3º ANO

4.097 visualizações

Publicada em

3ºBIMESTRE/2013

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.097
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
80
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3º ANO

  1. 1. CadernoC1201 AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 3° BIMESTRE Língua Portuguesa e Matemática 3ª série do Ensino Médio 2012 Nome do Aluno(a): Orientações  Você está recebendo um caderno com 52 questões.  Você dispõe de duas horas para responder a todas as questões e de 20 minutos para preencher o Cartão de Respostas.  Leia com atenção cada questão antes de respondê-la.  Cada questão tem uma única resposta correta.  Em alguns textos, há, na margem esquerda, uma indicação com a numeração de linhas.  Ao terminar a prova, passe suas respostas para o Cartão de Respostas, utilizando caneta esferográfi ca azul ou preta. Não rasure seu Cartão de Respostas.  Depois, passe suas respostas para folha de rascunho. Ela servirá para você acompanhar as questões junto ao professor. Boa prova!
  2. 2. 01: A B C D E 02: A B C D E 03: A B C D E 04: A B C D E 05: A B C D E 06: A B C D E 07: A B C D E 08: A B C D E 09: A B C D E 10: A B C D E 11: A B C D E 12: A B C D E 13: A B C D E FOLHA DE TRANSCRIÇÃO Língua Portuguesa e Matemática 14: A B C D E 15: A B C D E 16: A B C D E 17: A B C D E 18: A B C D E 19: A B C D E 20: A B C D E 21: A B C D E 22: A B C D E 23: A B C D E 24: A B C D E 25: A B C D E 26: A B C D E 27: A B C D E 28: A B C D E 29: A B C D E 30: A B C D E 31: A B C D E 32: A B C D E 33: A B C D E 34: A B C D E 35: A B C D E 36: A B C D E 37: A B C D E 38: A B C D E 39: A B C D E 40: A B C D E 41: A B C D E 42: A B C D E 43: A B C D E 44: A B C D E 45: A B C D E 46: A B C D E 47: A B C D E 48: A B C D E 49: A B C D E 50: A B C D E 51: A B C D E 52: A B C D E Ensino Médio Caro(a) Aluno(a), Após transcrever as respostas para o Cartão de Respostas, repasse todas as respostas também para essa folha. Em outro momento, essa folha será utilizada para que seja realizada a correção da prova junto ao seu professor.
  3. 3. BL01P12 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Língua Portuguesa. Leia os textos abaixo. Texto 1 5 10 15 A posição social da mulher de hoje Ao contrário de algumas teses predominantes até bem pouco tempo, a maioria das sociedades de hoje já começam a reconhecer a não existência de distinção alguma entre homens e mulheres. Não há diferença de caráter intelectual ou de qualquer outro tipo que permita considerar aqueles superiores a estas. Com efeito, o passar do tempo está a mostrar a participação ativa das mulheres em inúmeras atividades. Até nas áreas antes exclusivamente masculinas, elas estão presentes, inclusive em posições de comando. Estão no comércio, nas indústrias, predominam no magistério e destacam-se nas artes. No tocante à economia e à política, a cada dia que passa, estão vencendo obstáculos, preconceitos e ocupando mais espaços. Cabe ressaltar que essa participação não pode nem deve ser analisada apenas pelo prisma quantitativo. Convém observar o progressivo crescimento da participação feminina em detrimento aos muitos anos em que não tinham espaço na sociedade brasileira e mundial. Muitos preconceitos foram ultrapassados, mas muitos ainda perduram e emperram essa revolução de costumes. A igualdade de oportunidades ainda não se efetivou por completo, sobretudo no mercado de trabalho. Tomando-se por base o crescimento qualitativo da representatividade feminina, é uma questão de tempo a conquista da real equiparação entre os seres humanos, sem distinções de sexo. Disponível em: <http://www.flaviarita.com/files/materiais/fcc_redacao_textos_dissertativos_argumentativos_material.pdf>. Acesso em: 22 out. 2011. Texto 2 5 10 15 20 A mulher no Brasil de hoje A mulher, até recentemente, possuía pouca participação de destaque no cenário nacional. Normalmente envolvida nas atividades do lar e na criação dos filhos, a presença feminina, na maioria das profissões, era rara ou de valor secundário, inclusive na questão do ganho