No âmbito da disciplina de Filosofia foi-nos dadoum tema a abordar: ‘A arte’. Dentro do temaescolhemos uma obra/pintura de...
O lado Descritivo O lado Contextual O lado InterpretativoDiz respeito àinformação doautor e museu, aomaterial e ásinformaç...
‘Guernica’ é uma das maiores e maisfamosas obras da história da arte e amaior obra-prima do museu, sendotambém um quadro q...
Picasso deu como nome ao seu quadro, Guernica,com um significado. Como foi dito anteriormente, aobra foi pintada em função...
O Centro Nacional de Arte Rainha Sofia éum dos mais importantes museus de artemoderna espanhola. Foi inauguradooficialment...
É um quadro pintado apreto e branco. Estascores neutras mostram osofrimento, a morte e oluto.Picasso pintou o quadrocom in...
1º ESBOÇO DE GUERNICASEXTO ESTUDO DE COMPOSIÇÃO DE GUERNICA
Este quadro faz referência a vários símbolos como osofrimento, a morte, o touro (representa a brutalidade) opânico , o cav...
‘O PODER/BRUTALIDADE’‘VÍTIMASINOCENTESDA GUERRA’‘A DORDOPOVO’‘A DORFÍSICA’‘OLHO DEDEUS’‘RESISTÊNCIA’‘ESPERANÇA, JUSTIÇA EV...
Surgiu no século XX, e foi o próprio Picasso quem oinventou, o Cubismo retratava as formas da naturezapor meio de figuras ...
Quando se pensa num artista aberto ao impactoda realidade, a todas as suas alegrias, mastambém á sua violência, é impossív...
Homem político, militante activo de vários movimentosprogressistas, combateu ferozmente o fascismofranquista, o nazismo e ...
Picasso estava em Paris quando foi informadoda destruição de Guernica, em 28 de Abril de1937. Ao tomar conhecimentos dos p...
"Você fez isso?", Perguntou ooficial."Não. Você fez.”respondeu Picasso.
Picasso com esta obra conseguiu umesmagador impacto como retrato-denúncia dos horrores daguerra, retratando como nunca ant...
Picasso não vivenciou a guerra, não a viu com ospróprios olhos, mas ao saber o que tinha acontecidoem Guernica ele sentiu-...
Foi-nos fornecido um pequeno livro do CentroNacional de Arte Rainha Sofia, e de todos os quadrosque vimos, apenas este nos...
acreditamos que Guernica mudou a visão de muitagente, mudou de tal maneira que a forma como era vistoantigamente já não é ...
Todos os aspectos formais do quadroprovocou-nos, também, uma sensação deprazer e ao mesmo tempo de dor e revolta. Taissens...
Com este trabalho de pesquisa conseguimosaprofundar a nossa cultura bem como os nossosvalor, conseguimos também , com a em...
TRABALHO REALIZADO POR:Nicole FernandesMiguel PereiraFrancisco Pereira
"A Arte" - Filosofia: "Guernica"
"A Arte" - Filosofia: "Guernica"
"A Arte" - Filosofia: "Guernica"
"A Arte" - Filosofia: "Guernica"
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

"A Arte" - Filosofia: "Guernica"

3.141 visualizações

Publicada em

filosofia 10ºano
tema: a arte
quadro analisado: Gernica de Pablo Picasso

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

"A Arte" - Filosofia: "Guernica"

