências no contexto e na duração histórica da qual fazem parte, e também apresentar os instrumentos cognitivos que os auxiliem a transformar os acontecimentos contemporâneos e aqueles do passado em problemas históricos a serem estudados e investigados. Essa é a proposta do presente projetotendo como ponto de partida o reconhecimento dos direitos humanos e dos deveres e direitos da cidadania, visando à constituição de identidades que busquem e pratiquem a igualdade no acesso aos bens sociais e culturais, o respeito ao bem comum, o protagonismo e a responsabilidade no âmbito público e privado, o combate a todas as formas discriminatórias e o respeito aos princípios do Estado de Direito na forma do sistema federativo e do regime democrático e republicano. Essa proposta vem sendo trabalhada pela professora Rosana e bolsistas do PIBID/História, nas turmas de Ensino Médio na Escola Estadual Dr. Garcia de Lima desde 2010, e em 2014 com formato de uma proposta interdisciplinarentre as disciplinas de 1 Graduada em Filosofia e História pela Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei, , Especialista em Educação Empreendedora pela UFSJ, Professora Supervisora PIBID/História/UFSJ 2 Professor Adjunto do Departamento de Ciências Sociais da UFSJ. Doutor em História da Educação pela PUC – SÃO PAULO, Coordenador PIBID/História.
  3. 3. História, Filosofia e Sociologia. Em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral e Secretaria Regional de Ensinoestá sendo compartilhada com as demais Escolas de Ensino Médio da SRE. Preparar o jovem para participar de uma sociedade complexa como a atual, requer aprendizagem autônoma e contínua ao longo da vida, é o desafio que temos pela frente OBJETIVO GERAL . Analisar e compreendero regime democrático, desconstruindo e reconstruindo conceitos através da análise de fontes históricas, apresentando um conjunto dereflexões que estimulem acompreensão do aluno de que o desenvolvimento do país e a consolidação da cidadania é tarefa de todos. Objetivos específicos Ações  Identificar diferenças e semelhanças, conflitos/contradições, igualdades e desigualdades existentes nas sociedades dentro dos regimes democráticos e autoritários. Oficina: Democratismo e Autoritarismo Autora: Paula Furtado Nani Oficina:Teorias Políticas de Montesquieu e Rousseau . Autores: Fernando Lopes e Gustavo Franco  Analisar a participação popular e odireito ao voto na História doBrasil até os dias atuais. Oficina: “O direito de voto na História do Brasil – As Constituições brasileiras” Autores: Lívia Bruna da Silva Rafael Sabino  Reconhecer e analisar historicamente o papel da mídia no processo eleitoral e na manutenção do poder. Oficina: Democracia: poder e influência no Brasil contemporâneo Autores: Bruna Gaddi Samuel Avelar Oficina: Voto e Internet – Meios e caminhos. Autor:Wellingtonde Lima  Analisar o contexto das tensões e reivindicações sociais no Brasil atual de forma analítica ecrítica diante do presente e buscar as relações possíveis com o passado como pressuposto indispensável para o exercício da cidadania. Oficina: Democracia: O poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido" Autores: AlessandroSousa Bárbara Freitas
  4. 4. METODOLOGIA Introduzir na sala de aula o debate sobre o significado de cidadania, através da interpretação de documentos oficiais; textos de época e atuais; mapas; gravuras; letras de música; manifestos; relatos, panfletos; caricaturas; pinturas; fotos; reportagens e matérias veiculadas por rádio e televisão; depoimentos provenientes da pesquisa levada a efeito pela chamada História oral. Coletar dados através de questionários para pesquisa quantitativa e qualitativa sobre o trabalho docente na justa medida do rigor com que operar e de todo diverso de uma doutrinação como há convir a noção de “cidadania”. AVALIAÇÃO Da prática pedagógica:  Observar a participação e interação dos alunosdurante as oficinas como ponto de partida para a análise qualitativa da proposta pedagógica.  Tabular os dados levantados pelos questionários, para pesquisa quantitativa e qualitativa, ressaltando o papel central do estudo de História como alicerce da prática da cidadania. Dos alunos do Ensino Médio:  Produção de textos e/oucharges, apresentando a evolução da participação popular na História do Brasil, tendo o direito ao voto como pressuposto indispensável para o exercício da cidadania e tarefa de todos para a construção de um país melhor.  Exercícios avaliativos sugeridos nas oficinas.
  5. 5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  Acervo Digital VEJA - Digital Pages – Edição: 2326 19/06/2013. Edição 2327 26/06/13.  CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil. O longo Caminho. 3ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.  FORTES, Luiz Roberto Salinas, 1937- Rousseau: da teoria a prática. São Paulo, Ática, 1976.  FORTES, Luiz Roberto Salinas. O Iluminismo e os reis filósofos. 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 1989.  FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e Ousadia : O cotidiano do professor..12ª Ed. São Paulo, Editora Paz e Terra. 2008. • LIBANIO, João Batista. Ideologia e Cidadania, Sao Paulo: Moderna, 1995. • LIMA, Venício. Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia.Capítulo 5: Globo e Política: "Tudo a Ver".2005. p 104-129 .  MARTINEZ, Paulo. Direitos de Cidadania  MARTINEZ, P. Forma de Governo: O que queremos para o Brasil?.São Paulo: Moderna, 1992.23 p. • PALHA,Cássia.História e Perspectivas nº48:Telejornalismo e formação de consenso: o repórter, "O caçador de marajás" e o dito "Estado parasitário“. p 127- 154 . • ROUSSEAU, Jean-Jacques, 1712- 1778. Do contrato social; ensaios sobre a origem das línguas; Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens; Discurso sobre as ciências e as artes/ Jean- Jacques Rousseau; tradução de Lourdes Santos Machado; introduções e notas de Paul Arbousse-Bastide e Lourival Gomes Machado.- 4. ed. - São Paulo: Nova Cultural, 1987. • RÜSEN, Jörn. E o Ensino de História/Organizadores: Maria auxiliadora Schmidt, Isabel Barca, Estevão de Resende Martins – Curitiba – (Série pesquisa; n 168). Editora UFPR. • MONTESQUIEU. O espírito das leis. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  6. 6. • SANTOS, Suzy; CAPPARELLI, Sérgio. Rede Globo: 40 anos depoder e hegemonia.Capítulo 4: Coronealismo, radiodifusão e voto: a nova face de um velho conceito.2005. p. 78-101 . • Manchetes: Jornal Estadão: Junho de 2013 • Folha de São Paulo, Junho de 2013. • http://www.infoescola.com/sociologia/teoria-dos-tres-poderes-executivo- legislativo-e-judiciario/ Agência Financiadora: CAPES/PIBID Palavras-Chave: Ensino . Interpretação de fontes históricas. Mídia e Cidadania.

×