Apostila inkscape

8.658 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.658
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.814
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
459
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila inkscape

  1. 1. Inkscape – Programa Gráfico Enviado por: Walter Alfredo Petroski Martins
  2. 2. Gerência de Gestão de Ambientes – GGA Coordenação do Planejamento, Pesquisa e Capacitação – CPPC INKSCAPE (VERSÃO 0.45) USUÁRIO INICIANTE
  3. 3. Direitos autorais: Essa Apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não- Comercial-Compartilhamento pela mesma licença 2.0 Brazil. Pode ser copiada, distribuída e modificada. Para ver uma cópia desta licença, visite http://creativecommons.org/licenses/by-nc- sa/2.0/br/ ou envie uma carta para Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.
  4. 4. Elaboração: Assessoria de Planejamento – ASPLA Walter Martins Contato e sugestão: walter-martins@celepar.pr.gov.br Para informação: Essa apostila foi elaborada através dos seguintes tutoriais: • http://www.inkscape.org/doc/basic/tutorial-basic.pt_BR.html • http://www.ogimp.com.br/modules/news/article.php?storyid=23 • http://www.inkscape.org/doc/advanced/tutorial-advanced.pt_BR.html • http://pt.wikipedia.org/wiki/Inkscape • http://www.inkscape.org/doc/shapes/tutorial-shapes.pt_BR.html CELEPAR - Companhia de Informática do Paraná Rua Mateus Leme, 1.142 – Centro – CEP: 80530-010 - Curitiba – PR – Brasil Fone: +55 41 3350-5000 - Fax: +55 41 3352-2222 www.celepar.pr.gov.br Movimento Software Livre Paraná www.softwarelivreparana.org.br
  5. 5. Documento Inkscape - Usuario Iniciante Versão 0.45 Data da Revisão 02/04/08 Equipe Técnica Walter Martins Patricia Nunes Pessoa Jonsue Trapp Martins
  6. 6. Páginas 34
  7. 7. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 7 Índice 1. Introdução .....................................................................................................................7 2. Interface gráfica ............................................................................................................8 3. Barra de Ferramentas...................................................................................................9 4. Teclas de Atalho .........................................................................................................10 5. Clone ...........................................................................................................................13 5.1. Técnicas de colagem.............................................................................................13 5.2. Usando a ferramenta clone ...................................................................................13 6. Curvas (nós)................................................................................................................15 6.1. Editando caminhos ................................................................................................15 6.2. Sub caminhos e combinação.................................................................................16 6.3. Convertendo em caminho......................................................................................17 7. Operações Booleanas ................................................................................................18 8. Comprimir e expandir.................................................................................................19 9. Simplificação...............................................................................................................20 10. Criando texto.............................................................................................................23 11. Duplicação, Alinhamento e Distribuição ................................................................25 12. Camadas....................................................................................................................26 13. Conclusão .................................................................................................................31
  8. 8. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 8 1. Introdução O Inkscape é um software livre, que serve para editoração de imagens vetoriais. Ele é derivado do Sodipodi, que foi um dos primeiros Softwares Livre para editoração de vetores. Antes de começar-mos, será interessante explicar o conceito do termo vetorial, o qual foi retirado da Wikipédia, a grande enciclopédia on-line de uso livre: Em computação gráfica, imagem vetorial é um tipo de imagem gerada a partir de descrições geométricas de formas, diferente das imagens chamadas mapa de bits, que são geradas a partir de pontos minúsculos diferenciados por suas cores. Fonte:wikipédia A única diferença que eu sei é que uma imagem vetorial pode ser ampliada e reduzida sem perder qualidade (fazendo transformações nos vetores) e uma imagem de bitmap não (não dá pra preencher os pixels extras da ampliação sem distorcer um pouco, tem que "chutar" as cores dos pixels novos). O Inkscape utiliza o método vetorial, ou seja, gera imagens a partir de coordenadas dos pontos (x) e (y), de forma transparente ao usuário. As Imagens vetoriais são, geralmente, bem mais leves e não perdem a qualidade quando sofrem transformações, como redimensionamento ou giro. Trabalha no formato SVG (Scalar Vectorial Graphics), que é um formato aberto de imagens vetoriais, definido pela W3C, organização que define os padrões criados por Tim Berners Lee, o pai da moderna Internet. O SVG é uma sub definição da linguagem XML. O Inkscape permite exportar e importar figuras nos formatos PNG, TIFF, GIF, JPG, AI, PDF, entre outros.
