Projeto colonia de férias

557 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto colonia de férias

  1. 1. Projeto COLÔNIA DE FÉRIAS INTRODUÇÃO As férias estão aí e não existe época melhor para desenvolvimento de atividades recreativas em clubes, condomínios, parques, escolas e academias. Sabe-se da relevância do lazer no contexto atual e que há um crescente procura por espaços e opções que despertem no indivíduo o lúdico e a vivência dos conteúdos culturais. De fato, as atividades oferecidas em colônia de férias, levam à criança a oportunidade de socializar com outras crianças de mesma faixa etária, ao mesmo tempo em que desenvolve atividades de pura riqueza tanto para o intelecto quanto para o corpo, podendo desta forma externar e desenvolver as suas qualidades. O usufruto do tempo não depende unicamente do desejo pessoal, mas principalmente do poder aquisitivo. Muitas pessoas ocupam parte do seu tempo livre para outras atividades que lhe proporcionem um ganho extra. Uma colônia de férias hoje em dia tende a ser uma alternativa para pais, diante da dificuldade de muitos em dispor de tempo para acompanhar seus filhos durante o período de férias numa atividade de lazer. A busca pela transformação do tempo livre em ócio criativo, coincidindo trabalho, estudo e jogo é uma mudança de paradigma, caracterizada pela junção de novas fontes energéticas, principalmente para crianças. 1 - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Recreação é qualquer atividade, física ou mental, da qual depende ou não diretamente a nossa subsistência, que se pratica espontaneamente, do que nos advem prazer e satisfação física e ou psíquica. É através da recreação que melhor podemos analisar o comportamento do individuo, diagnosticar seus problemas e proporcionar sua cura. Também podemos despertar o interesse da criança pelo aprendizado A fidelidade da recreação é o desenvolvimento e aperfeiçoamento, na criança e no adolescente, de qualidades bio-físico-pscico-sociais, preparando-os para integrar a sociedade como indivíduos equilibrados e úteis. A criança em idade escolar utiliza cerca de 6 horas diárias em recreação. A criança tem um corpo e está no seu corpo e é um ser que construirá seu processo cultural pelo seu próprio corpo em movimento (Karen L. Currie). É preciso despertar na criança a paixão de conhecer e o prazer de descobrir o mundo, buscando sempre interligar a ética e o conhecimento teórico/prática necessário para viver. As atividades físicas têm como objetivo de transmitir à criança confiança em si mesma, compreensão para seu meio ambiente e disposição à comunicação. Isso só é possível quando a criança de expressão, sendo capaz de aplica-la. Em cada situação, a criança expõe seus conhecimentos a novas provas, aumentando suas tarefas, criando novos riscos e abrindo novos graus de dificuldade a controlar e avaliar conscientemente sua capacidade. Pode-se afirmar que as atividades corporais e desportivas contidas nos fins da Educação Física mobilizam diretamente a motricidade e indiretamente, a cognição e a afetividade da criança. A recreação e os jogos são bases fundamentais da educação infantil. A pedagogia moderna tem por objetivo fazer da vida escolar um jogo, de um nodo que lhe causem prazer, não os obrigando a exercer atividades para os quais não tenham demonstrado satisfação. No jogo da realização é imediata. Tem a vantagem de ser funcional, de ser compreendido e desejado pela criança. Não desejamos com isso que o jogo, tomado como aprendizagem, seja mera diversão; o que desejamos é que a criança aja afetivamente, impelia por seus interesses, suas aspirações e suas necessidades. O jogo, em qualquer aspecto educacional, possui inestimáveis valores que , bem orientados, desempenham função de grande importância, na formação PROJETO COLÔNIA DE FÉRIAS TEMA: Enquanto brinco eu Aprendo JUSTIFICATIVA O ambiente pedagógico, ou seja, a escola é um lugar de f ascinação e criativ idade, onde a inv enção da asas à imaginação. É primordial propiciar doses de entusiasmo para que o processo de aprendizagem aconteça em todos os sentidos.Precisamos reintroduzir