  1. 1. No âmbito da disciplina de Filosofia foi-nos dadoum tema a abordar: ‘A arte’. Dentro do temaescolhemos uma obra/pintura de ummuseu, escolhido pela professora.Este trabalho tem como objectivo aprofundar aarte, mostrar que um simples quadro não éapenas uma ‘tela com tintas’. Nesta apresentaçãoiremos aprofundar um quadro do museu NacionalCentro de Arte Rainha Sofia, em Madrid, assinadopor Pablo Picasso com o nome de ‘Guernica’.
  2. 2. O lado Descritivo O lado Contextual O lado InterpretativoDiz respeito àinformação doautor e museu, aomaterial e ásinformaçõesartísticas e àintencionalidadedo pintor.Diz respeito áhistória do quadroe mostra aevolução dostempos(comparação) .Diz respeito ao‘pensar’ do autor edaremos a nossaprópriaopinião/apreciaçãoem relação á obra.
  3. 3. ‘Guernica’ é uma das maiores e maisfamosas obras da história da arte e amaior obra-prima do museu, sendotambém um quadro que tem por de trásuma grande história:Em 1937, a aviação de Hitler, aliada doexercito fascista de Franco, bombardeouGuernica, pequena cidade no PaísBasco, deixando um rasto de destruição emorte. Revoltado, Picasso pintou umimensa tela ( 3,5m x 7,82m) a preto ebranco que retrata, de modo trágico, todo ohorror das pessoas mutiladas pela guerra.
  4. 4. Picasso deu como nome ao seu quadro, Guernica,com um significado. Como foi dito anteriormente, aobra foi pintada em função da guerra civil de 1937 queocorreu na cidade basca de Guernica e o autor quismostrar o horror sentido nessa cidade, então em suahomenagem o obra ficou com o seu nome.
  5. 5. O Centro Nacional de Arte Rainha Sofia éum dos mais importantes museus de artemoderna espanhola. Foi inauguradooficialmente a 10 de Setembro de 1992 e, oseu nome presta homenagem à RainhaSofia, rainha consorte de Espanha.O quadro pode serencontrado na sala206
  6. 6. É um quadro pintado apreto e branco. Estascores neutras mostram osofrimento, a morte e oluto.Picasso pintou o quadrocom inúmeras formasgeométricas, e apostouno simbolismo, fezreferência a váriossentimentos através deformas, animais eobjectos.O autor pinta para o ladoesquerdo, para ondetodos se dirigem, comose fosse uma saída paraa cidade.
  7. 7. 1º ESBOÇO DE GUERNICASEXTO ESTUDO DE COMPOSIÇÃO DE GUERNICA
  8. 8. Este quadro faz referência a vários símbolos como osofrimento, a morte, o touro (representa a brutalidade) opânico , o cavalo (representa o povo) e a dor. Picasso aopintar quis mostrar o horror sentido naquela situação, abrutalidade da guerra e quis evidenciar a desumanidade.O pintor inspirou-se nos seus sentimentos epensamentos.
  9. 9. ‘O PODER/BRUTALIDADE’‘VÍTIMASINOCENTESDA GUERRA’‘A DORDOPOVO’‘A DORFÍSICA’‘OLHO DEDEUS’‘RESISTÊNCIA’‘ESPERANÇA, JUSTIÇA EVINGANÇA’
  10. 10. Surgiu no século XX, e foi o próprio Picasso quem oinventou, o Cubismo retratava as formas da naturezapor meio de figuras geométricas, representando todasas partes de um objecto no mesmo plano. Arepresentação do mundo nas pinturas cubistas nãotinham semelhanças evidentes com o real, tal estilofoi bem visível nesta obra.
  11. 11. Quando se pensa num artista aberto ao impactoda realidade, a todas as suas alegrias, mastambém á sua violência, é impossível deixar derelembrar Pablo Picasso, o famoso artistaandaluz, revolucionário perante a vida e a arte.Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de losRemedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso
  12. 12. Homem político, militante activo de vários movimentosprogressistas, combateu ferozmente o fascismofranquista, o nazismo e a injustiça social, e filiou-se noPartido Comunista Francês (isso justifica a sua revolta ao sabero bombardeamento por parte dos nazi-fascistas)Na arte, o seu génio criativo manteve-se sempre abertoà evolução dos factos, sendo sempre verdadeiro esincero em relação aos acontecimentos.A sua pintura modifica-se continuamente, desde asfases iniciais figurativas e românticas passando pelarevolução do Cubismo e a introdução da colagem, atéretomar o figurativo e efectuar o contacto com oSurrealismo.
  13. 13. Picasso estava em Paris quando foi informadoda destruição de Guernica, em 28 de Abril de1937. Ao tomar conhecimentos dos pormenoresbrutais da guerra, indignado, cria, com fúria eemoção, a obra que é considerada um doismaiores símbolos contra a violência.
  14. 14. "Você fez isso?", Perguntou ooficial."Não. Você fez.”respondeu Picasso.
  15. 15. Picasso com esta obra conseguiu umesmagador impacto como retrato-denúncia dos horrores daguerra, retratando como nunca antes.Actualmente o quadro já não provoca tantoespanto por parte das pessoas não vivemosem guerra constante. Naquela época aspessoas viviam atormentadas só de pensarna guerra, então aquele quadro veio mostrara barbaridade do que era a realidade deles.É um dos quadros que melhortransmite todo o desesperoadvindo da guerra fazendo plenajustiça à expressão "uma imagemvale por mil palavras".
  16. 16. Picasso não vivenciou a guerra, não a viu com ospróprios olhos, mas ao saber o que tinha acontecidoem Guernica ele sentiu-se revoltado e inconformadocom a situação, exprimindo a sua revolta numa telapar mostrar a sociedade os horrores da guerra.Em 1937 , quando Pablo Picasso apresentouo quadro ao ‘mundo’, foi um choque eprovocou sentimentos de tristeza e espanto.Foi um quadro assombroso não só pelas suasdimensões, visivelmente exageradas, bemcomo o acontecimento retratado. Desta telaconseguiram retirar as crueldades dobombardeamento.
  17. 17. Foi-nos fornecido um pequeno livro do CentroNacional de Arte Rainha Sofia, e de todos os quadrosque vimos, apenas este nos suscitou uma sensação deprazer, com base no desinteresse, apenas nos focamosnas emoções por ele provocadas.Escolhemos, também, este quadro por ser um quadrofamoso e já falado nas nossas aulas. Pensamos ser umquadro com bastante interesse cultural e social. Comesta obra de arte conseguimos tirar dela sensações deemoção, dor, raiva, revolta, crueldade e ao mesmo tempointeresse pela verdade no quadro pintada.
  18. 18. acreditamos que Guernica mudou a visão de muitagente, mudou de tal maneira que a forma como era vistoantigamente já não é visto da mesma formaactualmente.Guernica foi visto como um quadro chocante pela suaverdade nua e crua, mas tais representações são hojevistas como uma história, uma história real do queaconteceu em 1937.Na nossa visão este quadro é considerado umatremenda obra de arte, pois suscitou-nos um sentimentode prazer misturado com a emoção. Sem taissentimentos acreditamos que não seria uma obra dearte tão conhecida.
  19. 19. Todos os aspectos formais do quadroprovocou-nos, também, uma sensação deprazer e ao mesmo tempo de dor e revolta. Taissensações foram possíveis devido a nossasensibilidade, ao ponto de abandonar-mos osprincípios rígidos e criar uma interpretaçãopessoal e crítica.Conseguimos mudar anossa visão em relação aomundo e compreender asintenções de Picasso aopintar Guernica.
  20. 20. Com este trabalho de pesquisa conseguimosaprofundar a nossa cultura bem como os nossosvalor, conseguimos também , com a emoção, entrarna história e vive-la como foi vivida por Pablo Picasso.Neste trabalho ficamos com uma melhor percepçãodas diferenças das épocas, e , assim, permitiu-nosmelhorar-nos a nossa cultura e valores sociais eindividuais.
  21. 21. TRABALHO REALIZADO POR:Nicole FernandesMiguel PereiraFrancisco Pereira

×