Aula 2 população

8.573 visualizações

Publicada em

1 comentário
25 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.573
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
25
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 população

  1. 1. POPULAÇÃO Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  2. 2. DEMOGRAFIA A Demografia é uma área da ciência geográfica que estuda a dinâmica populacional humana. O seu objeto de estudo engloba as dimensões, estatísticas, a estrutura e a distribuição das diversas populações humanas. Os estudos demográficosFonte: Google Imagens não são estáticos, variando devido à natalidade, à mortalidade, às migrações e ao envelhecimento. 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  3. 3. CONCEITOS DEMOGRÁFICOSPopulação Absoluta: número total de habitantes deum determinado lugar.População Relativa: corresponde à densidadedemográfica, sendo o resultado do total de habitantesdividido pela área territorial.Taxa de Natalidade: é calculada através da divisãoentre o número de nascidos vivos pelo número dapopulação absoluta.Taxa de mortalidade: é resultado da divisão entre onúmero de óbitos e a população absoluta.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  4. 4. CONCEITOS DEMOGRÁFICOSTaxa de Fecundidade: corresponde às estimativas emrelação ao número de filhos que uma mulher pode terao longo do período de fertilidade.Crescimento Vegetativo ou natural: Diferença entre onúmero de nascimentos e de mortes em uma população,em determinado período.Crescimento Demográfico ou Populacional: Resultantedo crescimento vegetativo somado das imigrações esubtraído das emigrações em uma dada população.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  5. 5. CONCEITOS DEMOGRÁFICOSTaxa de Mortalidade Infantil: Número de óbitos decrianças com menos de 1 ano de idade, observadodurante um determinado período de tempo,normalmente um ano civil, referido ao número de natosvivos do mesmo período (expressa em número deóbitos de crianças com menos de 1 ano por mil nascidosvivos).Bônus Demográfico: é o momento em que a estruturaetária da população atua no sentido de facilitar ocrescimento econômico. Isso acontece quando há umgrande contingente da população em idade produtiva eum menor número de idosos e crianças.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  6. 6. CONCEITOS DEMOGRÁFICOSCenso: é o método utilizado paracalcular o número da população deum determinado lugar.Expectativa de vida: correspondea quantidade de anos que vive emmédia a população.Populosa: é uma determinadaárea que apresenta grandepopulação.Povoada: é uma determinada área Fonte: Google Imagensque apresenta alta densidadedemográfica. 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  7. 7. CONCEITOS DEMOGRÁFICOS Superpovoamento: corresponde a um descompasso entre as condições socioeconômicas da população e a área ocupada. Isso quer dizer que, superpovoamento não depende apenas da densidade demográfica, mas principalmente das condições de vida da população. Alguns países com grande densidade demográfica podem não serFonte: Google Imagens considerados superpovoados, enquanto outros com densidade baixa assim o podem ser classificados.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  8. 8. CONCEITOS DEMOGRÁFICOSPopulação Economicamente Ativa (PEA): é constituídapelas pessoas de 10 ou mais anos de idade que estãoempregadas ou desempregadas que estão à procura deemprego por até 1 ano. (países desenvolvidos acima dos15 anos e no Brasil - oficialmente - acima dos 16 anos).População Economicamente Inativa (PEI): é representadapelas pessoas que não estão empregadas (crianças,estudantes, aposentados, subempregadas edesempregadas acima de 1 ano) ou que não exercematividade econômica remunerada (dona-de-casa). Essapopulação requer grandes investimentos (hospitais,escolas, aposentadorias ...). 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  9. 9. POPULAÇÃO ATIVA E INATIVA POPULAÇÃO POPULAÇÃO FORA POPULAÇÃO EM IDADE DA IDADE ATIVA ATIVA (10 anos ou mais) NÃO TRABALHAM PESSOAS QUE NÃO TRABALHAM (estudantes, rentistas, TRABALHAM (desempregados) inválidos, etc) Em tarefas domésticas Trabalho remunerado não-remuneradas ou em empresas familiares (donas–de-casa) Fonte: Google Imagens PEA PEI POPULAÇÃO POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ECONOMICAMENTE ATIVA INATIVA2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  10. 10. CONCEITOS DEMOGRÁFICOS Setores da Atividade Econômica:Setor primário: compreende a pecuária, agricultura e oextrativismo (primitivo).Setor secundário: compreende atividades industriais(transformação, mineradora e construção civil)Setor terciário: compreende as atividades de serviços(bancos, comércio, escolas, prestação de serviços,funcionalismo público, turismo, transportes,propagandas ...)Setor quaternário: está relacionado com a revoluçãotecnocientífica, compreende as atividades de pesquisade alto nível (biotecnologia, robótica, aeroespacial ...).2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  11. 