Newsletter fevereiro 2014

218 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Newsletter fevereiro 2014

  1. 1. O Projeto Educativo é, pela sua natureza, o ins- trumento mais importante na definição das orientações, das estratégias e das políticas edu- cativas. É um documento elaborado e aprovado pelos órgãos de gestão, para um horizonte de quatro anos, no qual se explicitam os princípios, os valores, as metas e estratégias segundo as quais a escola se propõe cumprir a sua função educativa, enquadrada no Quadro Estratégico para o desenvolvimento dos sistemas de Educa- ção e Formação da União Europeia até 2020. Para a elaboração deste PE, a equipa procurou conhecer as várias escolas do agrupamento a fim de contactar in loco com as diferentes realidades e traçar o diagnóstico de problemas, com base numa análise SWOT. Procurou-se ainda ter em conta os Projetos Educativos anteriores e outros indicadores, bem como as sugestões recolhidas na consulta ao Conselho Pedagógico, departa- mentos e Conselho Geral. Deste processo resul- taram ideias‑chave, aglutinadoras, expressas em forma de um lema inspirador (“construir juntos o caminho do saber para plenamente ser”), que realça o espírito de partilha, de trabalho conjun- to em prol de objetivos comuns, que se podem resumir aos domínios do saber e do ser. A partir daqui proceder-se-á, ainda, à aplicação e análise estatística de inquéritos a fim de aferir o grau de conhecimento do projeto e confirmar ou redefi- nir as linhas estratégicas de atuação, bem como detetar novos problemas e aspetos passíveis de serem melhorados, numa dinâmica de perma- nente (re)construção, funcionando num ciclo de investigação-fundamentação-ação-reflexão- redefinição da ação. Deste modo, o agrupamento pretende dar conti- nuidade a estratégias bem sucedidas, estabelecer novas metas de desenvolvimento, e definir mecanismos de avaliação que permitam descobrir as razões de insucesso de algumas medidas e reformulá-las. Depois da sua elaboração, passar-se-á à fase de divulgação e avaliação. A comunidade tem, assim, uma excelente oportunidade para, em conjunto, refletir, questionar‑se, avaliar resultados, cooperar nas soluções, mobilizar-se em torno de objetivos comuns, de forma a perspetivar o futuro. Neste sentido, o PE deverá ser exe- quível e aglutinador de todos os projetos e dinâmicas do agrupamento, pois resulta de um trabalho coletivo que só tem sentido entendido como tal. Sendo um documento em construção, está aberto a sugestões provenientes da comunidade escolar. Agradecemos a colaboração de todos. Fátima Correia (coordenadora do PEA) A equipa do PEA Fevereiro… os dias cinzentos e chuvosos de inverno são um convite ao recolhimento ... Apenas indiferentes ao tempo desconfortável, aqueles que um Cupido alado embala com doces palavras e juras de amor… Então, saltam faúlhas de uma secreta e mágica fogueira que aquece os corações apaixonados… E a chuva miudinha, já impercetível, cessa .. porque é impossível adiar o Amor. Agrupamento de Escolas de Santo André - Barreiro Nº 5 — fevereiro 2014 — Barreiro Newsletter Editorial Neste percurso que o Agru- pamento de Escolas de Santo André tem realizado, desde a sua agregação, apraz-nos dizer que os instrumentos de orientação e gestão estão em fase de conclusão. O projeto edu- cativo está terminado e, pela sua importância, não poderíamos deixar de refe- rir o seu lema: Construir juntos o caminho do saber para plenamente ser. E é esse lema que nos conduz a um trabalho de melhoria constante, o qual se traduz na dinâmica de projetos em curso dos quais esta Newsletter dá conta. Ganhamos, assim, ânimo para abraçar outros desafios, nomeadamente no âmbito do programa ERASMUS+. Por isso, não descuramos as metas pro- postas pelo Conselho da Europa, as quais são consi- deradas no nosso projeto educativo, já que o AESA pretende desenvolver nos seus alunos competências diversificadas, promotoras da criatividade e do acesso/ leitura crítica da sociedade do conhecimento. A presidente da CAP Arlete Cruz Semana dos afetos Durante a semana de 10 a 14 de fevereiro foram realizadas diver- sas atividades em torno da temá- tica dos afetos: - abraço da paz (PES) - participação no projeto conce- lhio “Maçã dos afetos” (PES) - exposições de trabalhos - performance artística - “O amor na poesia” - mostra de