  2. 2. na escola o princípio de que todo conhecimento tem algo a v er com a experiência do prazer. Quando este está ausente, a aprendizagem v ira um processo meramente instrucional. Aprender é um processo criativ o que se dinamiza em cada projeto construído e desenv olv ido pela escola. Dentro desta perspectiv a acreditamos que a educação só consegue "bons resultados" quando se preocupa com gerar experiências de aprendizagens, que seduzem e encantam. As ativ idades of erecidas na colônia de f érias, lev am à criança a oportunidade de se socializar com crianças de dif erentes f aixas etária, ao mesmo tempo em que desenv olv e ativ idades de pura riqueza tanto para o intelecto quanto para o corpo, podendo desta f orma desenv olv er todas as suas potencialidades. Esta colônia tem como principal objetiv o promov er a integração das crianças de f orma prazerosa e educativ a. Atrav és da exploração de div ersas ativ idades lúdicas orientadas, incluindo músicas, of icina de sucata, origami, brincadeiras, jogos e outros. OBJETIVO GERAL Proporcionar as crianças que f reqüentarão a colônia de f érias, ativ idades prazerosas ludicamente v oltadas ao seu desenv olv imento integral e entretenimento, bem como suprir as necessidades da criança e de suas f amílias durante o período de recesso escolar. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Promov er a recreação atrav és de brinquedos, brincadeiras, jogos, passeios, v ídeos, músicas e arte;  Promov er a socialização;  Desenv olv er a linguagem oral e escrita;  Estimular a criativ idade e a imaginação;  Ampliar a coordenação motora ampla e f ina;  Incentiv ar o gosto pela música e canto. DESENVOLVIMENTO  Brincadeiras de roda;  Passeios;  Brincadeiras ao ar liv re;  Parque;  Música e interpretação;  História e interpretação;  Brincadeiras e registro;  Vídeos e registro;  Reescrita do nome;  Ativ idades com seu nome;  Parlendas;  Maquete;  Sucata;  Massa de modelar;  Jogos;  Formas geométricas;  Pintura. METODOLOGIA  Realização de brincadeiras de roda, a f im de promov er a socialização entre os educandos e educadores, registrando-as;  Promov er passeios pelo bairro e no Parque Warry World, possibilitando o contato com a natureza;  Desenv olv imento de brincadeiras no pátio explorando cantigas, jogos, brincadeiras liv res e o parque do C.E.I;  Escutar div ersas músicas e cantos, para após interpretá-las a partir de sucatas;  Utilização da música e dança como expressão corporal;  Contação de histórias, dramatizando-as atrav és de f antoches. Releitura das histórias por meio de pinturas com tinta guache, desenhos, colagem, etc;  Filmes div ersos com registro atrav és de colagem (serragem colorida) indiv idual e coletiv a.  Produção do auto retrato atrav és do desenho;  Conf ecção do bicho do nome com recorte e pintura;  Reescrita do nome para as crianças maiores e para os menores pesquisa com recorte e colagem;
  3. 3.  Utilização de parlendas, recitar e utilizar sucata para o desenv olv imento dos trabalhos;  Conf ecção de uma maquete a partir de massa de modelar, caixas e do material coletado no momento do passeio ao Parque Warry World;  Utilização de jogos div ersos como: bingo do nome, bingo do alf abeto, bingo dos números, boliche e etc, a f im de desenv olv er o raciocínio lógico e atenção;  Conf ecção de uma amarelinha no pátio contendo as f ormas geométricas, cada criança jogará o dado que possui as f ormas geométricas (circulo, quadrado, triângulo e retângulo), ao cair o dado a criança pulará a amarelinha até chegar a f orma geométrica corres pondente;  Utilização de cordas e bambôles para representar conjuntos no chão, por exemplo: a partir da história “Os três porquinhos” trabalhar o numeral 3. Representar quantidades de 1 à 5 nos conjuntos atrav és de brinquedos e realizar contagens;  Conf ecção de lembrancinhas para as crianças que participaram da colônia de f érias, com a f rase: “Estar com v ocê merece Bis”, e, um chocolate bis como presente.

×