EUTANÁSIA – SOLUÇÃO INFELIZ
<ul><li>O termo eutanásia, cujo significado é “morte feliz”, foi criado pelo filósofo Francis Bacon. </li></ul><ul><li>Ele...
 
<ul><li>A EUTANÁSIA ATRAVÉS DA HISTÓRIA </li></ul><ul><li>Na Índia antiga, na qual os doentes incuráveis eram jogados no G...
 
<ul><li>A LEGISLAÇÃO INTERNACIONAL E A EUTANÁSIA </li></ul><ul><li>No Brasil, não há previsão legal para a prática da euta...
Tudo é feito por Deus e tudo o que Ele faz é sagrado.  Vivemos e nos movemos Nele. ANDRÉ LUIZ
<ul><li>A VISÃO ESPÍRITA DA MORTE </li></ul><ul><li>Comentando a resposta dos espíritos à pergunta nº 155-a, do Livro dos ...
 
<ul><li>Um homem agoniza, presa de cruéis sofrimentos. Sabe-se que o seu estado é sem esperanças. É permitido poupar-lhe a...
<ul><li>No dia 17/02/95, o jornal O Globo, tratando do assunto da eutanásia, noticia que um rapaz que seria submetido à eu...
 
<ul><li>Muitos tormentos podem ser poupados por um súbito clarão de arrependimento. </li></ul><ul><li>O materialista, que ...
 
<ul><li>Allan Kardec, na obra fundadora do Espiritismo, O Livro dos Espíritos, revela a posição da doutrina: &quot;Sempre ...
 
<ul><li>É inútil abreviar a vida para fazer cessar o sofrimento, já que a vida não acaba na morte física, e muito menos a ...
 
<ul><li>O que se passa com os espíritos encarnados cujos corpos ficam meses, e até mesmo anos, em estado vegetativo (coma)...
 
<ul><li>Em qualquer das circunstâncias, o Plano Espiritual sempre estende seus esforços na tentativa de auxílio. </li></ul...
 
<ul><li>Qual postura se deve ter perante a eutanásia?  É necessário confiar, antes de tudo, na Providência Divina, já que ...
 
<ul><li>Não menosprezemos as programações Divinas e admitamos que a doença poderá ser um teste também para os que devem cu...
 
<ul><li>O espírito de Emmanuel ensina fraternalmente:   </li></ul><ul><li>Quanto te encontres diante de alguém que a morte...
 
<ul><li>“ Como escreveu Francis Crick, o cientista britânico que descobriu o DNA, o código da vida, em seu livro A Busca C...
 
<ul><li>Portanto, vamos reafirmar com o Espírito Emmanuel: “o homem não tem o direito de praticar a eutanásia, em caso alg...
 
<ul><li>Finalmente, e para que não paire qualquer dúvida, vamos incluir também a opinião de Joanna de Ângelis: </li></ul><...
 
<ul><li>Para finalizar desejamos que novas medidas legais sejam tomadas, em todo o mundo, no sentido de que a preservação ...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida

7.471 visualizações

Publicada em

Conceição de Jacareí - RJ

http://www.gespiritacristao.com

Publicada em: Espiritual, Tecnologia, Turismo
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.471
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
71
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
317
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida

  1. 1. EUTANÁSIA – SOLUÇÃO INFELIZ
  2. 2. <ul><li>O termo eutanásia, cujo significado é “morte feliz”, foi criado pelo filósofo Francis Bacon. </li></ul><ul><li>Ele argumentava que o médico tem a responsabilidade de aliviar doenças e dores, não somente com a cura do mal, mas também proporcionando ao doente uma morte calma e fácil, se o problema for irreversível. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>A EUTANÁSIA ATRAVÉS DA HISTÓRIA </li></ul><ul><li>Na Índia antiga, na qual os doentes incuráveis eram jogados no Ganges, depois de terem vedado a boca e as narinas com a lama sagrada desse rio. </li></ul><ul><li>Em Atenas, o Senado tinha o poder absoluto de decidir sobre a eliminação dos velhos e incuráveis, dando-lhes o conium maculatum – bebida venenosa, em cerimônias especiais. </li></ul><ul><li>Ainda mais, “ na Idade Média, aos guerreiros feridos em combate oferecia-se um punhal muito afiado, conhecido por misericórdia, que lhes servia para evitar o sofrimento e a desonra. Os espartanos, conta Plutarco em Vidas Paralelas, atiravam anciãos e recém-nascidos deformados, do alto do Monte Taijeto “. </li></ul><ul><li>A eutanásia veio a ser condenada como prática cruel e desumana, somente a partir das tradições judaico-cristãs, tendo em vista que, a pratica da mesma implica no término do bem mais sagrado ao homem: a vida ! </li></ul>
  4. 6. <ul><li>A LEGISLAÇÃO INTERNACIONAL E A EUTANÁSIA </li></ul><ul><li>No Brasil, não há previsão legal para a prática da eutanásia, e do suicídio assistido, sendo que, na ocorrência de uma ou de outra, o delito seria qualificado como homicídio. </li></ul><ul><li>Na Europa, as leis da Holanda e da Bélgica admitem a realização da eutanásia. </li></ul><ul><li>O único país das Américas que admite a eutanásia é o Uruguai , desde o ano de 1937, e o estado americano de Oregon que, em legislação própria autoriza o suicídio assistido. </li></ul><ul><li>O fato do direito à vida ser protegido pelas constituições de todos os países, das quais temos notícias, faz com que a eutanásia seja considerada verdadeiro fantasma que – frise-se bem, em nenhuma hipótese -, deva ser incluída nos sistemas legais. </li></ul>
  5. 7. Tudo é feito por Deus e tudo o que Ele faz é sagrado. Vivemos e nos movemos Nele. ANDRÉ LUIZ
  6. 8. <ul><li>A VISÃO ESPÍRITA DA MORTE </li></ul><ul><li>Comentando a resposta dos espíritos à pergunta nº 155-a, do Livro dos Espíritos, Kardec afirma: </li></ul><ul><li>Durante a vida, o Espírito se acha preso ao corpo pelo seu envoltório semimaterial ou períspirito. </li></ul><ul><li>A morte é a destruição do corpo somente, não a desse outro invólucro, que do corpo se separa quando cessa neste a vida orgânica . </li></ul>
  7. 10. <ul><li>Um homem agoniza, presa de cruéis sofrimentos. Sabe-se que o seu estado é sem esperanças. É permitido poupar-lhe alguns instantes de agonia, abreviando-lhe o fim? Mas quem vos daria o direito de prejulgar os desígnios de Deus? </li></ul><ul><li>Não pode Ele conduzir um homem até a beira da sepultura, para, em seguida, retirá-lo, com o fim de fazê-lo examinar-se a si mesmo e modificar-lhe os pensamentos? </li></ul><ul><li>A que extremos tenha chegado um moribundo, ninguém pode dizer com certeza que soou a sua hora final. A ciência, por acaso, nunca se enganou nas suas previsões? ex:próximo slide. </li></ul>
  8. 11. <ul><li>No dia 17/02/95, o jornal O Globo, tratando do assunto da eutanásia, noticia que um rapaz que seria submetido à eutanásia sai de coma. O fato ocorreu na cidade de São Francisco, Califórnia , onde um moço de 21 anos, John Martin, foi atropelado e veio a entrar em coma profundo por força de um coágulo no cérebro. </li></ul><ul><li>Após a alegação dos médicos que o assistiam e a utilização de todos os recursos médicos cabíveis, concluíram que não havia mais esperanças do paciente recuperar, o que levou a mãe a tomar a decisão dolorosa de autorizar o desligamento dos aparelhos que o mantinham vivo. </li></ul><ul><li>De maneira surpreendente, a mãe em prantos antes de proceder o desligamento dos aparelhos disse ao filho inerte Eu te amo e, logo em seguida, deixando todos estupefados, o filho acordou e disse Eu também te amo mamãe. Tal fato deixa evidenciar que somente Deus sabe o momento da morte. </li></ul>
  9. 13. <ul><li>Muitos tormentos podem ser poupados por um súbito clarão de arrependimento. </li></ul><ul><li>O materialista, que só vê o corpo, não levando em conta a existência da alma, não pode compreender essas coisas. Mas o espírita, que sabe o que se passa além-túmulo, conhece o valor do último pensamento. Aliviai os últimos sofrimentos o mais que puderdes, mas guardai-vos de abreviar a vida, mesmo que seja apenas um minuto, porque esse minuto pode poupar muitas lágrimas no futuro. </li></ul>
  10. 15. <ul><li>Allan Kardec, na obra fundadora do Espiritismo, O Livro dos Espíritos, revela a posição da doutrina: &quot;Sempre se é culpado por não esperar o termo fixado por Deus (...) É sempre uma falta de resignação e de submissão a vontade do criador“. </li></ul><ul><li>Para o Espiritismo, o sofrimento sempre tem uma causa e sempre há na dor um caráter evolutivo. Os instantes finais da vida 'corporal' podem ser de grande importância na jornada evolutiva do espírito. </li></ul><ul><li>A eutanásia acabaria assim abortando as oportunidades de crescimento pessoal para o paciente e seus familiares que a situação oferece. </li></ul>