textos literários na Biblioteca da ESSA. - “O bater do coração”, textos de escrita criativa pelos alunos do 10º G de Literatura portuguesa. - leitura e distribuição de poemas e textos poéticos musicados (10º G e Miguel Santos). - “serenatas de amor”, pelos alunos do Clube de Música da ESSA. - passagem de música e mural do “Dia dos Namorados”, para men- sagens de amor, pela Associação de Estudantes da ESSA. Encontro literário No dia 14 de fevereiro, a escritora Luísa Ducla Soares e o cantor Daniel Completo estiveram, nova- mente, no agrupamento para apresentar obras da autora a todas as crianças do 1º ciclo. As alunas do curso profissional de Técnico de Apoio à Infância, fizeram o acolhimento do público infantil e prepararam uma ence- nação dramática baseada em textos da autora. O evento termi- nou com uma sessão de autógra- fos. Carnaval Em todas as escolas do agrupa- mento, os alunos brincaram ao Carnaval, antes de partirem para uns dias de descanso. Houve mascarados, brincadeiras e muita alegria. Projeto Educativo Breves Aconteceu... ilustrações de Raimont Peynet Construir juntos o caminho do saber para plenamente ser
  2. 2. “Quesojepa—Quels outils pédagogiques pour la sociali- sation des jeunes et des parents” No âmbito deste projeto, promovido pelo Centro de Formação de Professores do Barreiro e da Moita, em associação com entidades de vários países europeus, realizou-se, de 19 a 23 de fevereiro, mais um encontro internacional, em Roma e Florença, no qual participa- ram vários professores da ESSA. Realizaram-se visitas a escolas secundárias italianas e conferências em que se partilhou o trabalho desenvolvido pelos diferentes parceiros e experiências de sucesso no plano da sociali- zação dos jovens. Alzira Mendes (Coordenadora do projeto) “Criação de Relações Emocionais para Prevenir o Aban- dono Escolar Precoce” Realizou-se, em Roma, de 12 e 18 de janeiro 2014, um encontro entre profissionais europeus, durante o qual se debateu a temática comum do abandono escolar precoce. Esta ação foi promovida por ERIFO (Ente per la Ricerca e Formazione) e nela estiveram presentes cinco professores e assistentes sociais de Malta, dois psicólo- gos da Suécia e professores da Hungria, Roménia e do Agrupamento de Escolas de Santo André. Os profissionais tiveram a oportunidade de apresen- tar a realidade de cada país no que respeita ao abando- no escolar, tal como as medidas a serem implementa- das para o combate ao mesmo. Ao longo da atividade de formação foram abordados diversos métodos facili- tadores do desenvolvimento de relações emocionais com os alunos em perigo de abandono escolar precoce. A entidade formadora apresentou aos profissionais presentes os métodos de “flipped-classroom”, método autobiográfico e jogos educacionais. Foram analisadas várias formas de liderança e tutoria. Todas estas abor- dagens foram trabalhadas em exercícios práticos e discutidas pelos presen- tes, tendo em mente a realidade dos diversos países envolvidos. Para além da troca de experiências profissio- nais, este tipo de encon- tro intercultural é sem- pre uma mais-valia no que respeita à abertura de horizontes culturais e da tomada de consciência das diferenças e semelhanças entre vários países europeus. Os participantes tiveram a oportunidade não só de praticar a língua inglesa de forma ativa, mas puderam também fazer novas aprendi- zagens relativamente à cultura dos países dos seus colegas de curso e do local onde decorreu a formação. Roma não poderia ter sido melhor cenário para o desenvolvimento desta atividade multicultural. Laura Isabel Silva Maria (Professora de Inglês do AESA) Projetos Europeus Decorreu, no ISLA, em Santarém, nos dias 13 e 14 de fevereiro, a primeira reunião internacional do Projeto Europeerguid-RVC (European Peer Review in Guidance and Counseling in VET of Adults), no qual a escola partici- pa como entidade parceira. O projeto envolve quatro países (Áustria, Portugal, França e Holanda) e onze parceiros, sendo liderado, em Portu- gal, pelo ISLA. Assenta na metodologia de avaliação “Peer Review” (“Revisão por Pares”) e combina avaliação externa com autoavaliação. Baseando-se na experiência profissional e na expertise dos pares, estimula um pro- cesso de aprendizagem mútua. O projeto, no âmbito do Programa Leonardo da