Newsletter março 2014

235 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
235
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Newsletter março 2014

  1. 1. Semana da leitura O nosso Agrupamento respondeu, uma vez mais, ao desafio lançado pelo Plano Nacional de Leitura, de organizar uma semana dedicada à motivação para a leitura, competência muito importante na formação dos alunos e transversal a todas as disciplinas. A equipa das bibliotecas promoveu um conjunto diversificado de atividades, das quais se desta- cam: o encontro com o escritor Bruno Vieira Amaral (na ESSA), a sessão com o contador de histórias Jorge Serafim (pré-escolar, 1º e 2º ci- clos, no auditório da EB 2+3), o campeonato de ortografia com as turmas do 4º ano. A feira do livro infanto-juvenil vai decorrer de 24 a 28 na biblioteca do 1º ciclo. Estas atividades visaram, ainda, estimular o prazer da leitura através do mágico encontro dos jovens leitores com os textos de vários autores. Feito o balanço da “Semana da Leitura”, considera-se que esta foi muito positiva, dada a adesão significativa de alunos e de professores às atividades desenvolvidas e o interesse manifestado. Março … acordou vestido de festa, enleado em serpentinas esvoaçantes, salpicado de papelinhos coloridos. Numa explosão de sons, de ritmos e de cores… março fez desfilar, de mão dada, a Fantasia e a Alegria. Março … ofereceu-nos a plenitude das manhãs claras e as verdes paisagens floridas, trazendo a leveza da primavera e a sua força revitalizadora. Março … despediu-se com alongados dias, deixando, nos olhos e nos rostos, sorrisos luminosos, confiantes na certeza do renovo . Agrupamento de Escolas de Santo André - Barreiro Nº 6 — março de 2014 — Barreiro Newsletter Editorial    Estamos a chegar ao final de mais um ciclo administrativo no Agrupamento, na medida em que, brevemente, a Comissão Administrativa Provisória dará lugar a uma Direção, eleita pelo Conselho Geral, após publicitação a nível nacional do processo eleitoral. É, por isso, tempo de, a jeito de breve balanço, referir que, na conti- nuidade do processo de gestão do Agrupamento, focámos a nossa atenção nos binómios disciplina/indisciplina, irreve- rência/educação, a que tentá- mos responder de modo for- mativo. Com o desenvolvimento das redes sociais e com o impacto dos reality show’s no público adolescente, é muitas vezes preocupante verificar que a importância das atitudes e dos valores deixa de ser percebi- da , sendo estes distorcidos. É aqui que os educadores devem intervir e chamar à razão os nossos jovens quer em situação de sala de aula, quer nos espa- ços exteriores. Acreditamos que o trabalho diário no plano do saber ser e do saber estar dará os seus frutos a nível da qualidade da relação pedagógica que se quer sã e harmoniosa. Nunca é demais referir que esta harmonia se constrói em conjunto: professores, alunos, pais e outros agentes educati- vos e que é autorregulada por um dos instrumentos de gestão das escolas ( o Regulamento Interno) cuja consulta perma- nente aconselhamos. Tem sido, pois, preocupação da CAP gerir os conflitos resul- tantes da indisciplina, de acor- do com o estipulado no R.I, dando particular ênfase às questões relacionadas com a formação e crescimento inte- gral dos jovens. Associação de Pais No dia 12 março realizou-se a conferência “Higiene do sono e ansiedade nos exames”, proferi- da pelas psicólogas Ana Beatriz Saraiva e Cristina Morais. Esta sessão, dinamizada pela A. Pais do Agrupamento, em parceria com a Academia Ramiro Freitas, destinou-se a pais e alunos do 9º ao 12º anos. Associação de Antigos Alunos da ESSA No dia 15 de março de- correu uma aula de zumba, promovida pela AAESSA, no pavi- lhão desportivo da escola. Esta atividade contou com cerca de 200 entusiastas participantes . Clube de Proteção Civil A convite do Clube de Proteção Civil, realizou-se, a 19 de março, uma sessão com os Bombeiros Voluntários do Barreiro sobre suporte básico de vida. Assistiram a esta ação cinco turmas do se- cundário. Exposição Decorre ainda, na biblioteca da ESSA, a exposição dos trabalhos dos alunos de Oficina de Artes (10ºI), da profª Isabel Tostão. Projeto Educação para a Saúde Os alunos do AESA participa- ram, de forma expressiva, na construção de um “smile huma- no”, no dia 21 de março, no Par- que da Cidade. Desporto escolar A aluna Camila Rosa, da EB 2/3 da Qta da Lomba, venceu a corrida de 40 m e do salto em compri- mento. Esta aluna disputará a fase final do Mega Atletismo nos dias 28 e 29 de março, no Algar- ve. Bibliotecas Escolares Breves Aconteceu... 1.José Guimarães ; 2. Tamara Lempicka Escritor Bruno Vieira Amaral Contador de histórias Jorge Serafim
