SlideShare uma empresa Scribd logo

O Cientista Social e o mercado de trabalho

O documento discute as opções de carreira para cientistas sociais, incluindo vagas em organizações internacionais, governos, ONGs e setor privado. Também aborda os requisitos e salários típicos para cientistas sociais, variando de R$1.200 para recém-formados a até R$5.000 em concursos públicos.

1 de 14
Baixar para ler offline
“O Cientista Social e o Mercado
de Trabalho”
Rafael dos Santos
Sociólogo pela UFPE
Mestrando em Administração, pela UFPE.
Coordenador de Políticas Públicas do Instituto Ethos
UFPB: “Integrada à sociedade, promover o progresso científico,
tecnológico, cultural e socioeconômico local, regional e nacional,
através das atividades de ensino, pesquisa e extensão, atrelado ao
desenvolvimento sustentável e ampliando o exercício da cidadania.”
UFPE:Promover um ambiente adequado
ao desenvolvimento de pessoas e à
construção de conhecimentos e
competências que contribuam para a
sustentabilidade da sociedade, através do
ensino, pesquisa, extensão e gestão.
O Cientista Social e o mercado de trabalho
Graduação
Mestrado
Doutorado
E agora?
?
O cientista social é o profissional habilitado a compreender de modo amplo
as relações sociais do passado e do presente, num mundo marcado por
discrepâncias e antagonismos históricos entre diferentes povos e entre grupos
formadores de um mesmo povo.
O curso de graduação em Ciências Sociais está estruturado, atualmente, em
torno de três grandes campos de conhecimento teórico e metodológico,
formados pelos Departamentos de Sociologia, Antropologia e Ciência Política,
que formam as áreas nucleares do curso juntamente com Metodologia e
Técnicas de Pesquisa.
Com esta estruturação modular do Curso de Ciências Sociais, espera-se que
o cientista e/ou profissional da área disponha de formação teórica e de
pesquisa que o habilite a desenvolver a capacidade analítico-crítica; ter
domínio das principais correntes de pensamento e das mais importantes obras
e autores que construíram as Ciências Sociais, do século XVIII até a
atualidade; ter o domínio dos principais conceitos teóricos e metodológicos
por meio dos quais possam ser identificados e analisados os problemas sociais,
culturais, econômicos, políticos, etnográficos etc. da sociedade moderna.
Fonte: http://www.graduacao.fflch.usp.br/node/48
Perfil do Cientista Social
Procurando emprego hoje!

Recomendados

2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1]
2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1]2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1]
2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1]pedagogia para licenciados
 
Projeto I sarau da eja
Projeto I sarau da ejaProjeto I sarau da eja
Projeto I sarau da ejaJeca Tatu
 
Processo de inscrição de cursistas direitos humanos final 1
Processo de inscrição de cursistas direitos humanos final 1Processo de inscrição de cursistas direitos humanos final 1
Processo de inscrição de cursistas direitos humanos final 1profoco02
 
Processo de inscrição de cursistas direitos humanos final
Processo de inscrição de cursistas direitos humanos finalProcesso de inscrição de cursistas direitos humanos final
Processo de inscrição de cursistas direitos humanos finalprofoco02
 
Pauta reunião da EJA
Pauta reunião da EJAPauta reunião da EJA
Pauta reunião da EJAJeca Tatu
 
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEICapítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEIProf. Noe Assunção
 

Mais conteúdo relacionado

Destaque

End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3
End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3
End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3Rotary International
 
Advocacy 101: Introdução à Política da Sociedade Civil
Advocacy 101: Introdução à Política da Sociedade CivilAdvocacy 101: Introdução à Política da Sociedade Civil
Advocacy 101: Introdução à Política da Sociedade CivilViradaPolitica
 
03 introducao advocacy diferenca entre advocacy e mobilizacao social
03 introducao advocacy   diferenca entre advocacy e mobilizacao social03 introducao advocacy   diferenca entre advocacy e mobilizacao social
03 introducao advocacy diferenca entre advocacy e mobilizacao socialasical2009
 
07 definicao da meta e dos objetivos toni reis
07 definicao da meta e dos objetivos toni reis07 definicao da meta e dos objetivos toni reis
07 definicao da meta e dos objetivos toni reisasical2009
 
Criminalizacaohiv Angela
Criminalizacaohiv AngelaCriminalizacaohiv Angela
Criminalizacaohiv AngelaPela Vidda - RJ
 
Advocacy em saúde apresentação pva
Advocacy em saúde   apresentação pvaAdvocacy em saúde   apresentação pva
Advocacy em saúde apresentação pvaLarapernambuco
 
Case teaching in Public Affairs
Case teaching in Public AffairsCase teaching in Public Affairs
Case teaching in Public AffairsJodi Sandfort
 