11. TEORIA DE MALTHUSFoi elaborada pelo economista inglês ThomasMalthus (1776-1834): a população mundial cresceriaem um ritmo rápido, comparado por ele a umaprogressão geométrica (1, 2, 4, 8, 16...), e a produçãode alimentos cresceria em um ritmo lento,comparado a uma progressão aritmética (1, 2, 3, 4,5...). Sendo assim, em um determinado momento,não existiriam alimentos para todos os habitantes daTerra. A teoria dizia que, se o crescimentodemográfico não fosse contido, os recursos naturaisda Terra se esgotariam em pouco tempo. Fonte: Google Imagens 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  12. 12. TEORIA NEOMALTHUSIANACom o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, foirealizada uma conferência de paz, em São Francisco, quedeu origem à ONU. Na ocasião foram discutidasestratégias de desenvolvimento, visando evitar a eclosãode um novo conflito militar em escala mundial.A teoria neomalthusiana foi criada nesse contexto, ondese procurava explicar a ocorrência da fome nos paísessubdesenvolvidos. Essa teoria tem a mesma posição deMalthus em relação à fome, e propõe programas decontrole de natalidade nos países subdesenvolvidos, umavez que a disseminação demográfica era uma das causasda pobreza. 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  13. 13. TEORIA REFORMISTA ou PROGRESSISTAEm resposta aos neomalthusianos, foi elaborada a teoriareformista, que inverte a conclusão das duas teoriasdemográficas anteriores.Ela analisa os problemas demográficos, tendo comoreferência as condições socioeconômicas da população,defendendo a necessidade de se enfrentar as questõessociais e econômicas dos países para que a dinâmicademográfica entre em equilíbrio.À medida que as famílias obtêm condições dignas devida, tendem a diminuir o número de filhos para nãocomprometer o acesso de seus dependentes aossistemas de educação e saúde.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  14. 14. OS LIMITES DO PLANETAA questão dos EXCEDENTESDEMOGRÁFICOS está diretamenteligada aos LIMITES do planeta e dizrespeito à oferta de recursos naturaisdisponíveis para a sobrevivência.Duas questões são recorrentes: Quantos habitantes o planetapode abrigar? Fonte: Google Imagens A pressão sobre os recursos Malthusianosnaturais pode levar o planeta ao Xcolapso? Progressistas2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  15. 15. TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICAA transição demográfica é um processo de diminuiçãode taxas de mortalidade e natalidade, sendo que aprimeira diminui mais rápido que a segunda, causandoum período de aumento do crescimento vegetativo e,portanto, de grande acréscimo populacional. Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  16. 16. PIRÂMIDES ETÁRIASO comportamento das taxas de natalidade e demortalidade, define o ritmo do crescimento vegetativoe as características da população, quanto à suaestrutura e composição, perceptíveis através dasPirâmides Etárias, essenciais para entender asdiferenças entre os vários países.Em função da distribuição de cada segmento etário éque são estabelecidos os níveis de desenvolvimentode cada país.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  17. 17. Principais elementos de uma pirâmide etária:Base: população jovem; Corpo: população adulta;Ápice ou topo: população idosa; Ordenada: faixas de idadeAbscissa: quantidade de pessoas, em valor absoluto ouporcentagem; à direita estão as mulheres e à esquerda oshomens; Fonte: Google Imagens 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  18. 18. PIRÂMIDES ETÁRIASMUITOS JOVENS: IMPLICA MAIS INVESTIMENTOSVOLTADOS PARA SUA FORMAÇÃO E GERAÇÃO DEEMPREGOS.MUITOS IDOSOS: IMPLICA EM GASTOS COM SAÚDE EAPOSENTADORIAS.EM AMBOS OS CASOS CABE À POPULAÇÃO ADULTA AMANUTENÇÃO DOS DEMAIS SEGMENTOS, JÁ QUE É OGRUPO QUE EFETIVAMENTE PRODUZ E TRABALHA.
  19. 19. EXEMPLOS DE PIRÂMIDES ETÁRIAS Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  20. 20. EXEMPLOS DE PIRÂMIDES ETÁRIASFonte: BRASIL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sinopse do Senso Demográfico 2010.Disponível em: <http://www.censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?dados=12&uf=00> Acesso em11 fev. 2013. 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  21. 21. EXEMPLOS DE PIRÂMIDES ETÁRIAS2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  22. 22. EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  23. 23. EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL Ano População estimada 1 D.C 250 Milhões 1830 1 bilhão 1927 2 bilhões 1960 3 bilhões 1974 4 bilhões 1987 5 bilhões 1999 6 bilhões 2011 7 bilhões2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  24. 24. A POPULAÇÃO MUNDIAL Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  25. 25. A POPULAÇÃO MUNDIAL A distribuição é desigual, havendo áreas “vazias” e aquelas identificadas como “formigueiros” Fonte: Google Imagens humanos.As áreas destacadas concentram osmaiores contingentes populacionais 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  26. 