Plano de Mídia da peça "12 Homens e uma Sentença" - Mídia | G2

850 visualizações

Publicada em

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
850
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de Mídia da peça "12 Homens e uma Sentença" - Mídia | G2

  1. 1. 12 HOMENS e uma SentençaPlano de mídia
  2. 2. introdução
  3. 3. Proposta e Objetivo: Elaborar uma estratégia de mídia para divulgação da peça Doze Homens e Uma Sentença com custo mínimo e máximo resultado (lotação do teatro Maison de France durante toda a curta temporada – 4 semanas) introdução PROPOSTA E OBJETIVO
  4. 4. Peça renomada Vencedora do prêmio “Peça do Ano” de 2010 Dificuldade para conseguir se estabelecer numa casa de espetáculo carioca. Principal problema: comportamento do público carioca em relação ao teatro e ao tipo de peça. JUSTIFICATIVA introdução
  5. 5. MERCADO Peça com alto potencial para sucesso Mercado de teatro carioca está num nível inferior ao demais como São Paulo Ainda há muito a ser desenvolvido Público carioca com muito potencial e interesse Baixa frequência de ida ao teatro Pouco costume em relação a essa atividade cultural RIO DE JANEIRO: Hábito de ir ao teatro em nível baixo Pouca variedade de teatros e peças pela cidade Muitas peças de comédia e poucas peças mais reflexivas Alta dependência de críticas de jornais e revistas Dependência de crítica maior do público com mais afinidade e perfil para o teatro cenário introdução
  6. 6. introdução CARACTERISTICAS GERAIS - Alto e médio poder aquisitivo (Classes AB), faixa de jovens a idosos (18 a 75 anos). PERFIL DIFERENCIAL – Pessoas bem informadas, antenadas, engajadas academicamente e/ou intelectualizadas (ou seja, gosto por ler, adquirir conhecimento, argumentar e refletir), com gosto por criatividade, inovação e cultura. Importância de gerar buzz - público jovem como um forte catalisador e ponto de partida para espalhar a informação.obs: público-alvo
  7. 7. estratégia
  8. 8. estratégia ELABORAMOS Ações para agregar valor ao conteúdo da peça e gerar boca a boca Ações promocionais voltadas para a arrecadação de recursos financeiros > aumento na sofisticação e melhoria na execução das ações de divulgação nos meios. SELECIONAMOS Meios renomados em função das críticas e da credibilidade, para gerar interesse; Meios caracterizados pela alta circulação de pessoas e de informações para gerar buzz. O QUE PENSAMOS? Utilizar meios e realizar ações para despertar curiosidade e chamar a atenção para o protagonista da peça, o texto.
  9. 9. táticas
  10. 10. AÇÕES PROMOCIONAIS PROPAGANDA MARKETING DIRETO Product Placement Ação “Não aponte, converse” em dois dias Visual Merchandising - Papel Craft Parceria com Centro Acadêmico de Direito da PUC-Rio Radio | Jornal | Web: Redes Sociais | Mobiliário Urbano | Flyers | Propaganda | Vídeo da Ação | Merchandising no Teatro Loja parceira: Produtos personalizados Ponto de venda: Teatro Maison de France Convites para 6 jornalistas e críticos (3 para cada) - Veículos: Veja e O Globo TÁTICAS
  11. 11. AÇÕES PROMOCIONAIS
  12. 12. AÇÕES PROMOCIONAIS Oportunidade dentro do roteiro original da peça em dois momentos Inserção sutil e proveitosa do nome da marca Auxílio de cobertura custos de outras ações Orçamento: 80 mil reais pelo placement durante toda a temporada Outras marcas possíveis: Cepacol, Benalet, Vick, Halls, Mentos. PRODUCT PLACEMENT
  13. 13. AÇÕES PROMOCIONAIS Sessão de discussão após a peça Mesa de debate com um promotor de justiça e uma psicóloga Duração: Dois primeiros dias de estréia - 15 minutos após a peça. Investimento: 8 ingressos (2 para cada um dos convidados por cada dia de debate) Mesmo local e sala da peça Prioridade para quem assistiu a peça no dia, ou seja, comprem o ingresso e não percam. Caso não consigam, aguardem a divulgação do vídeo da sessão de discussão, mas não deixem de assistir à peça. AÇÃO “NÃO APONTE, CONVERSE”