02 motivacao m simao
02 motivacao m simao02 motivacao m simao
02 motivacao m simaoasical2009
 
Pesquisa e Produção de Texto
Pesquisa e Produção de TextoPesquisa e Produção de Texto
Pesquisa e Produção de TextoJomari
 
Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014
Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014
Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014Doélio Bérgamo
 
A viagem de volta significados da pesquisa na formação e prática profission...
A viagem de volta   significados da pesquisa na formação e prática profission...A viagem de volta   significados da pesquisa na formação e prática profission...
A viagem de volta significados da pesquisa na formação e prática profission...Rosane Domingues
 
Iniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com Câncer
Iniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com CâncerIniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com Câncer
Iniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com CâncerOncoguia
 
Guia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDS
Guia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDSGuia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDS
Guia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDSGrupo Dignidade
 
Pesquisa participante
Pesquisa participantePesquisa participante
Pesquisa participanteGleyton Gomes
 
Conhecimento tradicional x científico
Conhecimento tradicional x científicoConhecimento tradicional x científico
Conhecimento tradicional x científicoAugusto Espinosa
 

Destaque (20)

End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3
End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3
End Polio Now Idea Exchange Part 2 of 3
 
Advocacy 101: Introdução à Política da Sociedade Civil
Advocacy 101: Introdução à Política da Sociedade CivilAdvocacy 101: Introdução à Política da Sociedade Civil
Advocacy 101: Introdução à Política da Sociedade Civil
 
03 introducao advocacy diferenca entre advocacy e mobilizacao social
03 introducao advocacy   diferenca entre advocacy e mobilizacao social03 introducao advocacy   diferenca entre advocacy e mobilizacao social
03 introducao advocacy diferenca entre advocacy e mobilizacao social
 
07 definicao da meta e dos objetivos toni reis
07 definicao da meta e dos objetivos toni reis07 definicao da meta e dos objetivos toni reis
07 definicao da meta e dos objetivos toni reis
 
Monitoramento e Defesa de Marca
Monitoramento e Defesa de MarcaMonitoramento e Defesa de Marca
Monitoramento e Defesa de Marca
 
Criminalizacaohiv Angela
Criminalizacaohiv AngelaCriminalizacaohiv Angela
Criminalizacaohiv Angela
 
Advocacy em saúde apresentação pva
Advocacy em saúde   apresentação pvaAdvocacy em saúde   apresentação pva
Advocacy em saúde apresentação pva
 
Case teaching in Public Affairs
Case teaching in Public AffairsCase teaching in Public Affairs
Case teaching in Public Affairs
 
02 motivacao m simao
02 motivacao m simao02 motivacao m simao
02 motivacao m simao
 
BACARDI | Brand Advocacy
BACARDI | Brand Advocacy BACARDI | Brand Advocacy
BACARDI | Brand Advocacy
 
O observar
O observarO observar
O observar
 
Pesquisa e Produção de Texto
Pesquisa e Produção de TextoPesquisa e Produção de Texto
Pesquisa e Produção de Texto
 
Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014
Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014
Mensuração de impacto e resultado de ações no Twitter @ Twitter Summit 2014
 
Pesquisa Social em Campo: desafios para o(a) pesquisador(a)
Pesquisa Social em Campo: desafios para o(a) pesquisador(a)Pesquisa Social em Campo: desafios para o(a) pesquisador(a)
Pesquisa Social em Campo: desafios para o(a) pesquisador(a)
 
Investigação em serviço social
Investigação em serviço socialInvestigação em serviço social
Investigação em serviço social
 
A viagem de volta significados da pesquisa na formação e prática profission...
A viagem de volta   significados da pesquisa na formação e prática profission...A viagem de volta   significados da pesquisa na formação e prática profission...
A viagem de volta significados da pesquisa na formação e prática profission...
 
Iniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com Câncer
Iniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com CâncerIniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com Câncer
Iniciativa pela Isenção do IPTU para Pacientes com Câncer
 
Guia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDS
Guia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDSGuia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDS
Guia de Advocacy e Prevenção em HIV/AIDS
 
Pesquisa participante
Pesquisa participantePesquisa participante
Pesquisa participante
 
Conhecimento tradicional x científico
Conhecimento tradicional x científicoConhecimento tradicional x científico
Conhecimento tradicional x científico
 

Semelhante a O Cientista Social e o mercado de trabalho

Projeto humanizar é preciso
Projeto humanizar é precisoProjeto humanizar é preciso
Projeto humanizar é precisoDébora Aquino
 
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
 Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Isctepabloalvarezprz
 
Economia politica e desenvolvimento: um debate teórico
Economia politica e desenvolvimento: um debate teóricoEconomia politica e desenvolvimento: um debate teórico
Economia politica e desenvolvimento: um debate teóricoJoelson Gonçalves de Carvalho
 