  11. 17. <ul><li>É inútil abreviar a vida para fazer cessar o sofrimento, já que a vida não acaba na morte física, e muito menos a dor, que ao contrário, pode até se tornar mais intensa numa vida futura, como forma de penitência pela falta de resignação. </li></ul><ul><li>Deve-se utilizar todos os recursos disponíveis para minorar a dor do indivíduo com pesquisas que visam melhoras na qualidade de vida de pacientes terminais. </li></ul><ul><li>Ex : preservar a saúde bucal de pacientes acamados, evitando doenças como a endocardite e pneumonias bacterianas. </li></ul>
  12. 19. <ul><li>O que se passa com os espíritos encarnados cujos corpos ficam meses, e até mesmo anos, em estado vegetativo (coma)? </li></ul><ul><li>Emmanuel - Seu estado será de acordo com sua situação mental. Há casos em que o espírito permanece como aprisionado ao corpo, dele não se afastando até que permita receber auxílio dos Benfeitores espirituais. São Pessoas, em geral, muito apegadas à vida material e que não se conformam com a situação. </li></ul><ul><li>Em outros casos, os espíritos, apesar de manterem uma ligação com o corpo físico, por intermédio do perispírito, dispõem de uma relativa liberdade. </li></ul><ul><li>Em muitas ocasiões, pessoas saídas do coma descrevem as paisagens e os contatos com seres que os precederam na passagem para a Vida Espiritual. </li></ul><ul><li>É comum que após essas experiências elas passem a ver a vida com novos olhos, reavaliando seus valores íntimos. </li></ul>
  13. 21. <ul><li>Em qualquer das circunstâncias, o Plano Espiritual sempre estende seus esforços na tentativa de auxílio. </li></ul><ul><li>Daí a importância da prece, do equilíbrio, da palavra amiga e fraterna, da transmissão de paz, das conversações edificantes para que haja maiores condições ao trabalho do Bem que se direciona, nessas horas, tanto ao enfermo como aos encarnados (familiares e médicos). </li></ul>
  14. 23. <ul><li>Qual postura se deve ter perante a eutanásia? É necessário confiar, antes de tudo, na Providência Divina, já que tais situações consistem em valiosas lições em processos de depuração do espírito. Os momentos difíceis serão seguidos, mais tarde, por momentos felizes. Deve-se lembrar também que a ciência médica avança todos os dias e que males, antes incuráveis, hoje recebem tratamento adequado. ex:filho do médico com difteria que foi morto por seu pai 1 dia antes, para aliviar seu sofrimento, de receber a notícia do remédio salvador. </li></ul>
  15. 25. <ul><li>Não menosprezemos as programações Divinas e admitamos que a doença poderá ser um teste também para os que devem cuidar do doente. </li></ul><ul><li>Teste de paciência, de amor, de solidariedade humana. </li></ul><ul><li>Um treinamento porque é possível que no futuro aquele que apressou a morte do outro, para se livrar do trabalho, tenha de passar pelos mesmos problemas. </li></ul><ul><li>Não é assim que funciona a lei de ação e reação? </li></ul>
  16. 27. <ul><li>O espírito de Emmanuel ensina fraternalmente: </li></ul><ul><li>Quanto te encontres diante de alguém que a morte parece nimbar de sombra, recorda que a vida prossegue além da grande renovação... </li></ul><ul><li>Não te creias autorizado a desferir o golpe supremo naqueles que a agonia emudece, a pretexto de consolação e de amor, porque, muitas vezes, por trás dos olhos baços e das mãos desfalecentes que parecem deitar o último adeus, apenas repontam avisos e advertências para que o erro seja sustado ou para que a senda se reajuste também. </li></ul><ul><li>Ante o catre da enfermidade mais insidiosa e mais dura, brilha o socorro da Infinita Bondade facilitando, a quem deve a conquista da quitação. </li></ul>
  17. 29. <ul><li>“ Como escreveu Francis Crick, o cientista britânico que descobriu o DNA, o código da vida, em seu livro A Busca Científica da alma......................’’ é difícil aceitar pura e simplesmente a hipótese de que tudo aquilo que determina a essência do ser humano(suas alegrias e tristezas, suas memórias e suas ambições) se resume ao comportamento de um amontoado de neurônios”. </li></ul>
  18. 31. <ul><li>Portanto, vamos reafirmar com o Espírito Emmanuel: “o homem não tem o direito de praticar a eutanásia, em caso algum , ainda que a mesma seja a demonstração aparente de medida benfazeja. </li></ul><ul><li>A agonia prolongada pode ter finalidade preciosa para a alma e a moléstia incurável pode ser um bem, como única válvula de escoamento das imperfeições do Espírito em marcha para a sublime aquisição de seus patrimônios da vida imortal. </li></ul><ul><li>Além do mais, os desígnios divinos são insondáveis e a ciência precária dos homens não pode decidir nos problemas transcendentes das necessidades do Espírito ”. </li></ul>
  19. 33. <ul><li>Finalmente, e para que não paire qualquer dúvida, vamos incluir também a opinião de Joanna de Ângelis: </li></ul><ul><li>“ Ninguém se deverá permitir a interferência destrutiva ou liberativa por meio da eutanásia em tais processos redentores. Pessoas que se dizem penalizadas dos sofrimentos de familiares e que desejam os tenham logo cessados, quase sempre agem por egoísmo, pressurosos de libertar-se do comprometimento e da responsabilidade de ajudá-los, sustentá-los, amá-los mais”. </li></ul>
  20. 35. <ul><li>Para finalizar desejamos que novas medidas legais sejam tomadas, em todo o mundo, no sentido de que a preservação da vida seja a primeira regra de uma nova ética que venha a iluminar os tribunais e as consciências, sob a força imbatível do amor. </li></ul>

×