salarial. No século passado, os nomes mais famosos do universo feminino estavam concentrados na área artística e cultural, tais como a música, o teatro ou a escrita. [...] O cenário da participação feminina no cotidiano brasileiro atual é bem diferente. Não existem mais diferenças entre as capacidades e possibilidades de ambos os sexos. Muito pelo contrário, como consequência da iniciativa da mulher brasileira de buscar a própria qualificação profissional e das políticas governamentais exclusivas sobre o tema, observa-se hoje que não existem mais barreiras para o seu progresso individual. [...] Da mesma forma, no cenário internacional, constata-se a presença da mulher brasileira com projeção e importância. A designação feminina para ocupar as representações nacionais no exterior, tais como embaixadas, consulados e a destacada vaga de representante do País na Organização das Nações Unidas (ONU) atestam a importância desse fato no crédito ao desenvolvimento atingido pelo Brasil nos últimos anos. Portanto, observa-se, no despertar de mais uma nova década, que a situação social da mulher na sociedade brasileira atual é consideravelmente relevante e imprescindível. Mais ativa em áreas específicas, tais como a política, economia, educação superior e na diplomacia, a mulher brasileira se firma na atualidade como clara demonstração do amadurecimento da democracia brasileira, fundamentada na igualdade de oportunidades e na plena possibilidade de ascensão social. Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/bancoderedacoes/redacao/luta-por-igualdade.jhtm>. Acesso em: 23 set. 2011. Fragmento. (P120392RJ_SUP) C1201 1
  4. 4. Questão 01 P120392RJ Sobre a ascensão da mulher no cenário nacional, esse dois textos apresentam opiniões A) ambíguas. B) complementares. C) conservadoras. D) contraditórias. E) inconsistentes. Questão 02 P120397RJ Qual é a informação principal do Texto 1? A) A necessidade de equiparação entre os seres humanos. B) A presença da mulher em posições de comando. C) As diferenças intelectuais entre homens e mulheres. D) O crescimento da participação feminina na sociedade. E) Os preconceitos contra a mulher no mercado de trabalho. Questão 03 P120393RJ O Texto 1 tem a finalidade de A) apresentar a importância da mulher na sociedade. B) argumentar sobre as dificuldades de ascensão da mulher. C) descrever a participação das mulheres em várias atividades. D) informar sobre o equilíbrio entre homens e mulheres. E) relatar os obstáculos sofridos pela mulher. Questão 04 P120404RJ No Texto 1, há uma opinião expressa pelo autor do texto no trecho: A) “Ao contrário de algumas teses predominantes até bem pouco tempo,...”. (ℓ. 1) B) “... reconhecer a não existência de distinção alguma entre homens e mulheres.”. (ℓ. 2-3) C) “Estão no comércio, nas indústrias, predominam no magistério e destacam-se nas artes.”. (ℓ. 7-8) D) “No tocante à economia e à política, a cada dia que passa, estão vencendo obstáculos,...”. (ℓ. 8-9) E) “... é uma questão de tempo a conquista da real equiparação entre os seres humanos,...”. (ℓ. 16-17) Questão 05 P120394RJ No Texto 2, no trecho “A mulher, até recentemente, possuía pouca participação de destaque no cenário nacional.” (ℓ. 1-2), foi empregada uma linguagem A) científica. B) coloquial. C) culta. D) jornalística. E) literária. Questão 06 P120396RJ O Texto 2 é um exemplo de A) artigo científico. B) artigo de opinião. C) crônica. D) reportagem. E) resenha. BL01P12 C1201 2