  2. 2. Texto criativo (secundário) 1º Prémio – “Os carris de uma obstinada e longa autoflagelação”, de Sofia Narciso—11ºA 2º Prémio – Cláudia Garfino, “Fatum” Curta telemóvel (secundário) 1º Prémio – Diogo Almeida—12ºF Os carris de uma obstinada e longa autoflagelação Os carris guiam os meus passos e a buzina eminente é a minha sentença de morte. Caminho atabalhoadamente pelos carris e o palpitar do meu sôfrego coração está no mesmo compasso que as cigarras, enquanto o suor me escorre pelas faces e eu me pergunto as coisas que os moribundos perguntam. Os pés descalços, calejados e cansados, queimados pelas estacas de madeira aquecidas pelo sol latejam, mas eu tenho de continuar. Aquela voz de prudência que pertence a todos sussur- ra-me que se calhar chegou a hora de mudar de faixa, mas teimosamente enxoto como o zumbido de outro mosco. Inflexível, tenta-me alertar, outra vez, que o comboio irá chegar. Não me resta nada senão ignorar a inces- sante voz. Sentes o sol a queimar, a arder na pele, sussurra. Volta para trás, tenta-me ela, volta para a sombra. Se voltar para a sombra, falharei a todos os que acre- ditaram em mim. Serei o mesmo que tantos outros, parte da escória que tanto critico e um testemunho para os que vierem e tentarem as mesmas façanhas. Ela ronrona ao meu ouvido, numa tentativa de persu- asão, dizendo-me que devia voltar para trás, para tomar outro rumo e as palavras enroladas ressoam nos salões do meu consciente. O chão vibra com a proximidade do eminente choque. Digo-lhe que fui eu que escolhi este rumo, que o irei levar a cabo até ao fim. Alunos Ela diz-me que eu nem consigo ver o fim, que o perdi algures na estrada percorrida pois não era realmente meu, que todo e qualquer rumo me foi tirado e que apenas continuo, teimosamente, nesta constante auto- flagelação por terror a falhar. A sua voz abandonou o sussurro, falando agora mais sonoramente. Todos temos medo de falhar. Ela brade aos meus ouvidos, dizendo que o medo de falhar devia ser estímulo para seguir as nossas paixões, não para as desertarmos. Porque gritas? Ela pergunta-me se eu não “a” oiço. Apercebo-me do som da locomotiva, a bramir enraiveci- da, cujo ritmo é predominado pelo descontrolo. Tremo mas recuso a virar-me para trás, a enfrentar o que me espera, como se soubesse com o que irei defron- tar. Começo a correr, a fugir do que sei que não há fuga. A sua voz é praticamente inaudível. Diz-me que deixei- me levar pelo medo de falhar aos outros quando deveria estar preocupada em falhar a mim mesma. A razão por que a pele das minhas costas arde não é o sol, mas sim a traição, a culpa, o sentimento de fracasso e o corromper do meu próprio íntimo. Deixei que outros depositassem em mim os seus sonhos, e agora tal beatas de cigarro queimadas em mim, só me resta a cinza e as dolorosas marcas. Subitamente apercebo-me do que fala. Como um gatilho puxado. Os meus olhos outrora vidrados abandonaram o estado entorpecido e dormente na compreensão. Mas o meu íntimo já está corrompido, as veias já consu- miram o veneno e o coração definhou. A corrupção deste mundo decrépito já fez o seu trabalho, já me tor- nou em mais um cadáver para decorar a paisagem, para servir de exemplo. O orgulho fez-me putrefacta, fez-me apodrecida, tirou-me o alento para me aguentar, para acarear este mundo onde os poetas são produto de bruxaria e fluido tóxico para os ideais da sociedade. Há muito que deixei de ser poeta, há muito que vendi toda essa parte de mim por calos e chagas, por um bilhete de ida nestes carris. Não o faças, troa a voz. Miro as minhas mãos. Nunca as questionei. O ensurde- cedor som da locomotiva impede-me de pensar. Estão negras. Com fuligem. Lambidas pelas chamas. Entre soluços e lágrimas que brotam dos cansados e vítreos olhos, viro-me para me defrontar com locomoti- va que investe sobre mim sem me dar possibilidade de redenção. Fui eu que alimentei o forno do homicida. Fui eu que tomei nas mãos o carvão. Fui eu que queimei, absorta do que fazia, toda e qualquer esperança de salvação. Fui eu que dei o golpe final desta lenta autoflagelação, recusando aquilo que me era próprio. Fui eu o homicida. Sophy (Sofia Narciso)- 11ºA Prémios Augusto Cabrita O nosso Agrupamento concorreu com vários trabalhos e ganhou em todas as categorias: Caricatura (1ºciclo) 3º lugar: João Fer- nandes - 4ºB Fotografia (3º ciclo) Fotografia (secundário) 1º lugar—Diogo Almeida 12ºF 2º lugar—Rúben Santos 12ºJ 3º lugar—Rúben Santos 12ºJ 2º lugar– Miguel Madeira 9ºD 3º lugar– João Gonçalves 9ºB Texto criativo (1º prémio) Fotografia de Augusto Cabrita