  14. 14. AÇÕES PROMOCIONAIS Oportunidade de troca com uma marca com público-alvo igual ao nosso Público Papel Craft: seleto, sofisticado, perfil e personalidade iguais aos do público da peça, aprecia diferenciação e criatividade. Abriremos um espaço oportuno para a marca > Receberemos ações que agregarão valor à experiência da peça VIDUAL MERCHANDISING Custo zero + Nome da Papel Craft como apoio Outras marcas possíveis: Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, Livraria Galileu. Distribuição gratuita de cadernos e canetas personalizados durante os dois dias de estreia e sessão de discussão Obs.: Esses produtos também serão vendidos posteriormente nas lojas Papel Craft Stand da Papel Craft no espaço do teatro Maison de France Distribuição de Flyers da peça em todas as lojas Papel Craft 1 2 3
  15. 15. AÇÕES PROMOCIONAIS Peça com conteúdo de interesse para advogados, estudantes e professores de Direito. CAEL faria a ponte para a divulgação para esse público no Facebook. Disseminação em pequena (dentro da PUC) e grande escala (publicações em outros grupos e páginas). Início: Teaser e divulgação da peça com enfoque na roda de discussão Depois da estreia: Divulgação da peça e dos vídeos da roda de discussão. Distribuição de Flyers da peça no Campus da Gávea Investimento: 5 ingressos (um para cada membro do CA) PARCERIA COM CENTRO ACADÊMICO DE DIREITO DA PUC-RIO
  16. 16. MARKETING DIRETO
  17. 17. Estreia e sessão de discussão: dia 10 Convites para jornalistas e críticos da Revista Veja e Jornal O Globo Estimular produção de conteúdo e críticas Investimento: 6 ingressos (3 para cada um dos veículos) JABÁ MARKETING DIRETO
  18. 18. PROPAGANDA
  19. 19. Meio prestador de serviços, interativo, seletivo, com baixo custo absoluto, linguagem regional, cobertura local e importante meio de apoio. Cobertura local, qualificação, agilidade, segmentação, credibilidade, importante apoio para campanhas promocionais e eventos, referência de consulta para teatro. Alto segmentação, baixo custo, alta capacidade de “viralização”, de geração do efeito “boca a boca”, alta interatividade, alto nível de uso pelos jovens. Locais de grande fluxo de pessoas, grande impacto visual, cobertura localizada, baixa seletividade, recomendável para atingir objetivos de presença horizontal, permanência, faz parte da paisagem. Segmentação dependente do local de panfletagem, baixo custo, geração de efeito “boca a boca”, baixa interatividade, alto nível de informação. meios ESCOLHIDOS NEWS
  20. 20. PROPAGANDA RÁDIO JB FM Perfil do nosso público Proposta de entretenimento & informação Alta afinidade com atividades culturais Realização de promoção de 24 ingressos (3 dias por semana - terça, quinta e sábado -, 2 ingressos por dia) Custo zero: “troca de favores”
  21. 21. NEWS PROPAGANDA JORNAL O GLOBO Proposta de informação e crítica cultural Perfil de leitor condizente com nosso público-alvo Um dos jornais mais influentes do país e do RJ Alta credibilidade na sessões de informações e críticas culturais Veiculação no suplemento Revista Rio Show 2° Caderno aos sábados e domingos Uma semana antes: Anúncio maior (15 cm x 2 colunas) com divulgação também da sessão de discussão. Durante toda a temporada - 4 semanas: Anúncio menor (7,5 cm x 2 colunas) Orçamento total: 48.900 reais (com desconto)
  22. 22. PROPAGANDA WEB | REDES SOCIAIS Ênfase nos jovens: catalisadores do buzz Divulgação nas páginas do CAEL e na página da própria peça Teaser e roda de discussão: maior foco nas semanas anteriores Aproveitamento de grupos e páginas no Facebook de outros Centros Acadêmicos de Direito e de temáticas de interesse como Artes Cênicas. Investimento: 5 ingressos para os membros do CAEL (300 reais)
