História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]

10.296 visualizações

Publicada em

História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.557
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História do Brasil - Colônia - Revoltas coloniais [www.gondim.net]

  1. 1. HISTÓRIA DO BRASILBrasil colônia. Revoltas coloniais Prof. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net 1
  2. 2. ADMINISTRAÇÃO POMBALINA 1750 - 1777• Apogeu do colonialismo português no Brasil• Despotismo esclarecido• Modernização de Portugal• Tentativa de independência em relação à Inglaterra• Expulsão dos jesuítas do Brasil e de Portugal• Monopólio real sobre os diamantes• Extinção das capitanias hereditárias• Transferência da capital: Salvador >> Rio 2
  3. 3. REVOLTAS COLONIAIS• Sentimentos: – nativismo: os revoltosos não lutavam pela independência – nacionalismo: houve luta emancipacionista• A revoltas possuíam um caráter econômico e regional• Todas as revoltas coloniais fracassaram 3
  4. 4. REVOLTAS NATIVISTAS
  5. 5. ACLAMAÇÃO DE AMADOR BUENO (1641 – SP)• Durante a União Ibérica (1580-1640), os colonos brasileiros ampliaram o comércio com a América espanhola• Em 1640, a casa de Bragança restaura o trono português• Os paulistas temeram que Portugal proibisse o comércio com os espanhóis• O fazendeiro Amador Bueno da Ribeira (capitão-mor e ouvidor) foi aclamado rei, irmão 5 de bandeirantes, mas recusou o cargo
  6. 6. REVOLTA DE BECKMAN (1684 – MA)• Liderada pelos irmãos Manuel e Tomás Beckman• Conflito com a Companhia Geral do Maranhão• Divergência entre os colonos e jesuítas por causa da proibição de escravização do índio• Derrota dos revoltosos, mas a companhia encerrou as suas atividades• Manuel morreu, Tomás foi desterrado. 6
  7. 7. GUERRA DOS MASCATES (1710 – PE)• Guerra travada entre os ruralistas (senhores do engenho) de Olinda e os comerciantes (mascates) de Recife• Os comerciantes, predominantemente portugueses, desejavam a autonomia em relação à Olinda• Portugal interveio em favor de Recife, que mantém a autonomia 7
  8. 8. GUERRA DOS EMBOABAS (1709 – MG)• Guerra travada entre os bandeirantes paulistas (descobridores das jazidas de ouro) e imigrantes (emboabas) de outras regiões do Brasil• Derrota dos paulistas (Capão da Traição)• Portugal dividiu a capitania de São Paulo e criou a capitania de Minas Gerais 8
  9. 9. REVOLTA DE FELIPE DOS SANTOS (1720 – MG)• Também conhecida como Revolta de Vila Rica (atual Ouro Preto)• Reação da população da cidade aos altos impostos cobrados pelas Casas de Fundição e à falta de mantimentos• Portugal controlou o movimento e executou o principal líder (Felipe dos Santos) 9
  10. 10. REVOLTAS EMANCIPACIONITAS
  11. 11. INCONFIDÊNCIAS / CONJURAÇÕES MINEIRA (1789) BAIANA (1798)• Cunho econômico • Cunho social• Revolta elitista • Revolta popular• Não pegaram em armas • Lutaram >> república• Escravistas • Abolicionistas• Monarquia dual • República• Um mártir • Quatro mártires• Inspirada na • Inspirada na Revolução independência dos EUA Francesa (jacobinos) 11
  12. 12. REVOLUÇÃO PERNAMBUCANA (PE – 1817)• A família real portuguesa chegou no Brasil em 1808• O movimento protestava contra a falta de liberdade• Em março, os revoltosos tomaram Recife e realizaram um governo brasileiro e republicano• Foram derrotados em junho de 1817 12
  13. 13. CRISE DO SISTEMA COLONIAL• O colonialismo baseado no mercantilismo e no absolutismo entra em crise em função das transformações do século XVII• Fatores: – Iluminismo / Liberalismo – Revolução Industrial – Independência dos EUA (1776) – Revolução Francesa – Guerras Napoleônicas 13
  14. 14. FAMÍLIA REAL PORTUGUESA• A França decretou o Bloqueio Continental (1806)• Após a invasão de Espanha, o D. João (transfere-se para o Brasil e daqui passou a controlar o império português)• Aberturas dos postos às nações amigas (1808 – fim do pacto colonial) representou o fim do pacto colonial• 1820: Revolução Liberal do Porto – retorno imediato do rei à Portugal• 1821: D. João V voltou para Portugal e deixou o seu filho 14
  15. 15. Prof. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net 15

×