25

519 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
519
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

25

  1. 1. O cérebro Psicologia B – 12º A 06/10/11 SNC - O CÉREBRO“O cérebro é um tear encantado onde milhões de lançadeiras fulgurantes (impulsos nervosos) tecem um padrão disperso, umpadrão sempre cheio de sentido e todavia nunca duradouro; uma harmonia de subpadrões em constante mutação.” Sir Charles SherringtonConstituído por cerca de um bilião de células, das quais cem mil milhões são neurónios interligados em rede, océrebro trata simultaneamente um número incalculável de informação. Se pensares que cada um dos neuróniospode ter até 5000 sinapses, compreenderás que alguns psicofisiólogos considerem que o número de interligaçõespossíveis no cérebro é superior ao número total das partículas atómicas que compõem o Universo (Thompson, R.,Introdução à Psicofisiologia, 1984).É no cérebro que reside a memória, a aprendizagem, o pensamento, a linguagem, a criatividade; é no cérebro quevemos, ouvimos, sentimos e cheiramos; é também no cérebro que o sono e o sonho habitam; é também aí que afome, a sede, a temperatura são controladas. Podemos, por isso, dizer que o cérebro contribui de forma decisivapara o comportamento humano. (Na entrevista da página 107 são referidos alguns meios para estudar o cérebro.)Estruturas e funções do cérebroGeralmente divide-se o cérebro ou encéfalo em três estruturas, que se interligam funcionando de forma integrada eunificada: o metencéfalo ou cérebro posterior, o mesencéfalo ou cérebro médio e o protencéfalo ou cérebroanterior. A cada uma destas estruturas correspondem diferentes componentes: bolbo raquidianoCérebro posterior cerebelo protuberância Cérebro médio formação reticular tálamo hipotálamo Cérebro anterior sistema límbico cérebro ANO LECTIVO 2011-2012
  2. 2. PÁGINA - 2 O modelo que se segue representa as principais estruturas do sistema nervoso central. À medida que for identificando as várias estruturas e respetivas funções, localize-as na figura:Apresentamos em seguida algumas funções destas estruturas, dando particular atenção ao córtex cerebral, tendo em conta o seu papel no comportamento humano.Cérebro posteriorO cérebro posterior ou metencéfalo é constituído por bolbo raquidiano, cerebelo e protuberância. Vamos localizar e descreveras principais funções destas estruturas.Bolbo raquidianoOs nervos que ligam a espinal medula ao cérebro passam pelo bolbo raquidiano. Esta estrutura, que, como podes observar nafigura, é um prolongamento da espinal medula, tem um papel importante na receção de informações que provêm da cabeça,como a visão, a audição, o gosto… Comanda ainda funções vitais como o ritmo cardíaco, a respiração e a pressão arterial,influenciando também o sono e a tosse.CerebeloO cerebelo é constituído por dois hemisférios, que desempenham um importante papel na manutenção do equilíbrio e nacoordenação da atividade motora. Uma lesão no cerebelo provoca descoordenação motora, desequilíbrio e perda do tónusmuscular. Controlar os movimentos precisos que permitem atividades como jogar ping-pong, tocar violino e até cantar.
  3. 3. PÁGINA - 3ProtuberânciaA protuberância, como o nome indica, é uma saliência inclinada acima do bolbo raquidiano. É o local de passagem de fibrasnervosas que unem os diferentes níveis do sistema nervoso central. Desempenha também um papel importante no mecanismodo sono.Cérebro médioO cérebro médio ou mesencéfalo é uma estrutura que liga o cérebro anterior ao cérebro posterior. É aqui que se situa o núcleoda formação reticular: esta estrutura, formada por um conjunto de núcleos, desempenha um importante papel nas funções daatenção, memória, sono e estado de alerta.Investigações recentes vieram demonstrar que a formação reticular desempenha um papel importante na regulação das funçõescardíaca, pulmonar e intestinal, bem como na perceção da dor. Alguns dos seus núcleos têm influência na regulaçãohomeostática.Cérebro anteriorO cérebro anterior ou protencéfalo é constituído pelo tálamo, hipotálamo, sistema límbico e córtex cerebral. Analisemos asfunções de cada uma destas estruturas.TálamoO tálamo é constituído por substância cinzenta e está situado perto do centro do cérebro. É ao tálamo que chegam a maior partedas informações visuais, auditivas e tácteis, retransmitindo-as para as respetivas áreas do córtex cerebral.É pelo tálamo que passam as respostas do córtex cerebral que são enviadas para o cerebelo e para o bolbo raquidiano.Sensações como a pressão e a temperatura extremas e a dor são processadas ao nível do tálamo.Com outras estruturas nervosas, desempenha um papel importante na regulação do sono e do estado de alerta.HipotálamoO hipotálamo1 é constituído por um pequeno grupo de núcleos que se encontram sob o tálamo. Está em ligação com a hipófisee pesa cerca de quatro gramas. Desempenha um papel fundamental na regulação da temperatura do corpo, do sono, da vigília,da fome, da sede, do impulso sexual. Controla ainda a circulação sanguínea. É sede de emoções como o medo e a cólera.Atua sobre a hipófise, organizando os ajustamentos endócrinos que permitem uma resposta adequada a uma situação deemergência.Quando estudarmos a motivação aprofundaremos o estudo das funções do hipotálamo.Sistema límbicoO sistema límbico2 é constituído, entre outras, pelas seguintes estruturas: o hipocampo, a amígdala e obolbo olfativo.1 O hipotálamo aparece muitas vezes como fazendo parte do sistema límbico.2 O termo “límbico” foi utilizado pela primeira vez por Paul Broca
  4. 4. PÁGINA - 4Este sistema tem um papel importante na experiência eexpressão da emoção, na motivação e noscomportamentos agressivos. É, por isso, considerado océrebro das emoções. Na agressividade parece quediferentes estruturas desempenham papéis opostos,assegurando assim um equilíbrio dinâmico. A ablação daamígdala desencadeou comportamentos dóceis emmacacos.Será pela ação conjunta das estruturas do sistema límbicocom o sistema nervoso simpático que o organismo écapaz de responder a situações de agressão com origemno meio ambiente.Analisaremos sucintamente a função de duas estruturas do sistema límbico: a amígdala e o hipocampo.A amígdala, constituída por duas estruturas simétricas localizadas em cada hemisfério cerebral, tem umpapel importante nas manifestações de agressão e medo.Investigações desenvolvidas pelo neurologista António Damásio vieram demonstrar a importância daamígdala na perceção das emoções faciais, concretamente a expressão de medo.Uma doente que apresentava graves lesões nas duas estruturas da amígdala dos dois hemisférios eraincapaz de reconhecer as emoções quando estas se misturavam numa única expressão facial.Concretamente, não conseguia reconhecer a expressão do medo.O hipocampo desempenha um importante papel na memória retendo as informações. É uma das zonasmais afetadas pela doença de Alzheimer. Esta doença é uma forma de demência manifestada por váriossintomas como: não reconhecimento das pessoas próximas; esquecimento do próprio nome; incapacidadeprogressiva de realizar tarefas simples, etc.O hipocampo e a amígdala têm funções complementares do ponto de vista emocional. Por exemplo, é ohipocampo que te permite reconhecer a tua professora do 1.° ciclo, mas é a amígdala que acrescenta segostas ou não dela. Monteiro, M. Santos, S., Psicologia 1.ª parte, 2005, Porto: Porto Editora, pp. 94-97

×