  9. 9. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 9 2. Interface gráfica O Inkscape, possui uma interface simples, que proporciona ao usuário uma maneira agradável de realizar seus trabalhos, por isso é considerado de fácil utilização. Tem a vantagem de trabalhar com a intuitividade do usuário e exatamente por ter menos recursos, permite que sejam criados efeitos personalizados, enquanto softwares como o CorelDraw e o Illustrator, por exemplo, já agregam dezenas de filtros e opções, tendo uma automatização que agrada a uns e desagrada outros. Ele trabalha com edição de nós, transparência, anti-aliasing, textos, degrades, vetorização, múltiplas camadas e todos os recursos necessários para desenho vetorial. É um software relativamente novo que conta com um bom time de desenvolvedores, e um desenvolvimento ultra-rápido. Tem o grande potencial de, em breve, concorrer em pé de igualdade com grandes softwares vetoriais do mercado.
  10. 10. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 10 3. Barra de Ferramentas Ferramenta Seleção..................... F1 Ferramenta Edição de Nós............ F2 Ferramenta Zoom ........................ F3 Ferramenta Retângulo .................. F4 Ferramenta Elipse ........................ F5 Ferramenta Polígonos .................. * Ferramenta Espiral ....................... F9 Ferramenta Mão livre ................... F6 Ferramenta Mão Bezier ................ Shift F6 Ferramenta Caneta Caligráfica...... Ctrl F6 Ferramenta Texto ......................... F8 Ferramenta Conectores ................ Ctrl F2 Ferramenta Criar Gradientes ........ Ctrl F1 Ferramenta Conta Gotas ............... F7
  11. 11. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 11 4. Teclas de Atalho Ctrl + A Selecionar B Barra de Rolagem C Copiar D Duplicar F Encontrar G Agrupar I Importar J Tipologia Dinâmica K Combinar L Simplificar N Novo O Abrir P Imprimir Q Sair R Réguas S Salvar U Desagrupar V Colar X Cortar Y Refazer Z Desfazer F6 Desenhar Linhas Caligráficas ^ Exclusão de Caminho - Diferença de Caminho + União de Caminho * Intersecção de Caminho / Divisão de Caminho Shift + Ctrl + A Alinhar C Objeto para Caminho D Propriedades de Desenho E Exportar END Camada para Baixo HOME Camada para Cima M Transformação O Propriedade do Objeto P Config. Inkscape PGDN Diminui uma Camada PDUP Aumenta uma Camada R Separar S Salvar Como T Texto TAB Janela Anterior V Colar Estilo Y Editor XML ) Expandir ( Comprimir L Menu de camadas Crtl + Alt + Shift + Alt A Seleciona todas Camadas C Traço para caminho J Tipografia Ligada V Colar no Lugar B Traçar Bitmap D Desliga Clone I Teste Padrão F F1 Seta F2 Nós F3 Lupa (zoom) F4 Retângulos F5 Elipse F6 Mão Livre F7 Conta Gotas F8 Texto F9 Espiral Shift + F6 Curvas de Bezier D Duplicar nós B Quebrar nós ao caminho J Unir nós quebrados C Tornar o nó em canto S Suavizar um nó Y Deixar um nó simétrico Alt + D Clone A Arquivo E Editar X Exibir M Camada O Objeto C Caminho T Texto
  12. 12. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 12 Desenhando uma forma geométrica (retângulo) − Usar a tecla de atalho F4, ou clicar sobre a figura na barra de ferramentas; (nota: o que era uma seta preta agora virou um sinal “+” com um retângulo) − Clicar com o botão do mouse em cima da página, segure e arraste. Obs.: ao desenhar um retângulo com a tecla Ctrl apertada, e arrastando o mouse em um ângulo de 45°será desenhado um quadrado perfeito. Colocando efeito gradiente no retângulo − usar a tecla de atalho Ctrl+F1 ou a figura da barra de ferramentas; − clicar em cima do desenho, segurar e arrastar (seu desenho deve ficar igual ao retângulo vermelho da próxima figura); − para mudar a cor do gradiente, basta clicar com o mouse em uma das extremidades da linha que foi criada, mostrando o gradiente. Clicar na malha de cores, como podemos ver no quadrado azul da próxima figura.