Fgv curso de_graduacao_em_admp
Fgv curso de_graduacao_em_admpFgv curso de_graduacao_em_admp
Fgv curso de_graduacao_em_admpFEA-USP
 
CST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALARCST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALARxiaowu8637
 
Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...
Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...
Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...Colaborar Educacional
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALARPROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALARColaborar Educacional
 
O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...
O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...
O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...Colaborar Educacional
 
CST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALARCST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALARColaborar Educacional
 
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...xiaowu8637
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAISPROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAISxiaowu8637
 
COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...
COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...
COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...xiaowu8637
 
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...Colaborar Educacional
 
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...Colaborar Educacional
 
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...Colaborar Educacional
 

Semelhante a O Cientista Social e o mercado de trabalho (16)

Projeto humanizar é preciso
Projeto humanizar é precisoProjeto humanizar é preciso
Projeto humanizar é preciso
 
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
 Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
 
Economia politica e desenvolvimento: um debate teórico
Economia politica e desenvolvimento: um debate teóricoEconomia politica e desenvolvimento: um debate teórico
Economia politica e desenvolvimento: um debate teórico
 
Fgv curso de_graduacao_em_admp
Fgv curso de_graduacao_em_admpFgv curso de_graduacao_em_admp
Fgv curso de_graduacao_em_admp
 
33.pdf
33.pdf33.pdf
33.pdf
 
CST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALARCST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALAR
 
Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...
Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...
Análise e resolução de problemas Criatividade e inovação Comunicação Interpes...
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALARPROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
 
O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...
O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...
O perfil do egresso do curso de CST em Gestão Hospitalar idealizado pela IES ...
 
CST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALARCST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALAR/PROJETO DE EXTENSÃO I - GESTÃO HOSPITALAR
 
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A realização das atividades extensionistas do CST em ...
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAISPROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
 
COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...
COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...
COMPETÊNCIAS: I - Articular recursos com foco no planejamento, na inovação e ...
 
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
II - Estimular a participação de usuários(as) nos espaços de controle social ...
 
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
A finalidade do projeto de extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural do...
 
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
Os conteúdos programáticos sugeridos para correlacionar as ações são: Matrize...
 

Mais de Rafael dos Santos Fernandes Sales

Mais de Rafael dos Santos Fernandes Sales (10)

Relatório Fotográfico Cabo Verde
Relatório Fotográfico Cabo VerdeRelatório Fotográfico Cabo Verde
Relatório Fotográfico Cabo Verde
 
Apuração Final - Etapa Nacional Diálogos Regionais Conseg 2015
Apuração Final - Etapa Nacional Diálogos Regionais Conseg 2015Apuração Final - Etapa Nacional Diálogos Regionais Conseg 2015
Apuração Final - Etapa Nacional Diálogos Regionais Conseg 2015
 
Acesso a dados públicos e lei de acesso a informação - aliados do(a) pesquisa...
Acesso a dados públicos e lei de acesso a informação - aliados do(a) pesquisa...Acesso a dados públicos e lei de acesso a informação - aliados do(a) pesquisa...
Acesso a dados públicos e lei de acesso a informação - aliados do(a) pesquisa...
 
Apresentação OAK/ODR
Apresentação OAK/ODRApresentação OAK/ODR
Apresentação OAK/ODR
 
20111025 apresentação rafael consocial unicap
20111025   apresentação rafael consocial unicap20111025   apresentação rafael consocial unicap
20111025 apresentação rafael consocial unicap
 
Indicadores Estaduais de Transparência
Indicadores Estaduais de TransparênciaIndicadores Estaduais de Transparência
Indicadores Estaduais de Transparência
 
Indicadores de transparência natal
Indicadores de transparência natalIndicadores de transparência natal
Indicadores de transparência natal
 
20130320 apresentação indicadores de transparência natal. ppt
20130320   apresentação indicadores de transparência natal. ppt20130320   apresentação indicadores de transparência natal. ppt
20130320 apresentação indicadores de transparência natal. ppt
 
20130408 apresentação comitê popular da copa e auditoria participativa
20130408   apresentação comitê popular da copa e auditoria participativa20130408   apresentação comitê popular da copa e auditoria participativa
20130408 apresentação comitê popular da copa e auditoria participativa
 
Transparência na Copa 2014 - Recife e Pernambuco
Transparência na Copa 2014 - Recife e PernambucoTransparência na Copa 2014 - Recife e Pernambuco
Transparência na Copa 2014 - Recife e Pernambuco
 