Vinci- Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida, dá conti- nuidade a quatro projetos anteriores em que foi aplicada a metodologia da “Revisão por Pares”. Pretende-se, deste modo, transferir e adaptar esta metodologia ao processo de reconhecimento, validação e certificação de competências, bem como criar instrumentos (manual de boas práticas, toolbox e programa de formação), melho- rando as condições de formação, qualificação e aprendi- zagem ao longo da vida, quer a nível nacional, quer a nível europeu. Project Management as na Instrument with respect to labour market for development and Assurance of tea- ching quality in vocational education (PIA2) A ESSA participa neste projeto europeu no âmbito do Programa Leonardo da Vinci- Transferência de Inovação, o qual tem como objetivo principal testar a metodologia de gestão de projetos, nas turmas dos cursos profissio- nais. A entidade-parceria, Euroyouth Portugal, já deu formação a cinco docentes da ESSA, estando agora em curso o trabalho de aplicação desta metodologia. A Presidente da CAP: Arlete Cruz A ESSA foi selecionada para participar no Projeto 80, promovido por várias entida- des (DGEST, Quercus, Agên- cia Portuguesa do Ambiente, Instituto Português do Desporto e da Juventude, entre outras) e que visa educar para a sustentabilida- de, empreendedorismo e cidada- nia democrática. Assim, nos dias 25 e 26 de feve- reiro, decorreu um roadshow que contemplou diversas ativida- des, entre as quais a recolha de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos, ateliers de escultura, de escrita criativa e gravação de um videoclipe sobre a temática da reciclagem. A iniciati- va incluiu um encontro distrital de associações de estudantes e, ain- da, dinâmicas diversas na viatura oficial do projeto. Os alunos parti- ciparam ativamente nas iniciativas propostas. Projeto 80 Vai acontecer... Breves AESA na TV A partir de 6 de março, está dispo- nível o canal de televisão do nosso agrupamento no MEO kanal. Pre- tende-se divulgar conteúdos que ilustrem as dinâmicas das várias escolas. A comunidade escolar está convi- dada a enviar conteúdos para o seguinte endereço: aesa.meocanal@gmail.com Simultânea de xadrez No dia 6 de março, pelas 11:30, vai decorrer na Biblioteca da ESSA, uma Simultânea de Xadrez, que contará com a presença do mestre internacional e campeão nacional, Rui Dâmaso. Concurso Literário A ESSA participa no concurso nacional “Faça lá um poema”, promovido pelo PNL, que decorre- rá no dia Mundial da Poesia, 21 de março, no CCB, em Lisboa.
  3. 3. Espetáculos na ESSA - A companhia “Há cultura” apre- sentou, dia 19, no auditório da ESSA, uma adaptação teatral de Os Maias, de Eça de Queirós. Esta atividade foi dinamizada pelos professores de português de 11º ano, visando uma articulação lúdica com um dos conteúdos curriculares. - O espetáculo “A poesia não é tão rara como parece” revisitou a ESSA, no dia 20, divulgando poetas portugueses, numa iniciativa da responsabilidades dos professores de português de 10º ano. Desporto Escolar Nas várias competições de feverei- ro, é de destacar os bons resulta- dos das equipas da ESSA nas moda- lidades de voleibol iniciados mas- culinos e basquetebol juniores femininos. No dia 19 de fevereiro, realizou-se o corta-mato da Península de Setú- bal, tendo participado 29 alunos do agrupamento, acompanhados por 3 professores e encarregados de educação. Salienta-se o desempe- nho dos alunos: Madalena Russo, André Mira, Ana Canas e Samuel Barranho. Exposições Na semana de 24 a 28 de fevereiro, estiveram patentes na Biblioteca da ESSA duas exposições com tra- balhos dos alunos: - “A árvore genealógica”, realizada pelo 10ºI, no âmbito da disciplina de Sociologia, lecionada pela pro- fessora Idalina Le Forestier; - “Retratos do mundo””, organiza- da pelas turmas, 10º I e 10ºJ, como resultado do trabalho desenvolvido na disciplina de Área de Integração, com a professora Teresa Miranda; No espaço “Visualmente”, estive- ram expostos trabalhos realizados na disciplina de Desenho A, lecio- nada pela professora Isabel Tostão, para o projeto “Kid’s Guernica: água fonte de paz”. Breves Aconteceu… Ficha Técnica Propriedade: Agrupamento de Escolas de Santo André Redação e edição: Arlete Cruz, Gracinda Dias, Fernanda Afonso, Fátima Correia e Dulce Ferreira. Apanhados !!! Associação de Estudantes