ECONOMIA PARA EXECUTIVOS  (Aula 3) Dr. Hugo Eduardo Meza Pinto [email_address]
PROGRAMA Tema 1 – Conceitos de Macroeconomia  As entidades econômicas, o fluxo real e fluxo monetário. Os fatores de produ...
POLÍTICAS MACROECONÔMICAS <ul><li>Política Fiscal: </li></ul><ul><li>Expansionista </li></ul><ul><li>Restritiva </li></ul>...
POLÍTICAS MACROECONÔMICAS <ul><li>Política Monetária: </li></ul><ul><li>Expansionista </li></ul><ul><li>Restritiva </li></...
POLÍTICA CAMBIAL O Câmbio é a relação da moeda nacional com uma moeda de fora do país O Câmbio é Fixo quando o governo det...
POLÍTICA CAMBIAL O Câmbio é Fixo quando o governo determina um patamar de conversibilidade. O Câmbio é Flexível, quando o ...
POLÍTICA CAMBIAL Quando o câmbio está VALORIZADO, os importadores ganham mais,
POLÍTICA CAMBIAL Quando o câmbio está DESVALORIZADO, os exportadores ganham mais,
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS Fonte: Revista Época Negócios – 12/2008
Fonte: Revista Época Negócios – 12/2008
Acompanhamentos das informações conjunturais. Análise e Decisão de Investimentos
PIGS:  As  porcas  economias européias
MUITO ANTES  DO   C A P I T A L I $ M O  ... <ul><li>(Matheus 25,14-29) </li></ul><ul><li>Um homem que, ausentando-se do p...
... <ul><li>Depois de muito tempo , voltou o senhor daqueles servos e  ajustou contas com eles. Então, aproximando-se o qu...
PIGS: QUEM SÃO ? <ul><li>Portugal:  </li></ul><ul><li>Itália:  </li></ul><ul><li>Grécia: </li></ul><ul><li>Espanha: </li><...
O QUE FIZERAM? <ul><li>Em comum: Gastaram demais; expressivo nível de endividamento. </li></ul><ul><li>Na Grécia , por exe...
O QUE ISSO ACARRETA? <ul><li>Quanto mais endividado um país, pior é a condição para a rolagem do seu endividamento. O merc...
OS PIGS NÃO ESTAVAM PREPARADOS. <ul><li>Economias muito diferentes: Avançadas e atrasadas sob a mesma moeda. </li></ul><ul...
HÁ ESPERANÇA PARA OS PIGS? <ul><li>medidas de maior austeridade como o congelamento dos salários no setor público, uma red...
VEM   AÍ :  STUPID <ul><li>OS PIGS CRESCERAM E  A GRÉCIA JÁ ERA : </li></ul><ul><li>STUPID =   Espanha, Turquia, Reino Uni...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Economia para executivos3

695 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
695
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia para executivos3