  13. 13. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 13 Ps: deixar sempre selecionado o Transformar Gradientes (em preenchimento ou traço) junto com os objetos. Caso esta tecla não esteja selecionada, ao mover o desenho dentro da página seu gradiente perderá o efeito.
  14. 14. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 14 5. Clone 5.1. Técnicas de colagem Depois que você copia algum(s) objeto(s) com Ctrl+C ou recorta com Ctrl+X, o comando regular Colar (Ctrl+V) cola o(s) objeto(s) copiado(s) bem abaixo do cursor do mouse ou, se o cursor estiver fora da janela, no centro da janela do documento. No entanto, o(s) objeto(s) na área de transferência ainda grava(m) o lugar original do qual foram copiados, e você pode colar de volta onde estava com Colar no Lugar (Ctrl+Alt+V). Um outro comando, Colar Estilo (Shift+Ctrl+V), aplica o estilo do (primeiro) objeto na área de transferência à seleção atual. O "estilo" assim colado inclui todas as configurações de preenchimento, traço e fonte, mas não a forma, tamanho, ou parâmetros específicos a um tipo de forma, como por exemplo o número de pontas de um objeto estrela. Existe ainda outro conjunto de comandos de colagem, Colar Tamanho, dimensiona a seleção para se igualar com o atributo de tamanho desejado do(s) objeto(s) da área de transferência. Existe uma quantidade grande de comandos para a colagem de tamanho, são eles: Colar Tamanho, Colar Largura, Colar Altura, Colar Tamanho Separadamente, Colar Largura Separadamente, e Colar Altura Separadamente. Colar Tamanho dimensiona toda a seleção para combinar com o tamanho total do(s) objeto(s) da área de transferência. Colar Largura/Colar Altura dimensiona a seleção completa horizontalmente/verticalmente de modo que se iguale a largura/altura do(s) objeto(s) da área de transferência. Estes comandos fazem jus ao botão de travamento de proporção do dimensionamento da ferramenta de seleção na barra Controles de Ferramenta (entre os campos W e H), de modo que quando esta trava é pressionada, a outra dimensão do objeto selecionado é dimensionada na mesma proporção; caso contrário a outra dimensão permanece inalterada. Os comandos que contém "Separadamente" funcionam de maneira semelhante aos descritos acima, exceto pelo fato que eles dimensionam cada objeto selecionado separadamente para com o tamanho/largura/altura do(s) objeto(s) da área de transferência. Note que o Inkscape tem sua própria área de transferência interna; ele não usa a área de transferência do sistema exceto para copiar/colar texto com a ferramenta Texto. 5.2. Usando a ferramenta clone Usaremos como exemplo a criação de um tabuleiro de xadrez. Ative a ferramenta retângulo usando f4 ou na barra de ferramentas. Mantenha pressionadas as teclas Crtl+Shift, leve o mouse até uma das extremidades e arraste em um ângulo de 45°, clique na aba de cores na cor preta.
