Literatura A Arte da Palavra

25.110 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
170
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
801
Comentários
0
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literatura A Arte da Palavra

  1. 1. . Literatura ... A Arte da palavra Aula de Literatura – Professora: Maria Cristina A. Biagio
  2. 2. Definição <ul><li>A literatura é a arte da palavra escrita ou falada. É através da literatura que podemos criar, recriar, transcriar a realidade. </li></ul>
  3. 3. Funções da literatura <ul><li>Provocar a emoção; </li></ul><ul><li>Escapismo – fuga da realidade; </li></ul><ul><li>Arte pela arte – apreciar o belo; </li></ul><ul><li>Crítica social; </li></ul><ul><li>Função lúdica; </li></ul><ul><li>Sinfronismo (simpatia despertada pela emoção). </li></ul>Uma das características mais importantes da Literatura é que ela é circular.
  4. 4. <ul><li>“ Ninguém é escritor por haver decidido dizer certas coisas, mas por haver decidido dizê-las de determinado modo.” </li></ul><ul><li>Jean Paul Sartre </li></ul><ul><li>(1905-1980) </li></ul>
  5. 5. “ Poesia, arquitetura, música: arte. Aquilo que amplia as nossas vidas, que dá novo significado à nossa existência, que nos faz sonhar. Sonhos feitos de sons, sonhos feitos de pedra, sonhos feitos de palavras, não importa, o que importa é sonhar.” Moacyr Scliar
  6. 6. Michelangelo – Capela Sistina
  7. 7. Giotto di Bondone – (1277-1337) Afresco (arte ou método de pintura mural feita sobre a argamassa molhada.
  8. 8. Palavra e arte <ul><li>Michelangelo – Detalhe de um arco da Capela Sistina com cenas da Criação. </li></ul>
  9. 9. O Cântico da terra, de Cora Coralina (fragmento) <ul><li>“ Eu sou a terra, eu sou a vida. </li></ul><ul><li>Do meu barro primeiro veio o homem. </li></ul><ul><li>De mim veio a mulher e veio o amor. </li></ul><ul><li>Veio a árvore, veio a fonte. </li></ul><ul><li>Vem o fruto e vem a flor. </li></ul><ul><li>... </li></ul><ul><li>Eu sou a razão de tua vida. </li></ul><ul><li>De mim vieste pela mão do Criador, </li></ul><ul><li>...” </li></ul>
  10. 10. O desenho é uma arte?
  11. 11. Em 1490, Leonardo da Vinci criou seu famoso homem vitruviano.
  12. 12. São comuns, notadamente, na literatura, na escultura e na pintura, obras que dialogam com outras já consagradas, seja para reafirmar suas idéias, seja para questioná-las ou mesmo parodiá-las. Intertextualidade – diálogo entre textos /imagens
  13. 13. “ O mundo não será feliz a não ser quando todos os homens tiverem alma de artista, isto é, quando todos tirarem prazer do seu trabalho.” Auguste Rodin Rodin fez a primeira versão da estátua “ O Pensador” em 1880 .
  14. 14. <ul><li>“ O Pensador” </li></ul><ul><li>“ Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo.” </li></ul>Carlos Drummond de Andrade
  15. 15. Canção do Exílio por: Mário Quintana      Minha terra não tem palmeiras...       E em vez de um mero sabiá,       Cantam aves invisíveis       Nas palmeiras que não há.       Oswald de Andrade       Não permita Deus que eu morra       Sem que volte pra São Paulo       Sem que veja a Rua 15       E o progresso de São Paulo. Jô Soares Minha Dinda tem piscina, Heliporto e tem jardim feito pela Brasil's Garden: Não foram pagos por mim. Em cismar sozinho à noite sem gravata e paletó Olho aquelas cachoeiras Onde canta o curió.       Canção do Exílio Gonçalves Dias Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá; As aves, que aqui gorjeiam, Não gorjeiam como lá.   Nosso céu tem mais estrelas, Nossas várzeas têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossa vida mais amores.   Em cismar, sozinho, à noite, Mais prazer encontro eu lá; Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá.   Minha terra tem primores, Que tais não encontro eu cá, Em cismar - sozinho, à noite - Mais prazer encontro eu lá; Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá.   Não permita Deus que eu morra, Sem que eu volte para lá; Sem que desfrute os primores Que não encontro por cá; Sem qu'inda aviste as palmeiras, Onde canta o Sabiá.   Intertextualidade
  16. 16. A Exploração criativa da linguagem e das imagens. Grupo Artístico – Contra Filé. Largo do Arrouche - SP Programa para a descatracalização da vida. Julho de 2004.
  17. 17. Triple Self-Portrait <ul><li>Norman Rockwell </li></ul><ul><li>(l894-1978) </li></ul>
  18. 18. A Literatura: Um modo de ver <ul><li>“ É sempre bom lembrar </li></ul><ul><li>Que um copo vazio </li></ul><ul><li>Está cheio de ar.” </li></ul><ul><li>Gilberto Gil </li></ul><ul><li>A Literatura tem sempre a missão de surpreender, desconcertar as expectativas do leitor. </li></ul>
  19. 19. Literatura é expressão de uma época As informações que ficam registradas nos textos literários e sobrevivem à passagem do tempo, ajudam a entender quem fomos e a avaliar quem somos. Um olhar crítico sobre o mundo

×