  23. 23. PROPAGANDA MOBILIÁRIO URBANO Anúncios em Busdoors. Estratégia da localização: despertar curiosidade e interesse. Prioridade: Zona Sul e Centro do Rio. Linhas de ônibus selecionadas: 570, 435, 583, 410 e 178. 50 adesivos no total, sendo 10 para cada linha Contrato de um mês, começando na semana da estréia. Orçamento: 15.000 reais (com desconto).
  24. 24. PROPAGANDA FLYERS Estratégia da localização: despertar curiosidade e interesse. Papel Couche 150g - Frente e verso 50.000 unidades Nas bancadas das lojas Papel Craft: Ipanema, Shopping Leblon, Rio Sul, Fashion Mall, Barra Shopping e Centro No Campus da Gávea da PUC-Rio Orçamento: 645 reais (sem desconto)
  25. 25. PROPAGANDA PRODUÇÃO DO TEASER Roteiro simples Ação inovadora - nunca feita no ramo de teatro. Suporte ao lançamento tanto dessa quanto de futuras temporadas Peça duradoura Possibilidade de alta repercussão na mídia Potencial de viralização nas redes sociais Orçamento: 10 mil (com desconto)
  26. 26. PROPAGANDA PRODUÇÃO DO VÍDEO DA AÇÃO Contrato com outra produtora, mais simples Vídeo produzido a partir da gravação dos dois dias da roda de discussão Mais uma ação diferenciada. Suporte ao lançamento tanto dessa quanto de futuras temporadas Peça duradoura Possibilidade de alta repercussão na mídia Potencial de viralização nas redes sociais Orçamento: 2.600 reais
  27. 27. PROPAGANDA LOJA PARCEIRA: PRODUTOS PERSONALIZADOS Venda dos cadernos e canetas personali- zados da peça nas lojas Papel Craft Início da venda na semana após a estreia Distribuição gratuita nos dois primeiros dias de estreia Custo zero de produção
  28. 28. orçamento
  29. 29. orçamento INVESTIMENTO Custo zero: Ação Papel Craft “Troca de favores”: Rádio JB fm, Parceria com o Centro Acadêmico, Marketing Direto com jornalistas e críticos da Veja e do O Globo Investimento em ingressos: 43 (24 da rádio + 5 do CAEL + 6 do jabá + 8 mkt direto) x 60 = 2.580,00
  30. 30. orçamento BALANÇO Jornal O Globo: Preço cm x col do suplemento: De seg a sáb 462 reais e domingo 624 reais) Anúncio maior na semana antes da estreia (15 cm x 2 colunas) 9.360,00 com desconto no domingo 6.930,00 com desconto no sábado Anúncio menor durante a temporada (7,5 cm x 2 colunas) Por sábado 3.465,00 com desconto x 4 semanas = 13.860,00 Por domingo com desconto 4.687,50 x 4 semanas = 18.750,00 Mobiliário Urbano - 300 x 50 adesivos (10 por linha) = 15.000,00 reais Vídeo da Ação - Produtora simples: 2.600,00 reais Flyers - 50.000,00 = 645,00 reais Teaser: 10.000,00 reais Custo em Ingressos: 2.580,00 reais SOMA GERAL: 79.725,00 SOBRA (tirando ganho com product placement): 275,00
  31. 31. cronograma
  32. 32. Product Placement: Durante toda a temporada - 10/7 ao 13/7; 17/7 ao 20/7; 24/7 ao 27/7; 31/7 ao 03/8 Mobiliário Urbano: duração de um mês, inicia na semana da estreia - de 06/7 até 03/8 Divulgação da Roda de discussão Ação: Uma semana antes da estreia - de 29/6 até 9/7 Divulgação da Roda de discussão Vídeo: 16/7 até 03/08 cronograma Produção teaser: 08/6 até 21/6 Divulgação Teaser: inicia duas semanas antes da estreia - 22/6 até 03/8 Flyers: inicia uma semana antes da estreia - 29/6 até 30/7 Jornal O Globo: inicia um final de semana antes - 05/7 até 03/08 Anúncio maior - nos dias 05/7 e 06/7 Anúncio menor - nos dias 12/7 e 13/7; 19/7 e 20/7; 26/7 e 27/7; 02/8 e 03/8 Divulgação no Facebook CAEL: inicio uma semana antes da estreia - 30/7 até 09/7 Promoção na Rádio JB fm: todas as terças, quintas e sábados durante toda a temporada, começando na semana da estreia - 08/7 até 02/8 Fomentação no Facebook: contínua, deve estar sempre presente.
  33. 33. SUgESTÃO
  34. 34. IDENTIDADE VISUAL A PEÇA Pontos Positivos: Cor e tipografia: passam sobriedade Conceito visual do título: jogo com a interrogação Fotos de divulgação Ilustração (conceito) Pontos Negativos: Hierarquização das informações (atenção espalhada) Delimitação das informações (peso imagético) Ilustração (pesquisa) SUgESTÃO
  35. 35. pablo siqueira bianca lopes
  36. 36. fim

×