Abordagem aurioral

2.021 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.021
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Abordagem aurioral

  1. 1. AMPLIFICAÇÃO SONORA Ms. Profa. Érica Ap. Garrutti
  2. 2.  Uso da audição residual por meio da modalidade auditiva para a aquisição, desenvolvimento de manutenção da linguagem oral. Critérios:  Identificação precoce;  Uso de dispositivos eletrônicos;  Participação familiar;  Terapia de reabilitação;  Programa educacional adequado.
  3. 3. Retroauricular
  4. 4. Retroauricular
  5. 5. Retroauricular
  6. 6. Intra-auricular
  7. 7. Diversos
  8. 8. O AASI converte o sinal sonoro em sinal elétrico e emsinal acústico. Amplificador Microfone Receptor Pilha
  9. 9. O AASI não funcionaDispositivo «liga/desliga» está em posiçãoerrada;O local da pilha pode não estar fechado;A pilha pode estar em posição invertida;A pilha acabou;O contato da pilha pode estar sujo de óleo;A saída do AASI ou molde podem estarobstruídos por cera;
  10. 10. O fio que conecta o aparelho ao receptor podeestar quebrado ou com defeito;O aparelho molhou;O contato entre molde e receptor não estábem apertado.
  11. 11. O AASI está apitandoO aparelho está ligado e fora da orelha;O molde não está completamente encaixadona orelha;Alguém colocou a mão perto da orelha doaluno ou ele encostou em algum lugar;Há problemas internos no aparelho;O aluno aumentou excessivamente o volumedo aparelho.
  12. 12. Aparelho convencional (de caixa ou bolso)
  13. 13. IMPLANTE COCLEAR
  14. 14. TREINAMENTO AUDITIVO Abordagem auri-oral
  15. 15. Itens fundamentais às habilidades auditivas:motivação, praticidade, estímulos, exploraçãoe expansão.Etapas:1.Detecção auditivaFechar os olhos e só abri-los ao ouvir o toquede um sino2.Discriminação auditivaDespertador x batida na porta / au au - co có
  16. 16. 3.Reconhecimento auditivoIdentificar sons específicos do meio ambiente4.Percepção figura-fundoLigar o rádio e apresentar um novo estímulosonoro5.Memória auditivaApresentar sons e ritmos que a criançadiscrimina.
  17. 17. TREINAMENTOFONOARTICULATÓRIO Abordagem auri-oral
  18. 18. O treinamento abrange respiração, voz,articulação e audição.Sistema fonêmico da língua: emissão decada fonema, com os traços que lhes sãocaracterísticos, distinguindo-os.Sistema prosódico da língua: uso do ritmoe entonação nas emissões.Altura e intensidade de voz: utilização davoz satisfatoriamente.
  19. 19. Exercícios de:Conhecimento dos órgãos da fala: lábios,língua, palato, mandíbula e bochechas;Respiração.A emissão correta dos fonemas ocorrerá se oaluno desenvolver a percepção dos seusórgãos. Ainda, a musculatura deve ter umtônus ideal, flexível para a movimentaçãorefinada no ato da fala.
  20. 20. LEITURA OROFACIAL Abordagem Auri-Oral
  21. 21. Compreensão da mensagem falada por meio depistas visuais (movimentos labiais e expressõesfaciais).Alguns aspectos são considerados:Percepção visual:Atenção para o rosto do falante;Distância entre locutor e leitor de até 3 metros.
  22. 22. Meio ambiente:Utilização do AASI;Presença de ruído e distrações visuais noambiente;Estruturas lingüísticas adequadas;Distância e iluminação do ambiente;Qualidade de fala do locutor.
  23. 23. Fatores de facilitação:Compreensão do contexto e da intençãocomunicativa;Compreensão do papel dos participantes;Percepção das dificuldades comunicativas.Códigos não-verbais:Mímica facial;Movimentos corporais;Motivação.
  24. 24. PROBLEMAS NO PROCESSO DE LOF:Capacidade para discriminar sons parecidos;Codificação insuficiente de informaçõescomplexas;Rapidez na emissão da fala;Ângulo do locutor;Distância entre locutor e leitor;Luminosidade e incidência de luz.
  25. 25. ORIENTAÇÕES AOS PROFESSORES:Antes de entregar objetos à criança, colocá-lospróximos ao rosto;Falar sobre o objeto e depois oferecê-lo àcriança;A luz deve estar sobre o rosto do falante;Manter-se posicionado em frente aos olhos dacriança;Falar com clareza e não exagerar naarticulação;
  26. 26. Usar frases estruturadas;Usar linguagem adequada;Distância deve possibilitar uma visão total dorosto;Expressão do locutor deve ser coerente com asmensagens;Cigarro, bala, dedo na boca, bigode dificultam aLOF;Atenção visual.

×