  5. 5. C1201 Leia novamente o texto “A mulher no Brasil de hoje” para responder à questão abaixo. Questão 07 P120395RJ Qual é o assunto do Texto 2? A) A atuação da mulher no mercado de trabalho. B) A igualdade da mulher em relação ao homem. C) A liderança feminina na ONU. D) A participação da mulher no contexto nacional. E) A qualificação profissional feminina. Leia o texto abaixo. BL01P12 5 10 15 O mito da criação da noite Antigamente não havia noite. Era sempre dia. O Sol brilhava esquentando a Terra. A Lua e as estrelas eram como o Sol. Tudo era luz e claridade na aldeia e sua floresta. Os homens caçavam sem cessar e as mulheres trabalhavam sem descanso, pois era sempre dia, noite não havia. O Sol fazia seu percurso até o poente para então retornar pelo caminho inverso de volta ao nascente. Mauá controlava o Sol, não permitindo que ninguém dele se aproximasse. Certa vez um homem quis saber como o Sol funcionava. Esperou que Mauá saísse para caçar e aproximou-se do Sol. Ao tocá-lo, o Sol se quebrou, o mesmo acontecendo com a Lua e as estrelas. E a noite surgiu engolindo tudo. Os homens que caçavam na mata ficaram perdidos na imensidão do escuro. As mulheres mal conseguiam encontrar suas redes dentro da maloca. Crianças e idosos lamentavam-se do fundo da noite sem luz. Mauá voltou para consertar o Sol. Ao ver o homem que o havia quebrado, Mauá lançou-se sobre ele e o atirou longe. Quando caiu, o homem transformou-se no macaquinho mão de ouro, escuro como a noite e com as mãos douradas como o Sol que havia tocado. Não foi possível consertar o Sol para que funcionasse como antes. Ele caminhava para o poente, mas não conseguia retornar, sumindo no horizonte e deixando a Terra na escuridão. Mauá então fez com que a Lua e as estrelas surgissem na ausência do Sol para iluminar um pouco a noite. E é assim até hoje. Disponível em: <http://cantinho_encantado.br.tripod.com/mito_criacao_noite.htm>. Acesso em: 5 dez. 2011. *Adaptado: Reforma Ortográfica. (P120398RJ_SUP) Questão 08 P120398RJ No trecho “... o homem transformou-se no macaquinho mão de ouro,...” (ℓ. 14), o uso do diminutivo na palavra destacada sugere A) afetividade. B) informalidade. C) ironia. D) piedade. E) tamanho. 3
  6. 6. Leia novamente o texto “O mito da criação da noite” para responder às questões abaixo. Questão 09 P120399RJ Qual é o fato que desencadeou essa narrativa? A) A ausência da noite nos tempos antigos. B) A saída de Mauá para caçar. C) O homem ser transformado em macaquinho. D) O Sol ser tocado pelo homem. E) O trabalho sem descanso dos homens da Terra. Questão 10 P120400RJ Nesse texto, o homem mostra-se A) arrependido. B) autoritário. C) curioso. D) desesperado. E) habilidoso. Questão 11 P120401RJ De acordo com esse texto, Mauá fez com que a Lua e as estrelas surgissem, porque A) desejava proteger o Sol do homem. B) precisava consertar o Sol quebrado. C) precisava esquentar a Terra. D) queria castigar o homem. E) queria iluminar um pouco a noite. Questão 12 P120402RJ No trecho “E a noite surgiu engolindo tudo.” (ℓ. 8), qual foi o recurso estilístico empregado? A) A associação comparativa de ideias. B) A construção da contradição semântica. C) A intensificação de uma ideia por meio do exagero. D) A mistura de impressões sensoriais. E) A reprodução de sons sugeridos pela natureza. Questão 13 P120403RJ De acordo com esse texto, depois que o Sol se quebrou, as mulheres A) caçaram sem cessar. B) lamentaram-se do fundo da noite sem luz. C) perderam-se na imensidão do escuro. D) tiveram dificuldades para encontrar suas redes. E) trabalharam sem descanso. BL01P12 C1201 4
  7. 7. BL01M12 C1201 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Matemática. Questão 14 M120009E4 Considere os números complexos z = 3 + 2i e w = 5 – 3i. Qual é o número complexo que representa a soma z + w? A) 8 – i B) 8 + 5i C) – i D) 5i E) 7i Questão 15 M120756D3 Observe na tabela abaixo o resultado da recuperação trimestral de uma turma de terceiro ano do Ensino Médio. Nessa recuperação, o aluno precisaria obter mais que 17 pontos para ser aprovado. RESULTADO DA RECUPERAÇÃO TRIMESTRAL – 3º Ano (1º TRIM.) Nº do aluno Notas da Avaliação (Valor: 30,0 pontos) 01 17,0 02 11,0 05 17,5 09 12,0 11 12,5 12 12,0 19 18,0 20 19,5 21 21,0 27 12,0 28 18,0 32 22,0 37 17,5 Qual foi a quantidade de alunos aprovados nessa recuperação? A) 8 B) 7 C) 6 D) 5 E) 4 5
