O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

O USO DO PODCAST NO PROCESSO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
O Podcast no Ensino Básico
O Podcast no Ensino Básico
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 30 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (18)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a O USO DO PODCAST NO PROCESSO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO-APRENDIZAGEM (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

O USO DO PODCAST NO PROCESSO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO-APRENDIZAGEM

  1. 1. Congregação de Santa Dorotéia do Brasil Faculdade Frassinetti do Recife Programa de Pós-Graduação Especialização em Informática em Educação O USO DO PODCAST COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA NO PROCESSO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO-APRENDIZAGEM Aluna: Echirley Sâmia Dantas Bezerra Dutra Orientadora: Profª. Ms. Diana Maria Farias Pessoa
  2. 2. Tópicos abordados
  3. 3. 1. Introdução <ul><li>Justificativa </li></ul><ul><li>Investigar a mídia digital podcasting e analisar seu potencial pedagógico, para poder utilizar com educadores e educandos no Ambiente de Informática onde atuo como coordenadora e professora. </li></ul>
  4. 4. 1. Introdução <ul><li>Relevância </li></ul><ul><li>Motivar educadores sobre a necessidade de utilizar o podcasting como ferramenta pedagógica por meio de uma metodologia interdisciplinar de forma que promova situações de aprendizagem para os educandos. </li></ul>
  5. 5. 1. Introdução <ul><li>Problemática </li></ul><ul><ul><li>Como o podcast pode contribuir para a disseminação do conhecimento no processo de ensino-aprendizagem por meio de uma metodologia interdisciplinar? </li></ul></ul>
  6. 6. 1. Introdução <ul><ul><li>Objetivo Geral </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Analisar as potencialidades da utilização do podcast no processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem, equacionando seus pontos fortes e pontos fracos. </li></ul></ul></ul>
  7. 7. 1. Introdução <ul><ul><li>Objetivos Específicos: </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificar as possibilidades da utilização do podcast no processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem. </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar se a utilização do podcast potencializa o processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem. </li></ul></ul><ul><ul><li>Distinguir os pontos fortes e os pontos fracos da utilização do podcast no processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem. </li></ul></ul>
  8. 8. 2. Referencial Teórico <ul><li>ALMEIDA (2005) Educação e informática: os computadores na escola; </li></ul><ul><li>BOTTENTUIT et al. (2007) Podcast : uma revisão dos estudos realizados no Brasil e em Portugal; </li></ul><ul><li>BETTEGA (2004) A educação continuada na era digital ; </li></ul><ul><li>BELLONI (2001) O que é mídia-educação; </li></ul>
  9. 9. 2. Referencial Teórico <ul><li>CARVALHO (2010) Podcasts no ensino: contributos para uma taxonomia; </li></ul><ul><li>KACHAR (2003) “Terceira idade & informática: aprender revelando potencialidades”; </li></ul><ul><li>KENSKI (2007) “Novas tecnologias o redimensionamento do espaço e do tempo e os impactos no trabalho docente”; </li></ul><ul><li>MOURA (2006 ) Podcast: uma ferramenta para usar dentro e fora da sala de aula. </li></ul>
  10. 10. 2. Referencial Teórico <ul><li>MORAN et al. (2003) “Novas tecnologias e mediação pedagógica”. </li></ul><ul><li>OLIVEIRA et al. (2001) Ambientes informatizados de aprendizagem: produção e avaliação de software educativo. </li></ul><ul><li>PADILHA et al. (2009) Tecnologias da Informação e Comunicação: mídias e modelos de ensino; </li></ul>
  11. 11. 2. Referencial Teórico <ul><li>PRIMO (2005) Para além da emissão sonora: as interacções no podcasting; </li></ul><ul><li>POCHO (2009) Tecnologia Educacional: descubra suas possibilidades na sala de aula;   </li></ul><ul><li>TARJA (2008) Informática na Educação: novas ferramentas pedagógicas para o professor da atualidade; </li></ul><ul><li>WIKIPÉDIA (2010) E nciclopédia virtual . </li></ul>
  12. 12. 3. Metodologia <ul><li>A metodologia adotada: exploratória, mediante uma abordagem qualitativa. </li></ul><ul><li>O tipo de pesquisa: bibliográfica, baseando-se tanto em meios físicos quanto em meios virtuais. </li></ul>
  13. 13. 3. Metodologia <ul><li>O Podcasting constitui-se numa mídia digital gratuita para divulgação de áudio, vídeo e/ou fotos na web , sendo utilizada em vários campos e na educação tendo um grande potencial quando usada como ferramenta pedagógica, pois enriquece o ambiente informatizado, auxilia o educador na distribuição de aulas, resumo de aulas, entrevistas, comentários, etc., e contribui para a construção do conhecimento do educando, em vários níveis e modalidades no processo de ensino-aprendizagem . </li></ul>
  14. 14. 3. Metodologia <ul><li>I. Critérios para produção de projetos com podcast : </li></ul><ul><ul><li>confecção do tema do podcast ; </li></ul></ul><ul><ul><li>gravação e edição do áudio do podcast; </li></ul></ul><ul><ul><li>como ouvir podcast. </li></ul></ul>