  3. 3. Debate No âmbito do Projeto Grundtvig, “Violence Prevention Club in Euro- pe”, o Projeto do Património Cultu- ral Europeu vai promover uma mesa redonda sobre as causas da violência, reunindo especialistas — o psicólogo José Miguel Olivei- ra, o sociólogo Ricardo Martinez e o delegado de saúde, Mário Dur- val— e alunos (A. E e várias tur- mas). A sessão encerrou com um belo momento musical, protagoni- zado por duas alunas. (10º– Apoio Infância). Encontro de Francês Atividade promovida pelas profes- soras de francês do agrupamento, no dia 2 de abril. Encontro com escritor No dia 2 de abril, o escritor Richard Towers apresentará a sua obra, na biblioteca da ESSA. Neste encontro estarão presentes as turmas de Artes (11º ano) e do curso profis- sional de Técnico de Apoio à Infân- cia. Espetáculo Grande Revista à Portuguesa Professores e funcionários do nos- so Agrupamento vão, no dia 4 de abril, ao Politeama, em Lisboa, assistir ao espetáculo “Grande revista à portuguesa”. Ainda estão abertas as inscrições e espera-se grande adesão. Dia da escola na EB 2+3 No dia 4 de abril, a escola básica 2,3 vai celebrar esta efeméride com diversas atividades, tais como: “Vivenciar a diferença”, um torneio de Queimado, Ciência ao vivo, Jogos de matemática, “Os bichos vão à escola”, “Spelling contest”. Nesse dia não há atividades curri- culares. Projeto Educação para a Saúde No dia 30 de abril, decorrerá a atividade “Mexe-te uma beca”, envolvendo os alunos de todos os níveis de ensino do concelho. Desporto escolar Atividade interna: 2 de abril—atletismo 40 m, salto em comprimento e altura; 3 de abril—torneio de ténis e de voleibol 4x4. Breves Vai Acontecer… Ficha Técnica Propriedade: Agrupamento de Escolas de Santo André Redação e edição: Arlete Cruz, Gracinda Dias, Fernanda Afonso, Fátima Correia e Dulce Ferreira. Apanhados !!! Já conhece...? … O PORTAL DO UTENTE? É uma ferramenta web que o ajuda a monitorizar a sua saúde e facilita o acesso aos serviços disponibilizados pelo SNS. CLIQUE PELA SUA SAÚDE e registe-se no portal https:serviços.min-saude.pt/utente/portal O registo permite-lhe:  inserir os seus contactos de emergência;  Registar informação sobre medicação, alergi- as, doenças.  Monitorizar as medições do seu peso, altura, tensão arterial, colesterol, etc;  Contactar diretamente o seu centro de saúde;  Marcar consultas, pedir prescrição da sua medicação, etc. … O MEO CANAL ? Se for assinante do operador de TV MEO, prima o botão verde do comando, digite o número 256020 e veja o canal do Agrupamento de escolas de Santo André. … O Blog do AESA ? Trata-se de um espaço destinado à divulgação dos projetos do Agrupamento através da publicação de conteúdos considerados relevantes pelos membros da comunidade escolar. Os materiais devem ser enviados para o seguinte endereço: Projetos.aesandre@gmail.com O “Questionário de Proust” é um questionário em forma de entrevista sobre a personalidade de alguém. Nos tempos idos de 1886, o então futuro escritor, Marcel Proust, com 13 anos de idade, foi convidado a preencher um questioná- rio na festa de aniversário da prima. Tratava-se de uma brincadeira muito em voga, em Inglaterra , e que consistia numa diversão de salão chamada “Confissões”, na qual os participantes respondiam a uma pequena lista de perguntas pessoais. As respostas do génio da literatura francesa tor- naram o modelo de questionário famoso . Agora, é a vez de continuar o seu caminho, aqui, na nossa Newsletter e, este mês, ficaremos a conhecer melhor as duas coordenadoras dos Diretores de Turma da ESSA. Lurdes Serra Fernandes – Coorde- nadora dos Diretores de Turma dos Cursos Científico-Humanísticos 1. O principal traço do meu carácter: Extrovertida, genero- sa, otimista, lutadora e teimosa. 2. A minha ocupação preferida: Olhar o mar, fazer exercício físico, estar com os meus amigos e família. 3. O meu conceito de felicidade: É saber saborear cada momento da vida. 4. O dom da natureza que gostaria de ter: Saber cantar. 5. O meu lema de vida: “Viver um dia de cada vez”, sorrir e olhar a vida com positivismo. Anabela Pereira – Coordenadora dos Diretores de Turma dos Cursos Profissionais 1. O principal traço do meu carácter: Simpatia 2. A minha ocupação preferida: Fazer nada e a seguir des- cansar . Agora a sério: Fazer doces (sobremesas) 3. O que mais aprecio nos outros: A honestidade 4. O defeito que é mais difícil perdoar: A mentira 5. O meu lema de vida: “Se levares um pontapé no rabo, é sinal que estás à frente” – os obstáculos foram feitos para serem superados. Conheça melhor... Comunidade escolar Herança de carnaval: uma linda matrafona!

×