  8. 8. Questão 16 M120016E4 Érica precisa comprar móveis para seu quarto novo. Em uma loja, uma vendedora apresentou 2 opções de guarda-roupa, 4 opções de cômoda e 3 opções de cama. Considerando esses móveis, de quantas maneiras diferentes ela pode mobiliar seu quarto escolhendo um guarda-roupa, uma cômoda e uma cama? A) 2 B) 8 C) 9 D) 12 E) 24 Questão 17 M120015E4 Observe os números abaixo. BL01M12 20 , – 17 , 3 7 1 , – 5 7 e 20 . Carla escreveu corretamente esses números em ordem crescente. Qual foi a sequência escrita por Carla? A) – 5 7 , – 7 1 , 17 , 20 e 20. 3 B) – 5 7 , – 7 1 20 , 17 e 20 . , 3 C) – 7 1 , – 5 7 20 , 17 e 20 . , 3 D) 20 , 20 , 17 , – 3 7 1 e – 5 7 . E) 20 , 17 , 20 , – 3 7 1 e – 5 7 . C1201 6
  9. 9. C1201 Questão 18 M120003E4 O desenho 1 abaixo mostra uma cantoneira de metal que é usada para a fixação de prateleiras na parede. O desenho 2 mostra um esquema de uma dessas cantoneiras com as indicações das medidas usadas pelo fabricante. Nessa figura, x representa o comprimento mínimo que pode ter uma tábua que será colocada sobre essa cantoneira. BL01M12 3 cm x 18 cm 30° Desenho 1 Desenho 2 Nessas condições, qual deve ser a medida x, aproximadamente? A) 15 cm B) 30 cm C) 33 cm D) 36 cm E) 39 cm Dados: sen 30º = 0,5 cos 30º ≅ 0,9 tg 30º ≅ 0,6 Questão 19 M110187D3 Lucas fez uma viagem e anotou o quanto gastou com alimentação em cada dia. Observe abaixo as anotações que ele fez. 1º dia: R$ 98,50 2º dia: R$ 54,50 3º dia: R$ 54,50 4º dia: R$ 14,50 5º dia: R$ 113,00 Em média, quanto Lucas gastou por dia com alimentação nesses 5 dias de viagem? A) R$ 54,50 B) R$ 55,50 C) R$ 63,75 D) R$ 67,00 E) R$ 335,00 7
  10. 10. C1201 Questão 20 M120006E4 A reta r, desenhada no plano cartesiano abaixo, forma um ângulo de 45º com o eixo horizontal e intercepta o eixo vertical no ponto de ordenada igual a 2. BL01M12 y 2 45° r 0 x Dado: sen 45º = cos 45º = 2 2 tg 45º = 1 Qual é a equação dessa reta r? A) y = 2x + 1 B) y = x + 2 C) y = x – 2 D) y = – x – 2 E) y = – 2x – 1 Questão 21 M120014E4 Observe os segmentos destacados nas retas abaixo. P Q – 5 – 4 – 3 – 2 – 1 0 1 2 3 4 5 – 5 R S – 4 – 3 – 2 – 1 0 1 2 3 4 5 – 5 T U – 4 – 3 – 2 – 1 0 1 2 3 4 5 – 5 V X – 4 – 3 – 2 – 1 0 1 2 3 4 5 – 5 Z K – 4 – 3 – 2 – 1 0 1 2 3 4 5 O número 19 pertence ao intervalo representado pelo segmento A) PQ B) RS C) TU D) VX E) ZK 8
  11. 11. Questão 22 M120764D3 Uma caixa contém 4 canetas vermelhas, 6 canetas verdes, 8 canetas pretas e 10 canetas azuis, todas de mesmo formato e massa. Qual é a probabilidade de retirar, ao acaso, uma caneta preta dessa caixa? A) BL01M12 1 28 B) 8 1 C) 7 2 D) 7 5 E) 2 7 Questão 23 M120022E4 Observe o triângulo PQR desenhado na malha quadriculada abaixo. y (cm) 0 3 – 2 P 2 1 Q R – 1 1 2 3 4 5 x (cm) – 1 Qual é a medida do lado PR desse triângulo? A) 53 cm B) 45 cm C) 27 cm D) 13 cm E) 5 cm C1201 9
  12. 12. Questão 24 M120012E4 O quociente BL01M12 5 + 2i na forma a + bi é 3 – i A) 3 5 – 2i B) 3 5 + 2i C) 13 10 + 11 i 10 D) 13 8 + 11 i 8 E) 17 8 + 11 i 8 Questão 25 M120005E4 A reta r, desenhada no plano cartesiano abaixo, passa pela origem dos eixos e pelo ponto M. 4 y 3 0 x r M Qual é a equação dessa reta r? A) 3x – 4y = 0 B) 4x – 3y = 0 C) 4x + 3y = 0 D) 4x – y + 3 = 0 E) 3x – y + 4 = 0 Questão 26 M120020E4 Um casal de namorados e mais três amigos compraram cinco ingressos para assistirem uma peça de teatro. Esses ingressos comprados correspondem às cadeiras localizadas lado a lado e numeradas de 1 a 5. Qual é a probabilidade de esse casal de namorados sentar separado durante essa peça de teatro? A) 5 1 B) 5 2 C) 2 1 D) 5 3 E) 5 4 C1201 10
  13. 13. BL02P12 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Língua Portuguesa. Leia os textos abaixo. Texto 1 5 10 Como devem ser as relações entre as pessoas e seus animais de estimação? Cada vez mais, tem sido comum acompanharmos nos noticiários pessoas ricas que deixam suas fortunas para seus animais de estimação como uma forma, ainda que exagerada, de amor e estima. Infelizmente, numa proporção um pouco maior, temos observado também que nem sempre esse amor se manifesta, pelo contrário, os atos de agressão física, abandono e descaso chocam [...], a todo o momento. Recentemente, tivemos notícia na imprensa nacional, de um caso de extrema violência. Uma enfermeira espancou e torturou até a morte seu cãozinho de estimação e, como se não bastasse tamanha barbárie, ainda o fez na presença se seu filho de apenas 3 anos. Esse episódio teve repercussão não só no Brasil, mas também em todo o mundo, dada tamanha crueldade empregada contra o animal indefeso. [...] Criar um animal não é o mesmo que cultivar uma planta. Há, neste caso, necessidades físicas e afetivas de caráter mútuo que precisam ser respeitadas dentro de um equilíbrio racional. Dosar o amor [...] e dar um tratamento digno é o caminho mais acertado tanto para o dono quanto para seu bicho de estimação. [...] Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/bancoderedacoes/redacao/humanos-e-animais-seres-de-um-mesmo-reino.jhtm>. Acesso em: 20 maio 2011. Fragmento. Texto 2 5 10 15 Humanos e animais: seres de um mesmo reino Desde os tempos remotos, os seres humanos estabelecem relações com os animais, seja ela econômica, cultural ou afetiva. Isso repercutiu durante toda a história da humanidade, sendo que, nas últimas décadas, cresceu o número de pessoas que possuem animais de estimação, relacionando-se com eles de diversas maneiras. O relacionamento entre seres humanos e animais de estimação deve ser amigável e equilibrado, para que possa trazer benefícios a ambas as partes. Através de respeito, conseguem-se bons resultados, como os obtidos com o uso de cachorros no tratamento de pacientes que tenham depressão e/ou câncer. Nesse caso, os animais ajudam a elevar e qualificar a autoestima da pessoa, ajudando-a a enfrentar o tratamento com mais alegria e, em troca, recebem carinho e atenção. Todavia, há alguns absurdos, muitos deles divulgados pela mídia: maus tratos, agressões covardes aos animais, práticas ilícitas como rinha de galo, excesso de mimos e cuidados, fatos esses que causam, na maioria da população, revolta e indignação, além de poder trazer como consequência atitudes inesperadas por parte de animais de estimação, comportamento agressivo, fobias. O necessário é reprimir os excessos e mostrar às pessoas a maneira mais adequada de relacionar-se com seu respectivo bicho de estimação, um convívio que, como tudo na vida, deve estar embasado no respeito mútuo e estar inserido dentro de certos limites de comportamento e de zelo, para que se torne uma interação prazerosa e que traga felicidade. Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/bancoderedacoes/redacao/humanos-e-animais-seres-de-um-mesmo-reino.jhtm>. Acesso em: 20 maio 2011. (P120405RJ_SUP) C1201 11
  14. 14. Questão 27 P120405RJ Uma informação comum entre esses dois textos é a A) agressão física aos animais. B) contribuição dos animais no tratamento de câncer. C) herança deixada aos animais de estimação. D) participação de crianças nas cenas de violência. E) prática ilícita da rinha de galo. Questão 28 P120406RJ No Texto 2, no trecho “Todavia, há alguns absurdos,...” (ℓ. 11), a conjunção coordenada em destaque estabelece com a oração anterior uma relação de A) adição. B) adversidade. C) alternância. D) conclusão. E) explicação. Questão 29 P120407RJ Qual é a tese defendida no Texto 2? A) Os humanos relacionam-se com os animais há muitos anos. B) Os animais ajudam a elevar e qualificar a autoestima das pessoas. C) Os animais ainda sofrem maus tratos e agressões covardes. D) O relacionamento entre humanos e animais deve ser amigável e equilibrado. E) O excesso de cuidados com os animais pode trazer comportamento agressivo. Questão 30 P120413RJ No Texto 2, no trecho “... muitos deles divulgados pela mídia:...” (ℓ. 11), os dois pontos introduzem A) um comentário. B) um esclarecimento. C) uma contestação. D) uma exemplificação. E) uma opinião. BL02P12 C1201 12