  15. 15. 3. Metodologia <ul><li>II. Recomendações para elaboração de projetos com podcasts : </li></ul><ul><ul><li>Recomendações gerais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomendações para a introdução; </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomendações para o conteúdo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomendações para a conclusão; </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomendações para o trabalho em grupo. </li></ul></ul>
  16. 16. 4. Análise e interpretação dos dados <ul><li>Projeto dos podcasts analisados: </li></ul>
  17. 17. 4. Análise e interpretação dos dados <ul><li>Site do canal: “Podcast Caras Pintadas”: </li></ul>
  18. 18. 4. Análise e interpretação dos dados <ul><li>I. Critérios para análise dos aspectos dos podcast do projeto: “Podcasts Caras Pintadas” : </li></ul><ul><li>Identificação (Tipo da instituição e nível de ensino, título do projeto, título do podcast, blog, site, conteúdo, objetivo e participantes); </li></ul><ul><li>Motivação ; </li></ul><ul><li>Colaboração e cooperação; </li></ul>
  19. 19. 4. Análise e interpretação dos dados <ul><li>Flexibilidade; </li></ul><ul><li>Interatividad e (Tipos de interação: quem interage com quem). </li></ul><ul><li>Usabilidade (Facilidade de aprendizagem, Flexibilidade, Robustez); </li></ul><ul><li>Ambientes Informatizado de Aprendizagem (AIA); </li></ul><ul><li>Laços interdisciplinares. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>II. Critérios para análise das características gerais dos podcast do projeto: “Podcast Caras Pintadas”: </li></ul><ul><ul><li>Formatação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dimensões (tipo, formato, duração, autor, estilo e finalidade); </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Possibilidades Pedagógicas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Potencialidades Pedagógicas. </li></ul></ul>4. Análise e interpretação dos dados
  21. 21. 5. Considerações finais <ul><ul><li>Pontos fortes: </li></ul></ul><ul><ul><li>Prático: Na medida em que o educando pode estar a ouvir a matéria no seu ipod ou mp3/mp4, quando realiza outras tarefas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Funciona: Se o educando faltar à aula, o educador disponibiliza essa aula em podcast na web . </li></ul></ul><ul><ul><li>Dinâmico: É uma forma diferente de disponibilizar a matéria da aula. </li></ul></ul>
  22. 22. 5. Considerações finais <ul><ul><li>Flexibilidade: na questão do tempo e espaço, na maneira em que incentiva a diversificação da atividade de estudo respeitando os diversos ritmos de aprendizagem. </li></ul></ul><ul><ul><li>Motivação: falar e ouvir constitui numa atividade de aprendizagem muito mais significativa do que o simples ato de ler. </li></ul></ul>
  23. 23. 5. Considerações finais <ul><ul><li>Cooperação e colaboração: p ode ser resultado de uma produção coletiva por meio de projetos interdisciplinares, ou seja com produção, interação e troca de informações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Metodologia: pode ser utilizado de forma isolado, por enfoque disciplinar ou por meio da intrução inter, mult e transdisciplinar baseadado em projetos. </li></ul></ul>
  24. 24. <ul><ul><li>Pontos fracos: </li></ul></ul><ul><ul><li>falta de recursos técnicos avançados de som, bem como espaço adequado para gravação; </li></ul></ul><ul><ul><li>difícil acesso a quem não possui os recursos necessários; </li></ul></ul><ul><ul><li>dificuldade para quem não possui conhecimentos informáticos; </li></ul></ul>5. Considerações finais
  25. 25. <ul><ul><li>dificuldade de gestão da tecnologia envolvendo as NTICs por parte da instituição; </li></ul></ul><ul><ul><li>possível impacto inicial negativo na produtividade do docente; </li></ul></ul><ul><ul><li>não proporciona uma relação humana educador/educando típica de uma sala de aula; </li></ul></ul>5. Considerações finais
  26. 26. <ul><ul><li>dificulta a auto-motivação; </li></ul></ul><ul><ul><li>exigi alguns conhecimentos tecnológicos (informática e multimídia); </li></ul></ul><ul><ul><li>necessidade de formação dos educadores e educandos em NTIC. </li></ul></ul>5. Considerações finais
  27. 27. 5. Considerações Finais <ul><li>Resposta da problemática; </li></ul><ul><li>Como o podcast pode contribuir para a disseminação do conhecimento no processo de ensino-aprendizagem por meio de uma metodologia interdisciplinar? </li></ul><ul><li>Alcance do objetivo geral; </li></ul><ul><li>Analisar as potencialidades da utilização do podcast no processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem, equacionando seus pontos fortes e pontos fracos. </li></ul><ul><li>Alcance dos objetivos específicos. </li></ul><ul><li>Identificar as possibilidades da utilização do podcast no processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem. </li></ul><ul><li>Verificar se a utilização do podcast potencializa o processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem. </li></ul><ul><li>Distinguir os pontos fortes e os pontos fracos da utilização do podcast no processo interdisciplinar de ensino-aprendizagem. </li></ul>
  28. 28. 5. Considerações Finais <ul><li>Conclui-se que na medida em que a mídia digital podcasting é bem explorada através de uma metodologia interdisciplinar por educadores e educandos, torna-se “poderosa”, pois proporciona e alia informações, entretenimento, dinamismo, rapidez, interação, cooperação e colaboração, potencializando a aprendizagem no processo de ensino em ambientes pedagógicos informatizados, presencial e não presencial. </li></ul>
  29. 30. [email_address] [email_address] http://echirley.blogspot.com/ https://twitter.com/EchiRLeY

×