26. A POPULAÇÃO MUNDIAL DENSIDADE DEMOGRÁFICA2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  27. 27. MAPA DA DESNUTRIÇÃO Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  28. 28. AS DIFERENÇASNunca se produziu tantas riquezas, a produção dealimentos é cada vez maior. Entretanto a fome e apobreza afetam cerca de ¾ da população mundial.Segundo a ONU dois bilhões de pessoas sobrevivem commenos de US$ 1 por dia.20% da população mundial detém 80% de toda a riquezaproduzida.Em função disso, aumentam as desigualdades entre ricose pobres - entre países e regiões.É na desigualdade que estão as raízes da FOME e daPOBREZA. Fonte: Google Imagens 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  29. 29. CONCENTRAÇÃO DE RENDA Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  30. 30. MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS• A ocupação territorial e a formação econômica de muitos países está diretamente relacionada aos movimentos migratórios.• Situações de caráter estrutural ou conjuntural combinam-se para impulsioná-los e podem ser agravados por questões de ordem política, econômica ou grandes catástrofes naturais.• Os povos europeus são os que mais emigraram para outros países.• Argentina, Uruguai, Brasil, Canadá, Austrália são considerados como grandes países de imigração.• Os Estados Unidos são o maior país de imigração.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  31. 31. TIPOS DE MOVIMENTOS MIGRATÓRIOSa. Migrações definitivas: o migrante permanece para sempre nolocal de destino.b. Migrações temporárias: período indefinido, mas com retornoao local de origem. Dividem-se em:a) diárias (pendular);b) Lazer (turismo);c) Sazonais (transumância);d) nomadismo;c) Tempo indeterminado. Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  32. 32. CLASSIFICAÇÃO DAS MIGRAÇÕESa) Migrações Internas (dentro do país):• Êxodo Rural (campo-cidade)• Pendular (diária)• Transumância (sazonal)• Migração rural-rural• Migração urbana-urbana• Migração urbana-rural• Migração inter-regional• Migração intra-regional Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  33. 33. CLASSIFICAÇÃO DAS MIGRAÇÕES b) Migrações Externas (internacionais):• Espontâneas (vontade do migrante);• Forçadas (contra a vontade do migrante).• Observação: saída do país (emigração) entrada no país (imigração) Fonte: Google Imagens 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  34. 34. CAUSAS DAS MIGRAÇÕES• Política (desterritorialização);• Religiosa (peregrinação);• Conflitos étnico-raciais;• Naturais (fenômenos naturais);• Econômicos (fatores estruturais ou conjunturais) Fonte: Google Imagens 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  35. 35. CONSEQUÊNCIAS DAS MIGRAÇÕES • Contribui com o processo de ocupação; • Contribui com o processo de miscigenação e difusão cultural; • Contribui com o desenvolvimento, quando for de mão-de-obra qualificada (fuga de cérebro); • Concorrência com a mão-de-obra local, gera o xenofobismo; • Solução para problemas estruturais para o país de emigração.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  36. 36. ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) IDH = escolaridade + renda + expectativa de vida2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  37. 37. PRINCIPAIS CORRENTES MIGRATÓRIAS Séculos XVI a XX Fonte: Google Imagens2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  38. 38. CORRENTES MIGRATÓRIAS APÓS A SEGUNDA GUERRA MUNDIALA partir do final da Segunda Guerra MundiaL, a EUROPAinicia um processo de reconstrução que permite aabsorção de seus próprios excedentes demográficos. Isso reduziu os movimentos emigratórios para outros países e acelerou os movimentos dentro do próprio continente, atraindo populações vindas do Leste Europeu (pós queda do Muro de Berlim) de ex-colônias ou das “periferias” européias e Fonte: Google Imagens de países do Terceiro Mundo em geral. 2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  39. 39. AS GRANDES MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS 1991 A 20002º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO
  40. 40. REFERÊNCIASBRASIL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Resultados do SensoDemográfico 2010. Disponível em: <http://www.censo2010.ibge.gov.br/resultados>Acesso em 11 fev. 2013.DAMIANI, Amélia Luíza. População e Geografia. In: População e Geografia. 9. ed.São Paulo: Contexto, 2006.MORAES, Paulo Roberto. Geografia Geral e do Brasil. v. único. São Paulo: Harbra. 4. ed.2011.TAMDJIAM, James Onnig & MENDES, Ivan Lazzari. Geografia – Estudos paraCompreensão do Espaço. v. único, São Paulo:FTD, 2011.TERRA, Lygia; GUIMARÃES, Raul Borges; ARAUJO, Regina. Conexões - Estudos deGeografia Geral e do Brasil: Formação Territorial e Impactos Ambientais. v. 2, São Paulo:Moderna, 2010.2º ANO/Ensino Médio/GEOGRAFIA Prof: Maj Art ANDERSON ALVES PINTO

×