  15. 15. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 15 Deixe o retângulo criado selecionado Após ser clicado em Criar o seu desenho deverá ter ficado assim:
  16. 16. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 16 Se você desejar mudar as cores de preto para outra cor qualquer, basta clicar em cima do primeiro quadrado preto, escolher a cor desejada e todo tabuleiro mudará de cor. 6. Curvas (nós) A maioria dos editores gráficos, possuem uma ferramenta que transforma uma figura geométrica qualquer em curvas ou nós. No Inkscape temos a ferramenta nó que pode ser acionada também usando o atalho F2, com a qual podemos dar novo formato ao desenho. Quando usamos a ferramenta edição de nós é adicionada automaticamente uma nova linha de ferramentas na barra de menu. 6.1. Editando caminhos Ao contrário de formas criadas pela ferramenta correspondente, as ferramentas Caneta e Lápis criam o que é conhecido como caminhos. Um caminho é uma seqüência de segmentos linhas retas e/ou curvas Bezier que, como qualquer objeto do Inkscape, podem ter propriedades arbitrárias de preenchimento e traço. Porém, diferente de uma forma, um caminho pode ser editado arrastando-se livremente quaisquer de seus nós (não apenas alças predefinidas) ou arrastando-se diretamente um segmento do caminho. Selecione este caminho e mude para ferramenta de Nó (F2): Você verá alguns nós quadrados cinzas no caminho. Estes nós podem ser selecionados através de um clique, Shift+clique, ou arrasto elástico — exatamente como os objetos são selecionados pela ferramenta Seletor. Você pode também clicar sobre um segmento do caminho para selecionar automaticamente os nós adjacentes. Nós selecionados ficam destacados e mostram suas alças de controle — um ou dois pequenos círculos conectados a cada nó selecionado por linhas retas. A tecla ! inverte a seleção do nó no(s) subcaminho(s) atual(is) (ou seja, subcaminhos com pelo menos um nó selecionado); Alt+! inverte no caminho inteiro.
  17. 17. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 17 Você pode deletar os nós com Delete ou Ctrl+Alt+Clique. Ao deletar nós a forma do caminho tentará ser gravada, mas se você desejar que as alças dos nós adjacentes fiquem retraídas (sem gravar a forma) você pode deletá-las com Ctrl+Delete. Além disso, você pode duplicar (Shift+D) os nós selecionados. O caminho pode ser quebrado (Shift+B) nos nós selecionados, ou se você selecionar dois nós das extremidades de um caminho, é possível conectá-los (Shift+J). Um nó pode se tornar um canto (ponta) (Shift+C), o que significa que suas duas alças podem se mover independentemente, em qualquer ângulo de uma em relação a outra; suavizar (Shift+S), o que indica que suas alças estão sempre na mesma linha reta (colineares); e simétrico (Shift+Y), que é o mesmo que suavizar, porém as alças permanecem com o mesmo comprimento. Quando mudar o tipo de nó, você pode preservar a posição de uma das duas alças pairando o mouse sobre a alça, de modo que apenas a outra alça seja girada/dimensionada com o movimento. Você pode ainda retrair completamente a alça de um nó Ctrl+clicando sobre ela. Se os dois nós adjacentes possuem suas alças retraídas, o segmento de caminho entre os nós será uma linha reta. Para retirar o nó retraído, Shift+arraste a alça para longe do nó. 6.2. Sub caminhos e combinação Um objeto de caminho pode conter mais de um sub caminho. Um sub caminho é uma seqüência de nós conectados uns aos outros. (Por essa razão, se um caminho tem mais de um sub caminho, nem todos os seus nós estão conectados.) Abaixo à esquerda, três sub caminhos pertencem a um único composto de caminho ; os mesmos três sub caminhos à direita são objetos de caminho independentes: Observe que um caminho composto não é o mesmo que um agrupamento. É um objeto sozinho que só pode ser selecionado como um todo. Se você selecionar o objeto da esquerda acima e mudar para a ferramenta de nó, verá nós em todos os três
  18. 18. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 18 sub caminhos. No da direita, você pode apenas editar os nós selecionando um caminho por vez. O Inkscape pode Combinar caminhos em um composto (Ctrl+K) e Separar um composto em caminhos separados (Shift+Ctrl+K). Tente estes comandos nos exemplos acima. Visto que um objeto pode ter apenas um preenchimento e traço, um novo composto fica com o estilo do primeiro (o mais baixo na ordem-z) objeto a ser combinado. Quando você combina caminhos preenchidos que se sobrepõem, geralmente o preenchimento desaparecerá nas áreas onde os caminhos se sobrepõem: Esta é maneira mais fácil de criar objetos com buracos. Para comandos mais poderosos para caminhos, veja "Operações Booleanas" mais adiante. 6.3. Convertendo em caminho Qualquer objeto de forma ou texto pode ser convertido em caminho (Shift+Ctrl+C). Esta operação não altera a aparência do objeto mas remove todas as capacidades específicas do objeto (por exemplo você não mais poderá arredondar os cantos de um retângulo ou editar o texto); em vez disso, será capaz de editar seus nós. Aqui estão duas estrelas — a da esquerda é uma forma e a da direita, convertida em caminho. Mude para a ferramenta de edição de nós e veja como elas podem ser editadas quando selecionadas: Além disso, você pode converter em caminho um traço ("contorno") de qualquer objeto. Abaixo, o primeiro objeto é o caminho original (nenhum preenchimento,