O Cientista Social e o mercado de trabalho

  • 1. “O Cientista Social e o Mercado de Trabalho” Rafael dos Santos Sociólogo pela UFPE Mestrando em Administração, pela UFPE. Coordenador de Políticas Públicas do Instituto Ethos
  • 2. UFPB: “Integrada à sociedade, promover o progresso científico, tecnológico, cultural e socioeconômico local, regional e nacional, através das atividades de ensino, pesquisa e extensão, atrelado ao desenvolvimento sustentável e ampliando o exercício da cidadania.” UFPE:Promover um ambiente adequado ao desenvolvimento de pessoas e à construção de conhecimentos e competências que contribuam para a sustentabilidade da sociedade, através do ensino, pesquisa, extensão e gestão.
  • 5. O cientista social é o profissional habilitado a compreender de modo amplo as relações sociais do passado e do presente, num mundo marcado por discrepâncias e antagonismos históricos entre diferentes povos e entre grupos formadores de um mesmo povo. O curso de graduação em Ciências Sociais está estruturado, atualmente, em torno de três grandes campos de conhecimento teórico e metodológico, formados pelos Departamentos de Sociologia, Antropologia e Ciência Política, que formam as áreas nucleares do curso juntamente com Metodologia e Técnicas de Pesquisa. Com esta estruturação modular do Curso de Ciências Sociais, espera-se que o cientista e/ou profissional da área disponha de formação teórica e de pesquisa que o habilite a desenvolver a capacidade analítico-crítica; ter domínio das principais correntes de pensamento e das mais importantes obras e autores que construíram as Ciências Sociais, do século XVIII até a atualidade; ter o domínio dos principais conceitos teóricos e metodológicos por meio dos quais possam ser identificados e analisados os problemas sociais, culturais, econômicos, políticos, etnográficos etc. da sociedade moderna. Fonte: http://www.graduacao.fflch.usp.br/node/48 Perfil do Cientista Social
  • 7. PERFIL Graduação em uma das áreas de Ciências Humanas ou Ciências da Saúde; Disponibilidade para engajamento político em questões relacionadas à missão institucional (...) Habilidade para o uso de programas de edição de texto, planilhas, bancos de dados (especialmente os programas do Office); Facilidade de escrita, capacidade de comunicação oral, criatividade, iniciativa, senso de organização e praticidade; Habilidade comprovada para trabalhar com equipe multiprofissional e disponibilidade para viajar; Experiência e habilidade para trabalhar com grupos de jovens; Desejável: leitura de textos em inglês e espanhol. REQUISITOS: Graduação concluída; Experiência de no mínimo 01 (um) ano em atividades de educação de grupos de jovens; Desejável curso de educador social; REMUNERAÇÃO E CARGA HORÁRIA Salário bruto:R$ 981,00 (Contrato temporário – 12 meses com possibilidade de renovação) Carga Horária:20 horas semanais Vaga de Educador Social
  • 8. Remuneração mensal: R$ 2.000,00 (dois mil reais). Jornada de Trabalho: Regime de 40 horas semanais, com jornada diária de 08 (seis) horas. Requisitos: Ensino superior completo em Ciências Sociais e diploma ou certificado de conclusão de curso, expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação; experiência profissional mínima de 06 (seis) meses na área de ciências sociais; disponibilidade para viagens de curta, média e longa duração. Principais Atividades: Elaborar, coordenar, analisar e implementar estudos, planos, termos de referência e projetos sociais relacionados à atividade fim da SecMulher; articular junto aos poderes executivo e legislativo dos municípios a criação de organismos municipais governamentais de políticas públicas para as mulheres; prestar informações, emitir pareceres e recomendações, quando solicitado, além de outras tarefas necessárias a tomada de decisões; elaborar relatórios de trabalho; bem como, desempenhar outras atividades correlatas. Vaga para Cientista Social
  • 9. R$ - R$ 500.00 R$ 1,000.00 R$ 1,500.00 R$ 2,000.00 R$ 2,500.00 R$ 3,000.00 R$ 3,500.00 R$ 4,000.00 R$ 4,500.00 R$ 5,000.00 Concurso SecMulher /PE
  • 11. 44% 72% 26% Fonte: http://meusalario.uol.com.br Quanto vale o Cientista Social? Qual o salário médio de um profissional recém- formado? O salário dependerá muito do estado e da área que você selecionar. Quem é formado e está empregado, diz que o salário é razoável e por isso, não pense que terá um alto padrão de vida dependendo somente do salário. Contudo, estimativas dizem que o valor fica em torno dos R$ 1.200.
  • 12. Organismos Internacionais Governo Federal (Ministérios) Organizações Sociais Terceiro Setor Setor Privado Consultoria Individual Governos Estaduais e Municipais Oportunidades
  • 13.  O que é preciso para ocupar esses espaços?  Quais habilidades precisamos desenvolver? 