Lia LombardiCoordenadora de Comunicação        28 de março de 2011
O CEBDS• Criado em março de 1997;• CEBDS possui 55 dos mais expressivos grupos empresariais  brasileiros;• Integra a rede ...
Associados CEBDS
CEBDS
Conferência das Partes sobreMudanças Climáticas - COP 16               Patrocinadores Oficiais                     Patroci...
Lançamento oficial da publicação     na COP 16 em Cancún        Evento paralelo     7 de dezembro de 2010 “Desafios e opor...
Desenvolvido em parceria com a COPPE/UFRJ- Megaeventos geram grande aumento no número de  visitantes à cidade-sede, o que ...
Experiências de sustentabilidade de alguns  megaeventos mundiais:- Copa do Mundo da África do Sul, em 2010;- Preparação de...
Índice de emissões de CO2 por habitante:- Rio de Janeiro: 2,7 tCO2eq* por habitante;- Washington: 19,7 tCO2eq por habitant...
Diretrizes:- incentivar o uso de transporte coletivo, deslocamentos a pé    ou de bicicleta;-   planejar a interligação en...
O que varia é a forma com que as cidades planejam e executam   essas metas, o que depende de características de cada   cid...
-   sistema de transporte exclusivo com um centro de    distribuição radial de mais de 150km de faixas    olímpicas conect...
-   rede estará integrada a diversas estações, com    bicicletários, e vai conectar todas as Zonas de Jogos a    áreas-cha...
Visão 2050 – uma nova agenda para as empresas.   Documento lançado pelo WBCSD e já traduzido pelo   CEBDS (disponível no s...
Porto do Rio de Janeiro27, 28 e 29 de setembro de 2011
OBRIGADA           lialobardi@cebds.org           www.cebds.org.br           Tel: 21 2483 2250
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seminário Alerj - Cidades Inteligentes e SIT - Apresentacao - Lia Lombardi - CEBDS - 28-03-2011

657 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
657
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário Alerj - Cidades Inteligentes e SIT - Apresentacao - Lia Lombardi - CEBDS - 28-03-2011

  1. 1. Lia LombardiCoordenadora de Comunicação 28 de março de 2011
  2. 2. O CEBDS• Criado em março de 1997;• CEBDS possui 55 dos mais expressivos grupos empresariais brasileiros;• Integra a rede global do WBCSD, reconhecida como a instituição empresarial de maior reputação no mundo, reunindo 60 conselhos nacionais e cerca de 200 empresas em todos os continentes;• O CEBDS foi a primeira instituição no Brasil a falar em sustentabilidade, usando o conceito do Triple Bottom Line.
  3. 3. Associados CEBDS
  4. 4. CEBDS
  5. 5. Conferência das Partes sobreMudanças Climáticas - COP 16 Patrocinadores Oficiais Patrocinadores
  6. 6. Lançamento oficial da publicação na COP 16 em Cancún Evento paralelo 7 de dezembro de 2010 “Desafios e oportunidades para asustentabilidade dos megaeventos no Brasil”
  7. 7. Desenvolvido em parceria com a COPPE/UFRJ- Megaeventos geram grande aumento no número de visitantes à cidade-sede, o que exerce uma forte pressão sobre os serviços, principalmente de transporte;- Aumento repentino da população é uma prévia do que deve ser o futuro da cidade, quando a sua população for maior do que a de hoje;- A preparação para os megaeventos é, portanto, uma oportunidade de a cidade se preparar para o futuro. E o futuro exige uma economia de baixa emissão de GEE.
  8. 8. Experiências de sustentabilidade de alguns megaeventos mundiais:- Copa do Mundo da África do Sul, em 2010;- Preparação de Londres para as Olimpíadas de 2012;- Rio de Janeiro e os Jogos Panamericanos de 2007;- Compromissos assumidos para a realização dos Jogos Olímpicos de 2016.
  9. 9. Índice de emissões de CO2 por habitante:- Rio de Janeiro: 2,7 tCO2eq* por habitante;- Washington: 19,7 tCO2eq por habitante- Londres: 6,18 tCO2eq- Nova York: 7,1 tCO2eq *toneladas de CO2 equivalenteOportunidade: Rio se tornar um exemplo de cidade sustentável
  10. 10. Diretrizes:- incentivar o uso de transporte coletivo, deslocamentos a pé ou de bicicleta;- planejar a interligação entre as redes de transporte (metrô e ônibus, a pé e de bicicleta);- incentivar o uso de combustível renovável pela frota que serve os eventos;- evitar viagens desnecessárias tanto para os visitantes quanto para o transporte de mercadorias durante o evento;- restringir o uso do carro durante o evento;- proibir o estacionamento privativo para automóveis nos locais dos eventos (salvo exceções).
  11. 11. O que varia é a forma com que as cidades planejam e executam essas metas, o que depende de características de cada cidade.- África do Sul não conseguiu incentivar a troca da frota de táxis por outros menos poluentes. Optou por capacitar os taxistas para uma condução mais “ecoeficiente”;- Em Londres, o uso do transporte público na cidade será gratuito para todos durante os jogos e busca deixar um legado educativo;- No Pan, no Rio, foram criadas novas linhas de ônibus para áreas dos jogos e outras foram reforçadas. Os ônibus de integração do metrô e os trens fizeram 400 mil viagens a mais durante o evento.
  12. 12. - sistema de transporte exclusivo com um centro de distribuição radial de mais de 150km de faixas olímpicas conectando as quatro Zonas dos Jogos e permitindo deslocamentos rápidos e sem congestionamento;- expectadores e trabalhadores dos jogos terão transporte público gratuito para os eventos e para os locais de trabalho;- legado para a cidade: Anel de Transporte de Alta Capacidade, com sistema renovado de trens, sistema de metrô reformado e ampliado, novos BRTs (os Bus Rapid Transit) e ciclovias;
  13. 13. - rede estará integrada a diversas estações, com bicicletários, e vai conectar todas as Zonas de Jogos a áreas-chave da cidade, diminuindo o tempo de deslocamento de carro ou de ônibus;- os ônibus que circularão nos BRTs serão articulados, com capacidade para 160 pessoas e combustível limpo (biodiesel ou etanol)- está prevista ainda a implantação de Veículos Leves sobre Trilhos na região portuária (Centro de Tecnologia, Centro de Operações dos Jogos, Centro de Mídia não Credenciada)
  14. 14. Visão 2050 – uma nova agenda para as empresas. Documento lançado pelo WBCSD e já traduzido pelo CEBDS (disponível no site www.cebds.org.br) joga luz sobre o que seria um futuro sustentável, aponta um caminho e esse caminho é por um mundo com novos valores, um novo comportamento, novo jeito de produzir e cuidar dos nossos recursos.2010 a 2030 – década da adolescência turbulenta, grandes mudanças, decisões e transformações.2010 a 2020 – Brasil está na berlinda. Olhos do mundo voltados para cá. Oportunidade.
  15. 15. Porto do Rio de Janeiro27, 28 e 29 de setembro de 2011
  16. 16. OBRIGADA lialobardi@cebds.org www.cebds.org.br Tel: 21 2483 2250

×