  19. 19. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 19 traço preto), enquanto o segundo é o resultado do comando Traço para caminho (preenchimento preto, nenhum traço):
  20. 20. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 20 7. Operações Booleanas Os comandos no menu Caminho permitem combinar dois ou mais objetos usando as operações booleanas: As teclas de atalho para estes comandos fazem alusão às analogias aritméticas das operações booleanas (união se refere à adição, diferença a subtração, etc.). Os comandos Diferença e Exclusão se aplicam apenas a dois objetos selecionados; os outros comandos podem processar qualquer quantidade de objetos de uma só vez. O resultado sempre recebe o estilo do objeto do fundo. O resultado do comando Exclusão se parece com o do comando Combinar (veja acima), mas é diferente pelo fato que Exclusão adiciona nós extras onde os caminhos originais se cruzam. A diferença entre Divisão e Cortar Caminho é que o primeiro corta o objeto do fundo por inteiro na área em que o objeto do topo o sobrepõe, enquanto o último apenas corta o traço do objeto do fundo nos pontos de contato com o objeto do topo e remove qualquer preenchimento (isto é adequado para cortar traços sem preenchimento em pedaços).
  21. 21. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 21 8. Comprimir e expandir O Inkscape é capaz de expandir e contrair formas não apenas modificando suas dimensões, mas também executando offset em um caminho, ou seja, deslocando perpendicularmente o caminho em cada ponto. Os comandos correspondentes são chamados Comprimir (Ctrl+() e Expandir (Ctrl+)). Abaixo, está o caminho original (em vermelho) e vários caminhos comprimidos ou expandidos a partir do original: Os comandos Comprimir e Expandir produzem caminhos (converte o objeto original em caminho se ele ainda não é um caminho). Geralmente, mais conveniente é o Tipografia Dinâmica (Ctrl+J) que cria um objeto com uma alça que pode ser arrastada (similar à alça de uma forma) controlando a distância do offset. Selecione o objeto abaixo, mude para o ferramenta de edição de nós, e arraste suas alças para ter uma idéia: Tal objeto de Tipografia Dinâmica grava o caminho original, assim ele não "se degrada" quando você altera a distância do offset várias vezes. Quando você não mais desejar ajustá-lo, você sempre pode converter um objeto offset de volta em um caminho. Ainda mais prático é um objeto de Tipografia Ligada, similar ao objeto de Tipografia Dinâmica exceto pelo fato que ele está conectado a um outro caminho que permanece editável. Você pode fazer qualquer quantidade de objetos de Tipografia Ligada (linked offsets) a partir de um caminho fonte. Abaixo, o caminho fonte está em
  22. 22. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 22 vermelho, um offset ligado ao caminho fonte tem traço preto e nenhum preenchimento, o outro, preenchimento preto e nenhum traço. Selecione o objeto vermelho e edite seus nós; veja como os dois offsets respondem. Agora selecione qualquer um dos offsets e arraste sua alça para ajustar o seu raio. Finalmente, observe que, ao mover ou transformar o caminho fonte, todos os objetos offset conectados a ele se movem, e como você é capaz de mover ou transformá- los independentemente sem perder a conexão com o caminho fonte. 9. Simplificação O principal uso do comando Simplificar (Ctrl+L) é reduzir o número de nós em um caminho enquanto quase preserva sua forma. Isto pode ser útil para caminhos criados pela ferramenta Lápis, uma vez que essa ferramenta algumas vezes cria mais nós que o necessário. Abaixo, a forma à esquerda foi criada pela ferramenta a mão livre, e à direita uma cópia que foi simplificada. O caminho original tem 28 nós, enquanto o simplificado tem 17 (o que significa que é muito mais fácil para trabalhar com a ferramenta de edição de nós) e é mais suave. A quantidade de simplificação (conhecida como limiar) depende do tamanho da seleção. Por essa razão, se você selecionar um caminho junto com algum objeto mais largo, ele será simplificado mais agressivamente que se você o selecionar sozinho. Além disso, o comando Simplificar é acelerado. Isto significa que se você pressionar Ctrl+L várias vezes sucessivamente (em até 0.5 segundo entre as chamadas sucessivas), o limiar cresce a cada chamada. (Se você faz outro Simplificar depois de uma pausa, o limiar volta para seu valor padrão.) Fazendo uso da aceleração, é fácil aplicar a quantia exata de simplificação que você precisa para cada caso.
