Aula 1 princípios da economia

8.359 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.359
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
315
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 princípios da economia

  1. 1. INTRODUÇÃO À ECONOMIA Prof. Daniel da Silva Mariano
  2. 2. Conceito de Economia • Economia é o estudo de como a sociedade administra seus recursos escassos. • Escassez é a natureza limitada dos recursos da sociedade. • Embora o estudo da Economia tenha muitas facetas, o campo é unificado por diversas ideias centrais.
  3. 3. DEZ PRINCÍPIOS DE ECONOMIA N. Gregory Mankiw – Cap. 1
  4. 4. 1 – As pessoas enfrentam tradeoffs • “Nada é de graça”. Para conseguirmos algo que queremos, geralmente precisamos abrir mão de outra coisa de que gostamos. • Exemplo: horas de estudo. • Tradeoffs na sociedade: • “Armas e manteiga”; • Meio Ambiente e Renda; • Eficiência e Equidade;
  5. 5. 2 – O Custo de alguma coisa é aquilo de que você desiste para obtê-la • Exemplo: faculdade. • Custo de Oportunidade: qualquer coisa de que se tenha de abrir mão para obter algum item.
  6. 6. 3 – As pessoas racionais pensam na margem • Mudanças marginais: Pequenos ajustes incrementais a um plano de ação. • Em muitos casos, as pessoas tomam as melhores decisões quando pensam na margem. • Custo x Benefício. • Um tomador de decisões racional executa uma ação se e somente se o benefício marginal é maior que o custo.
  7. 7. 4 – As pessoas reagem a incentivos • O comportamento das pessoas pode mudar quando o custo e o benefício mudam. • Efeito do preço. • Políticas públicas. • Exemplo: impostos.
  8. 8. 5 – O comércio pode ser bom para todos • Exemplo: EUA x Japão. O comércio entre os dois países pode ser bom para ambos. • Não seria melhor se isolar. • O comércio entre pessoas, famílias, países, etc., permite que cada um se especialize naquilo que faz melhor e desfrute de uma maior variedade de bens e serviços. • Os concorrentes também são parceiros.
  9. 9. 6 – Os mercados são geralmente uma boa maneira de organizar a atividade econômica • Economia de mercado: uma economia que aloca recursos por meio das decisões descentralizadas de muitas empresas e famílias quando estas interagem nos mercados de bens e serviços. • Adam Smith e a “mão invisível” do mercado. • Falha das economias onde há um planejador central.
  10. 10. 7 – Às vezes os governos podem melhorar os resultados dos mercados • Se a mão invisível é tão boa, por que precisamos do • • • • • governo? Para protegê-la. O governo garante o direito de propriedade. Promover a eficiência ou a equidade. Falha de mercado: uma situação em que o mercado, por si só, não consegue produzir uma alocação eficiente de recursos. Externalidade: impacto das ações de uma pessoa sobre o bem-estar de outras que não tomam parte da ação. Poder de mercado: a capacidade que um único agente (ou um pequeno grupo de agentes) tem de influenciar significativamente os preços do mercado.
  11. 11. 8 – O padrão de vida de um país depende de sua capacidade de produzir bens e serviços • Produtividade: A quantidade de bens e serviços que podem ser produzidos em uma hora de trabalho. • Quanto menor a produtividade, maior a escassez e menor a qualidade de vida da população.
  12. 12. 9 – Os preços sobem quando o Governo emite moeda demais • Inflação: Um aumento do nível geral de preços da economia. • A inflação tem sido um problema econômico. • Causa da inflação: o aumento na quantidade de moeda. • Quando um governo emite grandes quantidades de moeda, o valor da moeda diminui.
  13. 13. 10 – A sociedade enfrenta um tradeoff de curto prazo entre inflação e desemprego • Quando o governo aumenta a quantidade de moeda, um dos resultados proporciona, no desemprego. é a inflação. Porém, também curto prazo, menores níveis de • Curva de Phillips. • Ciclo de negócios: flutuações da atividade econômica, medidas pelo número de pessoas empregadas ou pela produção de bens e serviços.

×