Os jovens e as redes sociais Dando cumprimento ao seu Plano de Atividades, a Associação de Estu- dantes promoveu, no dia 13 de fevereiro, para algumas das turmas da ESSA, uma palestra com o orador André Pinotes Batista, no âmbito da semana internacional da internet segura. O convidado interagiu com os alunos, de uma forma direta e simples, levando-os a perceber as vantagens e os vários perigos da internet. Houve ainda tempo para partilha de diversas experiências sobre a utilização das redes socias. Esta iniciativa contou com o apoio da direção da escola e do clube de informática. Miguel Rodrigues ( Presidente da A.E.) O Curso Profissional de Técnico de Informática de Gestão O meu interesse por este curso começou no dia em que acompa- nhei o meu irmão a uma entrevista junto da Diretora do Curso Profis- sional de Técnico de Informática de Gestão. Ao longo da entrevista, à medida que ia ouvindo as explicações acerca dos conteúdos, funciona- mento e saídas profissionais deste curso, o meu interesse foi crescen- do a tal ponto que me senti motivada a candidatar-me e, felizmente, fui aceite. Antes de integrar este curso profissional frequentava o curso de ciências e tecnologias, mas fiquei um pouco desiludida. Apesar de ter “perdido” três anos no curso de ciências, não me sinto triste pelo percurso que fiz, pois apesar de tudo acabei por fazer grandes amigos e partilhei bons momentos com pessoas que, hoje em dia, ainda fazem parte do meu grupo de amigos. O curso que frequento tem o objetivo de desenvolver nos alunos competências que englobam o domínio das T.I.C., a prática de várias linguagens de programação, administração de bases de dados e ainda competências técnicas básicas de gestão, como a compreensão das atividades numa empresa, vários tipos de aplicações (Contabilidade, Gestão de Recursos Humanos, Cálculo Financeiro, entre outros) tal como conceitos teóricos ligados a estas aplicações. Como me foi dito na entrevista, este curso não é, de facto, nada fácil. Ao início pensava o mesmo que muitas outras pessoas pensam acerca destes cursos: que não seria assim tão difícil. Mas, hoje, como frequentei um curso científico-humanístico antes, posso afirmar que o grau, a nível de trabalho e de esforço, é igualmente elevado. Este curso profissional tem várias saídas e funções que são possíveis de desempenhar tanto a nível da informática como a nível da gestão, como por exemplo a função de programador, técnico de redes locais, gestor de bases de dados ou operador de sistemas, utilizador de microinformática, venda de material informático e apoio ao cliente, contabilidade e administração, entre outros. O que me levou sobretudo a ingressar no curso foi a componente de gestão associada às novas tecnologias. O facto é que, ao longo do curso, as expetativas iniciais que tinha têm vindo a cumprir-se, pelo que penso ter tomada uma boa decisão. Flávia Geraldes (aluna do 12ºK) A educadora Graça Rodri- gues, da sala amarela do Jardim de Infân- cia do Bairro 25 de Abril, agra- dece a todos os encarregados de educação a sua colaboração no projeto concelhio do PES, “Maçã dos afetos”. Esta participação representou todo o Agrupamento de Esco- las de Santo André e teve como objetivo despertar nas crianças valores para a cida- dania. O trabalho foi distinguido, pela sua originalidade, com uma menção honrosa. Relativamente ao cartaz vencedor, foi esco- lhido um dos cartazes elaborados pelas turmas da professora Rosário Santos (ESSA) Concurso Pangea Decorreu, no dia 25 de fevereiro, a 1ª eliminatória do Concurso Pangea na EB1/JI Telha Nova nº1, envolvendo todas as tur- mas do Pré-escolar e seis do 1º ciclo. Este concurso tem como objeti- vo principal espa- lhar o entusiasmo pela matemática. A sua mensagem é : “O medo da matemática não tem fundamento. Todos podem ser bem sucedidos”. Assim, preten- de-se motivar os alunos para esta área do saber, fortalecendo a sua autoconfiança e capacidades . Para além disso, procura, em conjunto com a escola, fortalecer competências e incentivar o intercâmbio matemático. Os resultados desta eliminatória serão posteriormente divulgados no site do proje- to. A 2ª eliminatória decorrerá em Lisboa, com crianças de todo o país. Pré-escolar e Secundário Testemunho pessoal Alunos Pré-escolar e 1º ciclo E assim se declama com gosto e com vigor!

×