  23. 23. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 23 Além de suavizar traços criados a mão livre, Simplificar pode ser usado para diferentes efeitos criativos. Com freqüência, uma forma rígida e geométrica se beneficia com alguma quantia de simplificação ao criar interessantes generalizações naturais da forma original — suavizando cantos pontiagudos e introduzindo distorções muito naturais, algumas vezes elegantes, em outras divertidas. Na próxima página veremos um exemplo da forma de um clipart que parece muito mais agradável depois de usar o Simplificar: Exemplo de uso da edição de nós em um retângulo. - Criação do retângulo: 1- Usaremos a ferramenta curvas Bezier ou atalho Shift F6. 2- Também podemos usar o retângulo da barra de ferramentas 3- Após criado o retângulo, selecionamos ele (note que a seleção é representada por flechas pretas, onde podemos definir o tamanho do desenho, clicando em uma das flechas segurando e arrastando o mouse).
  24. 24. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 24 4- Definido o tamanho do desenho usaremos a ferramenta edição de nós ou F2, note que as flechas pretas do desenho foram substituídas por losangos brancos, indicando os nós, este procedimento é usado quando você criou seu retângulo usando a Ferramenta Bezier. Se você optou em usar o retângulo da barra de ferramentas use o comando Shift+Crtl+C. 5- Clicamos em um dos nós, seguramos a tecla Shift e clicamos em outro nó. Repare que os dois nós estão na cor azul indicando que eles estão selecionados.
  25. 25. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 25 6- Usaremos do novo menu que foi criado a ferramenta que irá transformar uma reta em uma curva . Note que após selecionada a ferramenta o trecho que antes era uma reta, agora possui abas que podemos direcioná-las para o lado que desejar-mos transformando o desenho. Veja o exemplo a seguir:
  26. 26. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 26 10. Criando texto O Inkscape é capaz de criar textos longos e complexos. No entanto, é adequado também para a criação de pequenos textos tais como cabeçalhos, banners, logotipos, etiquetas e legendas de diagramas, etc. Esta seção é uma introdução muito básica sobre as capacidades de texto do Inkscape. Criar um objeto texto é tão simples quanto mudar para a ferramenta Texto (F8), clicar em qualquer lugar no documento, e digitar seu texto. Para mudar a família da fonte, estilo, tamanho e alinhamento, abra a caixa de diálogos Texto e Fonte (Shift+Ctrl+T). Essa caixa também tem uma aba de entrada de texto onde você pode editar o texto selecionado - em algumas situações, pode ser mais conveniente que editá-lo diretamente na tela (em particular, esta aba tem suporte a verificação ortográfica em tempo real). Como as outras ferramentas, a ferramenta Texto pode selecionar objetos de seu mesmo tipo — objetos texto — assim você pode clicar para selecionar e posicionar o cursor em qualquer objeto texto existente (como este parágrafo). Umas das operações mais comuns na elaboração de textos é o ajuste do espaçamento entre as letras e linhas. Como sempre, o Inkscape fornece teclas de atalho para isto. Quando você está editando um texto, as teclas Alt+< e Alt+> mudam o espaçamento das letras na linha atual de um texto, de modo que o comprimento total desta linha mude em 1 pixel no zoom atual (compare com a ferramenta de Seleção onde as mesmas teclas redimensionam o objeto em proporção de pixel). Como regra, se o tamanho da fonte em um objeto texto é maior que o padrão, provavelmente será benéfico comprimir as letras deixando-as um pouco mais apertadas que o padrão. Eis um exemplo: A variação com letras apertadas parece um pouco melhor para um cabeçalho, mas ainda não é perfeita: as distâncias entre as letras não são uniformes A quantidade de tais espaçamentos imperfeitos (especialmente visíveis em tamanhos grandes de fonte) é maior em fontes de baixa qualidade que nas de alta qualidade; no entanto, em qualquer