  15. 15. BL02P12 Leia o texto abaixo. 5 10 C1201 A lenda da Gralha Azul (lenda indígena) A gralha azul é um Corvídeo (família dos corvos), era todo preto e vivia triste pelos pinheirais do sul. Um dia, um velho pinheiro que vivia lá no alto da serra de braços abertos, perguntou à gralha: − Porque você é triste? Ela lhe respondeu: − Sou feia, queria ter a cor do céu. Então o velho pinheiro falou, “vá no céu buscar sua cor.” A gralha voou bem alto, mas bem alto mesmo e lá no céu ela olhou seu corpo, e o que seus olhos conseguiam ver de seu próprio corpo, observou que estava todo azul, somente ao redor da cabeça onde não conseguiu enxergar, continuou preta. Ao voltar para os pinheirais, ficou tão feliz que seu canto passou a ser um verdadeiro alarido, que mais parece as vozes de crianças brincando. E, em agradecimento, a gralha passou a plantar o pinheiro. Disponível em: <http://www.velhobruxo.tns.ufsc.br/Lenda028.html>. Acesso em: 24 jun. 2011. (P120409RJ_SUP) Questão 31 P120410RJ No trecho “... passou a ser um verdadeiro alarido,...” (ℓ. 11), a palavra em destaque sugere A) aflição. B) desordem. C) euforia. D) beleza. E) ironia. Questão 32 P120411RJ Nesse texto, o trecho que apresenta uma opinião é: A) “... era todo preto e vivia triste pelos pinheirais do sul.”. (ℓ. 1-2) B) “... um velho pinheiro que vivia lá no alto da serra de braços abertos,...”. (ℓ. 2) C) “Então o velho pinheiro falou, ‘vá no céu buscar sua cor’.” (ℓ. 7) D) “Ao voltar para os pinheirais, ficou tão feliz...”. (ℓ. 10-11) E) “... que mais parece as vozes de crianças brincando.”. (ℓ. 11-12) 13
  16. 16. BL02P12 Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 C1201 Enquanto luzes se acendem, o brilho da natureza se apaga Situado próximo ao Patrimônio de São Gonçalo, o córrego da Lapa possui nos seus arredores uma planície onde se encontra o rio São Mateus, com grande potencial de queda, relevo favorável e elevado suprimento hidrográfico. Provavelmente, essas tenham sido características decisivas que proporcionaram uma intrigante iniciativa: a construção de uma hidrelétrica. Esse projeto do governo federal, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia, ainda está sendo estudado, o que não diminui a contrariedade da população ao caso. Segundo dados da empresa contratada [...], a duração da obra está prevista para dois anos e garantirá a geração de aproximadamente 350 empregos indiretos, sendo 150 permanentes. O núcleo planejador alega que o município se beneficiaria com a geração de energia elétrica, que traria significativo crescimento econômico e estrutural. Apesar disso, sou contra a construção porque, embora a energia hidráulica seja considerada uma fonte limpa (não poluente) e renovável de obtenção de energia, causa grandes impactos, tanto ambientais, quanto sociais. A construção de uma barragem causaria a diminuição do fluxo de água, o que prejudicaria os agricultores que dependem do rio para a irrigação de suas plantações. Ademais, a interrupção do curso da água ocasionaria a falta de oxigênio na mesma, o que seria propício para a criação de bactérias e nascimento de mosquitos e larvas. Além disso, os moradores da localidade seriam obrigados a abandonar suas propriedades de onde retiram seu sustento e vivem há anos. E, no caso de rompimento da barragem, a água causaria mais desastres e inundaria outras áreas, inclusive o Patrimônio de São Gonçalo. Mas os problemas vão muito além das relações humanas: alteraria ecossistemas naturais. A barragem ainda prejudicaria a piracema, um processo natural de reprodução dos peixes, inundaria aproximadamente 400 hectares de vegetação nativa, destruindo o habitat de várias espécies animais e vegetais. Mesmo que a empresa tente minimizar, sempre existirá a degradação socioambiental. Por isso, penso que o meio ambiente e os próprios moradores da região não podem sofrer as consequências da comodidade e de materialidade humana. Enfim, é preciso conscientização e senso social, para que enquanto luzes se acendem vidas não se apaguem. N. do N. G. Escola: E. E. E. F. M. Professora Ana Portela de Sá, Cidade: Vila Pavão, ES. Disponível em: <http://www.escrevendo. cenpec.org.br/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=20&Itemid=31>. Acesso em: 15 jan. 2012. Fragmento. (P120412RJ_SUP) Questão 33 P120412RJ Nesse texto, um dos argumentos que sustenta a tese defendida pelo autor é A) a obra beneficiaria o município com geração de energia elétrica. B) a obra garantirá, aproximadamente, 350 empregos diretos. C) a obra prejudicaria a piracema e inundaria 400 hectares de vegetação. D) o projeto da hidrelétrica ainda está sendo estudado pelo governo. E) o projeto da hidrelétrica é considerado uma fonte limpa de energia. 14