  1. 1. ECONOMIA PARA EXECUTIVOS (Aula 3) Dr. Hugo Eduardo Meza Pinto [email_address]
  2. 2. PROGRAMA Tema 1 – Conceitos de Macroeconomia As entidades econômicas, o fluxo real e fluxo monetário. Os fatores de produção e a renda dos fatores. O produto nacional, a oferta agregada e a demanda agregada. A demanda do governo e o orçamento fiscal. A demanda externa e o balanço de pagamentos. Os fundamentos macroeconômicos.   Tema 2 – Economia de Empresa A meta da empresa e as medidas de resultado. O conceito de valor agregado macroeconômico e o valor agregado da empresa. O balanço patrimonial, a demonstração de renda e o fluxo de caixa. Ponto de equilíbrio, a economia de escala e o comportamento dos custos. Estratégia financeira. O valor do dinheiro no tempo. Avaliação e precificação de ativos.   Tema 3 – O Balanço de Pagamentos Transações Correntes. A conta Capital. Trajetória da taxa de câmbio. Taxa de juros e fuga de capitais.
  3. 3. POLÍTICAS MACROECONÔMICAS <ul><li>Política Fiscal: </li></ul><ul><li>Expansionista </li></ul><ul><li>Restritiva </li></ul>G = Gastos do Governo T = Tributos TR = Transferências de Renda
  4. 4. POLÍTICAS MACROECONÔMICAS <ul><li>Política Monetária: </li></ul><ul><li>Expansionista </li></ul><ul><li>Restritiva </li></ul>M = Oferta de moeda 1. Open Market 2. Depósito Compulsório 3. Taxa de Redesconto M i I Y C ou o contrário
  5. 5. POLÍTICA CAMBIAL O Câmbio é a relação da moeda nacional com uma moeda de fora do país O Câmbio é Fixo quando o governo determina um patamar de conversibilidade. O Câmbio é Flexível, quando o governo deixa o mercado determinar o câmbio.
  6. 6. POLÍTICA CAMBIAL O Câmbio é Fixo quando o governo determina um patamar de conversibilidade. O Câmbio é Flexível, quando o governo deixa o mercado determinar o câmbio.
  7. 7. POLÍTICA CAMBIAL Quando o câmbio está VALORIZADO, os importadores ganham mais,
  8. 8. POLÍTICA CAMBIAL Quando o câmbio está DESVALORIZADO, os exportadores ganham mais,
  9. 9. OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS Fonte: Revista Época Negócios – 12/2008
  10. 10. Fonte: Revista Época Negócios – 12/2008
  11. 11. Acompanhamentos das informações conjunturais. Análise e Decisão de Investimentos
  12. 12. PIGS: As porcas economias européias
  13. 13. MUITO ANTES DO C A P I T A L I $ M O ... <ul><li>(Matheus 25,14-29) </li></ul><ul><li>Um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens. </li></ul><ul><li>  A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro um; a </li></ul><ul><li>cada um segundo a sua própria capacidade; e, então,  partiu. </li></ul>
  14. 14. ... <ul><li>Depois de muito tempo , voltou o senhor daqueles servos e  ajustou contas com eles. Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou outros cinco, dizendo : Senhor , confiaste-me cinco talentos ; eis aqui outros cinco talentos que ganhei. </li></ul><ul><li>Disse-lhe o Senhor : Muito bem, servo bom e fiel ; foste fiel no pouco , sobre o muito te colocarei ; alegra-te com o  teu Senhor . E, aproximando-se também o que recebera dois talentos ; disse : Senhor, dois talentos me confiaste ; aqui tens outros dois que ganhei . </li></ul><ul><li>Disse-lhe o Senhor : Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei ; alegra-te com o teu Senhor. </li></ul><ul><li>Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse : Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste  e ajuntas onde não espalhaste, receoso, escondi na terra o teu talento; aqui o que é teu . Respondeu-lhe, porém, o senhor : Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde espalhei ? Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros; e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu. Tirai-lhe , pois, o talento e dai-o ao que tem dez. Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância ; mas ao que não tem, até o que  tem lhe será tirado. E o servo inútil,lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes. </li></ul>
  15. 15. PIGS: QUEM SÃO ? <ul><li>Portugal: </li></ul><ul><li>Itália: </li></ul><ul><li>Grécia: </li></ul><ul><li>Espanha: </li></ul>Censo de 2001 10 356 117 habitantes Censo de 2001 57 110 144 habitantes Censo de 2001 10 964 020 habitantes Censo de 2001 46 063 511 habitantes PIB (base PPC) Estimativa de 2008 Dívida Externa : 230% do PIB US$ 255.500.000.000,00 PIB (base PPC) Estimativa de 2008 US$ 1.814.557.000.000,00 PIB (base PPC) Estimativa de 2008 Dívida Externa: 164% do PIB US$ 412.521.000.000,00 PIB (base PPC) Estimativa de 2008 Dívida Externa : 168% do PIB US$ 1.438.000.000.000,00
  16. 16. O QUE FIZERAM? <ul><li>Em comum: Gastaram demais; expressivo nível de endividamento. </li></ul><ul><li>Na Grécia , por exemplo, o déficit cresceu de 7,7% para 13,6% do PIB* . A dívida grega em 2009 foi de 115,1% do PIB, </li></ul><ul><li>Na Espanha, passou de 4% para 11,4% do PIB , maior déficit da sua história econômica atual. O desemprego em 2011 é estimado em 19,5%. </li></ul><ul><li>Na Europa , o déficit público passou de 2% em 2008 para 6% do PIB em 2009, no conjunto dos países do bloco. </li></ul>
  17. 17. O QUE ISSO ACARRETA? <ul><li>Quanto mais endividado um país, pior é a condição para a rolagem do seu endividamento. O mercado cobra juros mais altos dos clientes mais endividados devido ao risco aumentado de calote. </li></ul><ul><li>Além disso, a concorrência do governo com o setor privado por fundos para refinanciamento deixa menos recursos para serem emprestados para o setor privado. Isso é o que chamamos de crowding out em economia. O setor privado das economias endividadas fica mais fraco e precisa tomar dinheiro emprestado com taxas mais altas , tirando-lhe competitividade pois encarece o custo do investimento privado. </li></ul>
  18. 18. OS PIGS NÃO ESTAVAM PREPARADOS. <ul><li>Economias muito diferentes: Avançadas e atrasadas sob a mesma moeda. </li></ul><ul><li>A competitividade era díspar. </li></ul><ul><li>Os PIGS têm população “velha” e benefícios sociais (exceto salários) maiores que os países mais avançados do Bloco. Isso contribuiu para a criação de déficits comerciais intra-bloco e inter-blocos o que ocasionou uma deterioração das economias dos PIGS. </li></ul>
  19. 19. HÁ ESPERANÇA PARA OS PIGS? <ul><li>medidas de maior austeridade como o congelamento dos salários no setor público, uma redução de 10% nos ganhos dos funcionários e o aumento do preço da gasolina (redução de subsídios) ”. </li></ul>
  20. 20. VEM AÍ : STUPID <ul><li>OS PIGS CRESCERAM E A GRÉCIA JÁ ERA : </li></ul><ul><li>STUPID = Espanha, Turquia, Reino Unido, Portugal, Itália e Dubai (Na sigla em Inglês) </li></ul>

×