  27. 27. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 27 composição de texto e em qualquer fonte você provavelmente encontrará algumas letras que se beneficiarão do ajuste do espaçamento. O Inkscape facilita bastante tais ajustes. Apenas mova o cursor de edição de texto entre os caracteres mal espaçados e use Alt+setas para mover as letras a partir do cursor. Além de mover as letras horizontalmente com Alt+seta esquerda ou Alt+seta direita, você pode também movê-las verticalmente usando Alt+seta para cima ou Alt+seta para baixo: Claro que você poderia simplesmente converter seu texto em um caminho (Shift+Ctrl+C) e mover as letras como qualquer objeto de caminho. No entanto, é muito mais prático manter suas propriedades de texto — ele permanece editável, você pode tentar fontes diferentes enquanto preserva os ajustes e Camada espaçamentos, e toma muito menos espaço no arquivo gravado. A única desvantagem em conservar "texto como texto" é que você vai precisar ter a fonte original instalada em qualquer sistema em que você queira abrir o documento SVG. Similar ao espaçamento das letras, você pode ajustar o espaçamento das linhas em objetos textos com várias linhas. Tente Ctrl+Alt+< e Ctrl+Alt+> em qualquer parágrafo neste tutorial para variar a altura total do objeto texto em 1 pixel no zoom atual. Como na ferramenta de seleção, pressionar Shift com qualquer tecla de atalho de espaçamento ou ajuste produz um efeito 10 vezes maior que sem Shift. 11. Duplicação, Alinhamento e Distribuição No Inkscape é possível você alinhar ou distribuir os desenhos criados, bastando você clicar em cima de um desenho, apertar a tecla Shift, clicar em outro desenho e usar o atalho Ctrl+Shift+A, pressione o botão "Centralizar horizontalmente", depois o botão "Distribuir a distância horizontal igualmente entre os objetos" (leia as mensagens que aparecem quando se paira o mouse sobre os botões). Agora os objetos estão alinhados caprichosamente e distribuídos de maneira equidistante.
  28. 28. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 28 Uma das operações mais comuns é a de duplicar um objeto Ctrl+D. O objeto duplicado é colocado exatamente acima do original e selecionado, assim você pode arrastá-lo com o mouse ou pelas setas do teclado. Aqui estão outros exemplos de alinhamento e distribuição: 12. Camadas Camadas são bastante usadas na criação de um projeto ou desenho. Elas desempenham um papel importante durante a realização do projeto. Podem ser criadas várias camadas, usando um desenho para cada camada. Para os menos entendidos, será interessante explicar esta definição e conceito de camadas. Vamos imaginar que você tivesse que desenhar a bandeira do Brasil em papel transparente. Na primeira folha você desenharia um retângulo verde, na segunda um losango amarelo, na terceira um circulo azul, na quarta uma faixa em branco, na quinta o texto e na sexta as estrelas. Colocaria um desenho em cima do outro e teria o desenho da bandeira do Brasil, podendo alterar cada desenho independente do outro, em um software de criação de vetores isto denomina-se Camadas. Podemos também
  29. 29. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 29 adicionar novas camadas, renomeá-las, mudar a ordem em que elas foram criadas, ou seja, levantar ou abaixar uma camada e deletar a camada atual, usando o seguinte menu:
  30. 30. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 30 Usaremos como exemplo o desenho da Bandeira do Brasil. Vamos ao exemplo: − abra o Inkscape e desenhe um retângulo segurando a tecla Shift apertada. (seu retângulo deverá ter ficado com dois lados menores e dois maiores) − clicar em cima do retângulo, ir até a malha de cores que se encontra abaixo da página e clicar em cima da cor “verde” − na barra de menu, clicar em camadas − renomear camadas − digitar “verde” − clicar em renomear Pronto você já criou a primeira camada de seu desenho. clique novamente em camadas − adicionar novas camadas − digitar “amarelo” − usar acima da camada, ou seja, seu polígono vai ficar em cima do retângulo − para desenhar um polígono, use a tecla de atalho * (criar estrelas e polígonos) − selecionar novo polígono com 4 cantos − clicar com mouse em cima do retângulo, arrastar e soltar. − clicar em cima do polígono, ir até a malha de cores que se encontra abaixo da página e clicar em cima da cor “amarelo”
  31. 31. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 31 Para que possamos deixar o polígono bem centralizado dentro do retângulo, existe uma tecla de atalho para alinhamento que é Ctrl+Shift+A − clicar em cima do retângulo, apertar a tecla Shift, clicar em cima do polígono. Os dois desenhos já estão selecionados. − Usar a tecla Ctrl+Shift+A e marcar os dois desenhos do círculo vermelho que são: Centralizar verticalmente e Centralizar horizontalmente.
