Principios do design

612 visualizações

Publicada em

Slides sobre princípios do design

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Principios do design

  1. 1. DESIGN Princípios do Baseado no livro “Design para quem não é designer”, de Robin Williams
  2. 2. TÍTULO TÍTULO TÍTULO Texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, Texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, texto, ? Tenho títulos, textos, formas e imagens para colocar nesta página... como devo fazer isso?
  3. 3. Quatro princípios do design gráfico: • Contraste • Repetição • Alinhamento • Proximidade
  4. 4. Contraste “O objetivo do contraste é evitar elementos meramente similares em uma página”. O contraste costuma ser a mais importante atração visual de uma página. É o que faz o leitor, antes de qualquer coisa, olhar para ela. Podemos contrastar de diversas formas: com peso, tamanho, cor, CAIXA ALTA, fundo
  5. 5. Contraste 1 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento 1 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento
  6. 6. Repetição “Quando temos mais de uma seção ou página, precisamos fazer com que estas seções ou páginas pareçam fazer parte de uma mesma unidade. Conseguimos isso com a repetição”. Repita os elementos visuais do design e espalhe- os pelo material. Você pode repetir a cor, a forma, a textura e as relações espaciais, como a espessura, as fontes, os tamanhos, os conceitos gráficos etc.
  7. 7. Repetição 2. ARTE QUAIS SÃO os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. O maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Jornalismo 1. MOVIMENTOS ARTÍSTICOS NÃO SÃO muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento 2. ARTE São são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. O maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Jornalismo 1. MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento
  8. 8. Alinhamento “Nada deve ser inserido arbitrariamente em uma página”. Cada elemento deve ter uma ligação visual com outro elemento da página, para assim criar relações significativas eles e, também, criar uma aparência limpa na página.
  9. 9. Alinhamento 1 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento 1 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento
  10. 10. Proximidade “Itens relacionados a si devem ser agrupados”. Quando vários itens estão próximos, tornam-se uma unidade visual integrada, e não várias unidades individualizadas. A proximidade ajuda a organizar as informações, reduz a desordem e oferece ao leitor uma estrutura clara.
  11. 11. Proximidade 1 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento 1 MOVIMENTOS ARTÍSTICOS Não são muitos os designers gráficos que conhecem as origens de sua atividade e a natureza dos elementos que determinam o bom resultado do trabalho que realizam. A maioria dos designers contemporâneos adquiriu os conhecimentos profissionais mais por “osmose” do que por uma formação escolar na área. Embora a experiência ensine, o conhecimento e a formação Designers e conhecimento
  12. 12. Princípios do design gráfico: Contraste Repetição Alinhamento Proximidade

×