  17. 17. Leia novamente o texto “Enquanto luzes se...” para responder às questões abaixo. Questão 34 P120414RJ No trecho “... que dependem do rio...” (ℓ. 15), o pronome em destaque retoma A) agricultores. B) bactérias. C) moradores. D) mosquitos. E) plantações. Questão 35 P120415RJ No trecho “... vidas não se apaguem.” (ℓ. 29), a palavra em destaque tem o mesmo sentido que A) aquietar. B) desenganar. C) desligar. D) escurecer. E) extinguir. Questão 36 P120408RJ No quinto parágrafo desse texto, para confirmar sua tese, o autor faz uso de A) citações. B) exemplificações. C) fatos históricos. D) raciocínio lógico. E) relatos pessoais. BL02P12 C1201 15
  18. 18. BL02P12 Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 C1201 A mosca atrapalhada Vou contar para vocês a confusão e correria que uma mosca arrumou certa vez... Uma mosca viu uma cobra dormindo em cima dum monte de lenha e, prestimosa como sempre, foi logo avisando-a: − Ó, dona cobra, fuja daí porque está chegando alguém para buscar a lenha e a vendo aí pode matá-la. A cobra seguiu o conselho e se enfiou apressadamente dentro da toca de um rato. Este, ao ver a cobra entrando pela sua casa adentro, deu um guincho e fugiu todo esbaforido pela saída de emergência. Do lado de fora, deu um esbarrão na perna do faisão que, nervoso, começou a berrar. O macaco, que estava dormindo, ao ouvir a gritaria, deu um pulo tão grande que um galho caiu em cima da cabeça de um elefante que estava passando debaixo da árvore naquele momento. O elefante, apavorado, saiu esmagando tudo pela frente e acabou pisando no ninho de pássaro tiétié. Esta ave, que tem as penas vermelhas como fogo, ficou tão zangada que incendiou a planície. O veado, que passava ali por perto, queimou as patas e correu em direção ao rio para se refrescar. Estava tão assustado que se esqueceu de gritar, como fazia sempre, para avisar as mulheres da aldeia, que estavam banhando-se no rio, para se vestirem. Elas saíram correndo e foram imediatamente se queixar ao chefe da aldeia. O veado foi então chamado para se explicar. Ele pediu desculpas e pôs a culpa no pássaro tiétié. O chefe da aldeia mandou chamar o pássaro e este se defendeu acusando o elefante. E assim por diante todos os animais metidos na confusão tiveram que se apresentar ao enfurecido chefe da aldeia para se justificarem. Até que chegou a vez da mosca que quis fazer um bem avisando a cobra e acabou se dando mal. O chefe da aldeia reuniu o conselho de anciãos para julgar o caso, e ela foi perdoada. Hoje vive por aí zumbindo no nariz da gente. Disponível em: <http://erikavecci.blogspot.com.br/2011/11/conto-africano-mosca-attrapalhada.html>. Acesso em: 15 out. 2011. (P120416RJ_SUP) Questão 37 P120416RJ Nesse texto, há um traço de humor no trecho: A) “A cobra seguiu o conselho e se enfiou apressadamente dentro da toca...”. (ℓ. 6) B) “Do lado de fora, deu um esbarrão na perna do faisão...”. (ℓ. 8) C) “O elefante, apavorado, saiu esmagando tudo pela frente...”. (ℓ. 12) D) “O veado, que passava ali por perto, queimou as patas e correu em direção ao rio...”. (ℓ. 15) E) “Hoje vive por aí zumbindo no nariz da gente.”. (ℓ. 25) Questão 38 P120417RJ O elemento da narrativa que predomina no quarto parágrafo desse texto é A) a apresentação do espaço. B) a descrição do personagem. C) a passagem do tempo. D) a sequência dos fatos. E) o conflito do personagem. 16
  19. 19. Leia novamente o texto “A mosca atrapalhada” para responder à questão abaixo. Questão 39 P120409RJ Nesse texto, no trecho “... todo esbaforido pela saída de emergência.” (ℓ. 7-8), a forma verbal destacada estabelece concordância com A) elefante. B) faisão. C) macaco. D) pássaro. E) rato. BL02P12 C1201 17