  32. 32. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 32 Seu desenho deverá ter ficado assim: adicionar nova camada − dar o nome de azul − clicar na barra de desenhos criar círculos ou usar a tecla de atalho F5 − clicar com o mouse arrastar e soltar (usar a tecla Ctrl apertada para fazer uma circunferência perfeita) − colorir de azul − clicar em cima do polígono, apertar a tecla Shift e clicar em cima do círculo − usar as teclas Crtl + Shift + A e alinhar os desenhos − seu desenho deverá ter ficado assim: Agora precisamos desenhar o semi-círculo em branco, onde deverá estar escrito “ORDEM E PROGRESSO”
  33. 33. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 33 adicionar uma nova camada com o título de “faixa”, - primeiro passo, devemos criar um retângulo, converter ele em curvas e ajustar os nós. − usamos a tecla Crtl T e digitamos o texto “ORDEM E PROGRESSO” − na barra de menu usamos Texto, por no caminho (aí é só ajustar) − colocamos o desenho com a escrita em cima do círculo azul Para que possamos desenhar as estrelas, se for só um desenho sem compromisso basta usar polígonos com 5 pontas, desmarcar a opção polígonos e desenhar as estrelas. (uma na parte de cima da faixa branca e as outras abaixo. Se for um desenho mais profissional, não devemos nos esquecer que existem 5 tamanhos diferentes de estrelas, que vão de 1ª grandeza até 5ª grandeza. Consultar o site http://www.on.br/glossario/alfabeto/b/bandeirabrasil.html para obter maiores detalhes da posição e do tamanho de cada estrela dentro da bandeira. Quando estou trabalhando com camadas, posso escolher qual camada quero mostrar ou alterar sem prejudicar as outras camadas. Para isso devo usar o atalho Ctrl+Shift+L. Repare que antes do nome de cada camada tem um desenho de um olho e de um cadeado. O olho serve para que você oculte uma camada, para torná-la visível novamente basta clicar no olho e ela voltara. O cadeado serve para que você bloqueie uma camada, deixando com que ela fique protegida, também podemos mudar a
  34. 34. INKSCAPE - USUARIO INICIANTE Página: 34 seqüência com que elas foram criadas. 13. Conclusão A idéia foi mostrar ao usuário iniciante do Inkscape, que é possível a realização de trabalhos usando uma ferramenta de desenho vetorial livre. O Inkscape possui vários outros recursos que não foram abordados nesta apostila, mas que serão abordados em outra oportunidade, uma vez que apenas mostramos ao usuário um pequeno aprendizado sobre desenho vetorial usando uma ferramenta livre. È muito importante que o usuário desta ferramenta, que é uma ferramenta nova e que está em desenvolvimento, acesse o sitio do Inkscape Brasil. No sitio o usuário irá encontrar vários exemplos de trabalhos realizados, além de excelentes tutoriais e uma lista de discussão, que sem dúvida nenhuma é a melhor do Brasil, esclarecendo sempre todas as dúvidas que o usuário possua. http://www.inkscapebrasil.org

×