  20. 20. BL02M12 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Matemática. Questão 40 M110192ES Uma empresa publicitária, visando ao aumento do número de pessoas que utilizam as redes sociais, encomendou uma pesquisa para descobrir o percentual de usuários dessas redes, por faixa etária. Os dados dessa pesquisa estão listados na tabela abaixo. Faixa etária Percentual Menos de 18 anos 46% De 18 a 30 anos 38% De 31 a 50 anos 15% Mais de 50 anos 1% O gráfico que representa os dados dessa tabela é A) 46% Percentual por faixa etária 1% 15% 38% Menos de 18 anos De 18 a 30 anos De 31 a 50 anos Mais de 50 anos B) Percentual por faixa etária 1% 38% 15% 46% Menos de 18 anos De 18 a 30 anos De 31 a 50 anos Mais de 50 anos C) Percentual por faixa etária 1% 46% 38% 15% Menos de 18 anos De 18 a 30 anos De 31 a 50 anos Mais de 50 anos D) Percentual por faixa etária 1% 46% 15% 38% Menos de 18 anos De 18 a 30 anos De 31 a 50 anos Mais de 50 anos E) Percentual por faixa etária 46% 38% 15% Menos de 18 anos De 18 a 30 anos 1% De 31 a 50 anos Mais de 50 anos C1201 18
  21. 21. Questão 41 M120017E4 Maria possui um livro de cada uma das disciplinas que estuda: Biologia, Matemática, Geografia, História, Língua Portuguesa, Física, Química e Língua Inglesa. De quantas maneiras diferentes Maria pode colocar todos esses livros lado a lado em uma prateleira? A) 8 B) 36 C) 64 D) 5 040 E) 40 320 Questão 42 M120004E4 A reta r, desenhada no plano cartesiano abaixo, passa pelos pontos M e N. BL02M12 N y 4 r 2 M 1 5 0 x Qual é a equação dessa reta r? A) x – 2y + 3 = 0 B) x – y + 2 = 0 C) 2x – y – 3 = 0 D) 2x – y = 0 E) 5x – y + 4 = 0 Questão 43 M120013E4 Observe a reta numérica abaixo. Essa reta está dividida em segmentos de mesma medida. – 6 S P Q R T – 4 – 2 0 2 4 6 8 – 10? Qual é o ponto que melhor representa o número racional 3 A) P. B) Q. C) R. D) S. E) T. C1201 19
  22. 22. C1201 Questão 44 M120565D3 Dentre os frequentadores de um clube para a terceira idade, 85% são associados e os demais são funcionários do clube. Desse total de pessoas, 65% são mulheres e o número de homens é igual a 385. A quantidade de funcionários desse clube é A) 15 B) 165 C) 715 D) 935 E) 1 100 Questão 45 M120002E4 Observe abaixo o desenho de um barco a vela. Nesse desenho, o segmento PQ corresponde ao mastro desse barco. BL02M12 6 m 0,5 m Mastro P Q 60° h Considere: sen 60º ≅ 0,87 cos 60º = 0,50 tg 60º ≅ 1,73 Qual é a medida aproximada da altura h desse mastro? A) 3,00 m B) 3,50 m C) 4,72 m D) 5,22 m E) 5,72 m Questão 46 M120010E4 Considere os números complexos z = 4 + 5i e w = – 2 + 6i. Qual é o número complexo que representa a diferença z – w? A) 6 – i B) 6 – 11i C) 2 + 11i D) 2 – i E) – 6 + i 20
  23. 23. Questão 47 M120008E4 Observe os pontos M e N no plano cartesiano abaixo. BL02M12 y (cm) 1 2 5 5 M N 0 x (cm) Qual é a medida desse segmento MN? A) 3 cm B) 5 cm C) 7 cm D) 10 cm E) 25 cm Questão 48 M120019E4 O desenho abaixo mostra 15 bolas numeradas de 1 a 15. 9 7 12 15 8 1 6 10 3 14 11 2 13 4 5 Uma dessas bolas foi sorteada ao acaso. Qual é a probabilidade de o número dessa bola sorteada ser múltiplo de 2 ou múltiplo de 3? A) 7 45 B) 3 1 C) 7 15 D) 3 2 E) 5 4 C1201 21
  24. 24. C1201 Questão 49 M120011E4 Qual é o resultado da multiplicação (2 – 3i)(4 + 2i)? A) 2 – 8i B) 2 + 16i C) 8 – 6i D) 8 – 14i E) 14 – 8i Questão 50 M120001E4 Observe o triângulo retângulo abaixo. BL02M12 Q 6 cm P 30° R Dados: sen 30º = 2 1 cos 30º = 2 3 3 tg 30º = 3 Qual é a medida do lado QR desse triângulo? A) 12 cm B) 6 3 cm C) 10 cm D) 4 3 cm E) 3 cm Questão 51 M120018E4 Pedro precisa cadastrar uma senha formada por 3 vogais distintas para acessar sua conta bancária. Quantas são as opções de senhas que Pedro pode criar? A) 10 B) 12 C) 15 D) 60 E) 125 22
  25. 25. Questão 52 M120007E4 O mapa abaixo foi desenhado sobre um plano cartesiano graduado em centímetros. Nesse plano, a cidade de São Paulo encontra-se na origem dos eixos coordenados e Vitória no ponto de coordenadas (6,3). BL02M12 3 0 6 y x Minas Gerais Belo Horizonte São Paulo Espírito Santo Rio de Janeiro Rio de Janeiro Nesse mapa, qual é a menor distância, aproximadamente, entre São Paulo e Vitória? A) 5,2 cm B) 6,6 cm C) 9,0 cm D) 22,5 cm E) 45,0 cm Considere: 5 ≅ 2,2 C1201 23

×